Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp

Hummm Dilícia! Você comeria?

 

Ok, não é de verdade. São corpos de chocolate, massas e nozes.

Essas ciosas loucas que parecem ter saído do cenário de um filme de terror são produções comestíveis do escultor tailandês Kittiwat Unarrom, que é capaz de causar nojo até em patologistas experientes. Escultor por formação e padeiro de profissão hereditária, Unarrom decidiu combinar suas duas paixões em uma só, e está agora empenhado em fazer pão que parece pedaços de gente morta,  cadáveres apodrecendo, cabeças cortadas e partes esquartejadas.

A padaria do maluco é por si só bizarra. Parece mais um laboratório de estudo anatômico forense ou necrotério da cidade. Logo que entra,  você pode ver nas paredes, os membros sangrentos pendurados em ganchos, como carne de porco ou de vaca nos açougues, e nas prateleiras, cabeças mortas, mãos apodrecidas e pés cuidadosamente acondicionados em caixas de papelão e envolto em película aderente. 

Kittivat Unnarom recebeu seu Mestrado em Belas Artes na Universidade de Silpakorn, e começou sua carreira como pintor. Mas com o tempo, tendo trabalhado na padaria da família, decidiu usar a massa criativamente, esse material simples e flexível, com uma lista praticamente ilimitada de possibilidades. 

 

Assim, em 2006, junto com um estudo cuidadoso da anatomia humana, o escultor começou a assar a massa doce incrivelmente realista na forma de um corpo humano. A seguir decorou seus itens comestíveis com nozes, passas, compotas, especiarias diversas, geléias e coberturas o que aumentou a aparência realista das esculturas. O resultado superou as expectativas e ainda hoje muitas pessoas de estômago fraco não conseguem nem entrar na padaria. 

No entanto, todas essas horríveis e repugnantes esculturas – nada mais são que deliciosas tortas, bolos e biscoitos com todos os tipos de recheios deliciosos. O autor afirma que gosta muito, mas só faz isso para mostrar que é possível ser mais ousado na arte da confeitaria. 

fonte

Corpos comestíveis

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

9 ideias sobre “Corpos comestíveis

  • 7 de setembro de 2012 em 16:48
    Permalink

    O problema não é só comer.O problema é manter isso no estômago.

    Resposta
  • 8 de setembro de 2012 em 18:00
    Permalink

    Philipe, você devia encomendar uns desses para por no curta do zumbi.

    Resposta
  • 12 de setembro de 2012 em 22:18
    Permalink

    problema maior é alguém do sul chegar nessa “padaria” e pedir 2 cacetinhos … XD

    Resposta
  • 13 de setembro de 2012 em 10:28
    Permalink

    Que gênio,um verdadeiro artista.

    Resposta
  • 25 de setembro de 2012 em 18:25
    Permalink

    nossa incrível!!!!!!!!!!!! 😀

    Resposta
  • 20 de janeiro de 2014 em 16:47
    Permalink

    Meu Deus. #Vomitei… simplesmente incrível, os detalhes parecem de verdade véio. Não comeria nem que me pagassem… Deus me livro mano. 😮

    Resposta
  • 29 de junho de 2014 em 15:05
    Permalink

    muito bem feito,estou procurando coisas do tipo para criar coragem de ir no laboratorio ver parte de corpos para o curso que escolhi fazer,edcação física.valeu

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Alerta: Conteúdo protegido !!