Os jogadores de poker brasileiros são diferentes dos jogadores de outros países?

Tal como em outros esportes, a forma de jogar poker varia um pouco de país para país, embora suas regras permaneçam as mesmas. Isto acontece no Brasil, onde esse jogo é cada vez mais famoso, e seus maiores jogadores têm características de jogar muito particulares.

 

Sendo uma grande potência mundial, o poker é cada vez mais frequente por todo o Brasil, que tem já alguns dos melhores jogadores do mundo. Essa popularidade se deve ao número de residentes no Brasil, que são, neste momento, mais de 200 milhões, e também por ser considerado um jogo da mente e de habilidade. Um estudo de 2009 mostrou que em 75% das mãos de poker, os jogadores não mostraram suas cartas, o que mostra que este jogo depende muito das técnicas e habilidades que eles usam. Além disso, o facto de alguns jogadores brasileiros de futebol – um dos maiores desportos no Brasil – também serem fãs de poker, tem atraído muitos jogadores para esta modalidade. Neymar é um grande exemplo disso. Sendo considerado um dos maiores jogadores de futebol do mundo, é também uma presença frequente em muitos torneios ao redor do mundo. 

 

Além do futebol, muitos dos grandes jogadores de poker do Brasil eram antigos jogadores de xadrez. Esse fato deu competências diferentes e específicas aos jogadores brasileiros em comparação com jogadores de outros países, pois os jogadores explicam que esse fato lhes dá vantagens, pois estão acostumados a pensar antes de agir e a estudar estratégias e movimentos de jogo antecipadamente. Além disso, eles trazem do xadrez também a disciplina de treinamento diário e de estar sempre atualizados sobre novas estratégias e tendências. 

 

Em relação às motivações para terem começado a jogar poker, alguns dos maiores jogadores do Brasil indicam que esse jogo lhes dá a possibilidade de trabalharem no que amam, assim como de ganhos acima da média. Os maiores jogadores brasileiros sabem que não devem considerar a modalidade um trabalho fácil. É uma profissão que exige deles muita disciplina, treino, concentração, equilíbrio emocional, perseverança e autoconfiança. Esses jogadores brasileiros são mestres em saber administrar o tempo, assim como o medo de errar e perder. Sua rotina de vida é completamente dedicada ao poker, devido aos treinos, às viagens e aos horários dos torneios online, que muitas vezes acontecem em plataformas europeias, por exemplo. Mas tudo isso levou ao crescimento da modalidade e do jogo, levando ao surgimento de operadores e plataformas de nível global que as disponibilizam também no Brasil com ofertas para todos os tipos de jogadores, desde os que querem conhecer o jogo aos mais experientes e que eventualmente se tornam profissionais. Um dos principais operadores no Brasil e no mundo se distingue dos demais pela qualidade e segurança que apresenta, permitindo aos jogadores se focarem apenas em jogar poker, seja qual for o seu nível de experiencia. 

 

Já têm acontecido no Brasil algumas das maiores séries de torneios ao vivo, tais como o World Series of Poker Circuit Brazil, o Millions South America ou o Latin American Poker Tour. Alguns jogadores profissionais preferem o poker ao vivo, pois lhes cria mais emoções, mas a maioria dos profissionais, joga também torneios online, pois têm assim mais torneios em que podem participar. 

 

O Brasil já tem 15 pulseiras do WSOP de 14 jogadores diferentes. O Latin American Poker Tour costuma acontecer em grandes hotéis de São Paulo. O Millions South America foi realizado em 2019, no Hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro. No caso do WSOP Circuit Brazil, ele aconteceu pela última vez em 2019, na cidade de São Paulo.

 

Desde que a Internet começou a estar mais presente no mundo, a América do Sul e, em especial, o Brasil, entraram no mundo do poker e o seu crescimento nunca mais parou e especialmente a partir de 2008 se tornou muito famoso no Brasil, quando, nesse ano, surgiu o Latin American Poker Tour, um dos maiores torneios mundiais. A partir daí, muitos brasileiros se afirmaram na cena do poker mundial. No ano de 2020, existiam no Brasil cerca de sete milhões de praticantes, alguns deles jogadores profissionais. 

 

O jogo é ilegal no Brasil desde 1946. No entanto, o poker não é considerado por lei como um jogo de azar, sendo considerado um esporte da mente, tal como o xadrez. Assim a sua exploração, seja em formato físico ou virtual, é permitida pelo Estado Brasileiro. Ou seja, do ponto de vista jurídico, esta modalidade se enquadra no 3.º parágrafo do artigo 50 da lei federal 3.688/41 sobre Contravenções Penais, que indica que “Consideram-se jogos de azar: uma prática onde o ganho e a perda dependem exclusiva ou principalmente da sorte”, mostrando, assim, que o poker não se enquadra aqui. Nos últimos anos, têm existidos esforços pelo Governo Brasileiro para que seja alterada a lei do jogo no país. Por isso, a realização de torneios de poker no Brasil é totalmente legal, pois é reconhecido como um jogo de habilidade. 

 

Jogadores

 

Apesar de ser uma modalidade recente no país, o Brasil já tem grandes nomes do poker a participar regularmente em torneios e vencendo alguns. Torneios como o Latin American Poker Tour deram a conhecer ao mundo alguns grandes profissionais desta modalidade, como Alexandre Gomes ou André Akkari:

 

  • Alexandre Gomes – Este profissional já foi vencedor da pulseira de ouro no WSOP. Em 2008, ele terminou em primeiro lugar no evento No Limit Hold’em e, logo em 2009, venceu o torneio Bellagio Cup. Alexandre Gomes já ganhou mais de 3,7 milhões a jogar poker;
  • João Simão – Este jogador já conseguiu mais de 3,099 milhões de dólares em torneios de poker ao vivo. João Simão joga também online, onde já ganhou mais de 9 milhões de dólares;
  • Thiago Nishijima – Vencedor de uma bracelete da WSOP, Thiago ganhou o evento em 2015, e acumula mais de 2 milhões de dólares ganhos em torneios ao vivo;
  • Yuri “TheNERDGuy” Dzivielevski – Este é o único brasileiro que foi vencedor por duas vezes do WSOP. Já acumula mais de 15 milhões de dólares de ganhos e é um dos maiores vencedores de sempre do Brasil;
  • Pedro “pvigar” Garagnani – Este jogador profissional de high stakes online tem 8,4 milhões de dólares somados em ganhos no mundo do poker em formato digital e foi eleito o jogador online do ano em 2021. Em apenas um ano, Pedro venceu um título WCOOP, dois títulos WPTDeepstacks High Roller, uma vitória na Turbo Series, uma na GGPoker WSOP High Roller e um vice-campeonato no GGPoker Super Million$;
  • Lucio “WizardOfAz” Lima – Este jogador brasileiro venceu em 2021 o GGPoker WSOP Online Bracelet Event #9;
  • Tauan “kylix42” Naves – Este jogador terminou em terceiro lugar no evento Millionaire Maker do WSOP deste ano e tem sido presença constante em alguns dos maiores torneios de poker online do mundo;
  • Eduardo “Eduardo850” Silva – 2021 foi um ano muito bom para esse jogador, que venceu, no World Championship of Online Poker do ano passado, o WCOOP-63-M, alguns dias depois de ganhar o segundo lugar no WCOOP-51-H;
  • André Akkari – Este é outro campeão do WSOP no Brasil. André ganhou seu bracelete no ano de 2011 e tem já mais de 3,6 milhões em ganhos em sua carreira.

 

Com referências de grandes profissionais de poker, com uma população vasta e interessado e ligações à Internet cada vez de maior qualidade o Brasil tem todas as condições para se tornar um país com muitos mais nomes de sucesso nesta modalidade. 

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertismentspot_img

Últimos artigos