Eu e as séries

Eu gostava de ver uma, que era um cara deboista que do nada tava numa puta duma naba tendo que se virar nos 30 pra sair da roubada usando apenas um canivete um clipe e o que ele aprendeu na escola.
Tb gostava da serie de um cara que virava bicho.
E tinha uma que era de um ator de filme de bang-bang dando porradas num ninja-samurai caolho nos EUA.
Tb tinha um carro que falava, um super herói que voava todo desconjuntado e uma menina que era na verdade um robô. E também um monte de caras meio bandidos que dirigiam um furgão preto e eram mercenários caçadores de recompensa.  E também, um detetive playboy fanfarrão com camisa florida e bigodão, e do que eram dois policiais de estrada, e também um que era um cara que virava um alien e lutava contra monstros gigantes de poluição summonados por dois macacos falantes extraterrestres, o que tinha uma mulher que era bruxa tentando viver uma vida num subúrbio dos EUA e outra que era um gênio SUPER GOSTOSA que sonhava em dar para um astronauta meio retardado que encontrou ela numa praia, e também um que eram dois caras num carrão laranja que corria de um policial tosco e também um que era um homem de mascara e roupa preta num calor FERRADO do novo México fugindo de um delegado pançudo, e um que eram uns caras presos num campo de concentração, e um que eram uns meninos de um bairro pobre que tinham ate um cachorro, e um que eram um velho inventor e seu filho, um tio meio louco, que e viviam numa casa isolada porque a cidade cresceu tanto que fizeram tantos viadutos que era impossível saber o caminho para sair do lugar e eles ficavam criando uma família de robôs e também um que um cara vivia a vida de outras pessoas aleatórias por 24 horas e outra que um cara era um tipo de ser eletrônico com uma luz que desenhava um carro ou uma moto e ele fazia curvas de 90 graus com a moto dele. Também um que era um mundo pós-apocalíptico onde um tipo de carro-nave viajava com umas pessoas e um tipo de macaco que pulava alto. Um que era um alien metamorfo numa cabine de polícia. Um de dois detetives que andavam de lancha de corrida na Florida. Um que era um grupo de agentes secretos de elite. Um que era o dia-a-dia de umas velhas. Um que era um grupo de soldados de elite. Um que era uma família num disco voador sem conseguir voltar para a Terra, indo de planeta em planeta só encarando uns perrengues bizarros com um robô e ainda com um desgraçado x9 xexelento na nave deles. Um que um cara ricaço com pirações traumáticas lutava contra criminosos, todos igualmente malucos, e se escondia numa caverna com um ajudante mais novo. Um que um cara sofria um acidente e todo seu corpo era trocado por partes eletromecânicas dando grandes poderes a ele, um que era praticamente a mesma merda mas com uma mulher que esmagava laranjas e a gente esperava que eles namorassem um dia.
Um que era um dublê que dirigia uma caminhonete e enfrentava perigos. Quem enfrentava perigos era um esquadrão de um helicóptero militar de combate.  Em outra serie,  também tinha outro helicóptero de combate que era muito mais maneiro.
Um que era um coroa rico e seu ajudante anão vestido igual a ele, morando numa ilhada para realizar desejos inconfessáveis de pessoas problemáticas. um que era um cachorro pastor alemão que ajudava um esquadrão da patrulha montada. um que era um casal de milionários que numa tentativa bizarra de gerenciar seu casamento fracassado de fachada resolviam lutar contra o crime. Um que era apenas isso, um cara gordo e um cara magro viajando e fazendo merdas variadas. Que também eram similares a merdas variadas de três irmãos completamente idiotas e violentos. E o de um cientista que foi contaminado com raios de um experi8mento militar onde ele mesmo quis -idiotamente – ser cobaia e depois toda vez que fica puto vira um bicho agressivo descontrolado, e é perseguido por um repórter canalha. Um que um cara é perseguido eternamente por um crime que não cometeu. Um que é simplesmente isso: Um golfinho. Um que é simplesmente isso: Um vira-lata. Um que é simplesmente isso: Um Collie. Um que é um detetive careca. Um que é um super herói alienígena lutando contra seres igualmente bizarros alienígenas apenas e tão somente para fazer propaganda de uma empresa de eletrodomésticos. UM que é um cara que vira um robô e viaja com uma androide e às vezes pilota um robô gigante que luta com outro robô gigante preto, um que é uma porrada de gente de roupas coloridas e capacetes bizarros lutando com bazuca contra monstros gigantes aumentados por um bicho que tem um olho na garganta e depois entram num robô que puxa uma espada e sai dando porrada e destruindo prédios… Prédios que são iguais aos destruídos por um lagarto gigante que sai do mar para lutar contra criaturas espaciais ou de outra dimensão ou ambos. Ou um que são humanos capturadas por macacos que evoluíram e tomaram o planeta. Ou um que são uma família que foi fazer rafting no Grand Cânion caíram num buraco e saíram numa época cheia de dinossauros onde estão presos.  Um que era uma espaçonave estranha cheia de pessoas e um alien de orelhas pontudas que não tinha emoções mas dava um golpe fulminante apertando o pescoço dos outros com os dedinhos.
Um de um cientista que fica invisível. um de uma freira maluca que voa com um chapéu bizarro.
Um que uns caras ficaram em miniatura.  Um que são dois cientistas, sendo um provavelmente com síndrome de Asperger,  que vivem do lado de uma loura burra mas gostosa. Um que dois caras viajavam no tempo entrando por um túnel que era visivelmente uma pintura numa parede. Um que era uma família de pistoleiros no velho oeste. Um que era um cara que acreditava em tudo, principalmente em ETs e sua parceira, uma médica que não acreditava em merda nenhuma mas tinha que ir junto nas roubadas para justificar o salário. Um que era basicamente duas crianças, uma avó e sua cozinheira, mais seres fantásticos e imaginários num sítio. Um que uma família de subúrbio adota um alienígena folgado que tem obsessão por tentar comer o gato deles, uma que um bando de playboys e patricinhas vive uma vida de luxos em Beverly Hills, um que um cara já adulto, relembra tudo que aconteceu com ele na infância, tintim por tintim, um que três gostosas resolvem crimes simplesmente sendo gostosas e falando com um radio. Uma que se passa num mundo onde todo mundo é dinossauro. um que uma família mora numa casa assustadora e praticamente todos da família são monstros, um que um pivete mexicano mora num barril num cortiço habitado por pessoas pitorescas, um que são apenas uns amigos falando merda e tentando viver a vida, outro que são apenas amigos falando merda e tentando viver a vida em outro lugar e um que são apenas uns negros vivendo a vida e fazendo coisas engraçadas e outro que são negros ricos vivendo sua vida monótona até que um sobrinho pobre e folgado acaba jurado de morte no outro lado do país e vem morar com eles. E outro que é só isso uma família e nada mais. Tem outro que também sé uma família de negros vivendo a vida, mas agora num bairro barra pesada dos anos 80 e o pai tem dois empregos, eu disse DOOOIS empregos.

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

  1. Macgyver, Manimal, Punky, Super-Herói Americano, Esquadrão classe A, Magnum, Chips, Os gatões, Tron, Miami Vice, Kojac, Flipper, Alf, ….O homem que veio do Céu. Algumas que identifiquei com suas descrições

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertisment

Últimos artigos