Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp

O Lucas Gimenes mandou essa dica de um fósforo chamado UCO Stormproof Matches.

Basicamente é um fósforo que não apaga nem com macumba. A ideia genial é criar um fosforo de segurança para acampamentos e kits de emergência onde você pode fazer fogo nas condições mais adversas que puder imaginar. Com esta joça, vc não passa perrengue ao fazer fogo como o Tom Hanks em “O Náufrago”.

mt-sm-cont3

O segredo do UCO é que ele é recoberto com um material inflamável tão bizarro que continua queimando até DEBAIXO D´ÁGUA! É louca a parada. Vc enterra, pisa em cima, joga água e tá lá o fósforo aceso!
O Tal do UCO é uma boa pedida para seu kit de sobrevivência no apocalipse zumbi. Ele vem com uma caixa de plastico duro (tem varias opções de cor) que é resistente a água. A caixa inclusive tem um design engenhoso que permite trocar a camada ade fosforo (sim nos fósforos, o fósforo está na caixa e não na ponta do palito) caso ela se molhe ou se deteriore.
Dá só uma olhada no video. Parece Bruxaria.

O fósoforo é fabricado por essa empresa aqui e custa cerca de sete dólares a caixinha plastica com 25 palitos.

O Fósforo Chuck Norris

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

14 ideias sobre “O Fósforo Chuck Norris

  • 21 de agosto de 2013 em 12:48
    Permalink

    U$7 lá… aqui da pra comprar uma floresta com a grana do fosforo. I love Brazil!!!

    Resposta
    • 21 de agosto de 2013 em 18:46
      Permalink

      Triste é que Sete doletas certamente é menos do que deve ganhar um madeireiro ilegal para derrubar uma arvore de uns 40 anos de idade.

      Resposta
  • 21 de agosto de 2013 em 13:58
    Permalink

    Lembrei de meus áureos tempos de baloeiro, aquele pavio rápido dos rojões também não apagavam nem com reza, uma vez jogamos umas 30 pás de terra molhada em cima de um pedaço, deixando só as duas pontas aparecendo, acendemos um lado e alguns minutos depois o fogo apareceu do outro lado. Uma outra vez um maluco foi tentar apagar um pavio aceso só apertando com os dedos, quase perdeu o polegar e o indicador…

    Resposta
  • 21 de agosto de 2013 em 14:19
    Permalink

    Só o que consegui pensar: “Não é feitiçaria, é tecnologia!”

    Resposta
  • 21 de agosto de 2013 em 22:31
    Permalink

    Piromaniacos, incendiários e psicopatas mandam abraço pra empresa… XD

    Jigsaw se tiver outro filme poderia por um tubo de metal, tipo endoscopia, com o cara de pé, e jogar alguns desse acesos … XD

    Resposta
  • 21 de agosto de 2013 em 22:43
    Permalink

    Que material inflamável é esse ?

    Resposta
    • 22 de agosto de 2013 em 12:42
      Permalink

      Não sei, provavelmente é um composto que deve ser segredo industrial. Agora imagina o merdelhê se pega fogo NA FABRICA dessa porra?

      Resposta
      • 24 de agosto de 2013 em 2:16
        Permalink

        Teremos um competidor pro Sol.

        Resposta
  • 22 de agosto de 2013 em 22:52
    Permalink

    Deve ser algum composto químico primo do Napalm. Aquela porra também continuava queimando ate debaixo d’água.
    Quanto ao fato de pegar fogo na fábrica, o local viraria uma pira olímpica por gerações.

    Resposta
  • 24 de agosto de 2013 em 16:04
    Permalink

    Ver o cara tentar apagar essa coisa me lembrou um daqueles desenhos do Droopy. Parece que a qualquer momento ele vai enfiar o palito num cofre, soldar o trinco e mandar pro pólo norte!

    Resposta
  • 28 de agosto de 2013 em 0:15
    Permalink

    Felipe, você já ouviu falar do fogo grego? Cpaz de sim, afinal você gosta de ciências, curiosidades, história, filmes e games, então deve ter ouvido e visto representações artisticas. Esses fósforos só me fazem lembrar (de ouvir falar claro) dele. Veja aqui esse artigo, muito legal, sobre fogo grego: http://www.hcte.ufrj.br/downloads/sh/sh3/trabalhos/Nelson%20Lage%20da%20Costa%201.pdf.
    Acho mesmo que, embora não seja nem líquido nem viscoso, tenha algo como as ideias do fogo grego.
    O certo que no mínimo o fósforo aí deve usar algo para produzir oxigênio nascente. Só pode.
    O carbeto de cálcio (carbureto) também “pega” fogo mesmo dentro d´água, mas na verdade produz um gás que queima, o que não pareceu-me o caso do fósforo. sei não. Tá mais para fogo grego, não igual claro, mas produto de muita ciência.

    Resposta
    • 28 de agosto de 2013 em 9:39
      Permalink

      Nunca tinha ouvido falar e fogo grego. Valeu pelo link.

      Resposta
  • 31 de agosto de 2013 em 8:25
    Permalink

    Agora imagina essa fábrica pegando fogo…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Alerta: Conteúdo protegido !!