Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp

Ontem enquanto esperava o Davi sair da escola eu achei um pedaço de fungo no chão. Tinha caído de um brinquedo de madeira que fica na sombra. Com as chuvas dos últimos dias e a umidade comendo solta no patio, os fungos fizeram a festa.
Peguei o pedaço de fungo e trouxe para casa. Fiquei viajando nos microscópicos detalhes daquele troço e acabei compelido a remontar meu giant-macro-rig, uma trapizomba gigante feita de diversos tubos extensores montados em linha, com um teleconverter que eu mesmo fabriquei com pedaços velhos de lentes antigas compradas no ebay e na ponta, uma lente 18-55 do kit montada invertida. O bagulho fica feio pra caramba, é verdade, mas com isso minha câmera vira um microscópio.

A maior dificuldade de todas, obviamente, é que com uma lente tão longa, ela opera como uma lente zoom. Assim qualquer movimento, por mais mínimo que ele seja, como eu RESPIRAR PERTO da câmera, já faz ela balançar loucamente, tornando a obtenção das fotos um cu dos infernos algo bem difícil.
Outra grande dificuldade é que nesse modo, há uma perda absurda de luz, e eu preciso fotografar com o ISO 6400. Isso dá como resultado imagens lotadas de ruído. Pra piorar, a batida do espelho da lente já faz ela tremer ao ponto de cada foto ficar borrada quase que imprestavelmente. No live view eu consigo ver bem melhor que nas fotos resultantes.
Mas aqui esta o fungo, para a galera que me pediu fotos dele no Facebook.
Nesta configuração da minha lente macro power, vemos a vilosidades do fungo, num zoom que mostraria um grão de pólen como bolas de boliche.

fungo1

fungo2

Afastando um pouco, podemos ver que ele forma algumas pontas, que lembram uma estranha paisagem alienígena.

fungo10

fungo9

fungo4

 

 

fungo 6

 

Segura a tripofobia aí!

fungo5

 

fungo3

 

 

É bem difícil fotografar quando a câmera vira microscópio. Talvez haja um jeito de pegar a foto do live view ligando a câmera no PC, mas o Davi e seu problema de jantar, banho, colocar pra dormir, contar historia e etc, não me deixou pesquisar isso.

Aqui em baixo podemos ver uma imagem do macro com mais detalhes, quando eu reduzi o numero de tubos extensores.

fungo7

fungo8

Parece um Cânion alien!

Vou fazer mais algumas fotos macro e colocarei aqui em breve. Tipo esse detalhe da minha impressão digital (no zoom curto. No zoom maximo nem sei como é ainda):

digital

Ultra macro – mais algumas fotos

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

13 ideias sobre “Ultra macro – mais algumas fotos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Alerta: Conteúdo protegido !!