O homem que está fazendo cruzeiros marítimos há mais de 20 anos

Autoproclamado “o homem mais feliz do mundo”, praticamente nunca bota os pés em terra firme se não por dois ou três dias, para fazer passeios, comer bem e se divertir nos maiores destinos turísticos do mundo.

A maioria das pessoas faz cruzeiros de férias, mas para Mario Salcedo, os cruzeiros têm sido a sua casa nos últimos 23 anos, e esta vida contínua pelos sete mares tornou-o “o homem mais feliz do mundo”.

Chamar Mario Salcedo de amante dos cruzeiros provavelmente seria um eufemismo. O financista aposentado esteve em centenas de cruzeiros nos últimos 23 anos e, com exceção de uma pausa recente de 1,5 ano devido à pandemia de Covid, raramente passou mais de um ou dois dias em terra firme. Natural de Miami, Flórida, Salcedo passou grande parte de sua vida trabalhando para várias grandes empresas financeiras, incluindo a Federal Express, viajando pelo mundo e vendo outras pessoas se divertirem. Então, um dia, ele decidiu que era sua hora de pendurar as chuteiras e ir se divertir.  Assim, em 1997 ele largou o emprego.

“Havia todas essas pessoas bonitas na praia se divertindo. O único problema era que eu estava entrando de terno e gravata e uma maleta”, disse Mario.

“Finalmente, aos 47 anos, deixei meu emprego. Deixei muitos benefícios e dinheiro em cima da mesa porque aos 47 anos você não está investido.”

Antes de deixar o emprego, há mais de duas décadas, Salcedo nunca havia feito um cruzeiro, então ele chutou o pau da barraca e reservou seis cruzeiros consecutivos, com seis operadores de cruzeiros diferentes, para realmente ter uma ideia do que era um cruzeiro marítimo. No final deste experimento, ele estava convencido de que esta era a vida que ele queria viver daqui para frente, à bordo desses grandes navios que mais parecem um misto de hotéis de luxo com shoppings flutuantes.

“Isso me deu uma amostra de como era o cruzeiro”, disse Salcedo. “Meu investimento em cruzeiros marítimos confirmou o que eu pensava sobre eles e eu disse: ‘Eu realmente quero fazer isso pelo resto da minha vida!’”.

“Estou tão acostumado a estar em navios que me sinto mais confortável do que estar em terra”

Durante décadas de cruzeiros quase contínuos em vários navios, incluindo o lendário Voyager of the Seas, Liberty of the Seas ou Oasis of the Seas da Royal Caribbean, Mario Salcedo aprendeu que eliminar todas as “atividades sem valor agregado” – como tirar o lixo, lavar a roupa – de sua vida o ajudou a aproveitar as coisas que realmente importavam para ele e o tornou “o homem mais feliz do mundo”.

Todo dia é dia de festa

Para a maioria de nós, um cruzeiro exótico é uma experiência única na vida, mas para “Super Mario” Salcedo, essa é apenas a vida cotidiana. Mas nunca envelhece, e ele não sonharia em voltar à vida em terra firme. Aliás, já tem cruzeiros marcados na sua agenda até abril de 2023. O cara chegou num ponto em que algumas semanas, já tem dois cruzeiros reservados, pelo que precisa decidir qual quer continuar e cancelar o outro.

 

 

Como você pode imaginar, viver em navios de cruzeiro de forma permanente  pode ser bastante caro, especialmente quando você faz isso há 23 anos. Enquanto Mario Salcedo conseguiu economizar um dinheiro bom durante seus dias como financista corporativo, ele ainda tem que trabalhar hoje para sustentar seu estilo de vida luxuoso e único. Atualmente ele gerencia carteiras de investimentos para clientes particulares, mas pode fazê-lo no conforto de um deck de piscina de navio de cruzeiro, então ele nunca reclama disso.

Depois de tanto tempo a bordo de navios de cruzeiro, Mario diz que nas raras ocasiões em que vai a terra firme, só o faz perceber que não pertence mais a esse lugar.

“Estou tão acostumado a estar em navios que me sinto mais confortável do que estar em terra”

 

Um cruzeiro marítimo é uma experiência muito legal, mas eu sinceramente, não sei se me adaptaria a viver permanentemente essa experiência. Não pela infraestrutura em si, mas porque deve ter uma hora que você se cansa de toda essa vibe alto astral daquelas pessoas ao seu redor que estão desfrutando dos prazeres da viagem pela primeira vez da vida ou em muito tempo, e por isso, pra eles tudo é novidade. Acho que me cansaria mais das pessoas que efetivamente dos confortos e delicias de um cruzeiro de luxo no mar.

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertismentspot_img

Últimos artigos