Fazendo a água desafiar a gravidade

Quando filmamos alguma coisa, a câmera tem uma certa frequencia de frames. Se pegarmos um objeto que recebe ou detém a mesma frequencia, ele poderá parecer parado. Um exemplo disso é o helicóptero que voa sem girar o rotor. Mas aqui está um exemplo sensacional indicado pelo Rafael Correa. Olha que ALUCINANTE a água subindo ao invés de descer. E tudo com uma simples alteração de frequência na caixa de som.

 

 

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

  1. Fala Philipe…

    Apesar se quase não comentar, sempre acompanho seu blog…e não imaginei que um comentário meu pudesse colaborar para a criação de um post em seu blog…fiquei honrado quando vi meu nome na publicação…rsrs

    Um grande abraço e que você sempre tenha um pouquinho de tempo sobrando para estar atualizando o blog (sei que as vezes é difícil…rs)

    • Valeu Rafa. Sempre que achar coisas legais, pode indicar que eu posto. eventualmente, certas coisas exigem um post mais elaborado e elas vão para o arquivo de geração de posts, onde tem uma fila. Mas sempre que dá eu posto sugestões dos leitores. Abração

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertismentspot_img

Últimos artigos