Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp

Parece estranho dizer isso mas eu estava no ônibus outro dia e quando olhei da janela eu me vi parado no ponto, do lado de fora do busum.

Aquele era mais um dia em que eu voltava da escola e foi quando eu me dei conta que realmente tinha uma réplica minha andando solta por aí. Alguns amigos meus já haviam me falado que tinha um sujeito muito igual a mim andando pelas ruas. Eu nunca acreditei, achei que eles estavam de sacanagem com a minha cara. Mas o fato é que era verdade e ali estava o maluco. Exatamente parado como eu parava, usando uma roupa bem parecida com a minha encostado no muro esperando o ônibus.

Eu fiquei com vergonha da situação. Olhei para outro lado me sentindo menos único, menos exclusivo.

Lentamente eu passei a saber um pouco do sósia, mas nunca nos encontramos. Eu apenas o vi quando estava no ônibus. Um amigo meu me disse que ele estava numa festa pegando uma mulher mais feia que a diarréia do capeta. Imediatamente eu reagi alegando que aquele era o sósia. (e era)

Um dia conheci uma menina que era amiga de uma amiga minha, mas que nem me lembro mais quem era que ficou um tempão olhando pra minha cara com uma expressão de completa perplexidade. Eu perguntei o que era e ela falou:

-Nossa, você é igualzinho o primo do Dedé. Impressionante!
-Verdade? – Eu já estava me acostumando com o fato de ter um maluco igual a mim.

Mas a situação mais escrota que aconteceu com o meu sósia, o “primo do Dedé” foi quando eu fui com a minha mãe no shopping. eu estava vestindoa  roupa mais “standard” existente. Camiseta branca e calça jeans.
Era período de natal e sabe como fica o shopping. Uma lotação absurda onde não há espaço para nada.  Eu fiquei andando com ela de loja em loja vendo presente, mas confesso que na segunda loja eu já estava odiando aquele programa de índio. Combinei com ela que iria para a livraria e que nos encontraríamos na praça central do Shopping.

Fui para a livraria e como era de se esperar, perdi a hora.

Na hora marcada, minha mãe foi para a praça central e me viu passando. Ela resolveu me dar um susto e chegou atrás de mim e pegando aquele comprido canudo de papel de presente deu uma solene paulada na minha bunda. (coisa de Joselito sem noção)
O problema é que não era eu. Era o sósia. O maluco deu um pulo e olhou pra trás assutado. O shopping inteiro olhando.

Minha mãe ficou catatônica, bolada olhando pro sujeito. Obviamente aquele ali não era o filho dela.

Aí sabe o que ela fez? Deu uma de maluca. Saiu falando um monte de coisa sem nexo. Coitada, morrendo de vergonha.

O meu sósia

Comments

comments

Parece estranho dizer isso mas eu estava no ônibus outro dia e quando olhei da janela eu me vi parado no ponto, do lado de fora do busum.

Aquele era mais um dia em que eu voltava da escola e foi quando eu me dei conta que realmente tinha uma réplica minha andando solta por aí. Alguns amigos meus já haviam me falado que tinha um sujeito muito igual a mim andando pelas ruas. Eu nunca acreditei, achei que eles estavam de sacanagem com a minha cara. Mas o fato é que era verdade e ali estava o maluco. Exatamente parado como eu parava, usando uma roupa bem parecida com a minha encostado no muro esperando o ônibus.

Eu fiquei com vergonha da situação. Olhei para outro lado me sentindo menos único, menos exclusivo.

Lentamente eu passei a saber um pouco do sósia, mas nunca nos encontramos. Eu apenas o vi quando estava no ônibus. Um amigo meu me disse que ele estava numa festa pegando uma mulher mais feia que a diarréia do capeta. Imediatamente eu reagi alegando que aquele era o sósia. (e era)

Um dia conheci uma menina que era amiga de uma amiga minha, mas que nem me lembro mais quem era que ficou um tempão olhando pra minha cara com uma expressão de completa perplexidade. Eu perguntei o que era e ela falou:

-Nossa, você é igualzinho o primo do Dedé. Impressionante!
-Verdade? – Eu já estava me acostumando com o fato de ter um maluco igual a mim.

Mas a situação mais escrota que aconteceu com o meu sósia, o “primo do Dedé” foi quando eu fui com a minha mãe no shopping. eu estava vestindoa  roupa mais “standard” existente. Camiseta branca e calça jeans.
Era período de natal e sabe como fica o shopping. Uma lotação absurda onde não há espaço para nada.  Eu fiquei andando com ela de loja em loja vendo presente, mas confesso que na segunda loja eu já estava odiando aquele programa de índio. Combinei com ela que iria para a livraria e que nos encontraríamos na praça central do Shopping.

Fui para a livraria e como era de se esperar, perdi a hora.

Na hora marcada, minha mãe foi para a praça central e me viu passando. Ela resolveu me dar um susto e chegou atrás de mim e pegando aquele comprido canudo de papel de presente deu uma solene paulada na minha bunda. (coisa de Joselito sem noção)
O problema é que não era eu. Era o sósia. O maluco deu um pulo e olhou pra trás assutado. O shopping inteiro olhando.

Minha mãe ficou catatônica, bolada olhando pro sujeito. Obviamente aquele ali não era o filho dela.

Aí sabe o que ela fez? Deu uma de maluca. Saiu falando um monte de coisa sem nexo. Coitada, morrendo de vergonha.

O meu sósia

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

57 ideias sobre “O meu sósia

  • 2 de dezembro de 2007 em 19:43
    Permalink

    Também vi um sósia meu uma vez, quando estava no 2º grau. Pior que demos de cara na rua. Ficamos olhando um pra cara do outro com aquela expressão de “que p***a é essa?”. Foi o único contato que tive com ele.

    ** Que merda esse negócio de Bandwidth Exceeded nas figuras, hein?

    Abraço!

    Resposta
  • 2 de dezembro de 2007 em 20:08
    Permalink

    [quote comment=””]

    ** Que merda esse negócio de Bandwidth Exceeded nas figuras, hein?
    [/quote]

    Onde tá dando isso?

    Resposta
  • 2 de dezembro de 2007 em 20:13
    Permalink

    Ué… não consigo ver nenhuma figura no blog. Nem de notebooks-conceito, nem de calendário com MundoGump… Só tem uma figura “Upgrade to Pro Today! Bandwidth Exceeded. Photobucket”

    Resposta
  • 3 de dezembro de 2007 em 12:25
    Permalink

    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    nessas horas a gente entende que a fruta não cai muito longe da árvore. sua mãe deve ser mais figura que você!

    Resposta
  • 3 de dezembro de 2007 em 12:37
    Permalink

    [quote comment=””]HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    nessas horas a gente entende que a fruta não cai muito longe da árvore. sua mãe deve ser mais figura que você![/quote]

    Bem mais.

    Resposta
    • 15 de fevereiro de 2011 em 14:57
      Permalink

      Leia o conto de Edgar Allan Poe “William Wilson”.

      Resposta
  • 3 de dezembro de 2007 em 13:50
    Permalink

    É Philipe, acho que esse teu sósia desembarcou aqui em Minas. Antes de conhecer o M. Gump já tinha visto “você” diversas vezes pela rua…rs. Diante de sua confirmação de que realmente tem um sósia, me atreverei, da próxima vez que o encontrar pela rua, a puxar papo, como quem não quer nada, e desvendar o mistério.

    Resposta
  • 3 de dezembro de 2007 em 16:26
    Permalink

    [quote comment=””]É Philipe, acho que esse teu sósia desembarcou aqui em Minas. Antes de conhecer o M. Gump já tinha visto “você” diversas vezes pela rua…rs. Diante de sua confirmação de que realmente tem um sósia, me atreverei, da próxima vez que o encontrar pela rua, a puxar papo, como quem não quer nada, e desvendar o mistério.[/quote]

    Opa, esse aí pode ser eu. Volta e meia eu vou a Juiz de Fora.

    Resposta
    • 16 de fevereiro de 2011 em 14:05
      Permalink

      Iria ficar bem melhor se vc tivesse tirado uma foto com ele.
      Fiquei curiosa.

      Resposta
  • 3 de dezembro de 2007 em 18:06
    Permalink

    Bem mais pra cima…rs
    A cidade em questão se chama Teófilo Otoni.

    Resposta
  • 3 de dezembro de 2007 em 21:00
    Permalink

    [quote comment=””]Bem mais pra cima…rs
    A cidade em questão se chama Teófilo Otoni.[/quote]

    Então era o Doppleganger mesmo, ehehe.

    Resposta
  • 3 de dezembro de 2007 em 23:56
    Permalink

    Vai ver ela ficou “catatonica”, p lembrar q abandonou o seu irmão gemeo p ai e nunca t contou ! hauhuahuahuahuhuahuahauhau

    Resposta
  • 27 de dezembro de 2007 em 13:35
    Permalink

    Philipe, já vi um cara na Moreira Cesar que lembra muito vc mesmo, o cabelo é um pouco diferente, mas parece muito contigo, e já falei com ele mais de uma vez pensando ser vc. Ele tá sempre pela área da Moreira entre Otávio e Oswaldo Cruz, a noite.

    Eu tenho um primo em milézimo grau, que quando novos, éramos cara de um fucinho de outro, com a diferença de eu ser uns anos mais velho, só vi o muleque umas 3 vezes.

    Resposta
  • 28 de dezembro de 2007 em 18:03
    Permalink

    [quote comment=””]Philipe, já vi um cara na Moreira Cesar que lembra muito vc mesmo, o cabelo é um pouco diferente, mas parece muito contigo, e já falei com ele mais de uma vez pensando ser vc. Ele tá sempre pela área da Moreira entre Otávio e Oswaldo Cruz, a noite.
    [/quote]

    Fred, acho que é este o meu sósia mesmo!

    Resposta
  • 4 de maio de 2008 em 21:56
    Permalink

    Também tenho uma sósia. Não sei se a cara dela é igual a minha, só sei que o cabelo é igual: comprido. Ela chama Rebeca, ou algo assim, eu acho, e mora lá no Rio Grande do Sul.

    Mas essa história da tua mãe aí… Cara, ri muito!

    Resposta
  • 5 de maio de 2008 em 9:01
    Permalink

    Realmente o cara é seu Sósia mesmo,… Ele foi capaz de enganar até a sua Mãe. :B

    Huhauahauauhauaaha…!

    Resposta
  • 11 de julho de 2008 em 15:32
    Permalink

    nossaaaaaaaaaa, quase tive um troço de tanto rirrrrr, nossa sempre dou uma lolhadinha nos textos, mas nunca tive coragem de deixar registrado , mas dessa vez nao teve jeito, muito bomm vc é d+

    Resposta
  • 8 de agosto de 2008 em 13:00
    Permalink

    meu amigos viviam falando q tinha um cara parecido comigo….
    mas mora em outra cidade aki próxima da minha
    uma vez nos encontramos e ficamos amigos, mas temos uma diferença de cor
    eu sou negro e ele é minha versão branca kkkkkkkkkkkkkk

    Resposta
  • 29 de setembro de 2008 em 1:25
    Permalink

    O pior seria “o primo do dedé” estar devendo uma grana pra alguém, e esse alguém dar de topa com você, de boa, resolve logo isso vai, he he !

    Resposta
  • 19 de dezembro de 2008 em 1:45
    Permalink

    eu tenho dois sósias, o primeiro achei no DeviantArt. O cara é da Finlândia. o segundo eu conheci no segundo grau.
    Uns 3 meses atrás, na faculdade, minha namorada foi dar un susto em mim tb, mas era ele.

    Resposta
  • 13 de agosto de 2009 em 16:13
    Permalink

    esse site é um ó do borogodo!!!
    e eu uma porqueira q num vale nada x_x :shocked:

    Resposta
  • 29 de setembro de 2009 em 9:04
    Permalink

    Philipe!!! Encontrei mais um sósia teu! Foi ontem na faculdade de direito da UERJ. E estava lanchando no intervalo de uma aula, quando de repente eu vi… O maluco era igualzinho a você, só que mais novo. Eu cheguei a falar com as minha amigas, que como não são leitoras do blog, não entenderam nada e acabaram me chamando de maluca! hahaha :lol2: Eu vou dar uma de maluca mesmo e tentar tirar uma foto do cara, nem que seja com o celular, daí eu te mando. Muáááhahahahaha (risada maligna! rs)

    Resposta
    • 29 de setembro de 2009 em 10:09
      Permalink

      Tá vendo? Quando eu digo que tenho um sósia ainda tem gente que não acredita.
      Até minha mãe já confundiu o sósia comigo.

      Resposta
  • 12 de outubro de 2009 em 17:32
    Permalink

    Hahahahaha!!!Esse negócio de sósia quase me provoca uma confusão!Eu conheci minha sósia porque meus amigos a apresentaram pra mim. Nos tornamos amigas, viajamos juntas para Caçapava do Sul e nos divertimos prá caramba. Ela não mora mais aqui. Nos diferenciamos por um pequeno detalhe: ela é mãe- tem um garotinho de 5 anos e eu não tenho filhos. Cheguei até a “questionar” meus pais….. mas o texto é ótimo- “joselito sem noção”-rsrsrsrs

    Resposta
  • 17 de dezembro de 2009 em 9:48
    Permalink

    uhahuahu,
    já vi esse teu sósia em floripa também, eu estava morando lá na época.
    acho que até te liguei alguns dias depois, pra confirmar mesmo.

    Resposta
  • 20 de dezembro de 2009 em 17:50
    Permalink

    Philippe, acho que você faz parte de um exército de clones que vai dominar a Terra… rsrsrsrsrsrs

    Eu vivo sendo confundido na cidade onde nasci, mas nesse caso é confusão com meu irmão gêmeo mesmo… eheheheh

    Abraço.

    Resposta
    • 21 de dezembro de 2009 em 13:42
      Permalink

      Tipo resident evil. Aliás, do jeito que eu tenho talento para me ferrar, bastaria uma coleção de Philipes para a Terra entrar em colapso naturalmente, hehehe.

      Resposta
  • 28 de janeiro de 2010 em 16:57
    Permalink

    Cara! Incrível!
    Eu acompanhei a história do “Jurado de Morte”… bom pra caramba… suas histórias, lembraças, infância… cara tu é um gênio, sem dúvida alguma um dos melhores sites de toda internet.
    simplesmente espetácular… muitas coisas me lembram minha infância em Arraial do Cabo.
    Abração!

    Resposta
    • 28 de janeiro de 2010 em 19:26
      Permalink

      Fico feliz que tenha curtido, Afonso. Eu não sou gênio nada, cara.

      Resposta
  • 31 de janeiro de 2010 em 21:41
    Permalink

    Cara pode parecer estranho mais dizem que sou parecidissimo com o Diego Souza.

    Resposta
  • 29 de março de 2010 em 17:49
    Permalink

    Eu ri demais da história. Uma vez, eu fui dar um susto no meu primo e confundi ele com o sósia dele! Fiquei morta de vergonha, que nem tua mãe. Mas foi engraçado.

    Resposta
  • 7 de abril de 2010 em 23:08
    Permalink

    vi um garoto mais novo identico a min x_x
    x_x

    Resposta
  • 21 de agosto de 2010 em 11:28
    Permalink

    TER UM SÓSIA, NINGUÉM MERECE!!! EU TINHA UMA SÓSIA( TINHA PORQUE GRAÇAS A DEUS SÓ NOS PARECIAMOS QUANDO CRIANÇA) QUE ERA SOBRINHA DA MULHER DO MEU TIO, NOSSA SOFRI MUITO, ELA APRONTAVA E EU PAGAVA O PATO ,JÁ LEVEI TAPÃO NA RUA DE SURPRESA PORQUE ME CONFUNDIRAM COM ELA KKKKKKKKKK,A MÃE DELA GRITOU COMIGO,MEU PAI A ABRAÇOU PENSANDO QUE ELA ERA EU,LEVANTOU NOA AR E TUDO, DEPOIS QUANDO OLHOU DIREITO QUE PERCEBEU(DETALHE, EU ESTAVA DO LADO ).HOJE NÃO NOS PARECEMOS MAIS UFA!!! MAS EU SEMPRE PAREÇO COM A IRMÃ DE FULANO,A AMIGA DE SICLANO…KKKKKKK EU COSTUMO DIZER QUE TEM UMA TRIBO COM MINHA CARA POR AÍ.É MOLE?

    Resposta
  • 25 de agosto de 2010 em 12:44
    Permalink

    Alguns amigos meus já disseram que pelo menos uma vez, se depararamm com um sósia deles, eu sinceramente nunca vi o meu sósia, se é que ele existe.. rsrs, mas… alguns destes e outros amigos meus também, já me perguntaram se eu estava no lugar X e também se eu estava chateado com os mesmos, pois quando falavam OI como gesto de saudação comigo (o suposto sósia), naturalmente não os saudava e seguiam seus caminhos. Creio q um dia, ainda irei me deparar com o meu sósia, só espero q se ele exista… não faça algum tipo de besteira para consequentemente eu não ter que pagar pelo o erro do dito cujo, rsrs! Parabéns pelo seu trabalho e dedicação Philipe, passei a conhecer e ser admirador do mundogump através da entrevista que o Jô fez com você, certamente, assim como eu, muitos outros admiradores prestigiam este gde e divertido trabalho que faz! Um grande abraço! E até mais!

    Resposta
  • 25 de agosto de 2010 em 21:54
    Permalink

    tô me cagando de rir da mulher mais feia q a diarreia do capeta, mas falando sério ,tbm já vi um sósia meu na minha rua (o detalhe eh q ele parecia ser mais velho), o mesmo corte de cabelo, o mesmo jeito de andar, o mesmo nariz de batata, o mesmo estilo de roupa, e eu e maus pais vendo. Meu olhô e falô assim: “Daniel alá você na rua”. Fui olhar e era eu mesmo lá. Seni q naum sô único. (Só faltava o nome do cara ser Daniel tbm)

    Resposta
  • 4 de setembro de 2010 em 21:33
    Permalink

    eu nunca dei de cara com o sozia mas se isso acontecer eu mato o cabra safado .pelo menos serei o unico .imagina se ele da de cara com a minha namorada com na balada.eu hein.

    Resposta
  • 4 de setembro de 2010 em 21:40
    Permalink

    cara adorei a historia mas me deixou com uma duvida .sera q os gemeos tmbm tem sozias.

    Resposta
  • 18 de outubro de 2010 em 15:32
    Permalink

    ai vei vi um cara = tu na boate gay era tu ou teu sósia ??!!! zoa kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Resposta
  • 30 de outubro de 2010 em 14:13
    Permalink

    Phillipe, falndo sério agora, eu vi cara muito parecido com você no Sítio Mônica e Márcia ontem dia 29/10, era tu mesmo ou era o sósia.

    Resposta
  • 30 de outubro de 2010 em 14:14
    Permalink

    Phillipe, falndo sério agora, eu vi cara muito parecido com você no Sítio Mônica e Márcia ontem dia 29/10, era tu mesmo ou era o sósia?

    Resposta
  • 5 de janeiro de 2011 em 9:41
    Permalink

    a minha sosia…é a minha propria irmã….kkkk…não somos gemêas não, mas o povo sisma em confundir nos duas…afff….e olha que sempre mudo o visual mas não tem jeito ou o povo é sem noção ou realmente eu devo parecer muitooooo com minha irmã….kkkkkkk

    Resposta
  • 13 de janeiro de 2011 em 13:06
    Permalink

    Nossa vc me lembrou de uma coisa que aconteceu comigo uma vez, eu tinha uma sózia igualzinha, até a cor do cabelo, altura e peso era igual. E o engraçado é que além de parecer comigo nós tinhamos o mesmo corte de cabelo, e eu sempre via ela andando na rua conversando com meu primo até que cheguei neles uma vez ( Queimando o filme do meu primo, coisa que eu adoro fazer), e puxei assunto com ela e dai pegamos uma amizade forte eu e ela hahha era até engraçado tinha pessoas na rua que perguntava se nós duas eramos gemeas mas a unica diferenç entre agente era mesmo a idade, ela é 2 anos mais nova que eu e na época ela tinha 12 e eu 14 hoje ela esta com 16 e eu com 18. Uma certa vez estavamos eu e ela conversando na porta da casa da minha vó e meu tio de 24 anos tem mania de dar aquele famoso ” Pedala Robinho” só que ele dá, pra sentir dor, e ele chegou e deu um tapa na cabeça da minha amiga que eu senti a dor e quando ela olhou pra ele hahaha eu ri tanto por que eu vi ele passar do bege ao vermelho e do violeta ao azul, depois ele entrou no quarto e não saiu mais de lá até ela ir embora.

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2011 em 15:00
    Permalink

    Leiam o conto “William Wilson” de Edgar Allan Poe.
    Fala sobre essa situação de encontrar um sósia!
    No caso do conto é mais grave porq o sósia tem o mesmo nome!!

    Resposta
  • 31 de maio de 2011 em 13:25
    Permalink

    Amigo passei por algo parecido no Metro voltando pra casa depois de um longo dia de trabalho.
    levei o maior susto, pois o fulano era minha cara, parei em frente ao cara e ele estava sentado, demos de cara um com o outro. Ficou aquele tipo de cena de filme.
    Eu não sabia se ria ou se falava com o “meu irmão gemeo”, final das contas saltei do metro na estação seguinte. rindo muito de custando a acreditar na situação surreal.

    Resposta
  • 4 de junho de 2011 em 20:57
    Permalink

    uMA VEZ TAMBÉM EU VI UM SÓSIA SÓ QUE ERA DÁ MINHA MÃE ERA IGUALZINHO A ELA A MULHER O JEITO DE ANDAR A ROUPA E O CABELO PRETO AMARRADO NOSSA FIQUEI ATÉ COM MEDO….

    Resposta
  • 21 de setembro de 2011 em 23:02
    Permalink

    Um dia, fui pesquisar meu desempenho no PAS (Programa de Avaliação Seriada), uma espécie de Vestibular aqui de Brasília, mas tinha esquecido minha senha. O sistema pediu minha data de nascimento e o nome da minha mãe. Eu dei.

    Surgiram dois nomes. 

    O meu, e o de um rapaz. Mesma idade, mesma data de nascimento, mesmo nome da mãe. Mesma cidade. Mesma universidade, no mesmo ano. Fiquei achando que tive um gêmeo que minha mãe escondeu. Pouco tempo depois, uma professora descobre o nome da minha mãe e diz que a conhece. Acho estranho. Ela diz que minha mãe era funcionária da faculdade. 

    Minha mãe não é. Ou existem duas mulheres com vidas muito parecidas andando pela mesma cidade, ou minha mãe tem uma vida dupla. HUSAHUSAUHSA.

    Resposta
    • 22 de setembro de 2011 em 9:23
      Permalink

      Porra essa sequencia de coincidências é sensacional hein?

      Resposta
  • 26 de setembro de 2011 em 18:01
    Permalink

    Cara, que história maneira.

    Resposta
  • 22 de outubro de 2011 em 11:55
    Permalink

    Nunca encontrei uma sósia minha, mas quando eu era um pouco mais nova, a mãe de uma amiga minha de infância comentou comigo que “me viu” descendo a rua da casa dela num dia que eu não costumava passar por ali, ela disse que só não me chamou porque não teve muita certeza, apesar de ter me dito que até o jeito do cabelo, das roupas e os traços do rosto eram parecidos comigo, ela disse que só não chamou porque estranhou o fato da menina ter descido a rua sem nem olhar pra ela rsrs E depois não sei se ela disse a verdade, mas ela comentou que contaram pra ela que podem existir até 7 sósias da gente espalhados pelo mundo e que é muito raro nos encontrarmos com eles, porém quando acontece geralmente o susto é enorme e quase nunca se inicia uma amizade rsrs

    Resposta
  • 14 de novembro de 2011 em 11:17
    Permalink

    eu conheco uma historia de um consul italiano….que conheceu seu socia nao tinham o mesmo nome mas nasceram no mesmo dia, e tambem morreram no mesmo dia…vi quando estava no japao….veridica essa historia

    Resposta
  • 19 de novembro de 2013 em 13:18
    Permalink

    hahaha, eu também já encontrei com dois sósias meu.

    Um foi em um show, ele morava em Piracicaba e eu em Paulínia, o pior que o cara chamava Luiz também. Outro foi em Lambari-MG, tinha um cara igualzinho eu.

    Resposta
  • 24 de junho de 2015 em 21:47
    Permalink

    quero encontrar minha socia como faco

    Resposta
  • 4 de setembro de 2015 em 0:29
    Permalink

    Rsrs Adorei o texto. Já tive muita bijuteria sapateando por ai, me matando de vergonha e desonra. Kkk Como nos seus casos, já cheguei a ser vista em muita balada, teletransportada misteriosamente do meu quarto. Minha mãe tbm já chegou em casa querendo explicações de por que eu estava em tal lugar, em tal hora. kkk Reação é algo que não existe quando alguém nos acusa assim. ‘-‘

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Eu dei duro aqui

Com 15 anos de sangue suor e lágrimas, eu me esforcei para fazer um dos blogs mais antigos e legais do Brasil. Mis de 5000 artigos, mais de 100.000 comentários, mais de 20 livros, canal, programa de rádio, esculturas... Manter isso, você pode imaginar, não é barato. Talvez você considere me apoiar no Patreon e ajudar o Mundo Gump a não sair do ar.
Ajuda aí?

Conheça meus livros

error: Alerta: Conteúdo protegido !!