As mais incríveis pedras alaranjadas

Aqui estou eu novamente com mais um daqueles posts legais repletos de imagens conde você poderá ver pedras incríveis de diversas cores. Se você perdeu os posts dessa série super legal, eu vou dar uma ajuda e colocar uma singela lista aqui para ajudar:

As mais incríveis pedras alaranjadas

 

Este artigo que explora o fascinante mundo das rochas, cristais e minerais na cor alaranjada. Nesta jornada, vamos nos aprofundar na beleza desses elementos naturais, seus significados e suas propriedades únicas. Prepare-se para uma viagem pelas tonalidades vibrantes do mundo mineral!

Introdução às Cores na Natureza

As cores desempenham um papel fundamental em nosso mundo natural, e as tonalidades alaranjadas são particularmente cativantes. Elas evocam calor, energia e criatividade. A cor laranja é frequentemente associada ao chakra sacral, que está ligado à nossa sexualidade, paixão e desejo. As rochas, cristais e minerais com tons alaranjados capturam essa vitalidade de maneira única. Embora essas pedras, cristais e minerais na cor alaranjada tenham origens e formações diferentes, elas compartilham algumas propriedades e significados comuns. A cor alaranjada está intrinsecamente ligada à vitalidade, à paixão e à criatividade. Ela é um estímulo para a expressão artística, o otimismo e a energia positiva. E acima de tudo, são bonitas.

Hessonita

A Hessonita é um mineral cálcio-alumínio do grupo granada. Seu nome vem da palavra grega hēssōn traduzida como inferior , referindo-se ao fato de possuir densidade e dureza menores do que a maioria das outras variedades de granada.

Sua cor característica é o vermelho, com tendência para o alaranjado. A hessonita tem uma dureza semelhante à do quartzo, cerca de 7 na escala de Mohs , enquanto a granada a maioria das espécies pode chegar a 7,5.

As hessonitas vêm principalmente do Sri Lanka. Também pode ser encontrado no Brasil e na Califórnia.

Wulfenita

pedras alaranjadas

A wulfenita é um mineral do grupo VI ( molibdatos ). Foi descrito pela primeira vez em 1845 a partir de uma ocorrência em Bad Bleiberg, Caríntia, Áustria. Foi nomeado em homenagem a Franz Xavier von Wulfen (1728-1805), um mineralogista austríaco. É um mineral de coleção, de pouco interesse científico ou industrial.

A wulfenita se trata de um mineral secundário e escasso que se encontra na forma de finos cristais tabulares de cor vermelho-laranja brilhante ou amarelo-alaranjado, aparecendo junto a depósitos de chumbo em zonas de oxidação hidrotérmica .

Vanadinita

pedras alaranjadas

A vanadinita é uma das maiores fontes do metal vanádio e também é fonte de chumbo. A vanadinita é altamente valorizada por sua raridade e especialmente por sua forma única. A vanadinita é mais frequentemente vista com lindos cristais hexagonais alaranjados e vermelhos profundos.

Zincita

pedras alaranjadas

A zincita cristaliza no sistema hexagonal , classe piramidal dihexagonal. Sua cor – amarelo, amarelo escuro, laranja ou vermelho escuro – depende de impurezas, que geralmente aparecem como pequenas quantidades de ferro e manganês na amostra. Da mesma forma, os cristais de zincita podem ser produzidos artificialmente e podem ser incolores ou de cor variável. Apresenta brilho subadamantino e resinoso. Sua faixa é amarelo-laranja. Ela possui dureza entre 4 e 5 na escala de Mohs e tem densidade média de 5,56 g / cm³ . É infusível em chama e solúvel em ácidos. Na natureza, os depósitos de zincita são raros, com exceção dos de Sterling Hill e Franklin ( Nova Jersey , Estados Unidos ); esta última área também é conhecida pelos seus minerais fluorescentes.

Brookita

pedras alaranjadas

Este mineral foi nomeado em homenagem ao mineralogista inglês Henry Brooke. Ela possui dureza de 5,5-6 na escala de Mohs , fratura subconcoidal , esfoliação fraca , brilho adamantino e faixa branca, cinza ou amarelada. É uma das três formas minerais do dióxido de titânio , juntamente com o anatásio e o rutilo . A beleza de alguns cristais deste mineral, especialmente aqueles que pertencem à variedade arkansita , tornou-o um objeto muito valorizado pelos colecionadores.

As cores vão de todos os tons de castanho ao laranja.

A Brookita pertence ao grupo de minerais denominados hidrotérmicos , ou seja, são formados por processos de dissolução e precipitação relacionados à solidificação do magma nas fissuras de rochas pré-existentes. Essa origem permite que o mineral seja encontrado nos veios e veios que se formam nas fissuras e cavidades das rochas, onde geralmente recobrem as paredes. Também é possível encontrar minúsculos cristais deste mineral em muitas rochas sedimentares , onde se forma como mineral de alteração.

Espessartita

pedras alaranjadas

Espessartina ,também conhecida como espessartita , é um mineral da classe dos silicatos ( nesossilicatos ) e do grupo das granadas . O seu nome foi-lhe dado por François Sulpice Beudant, e deriva da localidade de Spessart na Alemanha, sua localidade tipo, onde foi descoberto em 1832.

Ela é um aluminossilicato de manganês, do grupo das granadas. Como o resto dos minerais do grupo granada, é um nesossilicato que cristaliza no sistema cristalino cúbico. Forma uma série de soluções sólidas com a almandina, na qual a substituição gradual do manganês pelo ferro dá origem aos diferentes minerais da série. Além dos elementos de sua fórmula, costuma carregar como impurezas: titânio, ferro, magnésio, cálcio, iodo e até água. É um mineral comum em rochas magmáticas graníticas pegmatíticas, rocha granítica e riolito. Grandes jazidas estão na Tanzânia e China.

Zircão

pedras alaranjadas

É uma rocha super-dura, de 7.5 mohs  muito comum, que oferece cores que vão do marrom escuro ao avermelhado. Ele tem muitas cores  incluindo marrom avermelhado, amarelo, verde, azul, cinza e incolor. A cor dos zircões às vezes pode ser alterada por tratamento térmico. Os zircões marrons comuns podem ser transformados em zircões incolores e azuis aquecendo a 800 a 1.000 °C

Em ambientes geológicos, o desenvolvimento do zircão rosa, vermelho e roxo ocorre após centenas de milhões de anos, se o cristal tiver oligoelementos suficientes para produzir centros de cor . A cor nesta série vermelha ou rosa é recozida em condições geológicas acima de temperaturas de cerca de 400 °C

Citrino Stabirito

pedras alaranjadas

Citrino, também chamado de quartzo citrino (há várias outras denominações impróprias, como citrino-topázio) é uma variedade de quartzo de cor amarela, laranja, excepcionalmente vermelha. Basicamente, é um quartzo com impurezas férricas.

A maior parte do citrino comercial é na verdade ametista ou quartzo fumado aquecido artificialmente. Contudo, a pedra tratada termicamente pode apresentar diferenças, entre elas uma cor mais rosada característica da pedra original. O valor comercial, porém, é o mesmo, pelo menos no Brasil. O quartzo citrino é uma pedra preciosa de baixo preço, mais barata que a ametista, mas, mesmo assim, muito apreciada e muito usada em joalheria. O Brasil e a Escócia são os maiores produtores mundiais de citrino. Esta variedade de quartzo é muitas vezes usado como substituto de muitas pedras preciosas amarelas, como topázio ou safiras.

 

 Ágata Laranja: Um Espetáculo de Tonalidade

pedras alaranjadas

A ágata laranja, como essa Chinkobe, Hokkaido, Japão é uma variedade de quartzo microcristalino. Essa gema é conhecida por suas belas faixas e mesclas de laranja, vermelho e marrom. A ágata laranja é associada à criatividade, equilíbrio emocional e proteção. Ela é uma pedra que pode energizar e fortalecer o espírito.

Calcita Laranja: Uma Janela para o Sol

pedras alaranjadas

A calcita laranja, com sua tonalidade quente, é um cristal que irradia alegria e vitalidade. Ela está ligada ao chakra sacral, promovendo a expressão criativa e a autoconfiança. A calcita laranja é uma pedra que nos lembra da luz do sol e do otimismo. Ter um cristal de calcita laranja por perto é como carregar um pedaço de sol consigo.

Cornalina: A Pedra da Coragem

pedras alaranjadas

A cornalina é uma gema conhecida por sua rica cor laranja. Ela está associada à coragem, à vitalidade e à determinação. Diz-se que a cornalina é capaz de estimular a energia física e mental, tornando-a uma aliada poderosa em momentos de desafio. Além disso, ela é muitas vezes usada como amuleto para afastar energias negativas.

Ela se apresenta como um mineral vermelho acastanhado comumente usado como uma pedra preciosa ou semipreciosa. A sardônica é semelhante à cornalina mas é mais difícil de encontrar e de cor mais escura (a diferença não é rigidamente definida, e os dois nomes são frequentemente usados de forma intercambiável). Tanto a cornalina como a sardônica são variedades da calcedônia mineral de sílica colorida por impurezas de óxido de ferro. A cor pode variar muito, desde laranja pálido a uma intensa coloração quase preta. É comumente encontrada no Brasil, Índia, Rússia (Sibéria) e Alemanha.

Topázio Imperial: O Resplendor do Laranja

pedras alaranjadas

Esse vale uma grana e só tem aqui!

O topázio imperial é uma das pedras preciosas mais cobiçadas na cor alaranjada. Com sua tonalidade que lembra um pôr do sol vibrante, ele é símbolo de riqueza e prosperidade. Além disso, o topázio imperial é apreciado por suas propriedades de cura, que incluem o estímulo à criatividade e à clareza mental.

Das variedades de Topázio este é o mais raro deles, o “topázio imperial” foi primeiramente encontrado na Rússia numa jazida muito pequena. Depois o mesmo foi encontrado no Brasil pela primeira vez, conhecido como “rubis brasileiros”, em 1751, os Urais foi o local das primeiras jazidas, que foram logo exauridas durante o período Czarista. Assim, essa pedra espetacular só é encontrada hoje nas nossas minas de Ouro Preto, Minas Gerais. Pela sua raridade e beleza é uma das pedras mais valorizadas da atualidade.

 

Nossa jornada pelo mundo das rochas, cristais e minerais na cor alaranjada nos levou a descobrir a beleza e os significados incríveis desses elementos naturais. As cores da natureza continuam a nos surpreender, inspirando-nos e conectando-nos com a energia do mundo. Lembre-se de que, ao explorar essas pedras e cristais, você está mergulhando em um universo de beleza e sabedoria.

Se você curtiu este post, dá uma moral aí pra nós indicando ele para algum amigo ou na sua rede social. Quer indicar alguma pedra laranja que eu esqueci de falar? Coloca aqui nos comentários.

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertisment

Últimos artigos