A grande família: Uma casa e 199 moradores

Esta família é muito unida, E também muito ouriçada, Brigam por qualquer razão, Mas acabam pedindo perdão...

Quando se trata de “a grande família”, essa aqui é exemplar. Eles moram todos numa grande residência, lotada de gente.

A grande família

Pu Ziona, o chefão daquela que é conhecida como a família mais “top” do planeta – com nada menos que 38 esposas, 89 filhos e 36 descendentes.

Ziona deu seu último suspiro em 2021, aos 76 anos, vítima de um encontro nada amigável com hipertensão e diabetes. Mas, a família continua firme e forte no casarão de tirar o fôlego, o complexo residencial Ziona, plantado nas colinas de Baktawng.

O cara tinha mesmo um monte de filhos, de modo que certamente seus descendentes crescerão numa escala impressionate.

a grande familia
Pu Ziona e sua familia

Alguns dos filhos dele já têm suas próprias patroas, e a contagem de membros da grande família agora é de 199. Todo esse povo se junta num esquema que mais parece uma cantina do que um almoço em família. Eles dividem tudo, desde a labuta diária até a comida e as economias. Embora todos estejam na pegada de perpetuar o legado do Pu Ziona, a parada está mudando para a maior família do globo…

Desafio logístico da grande família

a grande familia
Uma familia gigantesca

Imagina só a falação dentro dessa casa!

A casa é chamada de ” Chhuan Thar Run ” (que significa Casa da Nova Geração) e está localizada na vila montanhosa de Baktawng,  província de Assam, Índia.

A casa da grande família
A casa da grande família (já está subindo mais um puxadinho ali)

“Calma lá, eu não sou meu velho! Ele foi o escolhido de Deus, mas somos só uns caras normais e não dá pra ficar casando com várias minas,” declarou recentemente o Sr. Record, um dos herdeiros mais jovens de Ziona, ao The Straits Times.

Alguns membros da grande família, estão de boa em mandar seus rebentos pra locais onde a educação é melhor e as chances de sucesso são mais reais. Tem até uma casa novinha saindo do forno na vila pra abrigar essa galera toda, então os dias de convivência intensa no casarão do patriarca estão contados.

Mesmo assim, a impressionante grande família de Pu Ziona traz turistas pra essa vila escondidinha de Baktawng.

Igreja da Nova Geração da Grande Família

Pu Ziona liderava uma seita cristã milenar conhecida como Chhuan Thar Kohhran (Igreja da Nova Geração) no estado de Mizoram. Era tipo um profeta escolhido por Deus e quase ninguém torcia o nariz quando ele decidia arrumar uma nova esposa.

A parada é que essa igreja da grande família libera um poligamismo e os 2.600 adeptos, na sua maioria residentes em Baktawng, acreditam que vão curtir uma vibe “era de ouro” pós-apocalíptica, onde vão ganhar uns mimos divinos. Mais esposas = mais mimos.

Mesmo depois de quase dois anos que o Ziona bateu as botas, seu legado segue cravado na comunidade. Tem quadros e retratos do cara pendurados pela casa da família, e os valores dele continuam sendo passados pros mais novos.

Manter uma galera de 199 cabeças unida, enquanto cuida da comida e das roupas, não é moleza, obviamente. Por sorte, geral coloca a mão na massa, seja cuidando dos porcos, plantando na plantação ou mandando ver nas marcenarias e na oficina de alumínio da família.

Só as duas refeições diárias já são uma loucura, porque é demanda de restaurante! São mais de 100kg de arroz por dia, e um monte de outros ingredientes que são cozinhados em panelões gigantes.

Os homens têm funções designadas, como carpintaria na fábrica de móveis, cuidar de porcos e aves ou cultivar. As mulheres trabalham em casa – as esposas cozinham e espera-se que as filhas limpem e lavem.

Todos os dias, o clã de cerca de 160 pessoas consome cerca de 100kg de arroz, 60kg de batatas, 70kg de carne e 10 litros de leite. Eles se revezam para cozinhar, arrumar a mesa e servir as refeições. O jantar para menores de 15 anos começa às 16h no salão principal, um salão gigante onde cozinham, comem e rezam.

Uma hora depois, todos os adultos da grande família sentam-se juntos para a refeição mais importante do dia.

Imagina o pesadelo logístico de fazer compras para essa casa? Quando o almoço passa, começa outra dura tarefa, que é limpar a muvuca toda. Mas, de boas, todo mundo ajuda, então ninguém fica de mimimi.

“Como humanos, a gente passa perrengues, né? Mas nossa família tem um lado mais de boa, porque somos uma galera grande que se apoia.”

Disse uma das noras do Pu Ziona. “Quando a parada fica preta, a gente dá aquela força.”

A família de Ziona é autossuficiente e cultiva alimentos para suas necessidades alimentares. Ele também fundou uma escola para seus filhos, e seu irmão mais novo cuida do seu funcionamento. Embora o ensino na escola se baseie num currículo prescrito pelo governo, ele acrescentou algumas disciplinas específicas à sua seita Chana. Ele não buscou nenhuma ajuda do governo.

O filho mais véio do Ziona, o Nunparliana, já sabe que essa história de casamento múltiplo pode morrer com ele – até agora ele tá na humildade, com só duas patroas – mas segue na torcida pra que a grande família permaneça unida por muito tempo.

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertismentspot_img

Últimos artigos