Corpos comestíveis

Hummm Dilícia! Você comeria?

 

Ok, não é de verdade. São corpos de chocolate, massas e nozes.

Essas ciosas loucas que parecem ter saído do cenário de um filme de terror são produções comestíveis do escultor tailandês Kittiwat Unarrom, que é capaz de causar nojo até em patologistas experientes. Escultor por formação e padeiro de profissão hereditária, Unarrom decidiu combinar suas duas paixões em uma só, e está agora empenhado em fazer pão que parece pedaços de gente morta,  cadáveres apodrecendo, cabeças cortadas e partes esquartejadas.

A padaria do maluco é por si só bizarra. Parece mais um laboratório de estudo anatômico forense ou necrotério da cidade. Logo que entra,  você pode ver nas paredes, os membros sangrentos pendurados em ganchos, como carne de porco ou de vaca nos açougues, e nas prateleiras, cabeças mortas, mãos apodrecidas e pés cuidadosamente acondicionados em caixas de papelão e envolto em película aderente. 

Kittivat Unnarom recebeu seu Mestrado em Belas Artes na Universidade de Silpakorn, e começou sua carreira como pintor. Mas com o tempo, tendo trabalhado na padaria da família, decidiu usar a massa criativamente, esse material simples e flexível, com uma lista praticamente ilimitada de possibilidades. 

 

Assim, em 2006, junto com um estudo cuidadoso da anatomia humana, o escultor começou a assar a massa doce incrivelmente realista na forma de um corpo humano. A seguir decorou seus itens comestíveis com nozes, passas, compotas, especiarias diversas, geléias e coberturas o que aumentou a aparência realista das esculturas. O resultado superou as expectativas e ainda hoje muitas pessoas de estômago fraco não conseguem nem entrar na padaria. 

No entanto, todas essas horríveis e repugnantes esculturas – nada mais são que deliciosas tortas, bolos e biscoitos com todos os tipos de recheios deliciosos. O autor afirma que gosta muito, mas só faz isso para mostrar que é possível ser mais ousado na arte da confeitaria. 

fonte

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

  1. muito bem feito,estou procurando coisas do tipo para criar coragem de ir no laboratorio ver parte de corpos para o curso que escolhi fazer,edcação física.valeu

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimos artigos

Gripado

O dia da minha quase-morte

Palavras têm poder?