Como fazer a fantasia completa do Predador

O nosso amigo leitor Tio AlexKid viu o post falando das mascaras e silicone e disse que estava procurando a fantasia completa do Predador. Ele queria saber se eu poderia fazer a roupa inteira do predador pra ele. Certamente, uma coisa dessas não sai barato.Como eu gosto muito do Predador, tenho vários amigos gringos que são realmente loucos pelo personagem e um desses caras já cometeu a nerdice suprema de fazer a roupa inteira do predador em borracha. Mais maneiro que isso só chegar numa convenção pilotando um At-At do Império ou ter o Ed 209 como cão de guarda em casa.

Felizmente, para a felicidade da galera que curte e da galera que faz, o Scott Marshall mostrou em fotos algumas partes do longo e trabalhoso ao cubo processo de fazer o Predador. A fantasia é incrivelmente fiel ao original, aquele com o Anold Shwarzenegger.

Vamos ao passo-a-passo. Eu não tenho certeza, mas tudo indica que ele começou fazendo a cabeça do monstro. Para isso, usou um busto standard que é usado por quase todo mundo que fabrica máscaras. Em seguida, sobre o busto, usando imagens e fotos da fantasia original do Stan Winston Studios, como referência, o cara começou a esculpir em oil base clay a cabeça do predador.

Após modelar a mascara, Scott tira o molde dela. Para isso ele usa silicone, que é aplicado sobre a escultura. Em seguida, um berço de gesso é adicionado, para manter a rigidez da fôrma. Com cuidado ele tira a peça de massa lá de dentro e pode começar a derramar o látex. Deixa-se varias horas o látex gelificando no interior da forma e depois derrama-se o excesso. A operação é repetida diversas vezes para dar rigidez ao látex. Quanto mais repetições, mais rígida ela fica.

Note que a forma da cabeça vai desmontada em algumas partes, (dentes, espinhos, dreadlocks) porque elas dariam ângulos negativos, o que estragaria a fôrma.  Essas partes são posteriormente montadas na mascara com cola de poliuretano.

Após tirar as primeiras máscaras, Scott começa o trabalho de pintura que envolve máscaras e aerógrafo. A pintura é feita em etapas, e ela dá uma vida da peça que chega a parecer mágica. Tintas especiais para látex são usadas nesta fase.

Em seguida, ele esculpe um dreadlock matriz, do qual será feta uma fôrma, para reproduzi-los aos montes. Não tenho certeza, mas parece que esta peça é feita em clay e suas replicas em um material composto chamado espuma de latex.

Após a pintura, acabamento e colagem dos dreadlocks na mascara, ela fica assim:

Show, né?

Agora chegou a vez da roupa propriamente dita. Scott começa esculpindo o tronco com massa clay. Sobre a massa, ele aplica silicone. ( o procedimento é o mesmo descrito acima)

A peça é esculpida com os braços abertos, para facilitar a moldagem. Após cobrir a escultura com uma camada generosa de silicone, ele recobre tudo numa concha de gesso. Barras de metal ajudam a dar resistência aos braços abertos.

Depois que o gesso seca, ele abre a forma, retira a escultura lá de dentro e fecha novamente. A peça está pronta para receber o latex. No peitotal ele começa aplicando camadas de latex intercaladas com o molde aberto. Ele faz isso para evitar bolhas e acumulação de material em certas partes.

Para peças grandes, uma grande quantidade de material é necessário. Ele adaptou um soprador termico que é encaixado na forma para facilitar e acelerar a secagem do latex. Fibras de tecido são depositadas com o latex, para aumentar sua resistência ao rasgo.

Posteriormente, o molde é fechado e é adicionada uma quantidade de latex que dá uniformidade e cola as duas partes de latex, tornando uma peça só.Após varias horas de secagem a fôrma é aberta e a peça retirada.

Outros elementos da roupa são moldados separados e colados no peitoral, que recebe acabamento (remoção de emendas, ajustes, etc)

 

Em seguida, ele começa a fazer as pernas. O processo parte de duas barras de ferro soldadas. Sobre elas Scott esculpe as formas e seguindo as fotos de referência dá acabamento até ficar como ele quer.

Nada mal, hein?

Após esculpir, ele recobre a peça de silicone e depois faz o berço de gesso. Ele usa cartas de um velho baralho para separar a linha de forma, de modo que o silicone da parte traseira não se conecte com a parte frontal. Isso facilitará a criação da fôrma em duas metades.

 

Após um bom tempo adicionando silicone, a fôrma das pernas finalmente está pronta:

Do mesmo jeito que no peitoral, ele adicional latex e fibras antes de fechar a Fôrma.

Imagino o cheiro de amônia monstruoso que deve estar na casa dele. A etapa seguinte, envolve tirar uma peça das pernas e efetuar os acabamentos.

Antes de pintar, ele veste para ver se ficou legal

Scott achou “aceitável” a roupa. Ele também criou moldes para as mãos e os pés da criatura.

No total, podemos ver o kit completo, composto de nove itens sem contar os dreadlocks:

E então começa a fase de pintura, onde a mágica começa a acontecer.

Com aerógrafo ele pinta o peitoral.

E depois, as pernas:

Ele adiciona os detalhes na peça:

Aqui vemos a roupa vista por trás:
Scott faz um acabamento de aguada, simulando a oxidação no metal, para acentuar o realismo.

O pé da criatura:

E a mão:

Até o colar de ossos que adorna o Predador é feito com moldes:

E então a fantasia está concluída.

Scott veste a roupa do alienígena caçador de cabeças para ver como ficou.


E então está pronto para tirar aquela onda-tsunami na festa a fantasia.

Obviamente que ele não faz isso a toa. Scott vende roupas do predador para os fãs do Predador, e uma fantasia completa custa cerca de U$ 6.000. Ele também vende só a máscara.

fonte: Facebook do cara

Artigos relacionados

53 Comentários

Compartilhe suas ideias