Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp

Quando filmamos alguma coisa, a câmera tem uma certa frequencia de frames. Se pegarmos um objeto que recebe ou detém a mesma frequencia, ele poderá parecer parado. Um exemplo disso é o helicóptero que voa sem girar o rotor. Mas aqui está um exemplo sensacional indicado pelo Rafael Correa. Olha que ALUCINANTE a água subindo ao invés de descer. E tudo com uma simples alteração de frequência na caixa de som.

 

 

Fazendo a água desafiar a gravidade

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

4 ideias sobre “Fazendo a água desafiar a gravidade

  • 10 de dezembro de 2012 em 8:47
    Permalink

    Fala Philipe…

    Apesar se quase não comentar, sempre acompanho seu blog…e não imaginei que um comentário meu pudesse colaborar para a criação de um post em seu blog…fiquei honrado quando vi meu nome na publicação…rsrs

    Um grande abraço e que você sempre tenha um pouquinho de tempo sobrando para estar atualizando o blog (sei que as vezes é difícil…rs)

    Resposta
    • 11 de dezembro de 2012 em 8:50
      Permalink

      Valeu Rafa. Sempre que achar coisas legais, pode indicar que eu posto. eventualmente, certas coisas exigem um post mais elaborado e elas vão para o arquivo de geração de posts, onde tem uma fila. Mas sempre que dá eu posto sugestões dos leitores. Abração

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Related Posts