fbpx

polêmica

Avó grava macabra presença no quarto da neta com câmera escondida

Alien ou fantasma? O que pode ser a macabra figura registrada por uma câmera escondida pela avó após a neta revelar a...

Escrito por Philipe Kling David · 4 Minutos de leitura >

Parece até um roteiro de filme.

A história, publicada pelo Daily Mail e pelo The Mirror, aconteceu em Janeiro e conta o seguinte: Tory McKenzie de 41 anos, resolveu instalar por conta própria, uma dessas câmeras espiãs na casa de seu filho após ouvir de sua nora que “algo estranho vinha ocorrendo na casa”. O casal é pai de uma criança de apenas dois aninhos, que começou a reclamar que havia figuras invasoras em seu quarto.
Ora, crianças são assim mesmo e vivem imaginando coisas. É pouco comum que adultos deem muita atenção a esse tipo de situação, mas algo perturbou muito a nora de Mckenzie, pois ela ouviu a menina conversando claramente com “alguma coisa” no quarto e pedindo para que fossem embora.
Por via das dúvidas, a avó da menina instalou a câmera espiã que realiza registros com base na detecção de movimento, no quarto, apontada para a cama da criança.

A avó checou o aplicativo da câmera quatro dias depois para ver se tinha “pescado algo” e o que viu quase lhe parou o oração.  Havia MESMO alguma coisa lá com a criança!

McKenzie havia conseguido um registro fenomenal. Era uma imagem de gelar os ossos de uma figura a centímetros de distância do bebê dormindo e seu irmão de sete meses, Michael McKenzie. A observação das imagens mostrou que era sem duvida uma figura humanoide no quarto, com o que descrevera, como tendo “um chifre na cabeça e longas garras”.

A ‘criatura’ foi capturada em pé sem jeito, olhando para cima pouco antes das 3 da manhã – e Tory insiste que a descoberta a deixou temerosa pela vida de seus netos.

Quando ela tentou livrar a casa da ‘presença do mal’ queimando óleos, ela afirmou que nesse momento, “armários e cortinas abriram e fecharam e a música começou a tocar sozinha”.

A mãe de cinco filhos compartilhou sua história por meio de uma página paranormal no Facebook para pedir conselhos, deixando os usuários horrorizados com muitos avisando-a para vender a casa e fugir. Muitos estavam concordando que o ser parecia ‘demoníaco’.

A temerosa avó, revidou contra aqueles que alegaram que a imagem tinha que ser falsa, insistindo que ela só queria proteger sua família e não tinha sequer qualquer  know-how técnico necessário para fraudar as imagens do aparelho.

A família também gravou “orbes” flutuando ao redor do quarto das crianças, mas a nova imagem, capturada em janeiro, fez com que Ryan levasse Amber e Michael para fora de seu quarto e para o seu.

Tory, de Las Vegas, Nevada, disse:

Foi tão chocante quando eu vi. Eu tinha que fazer um teste duplo. A primeira coisa que vi foram chifres em sua cabeça, então você imediatamente pensa que é o diabo ou um demônio. Quando filmamos os orbes, pensamos que era um membro da família cuidando das crianças, mas aquela foto, não tenho ideia. É assustadora. Eu mostrei para as crianças e meu filho de 13 anos ficou assustado com isso. Corri até a casa e mostrei ao meu filho mais velho. Nós estávamos em choque e ele também não conseguia explicar. Todo mundo estava dormindo, então não pode ter sido meu filho ou seu parceiro. Ainda temos fotos dele lá e não se parece com nada disso. Eu sei que é algo sobrenatural.

Tory teme que o misterioso fenômeno possa se repetir a qualquer momento

Ryan tirou as crianças do quarto e colocou no quarto dele. Nada de ruim aconteceu com eles ainda, mas é o fato de que pode acontecer. A menina de dois anos não tem medo [da figura] e pensa que é sua amiga, mas uma noite ela lhe disse para’ ir embora ‘.

“Na maioria das vezes, todos apoiaram, sugerindo o que fazer e com quem falar. Eu só quero me livrar do que quer que seja. Eu não sou tão talentosa quando se trata de tecnologia para falsificar a foto, e não a compartilhei em minha própria página, então não é como se eu estivesse tentando chamar a atenção dela.’

Tory diz que o apartamento de duas camas tem apenas cerca de 20 anos, então ela está surpresa que o imóvel poderia abrigar uma presença tão sombria.

A cardiologista mora com seus outros quatro filhos Jonathan McKenzie, 19, Melissa McKenzie, 17, Travis McKenzie, 16, e Nicholas McKenzie, 13, a poucos minutos a pé de Ryan e sua parceira Alicia Johnson.

Ao que parece, os envolvidos estão convictos de ser uma presença de padrão “espiritual”, como um fantasma ou um demônio. Mas uma questão que pode-se levantar, (após a exclusão de explicações mundanas para o caso, é óbvio) é: Será que não se trata de um fenômeno de abdução?
Observando a imagem, eu não vi qualquer indício de chifres ou garras. A imagem esta desfocada, mostrando que a figura estava se deslocando pelo quarto. Há marcas visíveis que sugerem ser os dois olhos “acesos” pela luz infravermelha da câmera. Isso é algo corriqueiro. A mão que faz lembrar uma garra são apenas nos dedos iluminados borrados no movimento.
Com base na imagem, seria viável fazer uma comparação antropométrica com os membros da casa no dia afim de eliminar as possibilidades. Se a maioria das medidas não bater, não é a pessoa. Se alguma pessoa bater, há a possibilidade dela ser sonâmbula e ter sido registrada dando um rolê na casa dormindo, por isso, ela não se lembra.

Na imagem é possível perceber que a figura parece vestir um tipo de touca.

As formas corporais são totalmente compatíveis com as de uma pessoa.
Algo interessante no caso é que a câmera também registrou os moradores. Aqui vemos um registro do filho de McKenzie tirando o bebê do berço. Observe como o cabelo é claramente visível.

Então poderíamos especular que a figura registrada as 3:00 da madruga naquele quarto estivesse usando algum tipo de traje colado ao corpo que tampasse tudo, como uma estranha “roupa de mergulhador”.
E onde já cansamos de ouvir relatos de figuras trajando roupas coladas que parecem trajes de mergulho? Sim, em casos de abdução extraterrestre.

Um dos casos onde um traje parecido é descrito é o famoso caso Villas Boas ocorrido aqui no Brasil. 

 

Pessoalmente, minha opinião é que esse caso da câmera da avó tem baixa probabilidade de conter algum fator sobrenatural, sendo que a evidência analisável se compõe somente de uma foto borrada da câmera, que possivelmente registrou a mãe da criança indo ate o quarto. Já toda a história de ouvir musica e portas batendo, me parece algo muito associado ao sobrenatural clássico, típico de quem aumenta um pouco para o caso dar uma rendida na mídia, igual ver na imagem chifres e garras.

fonte

Escrito por Philipe Kling David
Designer, blogueiro, escritor e escultor. Seu passatempo preferido é procurar coisas interessantes e curiosas para colocar neste espaço aqui. Tem uma grande atração por assuntos que envolvam mistérios, desconhecido e tecnologia. Gosta de conversar sobre qualquer coisa e sempre tem um caso bizarro e engraçado para contar. Saiba mais... Profile

Video bizarro: O que é a criatura atacando uma cabra?

em bizarro, polêmica
  ·   4 Minutos de leitura

Voo 502 – O avião que parou o tempo

em polêmica
  ·   1 Minutos de leitura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.