Mundial de Clubes FIFA: confira as principais curiosidades do torneio

Torneio de times organizado pela maior entidade do futebol desde 2000, há pouco mais de 20 anos, o Mundial de Clubes FIFA está no rol de competições mais importantes do calendário internacional do futebol, colocando lado a lado os campeões dos continentes para ver quem é, de fato, o “dono do planeta bola”.

A próxima edição do torneio, por sua vez, que tem os espanhóis do Real Madrid como amplos favoritos para ficar com a taça de campeão, segundo as probabilidades matemáticas de futuro vencedor do Mundial de Clubes 2022 nas principais casas de apostas do Brasil, acontecerá entre 1º e 11 de fevereiro de 2023 e terá sede no Marrocos.

Dessa forma, além do Real Madrid (Europa), a competição ainda terá a participação do Flamengo (América do Sul), Seattle Sounders (América do Norte), Al-Ahly (África), Al-Hilal (Ásia) Auckland City (Oceania) e Wydad Casablanca (Marrocos).

Vale destacar que o Wydad Casablanca, atual campeão do continente africano, é também o último ganhador do campeonato nacional do Marrocos, o país-sede. Sendo assim, a vaga da África ficou para o vice-campeão do continente, os egípcios do Al-Ahly.

Todavia, enquanto a bola não começa a rolar nos gramados marroquinos em fevereiro, que tal você ficar por dentro das principais curiosidades que envolvem todas as edições do torneio de clubes da FIFA?!

Portanto, de estatísticas individuais a feitos históricos protagonizados pelos times no Mundial de Clubes, preparamos uma série de fatos curiosos para essa competição que é tão almejada pelos clubes brasileiros. Confira:

País com maior número de representantes na história do torneio

Desde quando o novo formato foi adotado pela FIFA, em 2000, o Brasil é a nação que mais teve mais clubes distintos representando um país no Mundial de Clubes; são nove ao todo.

O segundo país na lista é o México, que até hoje teve oito times na competição. Já quando o assunto é o continente europeu, a Inglaterra lidera nesse quesito, tendo sido representada por três equipes diferentes.

O gol mais rápido história do Mundial de Clubes

Até a edição do Mundial de Clubes 2018, o detentor do recorde de gol mais rápido na história do torneio era o brasileiro Diego Tardelli, que em 2013, pelo Atlético Mineiro, balançou as redes com 1 minuto e 51 segundos de partida — frente aos chineses do Guangzhou Evergrande.

Contudo, cinco mais tarde, o emiradense Mohamed Ahmed desbancou o recorde do brasileiro, ao marcar um gol relâmpago com apenas 1 minuto e 19 segundos de jogo, no confronto contra os tunisianos do Espérance de Tunis. Desde então, o recorde de gol mais rápido permanece com Ahmed.

O maior goleador

Um dos grandes atacante de todos os tempos, o português Cristiano Ronaldo é o máximo goleador do Mundial de Clubes FIFA, com sete gols marcados. Logo atrás dele, na corrida da artilharia, está o galês Gareth Bale.

O craque argentino Lionel Messi, por sua vez, tem cinco gols marcados na história do Mundial de Clubes. Como nenhum desse três atletas jogará a próxima edição do torneio, é provável que Cristiano Ronaldo permaneça no primeiro posto de goleador.

Clube com maior número de títulos

O Real Madrid, um dos integrantes da próxima edição do Mundial de Clubes, é a equipe com maior número de títulos na história do torneio. O clube merengue ficou com o troféu em quatro oportunidades, nas edições de 2014, 2016, 2017 e 2018.

Caso vença o Mundial de Clubes 2022, o Real Madrid ampliará a diferença de títulos mundiais para o seu maior rival na encantadora Espanha, o Barcelona. Para quem não sabe, a equipe catalã é o segundo time com maior número de conquistas na competição, tendo sido campeã em três oportunidades: 2009, 2011 e 2015.

É a segunda vez que o torneio é disputado no “ano seguinte”

Assim como na edição passada, que o Mundial de Clubes 2021 acabou sendo postergado para uma data alternativa, a edição do Mundial de Clubes 2022 precisou ser transferida para o ano seguinte.

Desta vez, a razão pelo adiamento do torneio ocorreu por conta da Copa do Mundo do Catar, que por conta do forte calor no país, precisou ser realizada entre os dias 20 de novembro e 18 de dezembro do ano passado. Sendo assim, o calendário de dezembro, período no qual normalmente o Mundial de Clubes é disputado, ficou inviável para a disputa da competição no fim de 2022, e sim em fevereiro de 2023.

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertismentspot_img

Últimos artigos