24 Comentários

  1. Alan Marquez

    Caracaaa tchê! Me diz um talento que tu não tenha!? Parabéns…. Belíssimo trabalho!

    Responder

    1. Fico feliz que tenha gostado, mas essa peça foi só por diversão, assim fui inventando muito à medida do que fazia. Certamente poderia ter ficado melhor.

      Responder
  2. CM

    Muito legal, Phillip. Não é surpresa que demore mais pra pintar que esculpir, porque a pintura tem que envolver luz, sombra e às vezes até passar a impressão de texturas e volumes. Me diz um talento que tu não tenha². Mas confesso que não entendi por que envelhecer o traje.

    Responder
      1. Ramón Rodrigues

        Eu gostei do traje envelhecido. A impressão que tenho é que ela já viajou muito pelo tempo e as roupas envelheceram mais do que deveria, como a experiência dos relógios atômicos no espaço.

        Responder
  3. edu

    Eu sinceramente no curtí. Suas esculturas tem o aspecto de mal finalizadas, sujas e sem simetria. Você revisa caprichar mais.

    Responder
      1. Claudio Franchini

        HAHAHHAHAHAHAHHAHAAHAHAHAHAAHHAHAHAHAAH
        Ficou demais, Philipe, não liga pra isso, não!

        Responder
  4. tereza

    parabens,seus trabalhos saõ fantásticos.ADOREI mesmo.
    trabalho com papel mache a mais de 15 anos e seus trabalhos me encantou.Gostaria de receber dicas de endurecimento de papel para moldar minhas peças,caso tenha alguma te agradecerei de montaõ

    Responder
  5. Edu Rodrigues

    Parabéns pela peça. Achei legal você mostrar inclusive o conceito de onde tirou a idéia toda do trabalho.
    Gostei também, do Belioz.
    O trabalho que você faz com cor, luz, sombra, texturas e envelhecimento é digno de aplauso. Eu, com minha coordenação motora e talentos manuais, não consigo sequer fazer um aviãozinho de papel, quanto mais pensar em camadas de pintura e detalhes.

    Responder
      1. Ramón Rodrigues

        Interessante, pensando por este lado os olhos azuis me parecem mais sedutores agora.

        Responder
  6. Thiago chipset Andrey Ferreira

    Show.. Mas não tem uma técnica que deixasse o rosto(pele) da garota mais lisinho? achei ele muito áspero ressaltando a “falta de acabamento” que o Edu citou ai.
    Fora isso, ficou muito irado esse traje envelhecido, parabéns.

    Responder

    1. Tem sim, basta dar uma lavada com álcool isopropílico no final, mas no meu caso, como a massa estava endurecida e eu ainda usei a hard para fazer é bem mais difícil. A tinta tb estava velha e não ajudou.

      Responder
  7. Veronica

    Muito legal Philipe! Fiquei viajando na escultura imaginando que ela seria um personagem foda de filme 🙂
    você fotografa bem, escreve bem, faz esculturas fodas! O seu filho deve curtir pra caramba o paizão criativo dele!

    Responder

    1. Hehehe valeu. Ele curte muito mesmo! Todo dia tenho que inventar, contar e até fazer o role play de duas ou três histórias para ele. A Nivea falou que vai filmar e criar um canal do youtube, hahaha

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *