Conheça a cidade que tem uma estátua homenageando um reptiliano

Essa estranha estátua intriga pessoas do mundo inteiro: Cultuando reptilianos?

A primeira vez que eu vi a foto, pensei que era só mais uma arte de IA, mas aí por acaso acabei procurando e qual não foi minha surpresa de saber que era real.
Uma estátua em homenagem a um reptiliano, pra valer!

A história que circula sobre essa estátua é que os indígenas locais, os mochicas consideravam o “Homem Iguana” como um personagem poderoso que ajudava a descer os mortos e a ser o mediador entre o mundo dos vivos e dos mortos, Morrop (o deus iguana) menciona-se que até convivia com o ser humano e este habitava no subsolo em cavernas, e não só isso porque disse ser fornece ajuda e conhecimento seus para que a humanidade daquela região melhorasse sua sociedade.

Ela fica em Chiclayo, uma província ao norte do Peru.  A estátua é uma homenagem a um “deus iguana” da mitologia indígena local, os Moche. Essa divindade tem o nome de Morrop na mitologia deles.

A civilização moche começou entre os séculos I e VII, ocupando um território que se configura hoje na costa norte do Peru, abrangendo o que se tornaria na área costeira dos departamentos de AncashLambayeque e La Libertad. Esta civilização chegar a um amplo conhecimento da engenharia hidráulica, que se refletiu na construção de canais, onde foi possível tirar proveito de águas de rios para irrigação de suas terras.

Isto permitiu-lhes ter excedentes agrícolas e uma forte economia para o desenvolvimento. A civilização moche também caracterizou-se por um uso intensivo de cobre na fabricação de objetos decorativos, ferramentas e armas, e foram considerados os melhores ceramistas do antigo Peru graças ao trabalho bem elaborado feito em suas cerâmicas.

Elas representavam divindades, homens, animais e cenas significativas referidas a temas cerimoniais e mitos que refletiam seu mundo. São famosos por seus retratos conservados em museus ao redor do país, com destaque para a expressividade, perfeição e realismo com o qual estão dotados.

As últimas descobertas permitem estabelecer que esta civilização desapareceu como um resultado das catástrofes causadas pelo fenômeno do El Niño.
A estátua do ser reptiliano é um indício que seres reptilianos existem?

Não. A estátua não tem nada a ver com a conspiração reptiliana, mas um monte desses canais caça-níqueis de galerinha alternativa estão usando isso como uma “evidência”.

O deus egípcio Horus

Bem, você pode acreditar nisso se for adepto das idéias abiloladas do Erich von Däniken, onde toda e qualquer coisa se explica com “aliens”, mas o fato concreto que temos é que povos em todo o mundo cultuaram seres antropozoomórficos e isso não precisa de alien para acontecer. Pode ser só uma característica humana.  Até porque, seria muito improvável que um alien tenha as mesmas característica dos animais da Terra – só na cabeça, e num corpo de gente.
Os exemplos mais conhecidos são os deuses do Egito e da Babilônia.
Mas esse lagartão aí não deixa de ser gump.
As pessoas são livres para erguer estátuas do que quiserem.

Sim, são estátuas de cocô.

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertismentspot_img

Últimos artigos