Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp

Olha o grau insano de realismo deste boneco! Sim, eu disse B-O-N-E-C-O.

Não, repetindo, não é um carinha. Não é de verdade. Isso é um BONECO, UM ACTION FIGURE. Segura firme aí o queixo e veja.

Criado pelo artista Rovo Jim, este boneco, cujo nome é misteriosamente “J.” parece uma pessoa real. Poros, marcas, cabelo implantado fio a fio. Pele artificial e a escala, 1:4 deixam o boneco parecendo alguém que encolheu magicamente. Ele tem cerca de 45cm de altura.

Chega a dar nervoso na gente o realismo.

Seu esqueleto interno é todo articulado. (se você já começou a babar pensando em stop motion, entra na fila)

Veja mais umas fotos para ficar bolado.



Aqui tem o video:

Uma dica do meu irmão André.

fonte

J. O boneco de action figure que vai fazer você ter um piripaque

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

30 ideias sobre “J. O boneco de action figure que vai fazer você ter um piripaque

  • 10 de janeiro de 2014 em 23:12
    Permalink

    Só posso dizer uma coisa….

    Asiáticos.

    Sempre desafiando a realidade da vida.
    Ultimamente há muitos robôs e bonecos extremamente realistas criados por asiáticos. Isso me faz crer que talvez tenham a intenção de REALMENTE em um futuro, colocar esses robôs para serem comprados e conviver com o ser humano. Visto que muitos japoneses,chineses e coreanos possuem grande dificuldade de se relacionar entre si (por fatores que vão desde criação, personalidade, classe social,sociedade cultural e etc) os robôs altamente realistas serviriam para atender esse público.
    Não é de hoje que vmeos, por exemplo, muitas obras japonesas em anime/mangá que foquem na relação homem/máquina – com robôs criando “alma”, robôs saindo de “tvs”, robôs sendo criados para atender aos desejos e necessidades do ser humano em um mercado lucrativo e por aí vai.
    O cinema mundial também faz muita referência á isso, mas no Japão e na China parece que lidera esse “idealismo” do ser humano viver com máquinas – máquinas em forma humana que poderiam satisfazer todas as suas necessidades.

    Resposta
    • 11 de janeiro de 2014 em 10:23
      Permalink

      Tava vindo aqui pra comentar dos asiáticos. São uns lazarento! 😛

      Pode ser o que for, se não existe eles criam, e se existe eles melhoram a um nível jamais imaginado! xD

      Resposta
  • 10 de janeiro de 2014 em 23:14
    Permalink

    Caaaraca. Isso deve ter dado um trabalho tremendo pra fazer ‘-‘

    Resposta
  • 11 de janeiro de 2014 em 2:51
    Permalink

    Um T 800 com um shape meio Restart… só falta a Skynet fazer o esqueleto com os movimentos e o programa inserido….

    Resposta
  • 11 de janeiro de 2014 em 2:01
    Permalink

    Philipe, você poderia fazer um post sobre o Dyatlov Pass? A historia toda é muito esquisita, e até um filme foi lançado a pouco sobre o tema, particularmente, eu adorei o filme, achei realmente incrivel, mas não caiu muito no gosto popular, e acabou ficando no nota baixa no IMDB.
    Acho que seria uma boa fazer um post sobre a historia.

    Resposta
  • 11 de janeiro de 2014 em 11:03
    Permalink

    Philipe, o cuidado nos detalhes realmente impressiona. Até parece que o “japa” projetou no boneco uma imagem própria idealizada. Coisa que os japoneses gostam de fazer, seja nos mangás, seja com autômatos. Pois, nesse caso, penso que o termo “robô” não se encaixa bem.
    – Pedido socorro á wiki: “Um robô (ou robot) é um dispositivo, ou grupo de dispositivos, eletromecânicos ou biomecânicos capazes de realizar trabalhos de maneira autônoma ou pré-programada. Os robôs são comumente utilizados na realização de tarefas em locais mal iluminados, ou na realização de tarefas sujas ou perigosas para os seres humanos. Os robôs industriais utilizados nas linhas de produção são a forma mais comum de robôs, uma situação que está mudando recentemente com a popularização dos robôs comerciais limpadores de pisos e cortadores de gramas. Outras aplicações são: tratamento de lixo tóxico, exploração subaquática e espacial, cirurgias, mineração, busca e resgate, e localização de minas terrestres. Os robôs também aparecem nas áreas do entretenimento e tarefas caseiras.

    O termo robô tem origem na palavra checa robota, que significa “trabalho forçado”. O robô presente no imaginário mundial teve origem numa peça do dramaturgo Karel ?apek, na qual existia um autômato com forma humana, capaz de fazer tudo em lugar do homem.”.

    Resposta
    • 11 de janeiro de 2014 em 11:04
      Permalink

      Pensando bem, nem autômato serviria. Melhor seria “boneco articulado”, mesmo!

      Resposta
  • 11 de janeiro de 2014 em 13:46
    Permalink

    Pronto, o corpo já tem, agora só falta a inteligência artificial.

    Resposta
  • 11 de janeiro de 2014 em 19:48
    Permalink

    Ei Philipe, eu tô testando umas técnicas com esculturas hiperrealistas, tbm p depois mesclar técnicas de stop motion. Imagina com um boneco desse? show!!!

    Resposta
  • 11 de janeiro de 2014 em 21:07
    Permalink

    Pq ele tá com a calça aberta ???

    Resposta
  • 12 de janeiro de 2014 em 19:49
    Permalink

    Véi, dá até gastura, huahuahua
    Coloca um desse no criado mudo, vocês em quem bonecas de porcelana dão ‘coisas’…

    Mas sério, trabalho absurdo de bacana.
    Vou me recolher à minha humilde insignificância aqui…

    Resposta
  • 14 de janeiro de 2014 em 12:58
    Permalink

    Uma versão bem feita do que deveria ser o Edward Cullen… u.u

    Resposta
  • 16 de janeiro de 2014 em 19:26
    Permalink

    Eu acho que a pele dele foi feita de silicone talvez, já vi várias obras realistas de várias pessoas, e várias delas tinha o silicone como material.

    Resposta
  • 17 de janeiro de 2014 em 9:51
    Permalink

    Ele já vem até com o olhar 43…

    Resposta
  • 10 de outubro de 2014 em 22:41
    Permalink

    logo logo n precisam de ator porno

    Resposta
  • 15 de setembro de 2015 em 23:10
    Permalink

    perfeito!!!
    Mas um grande problema com bonecos de stop motiom, são as mãos/dedos, a escala precisa ser maior para poder se construir juntas nos dedos, porque seria um crime, usar arames, e com o tempo o arame quebrar dentro do latex ou seja qual for o material!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Alerta: Conteúdo protegido !!