Transformações inacreditáveis


Eu fiquei absolutamente bolado como algumas dessas pessoas mostradas neste post conseguiram emagrecer. Engraçado que emagrecer é uma coisa que praticamente todo mundo quer. Até mesmo quem não precisa sempre acha que precisa perder peso. Mas nem todas as transformações aqui são de pessoas que emagreceram rapidamente. Alguns são caras que resolveram ficar sarados. Uns que ja eram fortes e secaram a gordura para ressaltar a barriga tanquinho, deram uma renovada no shape… Pô, tem gente que parece ter saído do estado baleia de ser para Mister universo!

Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis Transformações inacreditáveis

Uma coisa interessante nessas fotos de pessoas que resolveram emagrecer e levaram a sério o processo é que muitos deles parecem ter rejuvenecido magicamente.

Como faz para ficar magro assim? Eu sei que na internet o que mais tem são receitas para ficar magro ou forte, ou com o bráulio maior. O mercado do emagrecimento é uma coisa fabulosa no mundo. Não sei se a indústria armamemntista mundial consegue chegar aos pés da indústria da beleza, que traz a do emagrecimento no seu bojo.

Já em março de 1987, um tablóide americano  anunciava: 6 quilos a menos com a dieta da pipoca, se Madonna conseguiu, você também pode.

O povo, se entupia de pipoca com manteiga na esperança de ficar igual a Madonna. Porém, o que passava batido era que não se tratava apenas de pipoca. Além de comer menos, ela corria 10 km por dia, cruzava a piscina 25 vezes sem parar, pedalava muito e fazia muita aeróbica. Este é o problema com a maior parte desse mercado. Muita gente quer, pouca gente consegue e nesse meio do caminho, milhões e milhões são gastos inutilmente com formulas magicas e truques malandrados.  O mercado das dietas tenta o tempo inteiro atingir os pontos mais vulneráveis dos gordos: vaidade, medo de parecer mais velho, aversão a exercícios, impaciência.

Basta ligar a tv neste exato minuto em algum desses canais de compras que eu poderia até te desafiar a ficar 5 minutos com a tv ligada sem ver na sua frente um novo aparelho de ginástica que promete de tornar o Arnold com poucos minutos ao dia. Na sua frente você vai ver um monte de gostosa sarada com um sorriso plastificadamente branco no rosto correndo dançando, saltando, vibrando, levando choques, ou girando numa traquitana, que pode ser elétrica ou não.  Enquanto eu vejo com enorme descredito esses aparelhos milagrosos que prometem “uma academia completa ao alcance de suas mãos e fácil de guardar”  centenas de pessoas estão sacando seus cartões de credito e ligando desesperadas para comprar aqueles corpos, aquela limpeza, aquela pele sensacional e aquela suposta felicidade saudável.

Talvez, meu amigo, o caminho não esteja nas dietas mágicas, na dieta da lua, dieta, do abacaxi, dieta da sopa, dieta do neandertal (sim, isso existe!). Talvez a chave para abrir a porta de uma vida saudável e emagrecimento estekja muito mais no primeiro passo. E o primeiro passo você não compra. Ele é gratis. Está dentro de você.

Emagrecer o corpo é só uma parte de algo que envolve emagrecer a mente em primeiro lugar. Sem vontade, sem desejo, sem empenho, não vai ter 171 mágico ou capsula de farinha de rosca que vai te fazer ficar com barriga tanquinho.

O problema das dietas loucas é que como a maioria das pessoas pouco entende de nutrição e menos ainda da complexidade do metabolismo, elas aceitam sem questionar tudo quanto é afirmação doida. Veja, se o povo acredita até que aqueles atores de jalequinho branco de propaganda de pasta de dente é realmente dentista e que realmente eles recomendam aquelas pastas (já notou como TODAS as pastas são as mais recomendadas pelos dentistas?) o povo aceita tudo, meu! Até as loucuras mais  destituídas de qualquer fundamento científico. E o pior, isso não é de hoje!

Por volta de 1900, surgiram as primeiras pílulas para emagrecer. A propaganda daquela época pouco diferia das atuais propagandas de dietas e equipamentos de ginástica para emagrecer.

A droga pioneira foi a phytolacca, cuja fórmula combinava arsênico, estricnina, cafeína e erva dos cachos da Índia. Sim, isso mesmo… A fórmula do bagulho tinha componentes venenosos! Hahaha não dá pra dizer que ingerir arsênico não emagrece, né Bill?

Transformações inacreditáveis

Claro que como era de se esperar, o médico criador da fórmula da pilula para emagrecer afirmava que o produto tinha ação seletiva sobre as células de gordura. Mas o fato é que até hoje, nenhuma dieta é comprovadamente eficaz. Claro que existem remédios que realmente conseguem baixar os níveis de gordura do corpo… Mas o que ninguém diz é a manutenção destes níveis. Biologicamente a gordura em, excesso faz mal, mas em termos de biologia, a gordura é a melhor amiga de uma pessoa. É como a nossa bateria de emergência. O corpo estoca essa energia para um clássico caso de “vai que…”

Antigamente, ser gordo era sinal de status e beleza. Em sociedades que havia escassez de alimentos e fome, gordura era indicador de boa saúde. Todo mundo queria ser gordo, lógico. Ainda hoje a obesidade é admirada em certos países. Médicos que trabalharam em campanha contra a obesidade na África, relataram que, chamadas a opinar sobre a fotografia de uma mulher ostensivamente gorda, as africanas a descreveram como de aparência saudável e feliz. Mas na nossa sociedade as coisas são diferentes e todos desejam ser magros. Por que? Porque aqui existe uma gogantesca, acachapante oferta de alimentos. Pra falar a verdade, a oferta é tão monumental que eles praticamente efiam hamburgueres na nossa garganta a cada comercial da novela.

Eles fazem isso porque – óbvio- querem o seu dinheiro! A obesidade que vem de brinde é só um efeito colateral que o fabricante do salgadinho, a marca do sanduíche e a fabrica do refri preferem ignorar, afinal isso não é – mesmo – problema deles. A lógica é simples: Eles te dão o prazer gustativo, você dá o seu dinheiro. Eles crescem financeiramente e você, claro, cresce para os lados.

Como as grandes corporações ja notaram, as pessoas nçao querem comprar comida. A verdade, meu camarada, é que ninguém quer comprar comida. As pessoas querem comprar felicidade.

“Amo muito tudo isso.” – Agora faz sentido? Faz.

Se  o objetivo não é mais vender comida e sim uma experiência feliz, o que deve ser feito? Encher o alimento de gordura, açúcar e realçador de sabor. Esse coquetel vai fazer efeito não no seu estômago, mas principalmente no seu cérebro. O seu cérebro ( e o meu, e até o do ratinho do laboratório) AMA açúcar. Ele está programado de fábrica para achar o acúcar e ir atrás dele. Quando uma empresa abarrota a comida com realçador de sabor, açúcar, sódio, sal, cafeína e etc eles querem fazer uma marca indelével na sua mente, para que mais tarde, quando os níveis de açúcares baixarem, seu cérebro voltar naquela programação e detectar onde foi obtido aquele pico de satisfação. E é justamente nesta hora que o marqueteiro malandrão pagou para um sanduba monstro com uma batatinha crocante e fumegante rodarem na sua frente…

Você sai esbaforido para comer mais sanduíche e o processo se repete.

Claro, nem todo mundo que é obeso é assim por causa do sanduíche. Emagrecer é uma coisa que abarca um mundo de informações, e muita coisa envolvida. Mas uma coisa é certa: Você nunca vai chegar no último degrau de uma escada se não começar pelo primeiro passo. É cômodo pensar que “isso não é pra mim”, que “eu não consigo”, e outras desculpas esfarrapadas que nossa mente (uma maquina feita para consumir açúcar, lembre-se) produz para nos manter agarrados nesse círculo vicioso.

Todos nós sabemos como é ruim a obesidade e as doenças que ela acarreta. Ninguém gosta da ideia de ter sua expectativa de vida diminuída. Essas pessoas deste post sacaram que estavam entrando numa roubada e conseguiram, com muito esforço e mérito próprios, mudar seus respectivos destinos. Se você leu isso tudo até aqui, é porque você já se destaca da maioria, que só vai olhar essas fotos e pular para outro post em seguida. Só este fato já te faz perceber que enquanto diferente da massa, você também é capaz de meter a cara, empenhar sua vontade e mudar. E talvez então, esfregar seu sucesso na cara dos outros como eles conseguiram e estão fazendo aqui.

Não é difícil achar, na internet, artigos, dicas e truques para emagrecer com saúde. Existem sites de programas de emagrecimento supervisionado, métodos de emagrecer desenvolvidos por especialistas, dietas especiais, programas de treinamento esportivos, suplementos alimentares. Tudo depende do seu objetivo e seu bolso. Há quem prefira pagar e há quem prefira meter a cara e tentar por conta propria.

Eu penso que as pessoas devem lutar para se libertar de suas prisões. Quando uma pessoa se sente oprimida socialmente por estar obesa, sente que seu corpo está sofrendo com a carga de peso nos joelhos, que já não respira como antes, sente vergonha das roupas , sabe que deve mudar mas não consegue, ela está numa prisão. Como mudar isso?

Eu posso dizer que o primeiro passo envolve usar sua mente. A sua mente controla seu corpo. Não o oposto. Veja, o que caracteriza que uma pessoa morreu? O coração parado? A respiração parada? Não. O que realmente caracteriza a morte é -Além desses dois sintomas que se resolvem com maquinas, a ausência de atividade cerebral. Então, companheiro, tudo que está abaixo do seus miolos são um suporte para levar eles daqui pra lá. Um corpo sarado sem uma mente preparada é como um carro de corrida sem piloto dentro.

Você tem que querer. Mas tem que ser você. Não é porque sua mãe disse, seu namorado, suas amigas. Você é que está em primeiro lugar. Se você está feliz estando gordo, dane-se o resto. Mas atenção: Isso pode ser uma artimanha do seu cérebro. Lembre-se ele é uma maquina de comer açúcar. Ele não vai deixar você cortar o bem-bom dele sem tentar alguma coisa engenhosa pra te amarrar aos grilhões da obesidade. E este “orgulho de ser gordo” é um truque barato e manjado.

Outra coisa que você tem que saber, e que nunca vejo ninguém dizer: Emagrecer não te fará mais feliz.

Lamento. Te engrupiram. Sabe o sorriso plastico da moça do comercial da cinta que dá choques? 171! Fajuto! Migué.

Duvida? Enfia aí o dedo na tomada e tenta sorrir pra ver.

A felicidade é um estado mental. Na pratica fria da Biologia, a felicidade não é mais que liberação de substâncias dentro da sua cabeça. Se é lá dentro, emagrecer as banhas vai te fazer feliz como?

É o contrário. Você tenderá a passar por momentos bem estressantes ao emagrecer. Seu cérebro vai buscar o açúcar de qualquer jeito. E a falta dele vai produzir um mau-humor escrotíssimo. Isso é parte do negócio. E é também por isso que vale a pena começar logo a se exercitar, pois os exercícios vão liberar endorfinas, que atuam no centro de prazer cerebral, compensando o seu mau humor.

Não estou dizendo que você, gordo ou gorda infeliz ficará infeliz em versão magra. Mas estou sim, dizendo que emagrecer não é garantia para que você se torne uma pessoa feliz. Agora, uma coisa eu te garanto, quando você começa a emagrecer e seus amigos notam e começam a te elogiar, dizendo que você ta bem melhor, que remoçou, e isso e aquilo, essas palavras te dão um gás fenomenal para continuar. Quando você começa sua luta contra a balança e vê que quilo a quilo, você vem reduzindo suas reservas de gordura, sua autoestima vai lá em cima, e isso pode realmente trazer consigo uma sensação ótima de felicidade.

Mas como eu disse antes, isso é o ponto final de uma escada, que começa com o primeiro passo.

Esperava uma fórmula uma dica para emagrecer neste post? Sinto muito. Não é meu papel. Não existe somente um caminho para se chegar lá. Caso queira saber uma dica, aqui estão meus dois tostões:

Corta o refrigerante. Todos. E beba água. Não precisa ser para sempre. Faz isso por dois meses para ver. Depois confere na balança. Este é um bom primeiro passo.  Eu perdi mais de 8 kg em apenas três meses cortando o refri.

 

Related Post

25 comentários em “Transformações inacreditáveis”

  1. Tem um caso conhecido de brasileira. Uma atriz que não sei o nome, mas interpretou Domingas na malhação, só pesquisar assim que aparece. Mas, falando também nisso, ficava bom também um post de pessoas que fizeram o contrário, sairam de uma ótima forma física e terminaram péssimos. exemplos assim tem aos montes.

  2. Concordo com você Philipe.
    Acho que não só para emagrecer mas com tudo na vida não existe saida mágica , não existe gameshark e não há pessoa ou entidade que vai fazer uma pessoa sair do lugar se a própria pessoa não quiser ; sem empenho e força de vontade ninguém chega a lugar nenhum e nós estamos sempre prontos a nos sabotar ou racionalizar as situações pra justificar a nossa falta de vontade ou pura preguiça rss .

    Essa do refri é real, quando era criança eu bebia bastante ( e comia feito um monstro também ) , era uma garrafa de Fanta ou Soda por dia e as vezes até mais mas do nada deu aquele estalo e falei “parei com isso” depois disso eu perdi peso, mesmo comendo o mesmo tanto de comida e porcaria que comia antes .

    • O Refri tem açúcar além da conta. É impressionante, eu tb parei assim, num estalo. parar o refri em geral foi mole. Foda mesmo foi parar a coca-cola. Eu era MEGA viciado na maldita, cheguei a tomar 5 litros de coca-cola num dia. Era o dia todo com um copão cheio do lado. Quando eu cortei, foi no peito e na raça. Ninguém acreditou que eu ia conseguir. (pra falar a verdade, até eu estava com duvida se conseguiria)
      Tive crise de abstinência de coca-cola. Foi foda. Mas consegui.

  3. Disso tudo eu entendo o seguinte: esse povo deve ter usado algum anabolizante/esteróides.
    Acho que a dica é: malhe! Saia do sedentarismo, coma coisas mais saudáveis, mesmo que você ainda coma outras não tantas. A chance das coisas darem certo são maiores do que as puramente radicais.
    Se eu fizer dieta restritiva, além da vontade louca de comer o proibido, assim que puder eu abro mão e detono tudo… e esse é o graaaande perigo!

    • Você não tem nenhuma ideia do que são aes e tá falando merda. O pessoal das fotos dá para todos terem chegado no resultado limpos.

      Não fale besteira só porque não tem capacidade de fazer igual.

  4. Ótimo post cara, realmente um “choque” no cérebro!

    Mas digo que também existe vários outros fatores além da força de vontade, acredito que também existam fatores metabólicos ou “hereditários”…

    Faço parte do grupo dos “magricelas” que também tem dificuldades da “tão desejada forma”, no entanto concordo que adquirir “massa muscular” é uma questão de levantar a bunda-nerd da cadeira e procurar atividade física, enfim, digo que da mesma forma que existem algumas pessoas “gordinhas” que procuram essa “progressão” existem os magricelas que também estão…

    Serei audacioso em dizer que as vezes a dificuldade não é atingir a forma ideal, mas atingi-la sem uso de “coisas que aceleram” o caminho… tem gente que entope o c* de anabolizantes, inibidores e “remédios milagrosos” mas esquecem que a longo prazo isso ferra com tudo no seu corpo… seja fígado, rins ou até mesmo o libido…

    Por fim, você tá de parabéns com o texto! É sempre bom você bombardear os leitores com “receitas” para o cérebro, mais importante que se render a padrões, é ser feliz… se conseguir fazer os dois, bom pra quem conseguir!

  5. ADOREI esse post, muito bom o seu toque no final!

    Inclusive, tenho duas coisas pra comentar.

    1º Legal que da pra ver perfeitamente pelas fotos, quem emagreceu fazendo exercícios e quem apenas fez dieta. Dá para ver mesmo como alguns parecem ter ficado até mais jovens, e da pra ver inclusive, que alguns não emagreceram com saúde, e que outros parecem ter escutado o “chamado” do fisiculturismo.

    2º Falando em propagandas de técnicas milagrosas, da uma olhada nesse vídeo que achei na internet, ele mostra um cara mostrando como é possível conseguir o efeito do “antes e depois” em apenas algumas horas, mas… fazendo do jeito inverso!

    http://www.youtube.com/watch?v=M957dACQyfU

    Fica a dica 😉

  6. Foi como se uma injeção de auto-estima tivesse sido injetada no meu cérebro depois de ler esse post e ver essas fotos !!
    Me animei muito em ver que dá pra conseguir o que se quer com muita dedicação e força de vontade.. e em alguma fotos percebe-se que não levou muito tempo pras mudarem completamente de aparência.
    E quer saber ? Era disso que eu estava realmente precisando ! rsrs Muito obrigada, sim ? rs

    (Parabéns pelo Davi. Lindo demais !!)

    Beijos

  7. Philipe, já faz tempo que sou leitora do mundo gump, você é muito bom mesmo; Estou bastante acomodada de uns anos pra cá, sabe o cérebro dominado com aquele negocio, a me sinto bem, não estou doente, e aquele monte de desculpa; Li esse post umas 2 semanas atrás, e me deu muita força de vontade de começar uma mudança; Então hoje voltei aqui para ler novamente o post, e contar que dei o primeiro passo, hoje vou começar a fazer academia, já me inscrevi e convidei minha vizinha para ir também, sei que a caminhada não vai ser fácil, mas estou confiante e daqui uns meses vou montar uma foto do antes e depois também; Obrigada Philipe, gente torçam por mim!

    • Que maneiro, Rosana. É um prazer saber que de alguma forma eu contribuí para a melhora da sua vida. Você vai ver que passado os primeiros meses, você vai gostar tanto do exercício que já não conseguirá imaginar sua vida sem ele. Estou torcendo por você sim! Mete bronca!!!

  8. São fotos inspiradoras mesmo, mas com relação às pessoas que aparecem em fotos de competição de fitness ou fisiculturismo, é fato que, para se chegar àquele nível de secura – percentual de gordura extremamente baixo – é necessário tomar algum tipo de esteróide. Não que elas não se dedicaram horrores – certamente malharam 7 dias por semana,e muito – mas é que o tipo de resultado que elas apresentam depende muito de uma manipulação hormonal.

  9. Outro post legal pra ser lido de madrugada! Espero que amanhã ainda acorde com vontade de não comer. haha.

    Mas, pelo bem da verdade, eu emagreci 20 quilos em 2 meses diminuindo a comida só. Agora que estou naquele estágio de ‘peso normal querendo abaixar um pouco’, sei dizer que é a fase mais difícil. Mas tem alguns livros bem interessantes de dieta que ajudam a te fazer pensar melhor em certos aspectos da alimentação, tipo um chamado “Só é gordo quem quer”, que trata do emagrecimento e do corpo de forma fundamentalmente quimica. (É bem interessante ler, e bom para pessoas que não se sustentam comendo pouco, como minha amiga que emagreceu 32 quilos seguindo regras quimicas para evitar formação de gordura e afins).

    Agora, emagrecer eleva bastante a auto estima. Acho que essa questão de “ser feliz” é só uma trava, que eventualmente estar com o visual saudável ajuda a levantar um pouco o pino que prende essa trava. As pessoas que eu conheço que conseguiram cumprir metas são de longe as que mais liberaram endorfina no meio do processo. Não digo só emagrecer, é lindo quando você está trabalhando para emagrecer e percebe que conseguiu resistir aquele alimento por sua força e vontade, que cumpriu uma tarefa, e tem a sensação de estar com o ‘trabalho feito’ naquele momento, esperando pelo proximo. Mas também quando alguém está disposto a passar no vestibular, e todos os dias termina um capitulo daquela materia que tem dificuldade e entendeu tudo, e tem essa mesma sensação. Felicidade é uma coisa muito abstrata, eu me sinto bem quando consigo realizar algo pela minha propria força de vontade, mas não adianta se isso acontecer só de mes em mes. E para outras pessoas a endorfina é liberada por coisas muito menores, tipo açucar. 8D Ou vestir uma roupa confortavel.

    As pessoas que buscam por felicidade emagrecendo buscam mesmo é interação social, porque todos os outros jeitos de integrar são muito mais difíceis que tomar uma pilula ou comer só bananas no cafe da manhã… Infelizmente essa industria de emagrecimento e estetica vai muito alem de pessoas que estão buscando felicidade: ela também acaba sustentando o jeito acomodado e excessivamente complacente da sociedade de pensar em momentos de consumo e de administração da própria vida. Claro, não é só ela. Mas também participa disso.

    Enfim, nào vou escrever um segundo post aqui, mas você também parece bem disposto a perder uns quilinhos para se sentir melhor, então boa sorte para nós. =) E obrigada pelo post!

  10. Não é só alimento que fazem engordar que é prejudicial à saude. Tem também outras substâncias comuns no mercado assim como o alumínio, que está presente em quase todas as mesas, seja nas embalagens ou nos utensílilios de cozinha que é um comprovadamente, “VENENÍSSIMO”, para o nosso corpo. Se o refrigerante por si só já é nocivo, imagina aqueles que estão dentro das “latinhas”, e a cervejinha também, além de dar barriga, em latas é muito pior.
    Esquecer esse negócio de que agora, com essa dieta e exercícios voce vai não vai poder comer isso ou aquilo “nunca mais”. Vai, sim! mas bem menos ou só de vez em quando. Ter em mente que voce não precisa disso ou aquilo, o tempo todo como antes, já é meio caminho andado!
    Porque o pior nesse caso é quando a pessoa começa a imagianar as privações que terá de passar, e terá, mas não quer, e aí a barriga fala mais alto que ocerebro e pode botar tudo a perder!
    Bom apetite!

    • Cara me desculpe, mas eu acho que vc esta enganado. O alumínio só vai ser prejudicial à saude num nivel MONUMENTALMENTE BIZARRO o que não ocorre no mundo real a menos que você injete pó de aluminio na sua corrente sanguínea. Ainda assim, essa exposição ao alumnio não contém NENHUM ESTUDO CONCLUSIVO que seja garantia de que possa te fazer mal além de agir como depressor do seu sistema nervoso central.
      Na pratica, o que ocorre é que o aluminio é O METAL MAIS ABUNDANTE DO PLANETA TERRA, o que significa que você e eu comemos, bebemos e até respiramos o aluminio TODO SANTO DIA!
      O aluminio esta presente até no leite materno. E ao contrario do que você acredita, os utensílios de cozinha não são a maior fonte de contaminação de aluminio, mas sim os antiácidos efervescentes, como o sonrisal e a aspirina, que contem doses enormes de aluminio na sua formula.
      Na pratica, todo mundo saudavel tem doses de aluminio nos seus corpos, e doses que estão entrando e saindo diariamente, atravez de fezes e urina. Testes com animais usando injeção em doses muito acima das quais pessoas de grupos com grande exposição ao metal (como trabalhadores de fabricas de latinhas, fundições etc) mostraram que uma alta concentração do aluminio nos corpos não causa grandes danos, já que é um metal inerte, diferente de outros metais do grupo metal pesado, como o chumbo, que esse sim, pode levar à morte.
      O aluminio é usado para filtragem da água, e está presente em praticamente todos os alimentos humanos. Quem come em panela de aluminio e só bebe todo dia latinhas, realmente terá mais exposição ao aluminio que pessoas menos expostas, o que na pratica, não significa MERDA NENHUMA, ja que a exposição dessa forma ainda está milhares de vezes abaixo da exposição considerada alta nas pesquisas com o material. Segundo o site Agency for Toxic Substancies and Disease Registry dos EUA, (um país que é naturalmente neurótico com essas merdas), o volume de aluminio encontrado em latas e alimentos industrializados que entra no corpo humano é tão baixo, que não há risco real envolvido.

      “Comer grandes quantidades de alimentos processados ??que contenham aditivos de alumínio ou de freqüência, os alimentos ácidos em panelas de alumínio pode expor uma pessoa a níveis mais elevados de alumínio do que uma pessoa que geralmente consome alimentos não transformados e usa vasos feitos de outros materiais (por exemplo, aço inoxidável ou de vidro). No entanto, os níveis de alumínio encontrados em alimentos processados e alimentos cozidos em panelas de alumínio são geralmente considerados seguros. “

      você pode ler mais sobre isso aqui: http://www.atsdr.cdc.gov/phs/phs.asp?id=1076&tid=34
      Trocando em miúdos, o aluminio não leva muito jeito para vilão, pelo menos não num mundo repleto de glutamatos, conservantes, emulsificantes, corantes, acidulantes, saborizantes, estabilizantes, e etc.
      Há uma outra viagem que volta e meia leio na net dizendo dos “perigos de beber em latinha de aluminio”. Pra começar, é importante saber que a bebida não tem contato com o aluminio. Pensa isso quem desconhece o processo de fabricação de uma lata. Esta dissertação explica em detalhes como a lata recebe um tratamento interno de um verniz especial que reduz totalmente o contato da bebida com o metal.
      http://www.ufrrj.br/graduacao/equi/paginas/docs_monografia/2010/JanainaOjedaVentura.pdf

  11. Alguns casos..são inacreditáveis. Alguns não ficaram melhores, não mesmo. O que achei mais estranho foi que parece que com o emagrecimento vem também a necessidade de visitar câmara de bronzeamento….eu sou completamente contra estas mudanças, acredito que quem radicaliza assim acaba sofrendo por privar-se das coisas que gosta..sou mais uma reeducação e exercícios que regime e procedimentos cirúrgicos.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares