Filmes feitos com engine de games

Durante o almoço no evento The Union, eu conversei com um ex-aluno meu que também é leitor do blog sobre alguns projetos de curta-metragem de baixo orçamento e ele comentou que já ouviu falar que tem gente usando a engine do jogo Crysis para fazer filmes. Quando ele me disse iso, eu fiquei meio bolado, já que engines de games são feitas para rodar em tempo real e não sei até que ponto isso daria bom resultado em termos de um video. Mas fiquei com aquilo na cabeça desde aquele dia.
Hoje eu estava trabalhando aqui numa ideia meio rocambolesca, do tipo eu eu tenho e fico altamente empolgado durante umas duas horas, e depois passa. Passa quando eu percebo que é impossível, caro ou complexo demais e desisto. Mas fuxicando na internet eu me deparei com um belo trabalho usando a engine do game e resolvi fazer este post para compartilhar o achado com os leitores.

O troço que eu achei foi um trailer de um curta-metragem feito em uma mistura de live action em chroma key e os cenários em Cg que não tenho certeza se são mesmo feitos na Cry engine. Mas se forem, vou ter que dar o braço a torcer.
O filme é de um cara chamado Hannes Appell, que trabalha na crytec como cinematic artist.
O bagulho é realmente possível. Mas obviamente não se aplica a tudo. Talvez sirva muito bem para fazer um animatic mais detalhado do projeto, deixando o custo enxuto porque você simplesmente segue a parada e pronto. Dá pra estabelecer um monte de coisa antes de precisar filmar.
Agora, imaginando um mundo como o meu em que sobra ideia, sobra vontade e falta grana, eu penso que talvez isso se aplique. Gostei especialmente do trabalho de correção de cor usado, que deu ao video o feeling nacionalista-russo do século passado. O que o cara fez foi transformar isso:

 

Filmes feitos com engine de games

…Nisso.

 

É difícil ver um curta experimental assim sem se empolgar. Essas coisas dão uma vontade incomensurável de meter a mão na massa e colocar “O sobrevivente” em video. Ia ser muito legal fazer em casa um curta-experimental de Sci-fi. Babei com o fundo de chroma key do cara. Ah, se eu tivesse uma grana pra montar um estudiozinho desse.  Talvez eu fosse obrigado a  adaptar algumas coisas do roteiro, pra simplificar os processos e sempre há um forte risco de tudo ficar tosco… Mas… E daí?

Daí que não tenho grana. Se o Minc me desse a mesma chance que deu pra Maria Bethânia tudo poderia ser diferente…

Veja abaixo o que a Cry engine é capaz de fazer:

Related Post

8 comentários em “Filmes feitos com engine de games”

  1. Muito legal o post Kling, é uma tecnologia nova que pode mudar muita coisa no futuro.
    A Epic Games Principal concorrente da Crytek em termos de engine, deu a resposta recentemente, no link tem uma demo em tempo real da Unreal Engine, se aproxima muito dos CGs pré-renderizados que conhecemos, http://www.youtube.com/watch?v=RSXyztq_0uM

    Ahhh, e se quiser produzir “O Sobrevivente” ou Zumbi (hehehe) só falar que entro nessa amarradão.

  2. Rapaz, lá no fim do vídeo tem um logo do cry engine – MEDO!

    Mas pensando por esse lado, um troço desse baratearia e muito o custo de fazer um filme – mesmo um curta.

    Como eu sou partidário do “vamos fazer o impossível”, tascava os atores fora e só usava CGI em tudo! XD

    Abraços,

    tio .faso

    Update: maldita hora em que eu descobri que deveria ter completado a faculdade de ciências da computação… (fiz dois anos, depois fui me formar em design)

    • Acho que abandonar completamente os atores é um é um risco muito grande, cara. Pois mesmo que o video fique super realista, sem uma atuação decente, ele ficará parecendo aquele final fantasy, tá lembrado? O que tem uma grande chance de acontecer é que a maturação das trecnologias de captura facial em real time vão permitir que o ator atue em 3d. Isso pode reduzir muito o uso do chroma key nos processos. Mas ainda vai levar uma década ou mais pra técnica popularizar e com sorte, chegar aqui.

  3. Não acho que seja impossível não Philipe, veja só desde a época do Playstation 1, alguns jogos utilizavam a tecnologia do próprio game para as cenas não interativas ao invés das cutscenes em CGI, como é o caso do Metal Gear Solid.
    Acredito que com as engines gráficas de hoje seja perfeitamente possível criar um filme convincente sem personagens de carne e osso e ainda ter um resultado bem próximo de um filme comercial da Pixar,Dreamworks e afins.

  4. Sim, mais o problema dos modelos e técnicas atuais não são capazes de mostrar as pequenas expressões nos rostos dos modelos, são estes pequenos detalhes que cria uma distância enorme entre a animação e o telespectador. Quem sabe um dia… apareça por ai algum software que possa mapear todas estas micro expressões em tempo real.

    Em termo de Engines a unreal além de ser acessível no site, vc encontra uma comunidade com tutorias de qualidade. Já a engine da Crytek, pecou e muito, pelo fato de adaptar o jogo para os consoles, quem sabe + a frente ela possa mostrar seu potencial em jogos com play 4 ou xbox 720…

    Minha opinião, o melhor engine atualmente é o Frostbite 2 http://www.youtube.com/watch?v=TBu_tH8muq0&hd=1 (imagens IN GAME… n é CG).

  5. Outro dia tava jogando video game e pensei nisso, se era possivel ou já tivessem feio filmes com engines de games, se ser pra fazer com a CryEngine vai ficar show.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares