Pin It

Os mistérios da Deep Web


Ao longo do último ano, um numero enorme de leitores me sugeriu postar sobre a “deep web”.

Eu estava hesitante em fazer isso, porque temia que isso incentivasse as pessoas a se aventurar na deep web. Mas eu não sou o pai de ninguém aqui para dizer o que você pode ou não pode fazer. Minha função é disseminar a informação, e a informação é algo valioso, já que sem ela, a sua chance de fazer merda é maior. Por isso mudei de ideia quanto a publicar este post.

2513633237 small 1 Os mistérios da Deep Web   Curiosidades

A deep web, é basicamente, uma parte obscura da internet. Partes obscuras na rede mundial de computadores não é uma novidade para os iniciados nos assuntos de internet, mas muita gente ainda ignora que essas misteriosas paragens existam. De uma certa forma, neste caso, como já dizia o ditado, “a ignorância é uma bênção”! Porque se uma pessoa com algum grau de ingenuidade tecnológica for dar uma volta lá, tem grandes chances de se estrepar. Pense na internet conhecida, isso é,m a internet que os sites linkam, que os motores de buscas como o google encontram, como um mundo. A Deep Web seria um tipo de submundo, onde só dá pra chegar, descendo num elevador malocado, que poucos conhecem. O problema da “deep web” é que diferente da internet que estávamos acostumados antigamente, onde você fazia uma pagina, deixava ela no servidor e o robozinho do google ia navegando aleatoriamente na internet até achar, é que ela é dinâmica.

Isso significa que a página não está lá, parada, esperando um visitante entrar. A pagina não existe. Quando o usuário faz a requisição, um mecanismo elaborado em programação constrói a página pra você, sob demanda. Se o site não existe, então é meio difícil dele ser encontrado, né? Podemos compreender melhor o que seria a tal da Deep web através da citação da wikipedia sobre o assunto:

Mike Bergman, fundador da BrightPlanet e autor da expressão, afirmou que a busca na Internet atualmente pode ser comparada com o arrastar de uma rede na superfície do oceano: pode-se pescar um peixe grande, mas há uma grande quantidade de informação que está no fundo, e, portanto, faltando. A maior parte da informação da Web está enterrada profundamente em sites gerados dinamicamente, a qual não é encontrada pelos mecanismos de busca padrão. Estes não conseguem “enxergar” ou obter o conteúdo na Deep Web – aquelas páginas não existem até serem criadas dinamicamente como resultado de uma busca específica. A Deep Web possui um tamanho muito superior ao da Surface Web.

De fato, quando dizemos que a deep web é grande, podemos pensar num iceberg. A parte que fica fora d´água pode ser enorme, mas o que fica debaixo da superfície é literalmente colossal. Saber o tamanho exato é quase impossível, já que estamos tratando de um organismo virtual que cresce sem parar, em taxas, possivelmente, superiores a da internet normal.  Segundo as estimativas  baseadas em extrapolações de um estudo feito na Universidade da Califórnia em Berkeley em 2001, a Deep Web possui 7.500 terabytes de informação. As estimativas feitas por He et al apontaram que em 2004, existiam cerca de 300.000 sites da deep web e, de acordo com Shestakov, cerca de 14.000 destes eram da parte russa da Web em 2006.

Em 2008, a web chamada “Deep Web” rep­re­sentava 70 a 75% do total, ou seja, cerca de um tril­hão de pági­nas não indexadas.

Você pode se espantar com o tamanho enorme de uma área da inetrnet em que os buscadores não acham. E pode estar com a pulga atrás a orelha sobre quais as razões de alguém querer criar uma pagina para não ser vista por qualquer um.

Segundo o pesquisador Frank Garcia:

“Seriam sites projetados propositalmente, mas que não se teve o interesse de registrá-lo em nenhum mecanismo de busca. Então, ninguém pode encontrá-los! Estão escondidos. Eu os chamo de Web Invisível.”

Há muitas possibilidades para alguém fazer isso, e a principal delas é que criminosos não querem ser pegos. Articuladores contra “o sistema” também não. Some esses aos hackers, comunidades pró-drogas, assassinos seriais, vendedores de armamento roubado, grupos de crime organizado, pedófilos, enfim, gente “melhor qualidade”.

Mas não é só isso. Na verdade, isso aí é mais o glamour da deep web. Além desses trilhão de páginas feitas intencionalmente, há um vasto manancial de dados ocultos: informações financeiras, catálogos comerciais, horários de vôos, pesquisas médicas e todos os tipos de outros materiais armazenados em bancos de dados que permanecem invisíveis para os motores de busca.

Segundo a Wikipedia, o sistema pelo qual essas paginas e conteúdo são produzidos para a deep web envolvem:

  • Conteúdo dinâmico: páginas dinâmicas que são retornadas em reposta à uma requisição ou através de um formulário.
  • Conteúdo isolado: páginas que não possuem referências ou ligações vindas de outras páginas, o que impede o acesso ao seu conteúdo através de web crawlers. Diz-se que essas páginas não possuem backlinks.
  • Web privada: sites que exigem um registro e um login (conteúdo protegido por senha).
  • Web contextual: páginas cujo conteúdo varia de acordo com o contexto de acesso (por exemplo, IP do cliente ou sequência de navegação anterior).
  • Conteúdo de acesso limitado: sites que limitam o acesso às suas páginas de modo técnico (usando CAPTCHAs por exemplo).
  • Conteúdo de scripts: páginas que são acessíveis apenas por links gerados por JavaScript, assim como o conteúdo baixado dinamicamente através de aplicações em Flash ou Ajax.
  • Conteúdo não-HTML/texto: conteúdo textual codificado em arquivos multimídia (imagem ou vídeo) ou formatos de arquivo específicos que não são manipulados pelos motores de busca.
  • Conteúdo que utiliza o protocolo Gopher ou hospedado em servidores FTP, por exemplo, não é indexado pela maioria dos mecanismos de busca. O Google, por exemplo, não indexa páginas fora dos protocolos HTTP ou HTTPS.

Sendo assim, é claro que você nunca vai achar a deep web usando o google. Então, como os caras do submundo conseguem isso?

Eles usam uma rede chamada TOR.

Tor é a sigla de “The Onion Route” ou “Rota da Cebola”.
É uma ideia genial: na rede convencional, você acessa diretamente os dados com outra máquina. Rápido.
Na Rede Tor, esses dados são passados entre vários computadores aleatórios, conectados na rede, até chegar ao destino. Por isso, quanto mais gente conectado, mais rápido fica.
A grande diferença é que, na Internet normal, que todos nós usamos, as informações são mantidas de maneira aberta. Um exemplo bem legal pra ser utilizado: vocês sabiam que todas (é isso mesmo, todas!) as buscas que fazemos no Google são vigiadas por órgãos governamentais? No TOR os dados trafegam criptografados.

O lance começou na China. Como sabemos, o governo totalitário Chinês impede uma série de coisas, das discussões mais banais sobre o regime à ver a sacanagem grátis (uma das grandes contribuições da internet para o mundo). Assim surgiu a proposta de suar próxis que permitissem navegar e trocar informações em sites que o governo – através de seu provedor – bloqueia. Quando surgiu o TOR, criado por Jacob Applebaum, e hoje conhecido como o mais avançado software de Proxy do mundo, isso começou a se tornar possível para as massas.

O The Onion Router, organização descentralizada criadora do TOR, é mantido por contribuições anônimas. Programadores voluntários de diversos lugares do mundo trabalham juntos para aperfeiçoar o software, que tinha um objetivo político no início, mas depois passou a ser adotado pela mafia, pelos grupos terroristas, os vendedores de drogas, psicopatas, essa gentinha “do barulho”. A ideia de múltiplas camadas de informação, como se fosse uma grande cebola,  já aparece escrachada no sufixo .onion das paginas.

Embora seja um software avançado, e sua rede, a rede TOR muito grande, ela apenas arranha a superfície da monstruosidade que é a Deep web. O TOR representa apenas 26% dela. Talvez menos. Ainda assim, 26% desse colossal manancial de coisas obscuras é troço bragarai!

A Deep Web entrou de vez no radar da polícia graças a um canibal.

Em 2003 um caso chocou a Alemanha e foi noticia no mundo todo. Um canibal confessou em um tribunal ter matado e comido uma pessoa a pedido da própria vítima. O “Canibal de Rotenburg”, como ficou conhecido, diz ter conhecido a vitima e combinado como tudo seria feito através da internet. Uma investigação da policia levou a uma rede de fóruns de canibalismo escondidos na Deep Net. “Cannibal Cafe”, “Guy Cannibals” e “Torturenet” eram páginas usadas pelos canibais para marcar encontros e selecionar vitimas para a prática de canibalismo.

Logico que por ser uma rede anônima, há muitos loucos que são atraídos para ela como cupins voadores para uma lâmpada, mas nem tudo é lixo. Existem realmente muitos sites bons, como o próprio Wikileaks, pra quem curte download de filmes, séries e música, também é ótimo, e livros então! Pra se ter uma ideia, até pessoas de alto escalão do governo utilizam o Tor pra divulgar informações secretas!

alexandria Os mistérios da Deep Web   Curiosidades

A biblioteca Alexandria te dá links para praticamente qualquer livro disponível no mercado, “digratis”. Há outras paginas úteis, como o Intute, um site que concentra centenas de links para estudos e pesquisas que abrangem todas as áreas do conhecimento humano. E há sites que tratam de assuntos controversos, mas não ilegais ou depravados, onde as pessoas podem opinar sem serem pré-julgadas por isso.

Por falar em opinar, há chats para quem quer trocar figurinhas com outros usuários específicos, mas uma regra comum entre os usuarios da deep web é:

 

Veja o que quiser, mas não fale com ninguém.

 

Dentro de redes como o TOR, existem diversos fóruns e sites de discussões que os próprios usuários chineses criavam para interagir fora dos olhos do governo, mas com o passar do tempo e a popularização de um “playground subversivo”, começaram a surgir fóruns, sites de compartilhamento e portais dos mais diversos assuntos.

Venda de órgãos, pedofilia, assassinatos, necrofilia, esquartejamento, mutilação, satanismo, sequestro, prostituição infantil, tráfego humano, órgãos, drogas entorpecentes, armamentos, dados bancários e muito além do que podemos imaginar estão lá, malocados na escuridão do abismo. Na Deep Web, sabendo procurar, você encontra toneladas de snuff films (filmes de assassinatos feitos pelo o assassino, filmados por diversão – tipo aquele dos garotos ucranianos – que é, com certeza, são os piores e mais revoltantes materiais que você pode encontrar na Internet)

Hoje, a criminalidade é tanta que surge a dúvida se realmente é vantajoso o acesso à rede clandestina. Num ambiente tão contaminado, entrar lá sem saber exatamente o que está fazendo te dá risco de pegar uma “hepatite virtual”. Tem uma quantidade absurda de sites sobre religiões obscuras, como canibalismo e o próprio satanismo com sacrifícios humanos.

Com toda sorte de malucos espalhando-se pelo mundo e se unindo em agrupamentos que potencializam sua maluquice, era de se esperar que a Deep Web atraísse essa galera. Que tal lhe parece um forum de canibalismo? Detalhe, não só com quem come, mas com gente que está ali para agendar o dia que serão comidos! Coisa de filme? Então leia mais…

Hoje fóruns dedicados apenas ao esquartejamento humano, canibalismo e muitos outros trecos que te deixariam sem conseguir sorrir por mais de um ano ploriferam lá. É onde os maníacos exibem suas “artes” e marcam encontros. Há inclusive alguns fóruns restritos, onde para entrar você tem que provar que matou e esquartejou algum infeliz!
Há foruns de automutilação em que para ser aceito como membro, você deve estar sem membro (perdão pelo trocadilho Casseta & Planeta). Nesse caso, os candidatos cortam seus bingulins e enviam fotografias para que as pessoas possam ver e aprovar sua participação no “clube”.

Coisa bizarra de se ver, que nos faz perder imediatamente a fé na raça humana. Uma pagina famosa no TOR que envolve os atos de canibalismo e mutilação é a página “Penis Panic!” em que é possível encontrar imagens de mutilação genital. Ali temos pessoas mostrando como cozinhar pintos decepados e mulheres peladas posando com cacetes necrosados, roxos, sem falar é claro, dos diversos “passo-a-passo remova seu pirú”.

Piranha 3DD Penis Biter Fish 5 Os mistérios da Deep Web   Curiosidades

uma parada tipo isso, mas esse é um prop de filme

É pra quem tem estômago de legista.

Para dar alguma ordem à confusão, uma das mais conhecidas páginas por indexar todos os links da Deep Web é a famosa “The Hidden Wiki”, chamada assim por ser uma enciclopédia da rede TOR, nos moldes da Wikipedia, e que contém informações de sites que estão em funcionamento na rede e, além de explicar certas coisas, como termos específicos, gírias internas e tal, exibe as notícias dos principais acontecimentos.

Claro que o comércio eletrônico não ia ficar de fora de um lugar tão peculiar. Na Deep web dá pra comprar coisas bem específicas, como qualquer tipo imaginável de droga. As drogas parecem fazer grande sucesso na deep web. Tanto que existem listas de vendedores recomendados, de acordo com a confiabilidade de cada um. Mas o comércio de armas também corre solto, assim como o de contas do PayPal e de produtos roubados. A deep Web não se restringe a só compras, como também é possível contratar serviços. Um serviço que faz sucesso por lá é o “matador de aluguel”.

 

3 1 Os mistérios da Deep Web   Curiosidades

 

Os assassinos virtuais criam seus websites ONION para divulgarem sua atividades. É chocante para pessoas “de bem” a frieza dos caras ao descreverem suas ações, preços e tal. Vende-se a morte como quem vende banana. Os preços variam de acordo com a importância da vítima e, depende do assassino, pois cada um tem a sua tabela. Alguns usam frases de impacto marketeiro, como “Sempre procuramos ser flexíveis quanto ao nosso cliente”.
Por exemplo, na cotação de hoje, eliminar um paparazzo sai por 50.000 euros e um jornalista 100.000 euros. Já um executivo pode ser algo entre 20 a 200.000 euros. Os matadores do agreste que matam por um prato de comida até são mais baratos, é verdade, mas temos que lembrar que esses caras da deep web atuam globalmente. Não são matadores lambões que vemos aparecer no jornal diariamente.

Muitos grupos que oferecem o “serviço” são formados por equipes altamente treinadas de matadores de aluguel, alguns com treinamento militar, atuando também como soldados mercenários.
Para evitar que os “fornecedores” de produtos e serviços da deep web sejam pegos, convencionou-se criar uma moeda “segura”, chamada Bitcoin. O Bitcoin é hoje uma forma de pagamento 100% confidencial, que não deixa rastros. E é assim que esse povo ganha dindim.

Cibercriminosos e espiões oferecem seus serviços, e tem gente que garante fazer trabalhos acadêmicos sobre qualquer assunto, sem copiar de lugar algum. Sites promovem turismo sexual e, por menos de US$ 1 mil, prometem buscar o comprador no aeroporto.

Se você está enojado o suficiente, espere até ver os demais serviços… Um deles (na moda) é o “tráfico de gente”. Nesse lugar, você só precisa ir até a pagina dos caras e “solicitar” quem te venda uma pessoa. Não demora, aparece. Aliás, você pode escolher entre as várias OFERTAS de gente disponível lá. De crianças a jovens virgens. Tem de tudo.

2i6yjoh Os mistérios da Deep Web   Curiosidades

Outra coisa muito louca que rola lá, e que deixa qualquer ser humano normal enjoado é a pedofilia. Em muitos sites lá dentro, alguns com títulos como “Onion Pedo Video Arhive” os caras exibem seus atos obscenos com crianças de tudo que é idade. É coisa que te faz vomitar as tripas e querer arrancar os olhos. São centenas, incontáveis conglomerados de pedófilos unindo-se para praticar seus crimes horríveis e exibindo-se uns aos outros. Mas tem coisa pior, acredite em mim!
Segundo o site Isso é bizarro:

Se já não basta sites como estes onde podemos encontrar imagens de crianças sofrendo abusos sexuais, encontramos também outros sites usando crianças contendo rituais e fetiches muito bizarros, por exemplo, temos como exemplo um grupo de pedófilos que sentem prazer em engravidar garotinhas com a idade entre 4 a 6 anos, para posteriormente acompanhar a morte destas crianças, que não tem capacidade de aguentar um parto. Para que este ato seja possível, os psicopatas utilizam um medicamento para iniciar a puberdade mais cedo nestas crianças. Acredite, essa desgraça é possível. Veja a galeria abaixo e se choque: crianca gravida 4 150x150 Os mistérios da Deep Web   Curiosidades

crianca gravida2 150x150 Os mistérios da Deep Web   Curiosidades

 

images 9 Os mistérios da Deep Web   Curiosidades

Há foruns para pessoas que gostam de COMER COCÔ

Há também a clonagem, que você paga facilmente. A clonagem, nesse caso, é de documentos, informações. Isso é usado por estelionatários que sempre tem seis, sete identidades falsas paralelas. Também serve para agentes secretos, mas convenhamos, quem vai ali ta mais para 171 do que para 007.
Não duvido que em algum lugar tenha um laboratório clandestino oferecendo também a clonagem humana, já que parece ter de tudo naquela merda. A pirataria come solta. De programas (warez) a replicas de sites completos, scripts que emulam sites de bancos para roubar grana… Isso é mato por lá. Tem pirataria até de produtos, e sites como o Pirate Cove oferecem toda a sorte deles em grande quantidade para lojistas, tudo na tradicional forma anônima. Há também locais específicos para a lavagem de dinheiro.
A Deep web é também um berçário de projetos e ideias que seriam fortemente reprimidas se surgissem na internet aberta, da superfície. Um bom exemplo é o Wikileaks, do Julian Assange, que surgiu lá na deep web e o grupo Anonymous.

A deep web é também o paraíso da venda de informações, como cartões de credito. Ali fraudadores e estelionatários compram dados de cartão, como no CC paradise, que vende dados de cartões de credito válidos e com limite de 2000 euros por meros 50 dólares. Há também os vendedores de isumos, que vendem o chupacabras e os cartões brancos, para serem gravados com dados clonados.

Vendedor Cartao de Credito Os mistérios da Deep Web   Curiosidades

Mercado Negro Maquina cartao Os mistérios da Deep Web   Curiosidades
Até passaporte nego ta vendendo lá.
A estrutura da deep web é controversa. Acredita-se que ela se estruture assim:

Berigie Web: A famosa Deep Web, onde se utiliza a TOR para ter acesso, dividida em duas partes: sites comuns como Hiddem Wiki e HackBB e sites restritos e de grupos fechados

Marianas Web: O divisor de águas entre a Deep Web conhecida e a Deep Web mais anônima e oculta, onde se encontram as pessoas com um conhecimento mais avançado em computação, os verdadeiros hackers, crackers, bankers e etc. A partir desse ponto a coisa fica mais tensa, e essa parte pode ser dividida em três subníveis, que seriam:

Level 1: vídeos e documentos governamentais, sendo uma rede fortemente criptografada e segura;
Level 2: poder monetário em jogo, onde se negociam bilhões de dólares
Level 3: controle tecnológico global, documentos relacionados a computação quântica, elites de hackers, onde se conquista poder e dinheiro.
Há teorias que dizem que a Deep pode ter de 8 a 10 níveis, mas não se sabe exatamente por falta de acesso, e é muito possível que isso seja apenas mais uma daquelas coisas que muita gente fala, mas ninguém prova.

Achar os conteúdos mais bizarros é tarefa para doido ou para iniciado em doidice. Isso porque a grande maioria das paginas vai aparecer estranha à primeira vista. São inúmerias as URLs intermináveis que, ao serem carregadas, revelam nada mais do que uma imagem estática, ou uma porção de códigos ininteligíveis, ou, então, nada. Às vezes recarregam o endereço e a página simplesmente não existe mais. Há muito disso na deep web, principalmente quando se trata de conteúdo inapropriado – É assim para proteger tanto quem publica, quanto quem foi parar ali por acaso. Dependendo das pessoas que você conhece na cena underground, a coisa fica mais fácil de localizar. Há por exemplo, “os clubes da luta”, que se diferenciam um pouco dos grupos do filme homônimo, porque nesses, nego apanha até morrer. Dois entram, um sai. – No melhor estilo Mad Max.

Há, sim, links que chegam facilmente a conteúdo pouco usual, mas a maioria do material está bem escondida por esse esquema de camadas. Quando você se depara com uma página aparentemente sem sentido, provavelmente há algo a mais para ser mostrado, mas que só pode ser acessado com a chave certa – que pode ser, por exemplo, uma letra ou um número diferente na URL. E nem sempre basta passar da primeira camada para chegar ao conteúdo; há quem diga que existem sites com até oito páginas falsas na frente.

Claro, que ao olhar assim, parece uma balburdia insana, onde qualquer um faz o que quiser. Isso é parte da fama da deep web, mas temos que lembrar que um lugar assim atrai “peixes de todos os tamanhos”, e onde existem peixes, é pra lá que se dirigem os pescadores.
Autoridades do mundo inteiro estão neste exato minuto, na deep web observando os passos de quem está lá dentro, talvez até com agentes se passando por usuários para obter informações e tentar antecipar ações ou desmascarar criminosos. É muito mais difícil encontrar os diretórios e identificar os internautas por lá, em função dos nós de acesso criados pelo Tor e dos serviços de hospedagem e armazenamento invisíveis da rede Onion. Mas nada é impossível, tanto que o Anonymous já expôs dados de milhares de pedófilos que usavam a DW.

Por mais que as coisas ali soem bizarras demais para o internauta comum, o especialista em segurança Jaime Orts Y Lago lembra que nada do que consta na rede alternativa está longe de ser encontrado nas ruas, cabe à pessoa decidir o caminho que lhe interessa.

É óbvio que não precisa ser muito inteligente para perceber que muita coisa que parece “interessante”, pode ser apenas honeypots (honeypots são “íscas” para pegar trouxas. Assim, vamos dizer que o FBI se aproveite da Deep Web e eles mesmos criam um site de matadores de aluguel. O otário contrata um matador, paga o serviço e minutos depois uns homens de terno batem na porta dele.

Como em tudo na vida, há coisas uteis, inúteis, perigosas, criminosas, horrendas. Você destrói uma parte de sua alma ao se dar conta do quão sinistro o ser humano pode ser. As barbaridades que alguém pode fazer com outro por puro prazer doentio… E o pior é saber que, por mais extremo que seja, um filme como “August Underground” (Que está na lista dos 25 mais perturbadores da história) acontece na vida real e é registrado para o deleite de loucos na DeepWeb.

Ao fim do meu post, eu devo deixar uma coisa clara, a DEEP WEB NÃO SE RESUME A BIZARRICES. Há um sensacionalismo enorme e uma mítica – que ainda estou investigando se é proposital. Em muitos casos, eu acho que sim. – relacionada a deep web.

Para a ampla maioria dos usuarios, apenas ver caras cortando o pinto e comendo cocô/vômito já será suficiente. Acho que muito disso está lá para atuar como um filtro de recepção, oferecendo a experiência de bizarro imediata, desmotivando a busca às camadas mais profundas, onde segredos de fato estão. E que segredos? Novamente, coisas que interessam a poucos. A grande maioria dos que se metem a investigar o oculto, o fazem pela vaidade de dizerem e arrotarem aos seus pares que conseguem vislumbrar o submundo. Mas muitas vezes, essas pessoas não se dão conta que só vêem o que outras querem que elas vejam, numa ilusão de autonomia.  Hoje, me parece haver um certo sensacionalismo pairando sobre a deep web ( ou seira NoobWeb? ) e seus meandros, mas embora isso possa ser um elemento factual, não podemos esquecer que o ser humano muitas fezes tem facetas que gostaríamos de varrer para debaixo do tapete. Talvez mostrar isso tão claramente seja o maior mérito da deep web.

ATENÇÃO: NÃO recomendo que acessem a Deep Web, isso pode acabar trazendo problemas pra vc e seu PC pode acabar cheio de vírus. Mas você deve seguir sua cabeça, não a minha. Se achar que deve entrar, arrume um bom antivirus, um firewall de qualidade (pago) e vá fundo.

fontefontefontefonte

 Os mistérios da Deep Web   Curiosidades Category: Product #: Regular price:$ (Sale ends ) Available from: Condition: Good ! Order now!
Reviewed by on. Rating:


92 Comments

  1. Realmente o que há de mais temido no mundo é o demonio que habita dentro do coração do homem, não há outro possível!

    Reply
  2. Também temos de considerar que muitas coisas ilegais (e imorais) são vendidas através da fachada de sites legítimos – DVD’s, CD’s e ebooks piratas são facilmente encontráveis em sites de comércio eletrônico tradicional, e mesmo armas de fogo não resgitradas acabam por ser encontradas em lugares assim.

    Reply
  3. (…) por serEM (…)

    Reply
  4. Já tive curiosidade de entender melhor, e você já satisfez. Eca. Não tenho interesse em ver coisas escabrozas e não poder fazer nada. Mas uma coisa me foi útil: Todo filme ‘baseado em fatos reais’ a gente vê neguinho pão-com-ovo do nada contratando matador de aluguel, comprando documentos falsos, e sempre disse que eu nunca serviria pra protagonizar um desses. Bem, agora já sei onde fazer isso. rs

    Reply
  5. Tem uma sistema operacional linux chamado TAILS no site tails.boum.org que você pode “usar a Internet de forma anônima em praticamente qualquer lugar que você estiver e em qualquer computador” e só queimar um DVD e rodar sem instalar, -e melhor usar a internet do celular pra não ferra os computadores que estiver na rede da sua casa o empresa.

    Reply
  6. Muito interessante seu post, foi o que eu mais gostei desde que acompanho o blog e também me abriu a mente, estou pensando em desenvolver a monografia do meu TCC com base nesse assunto. Se puder me dar dicas te como navegar na Deep Web eu agradeço.

    Reply
    • Vc tem que baixar o TOR. Daí em diante, é entrar na surface web e tentar achar os bons links. Tente pegar o da wikipedia da deep web, que ele te redirecionará para um mar de outros links dela, e depois de muito navegar e entrar num link após outro vc começará a chegar mais ao fundo.

      Reply
      • Tem o tor no baixaki

        Reply
  7. É como a história do demônio na caixa (Dibbuk), mas virtual.

    Reply
  8. Eu já havia lido outro artigo sobre a Deep Web e realmente, não me interessa em NADA entrar lá. Eu já me revolto com os crimes comuns que passam na TV aberta, imagine se me deparo com o limite da crueldade humana da Deep Web…

    E pensar que governos do mundo querem censurar a Internet superficial… Tinham é que fiscalizar a Deep Web! Rastrear todos esses psicopatas e trancar eles na solitária pro resto da vida!

    Reply
    • Hoje, os caras da inteligência não tiram essas merdas do ar porque: 1- é praticamente impossível. 2- os bandidos se artiuculariam em outros espaços. O lance é monitorar e ir pegando um a um pelas beiradas. Os caras vão sumindo aos poucos, mas novos entram. Isso é quase que manter uma caixa de gordura monitorada para matar barata…

      Reply
  9. Eu nunca ouvi falar disso, mas na verdade me interessei. Não pelas 1000 bizarrices, mas imagina o bom conteúdo que tem lá? Li que sites de filosofia, psicologia e outras coisas boas existem na Deep Web e que coisas que talvez não ficariam na Web Normal estão na DW (WikiLeaks, por exemplo) . Philipe (acertei?), já entrou lá? Eu to com dúvida porque queria saber das coisas boas que só tem lá, mas tem tanta porcaria que fico com medo de entrar.

    Reply
    • Cara eu ja entrei, e achei meio chato, porque o lance é que os buscadores lá são deficientes pra caralho, então vc tem que entrar meio que já sabendo o link que tem que ir, ou pelo menos uma parte dele. Outra coisa chata é que como o TOR distribui seu acesso em uma centena de outros proxis anônimos afim de ocultar seu rastro, a navegação é lentíssima.

      Reply
    • Muitas das palavras chaves vc tem que procurar em linguas especificas, pq nem tudo esta em ingles, muitas coisas estão em russo por exemplo, que são os mais fortes na deeep.

      Reply
  10. Um dos melhores e mais completos textos que eu li sobre a deep web.
    Ta de parabéns. Por isso que eu gosto tanto desse blog.
    Um abraço.

    Reply
  11. Belo texto Philipe. já senti vontade de acessar mas da uma baita preguiça.

    Reply
  12. É perigoso acessar essa biblioteca? Como eu faço se não for arriscado?

    Reply
    • Cara acessar não dá risco, pelo menos que eu saiba. Se vc baixa algo, aí está aumentando suas chances de se dar mal. Acho improvável(mas não impossível) que um hacker coloque um virus num livro. Ele teria mais sucesso colocando o virus em games warez, ou paginas de putaria, porque a taxa de disseminação seria bem melhor.

      Reply
  13. Gostei do post. Há algumas semanas atrás eu estava lendo vários artigos sobre Deep Web e o seu veio em boa hora, esclarecendo exatamente o que eu queria saber. Nunca tentei acessar conteúdo da Deep Web, e acho que a maioria das pessoas não têm por que tentar, já que podemos encontrar qualquer coisa na Surface Web com menos risco de explodir o pc ou ir parar num snuff film; e se o que o cara está procurando só tem na deep web, acho que ele tem um sério problema. Abraços, Philipe!

    Reply
    • Nem sempre é um problema… Tipo, muitas vezes se vc está escrevendo um roteiro sobre a guerra, precisa de dados técnicos, que das duas uma, ou só descobriria conversando com alguém da OTAN (improvavel por causa das leis de sigilo) ou entrando na deep web vc acha a pagina que vazaram informações internas da OTAN e descobre… Nem sempre, os segredos serão usados para o mal.

      Reply
  14. Afinando a pergunta. Nada de escuso, apenas gostaria de acessar livros que não encontramos mais edições nas livrarias nem em sebos, livros mais raros (ex. livro sobre o software livre Kdenlive), bibliografia de trabalhos acadêmicos… ou o negócio dessa biblioteca não é nada disso e é melhor ficar fora…

    Reply
    • Cara só fuçando la mesmo. Agora eu ouvi muita gente falando que só achou certos livros que precisava lá. Então deve ter muita coisa.

      Reply
      • PErgunta que não quer calar, Philipe: vc mergulhou na DW?

        Reply
  15. Matéria super interessante… Muito relevante o esclarecimento sobre honeypot. Teria sido leviano sugestionar alguém a espreitar a DW sem advertir que poder se tornar suspeito ou pior, se tornar um criminoso por causa de uma mórbida curiosidade.

    Reply
  16. falta a parte 2

    Reply
  17. Cara, adoro ler suas matérias!!!!
    Queria um dia poder escrever tão bem quanto você.
    Para reconhecer o seu excelente trabalho, eu procuro sempre “visitar” os seus links publicitários! :)
    Continue a escrever excelentes matérias, pois é muito bom começar o dia lendo os posts da mundogump!
    Abraços

    Reply
    • Fico super feliz de saber disso, Marcelo.

      Reply
  18. PARA O CARLOS! Monografia hein?….?
    PARA O HERRIQUE! Biblioteca heim?…?

    To sabendo….!

    Reply
    • Saudações, Bezalel!

      Mas é: compram-se essas coisas normalmente em sites conhecidos, e as armas são vendidas como “antiguidades” e “objetos de decoração” mas, conversando com o vendedor, esse geralmente garante munição mediante um pagamento extra – se vão entregar, não sei, mas estão lá.

      Lembro quando um conhecido perguntou de uma carabina de pressão 5.5 e o vendedor alardeou a possibilidade de fazer a modificação (ilegal) para disparar balas calibre .22, inclusive L.R. e W.M. .

      Reply
  19. A matéria é ótima como sempre é, parabéns!!!. Mas diante de tantas coisas ruins, realmente perdemos uma parte da alma, as pessoas que cometem crimes com certeza parecem comuns nas ruas, tem familias, emprego e é ai que vc percebe que o mundo não tem jeito, é maldade por prazer, engravidar criancinhas, isso é a prova de que o mundo está em retrocesso evolutivo e não de melhoria. Infelizmente é quase impossível ver melhorias para nosso mundo.

    Reply
  20. Philipe, um bom começo pra treinar quem quer ir pra a Deep Web do TOR é começar treinando com a Freenet. É uma DeepWeb que pode ser acessada pelo App do mesmo nome, tem as mesmas bizarrices da Deep Web do TOR, mas é menos poderosa. É bom pra quem quer treinar e depois ir a fundo nisso.

    Reply
  21. Cara, esse negócio de engravidar crianças é verdade? Porque se for então eu acabei de perder o resto de fé que tinha na humanidade. Quando eu achava que o ser humano não poderia cair mais aí me deparo com uma monstruosidade dessas. É tão absurdo, tão nojento que chega a ser surreal. Meu Deus, como um humano faz uma coisas dessas? Dá tanta revolta… é horrível demais.

    Reply
    • Casos de gravidez infantil, embora incomuns, existem “naturalmente” – com a ajuda de farmacos, então…

      Reply
    • Com o conhecimento de psicologia e farmacologia que eu tenho, te digo… Não há NADA nesse mundo que você possa pensar que nao tenha sido já feito por um ser humano, no que toca a malignidade de uma mente humana…isso aí é perfeitamente possível…

      Reply
  22. Você comentou de um TOP 25 de Filmes banidos,aonde posso achar este link?

    Reply
  23. Vivemos na MATRIX, com seus sites bonitinhos e organizadinhos. Todos vigiados. Todos os IP’s rastreados e todos os acessos à net devidamente registrados e arquivados para futuras consultas. Não adianta se esconder atrás de proxies. Não adianta se ocultar com “hide my IP”. A MATRIX é controlada e totalmente vigiada. O CISPA está aí para todo mundo ver. O Marco Civil da Internet também está em execução.
    A Deep Web, Dark Net, ou seja lá como chamam é Zion, e TOR um dos nabucodonosores a navegar por águas desconhecidas. Só falta a coragem para tomar a pílula azul.

    Reply
  24. Nenhum antivírus ou firewall (ao modo em que estão acostumados) vai protegê-los neste mundo se os caras certos (ou errados) quiserem a sua alma. Mas pra maioria dos noobs que são apenas curiosos não tem perigo nenhum. Se quiserem um pouco mais de segurança, encontrem um sistema operacional anônimo e rode a partir de um live CD. Pelo menos a sua sensação de segurança vai ser acompanhada de algo mais plausível, mas nenhuma tecnologia supera a idiotice.

    Reply
    • “(…) nenhuma tecnologia supera a idiotice.”

      Resumo perfeito.

      Reply
  25. Melhor post sobre Deep Web que já vi. Parabéns Philipe

    Tem muita coisa ruim lá mesmo, e realmente todas as autoridades e inteligencia sabem disso…não adianta ‘denunciar o site’ pq eles já sabem deles,tem foruns lá que tão online a anos, imagine o tanto de denuncia que já foi feita.. mas não da pra derrubar ou rastrear pela própria natureza dessa rede.

    O que eles fazem é monitorar e esperar alguém dar um vacilo que o identifique, ai eles vão atras.

    mais uma vez parabens pelo texto.

    ah, o link da biblioteca de alexandria seria bem válido

    Reply
    • Para entrar na deep web, aqui esta um passo-a-passo que recortei de um video do youtube. O video está desatualizado, mas esta descrição ainda (parece) procede.

      O Tor Browser é um Firefox portátil que já vem configurado para acessar a Deep Web. Para baixar o Tor Browser, acesse este link:
      https://www.torproject.org/download/d
      Para começar a baixar, basta clicar no enorme botão laranja escrito “Download Tor Browser Bundle”.
      Em seguida, extraia o arquivo baixado. Ele criará a pasta “Tor Browser” onde você encontrará o arquivo executável “Start Tor Browser”. Execute este arquivo e você já estará pronto para acessar a Deep Web!

      Este site testa se a sua instalação foi bem-sucedida:
      https://check.torproject.org/
      Se aparecer uma cebola verde no meio da tela, você está usando o Tor.
      Se aparecer uma cebola azul com um X vermelho, você não está na Tor Network e ainda não tem acesso aos sites terminados em .onion

      Para corrigir um problema na conexão à Tor Network, experimente ajustar a data e a hora e reiniciar o computador. Se isso não adiantar, cheque suas configurações de Internet, como o Proxy, tentando desativá-lo para ver se funciona.

      ***** LINKS *****

      Nossa comunidade no (falecido) Orkut, onde você pode tirar suas dúvidas e aprender muito mais com ótimos tutoriais e videoaulas:
      http://www.orkut.com.br/Main#Communit

      Tutorial (escrito inteiramente por mim) de instalação do BackTrack 5 para acessar a Deep Web da forma mais segura possível:
      http://danhorus.x10.bz/Tutoriais/Back

      Questions&Answers sobre a Deep Web (perguntas de rafaelachan):
      http://pastebin.com/Wze0zZrC

      Central de links da Deep Web (acessível sem ter o Tor instalado):
      http://ahmia.fi/

      Hidden Wiki (link acessível apenas através do Tor; pode tentar, dará erro):
      http://kpvz7ki2v5agwt35.onion/

      Outro exemplo de site da Deep Web é o Parazite:
      http://kpynyvym6xqi7wz2.onion/

      Reply
  26. A parte que eu acho interessante é que láááááááááááááááá pra 1996, eu acessava uns sites barra pesada em rede aberta, que hoje em dia pertenceriam a dita deep web.

    Acho que a deep web é mais isso, um local pra se matar a curiosidade. O ser humano tem um interesse por aquilo que foge do “normal”. É nojento ver fotos de temas como os descritos no texto, mas sempre haverá aquela pessoa “santa” que tem a curiosidade de ver. E curiosidade é algo normal, tanto é que dá e passa.

    Mas também lembro que de perto ninguém é normal.

    Reply
    • Sua frase final é lapidar.

      Reply
  27. Bobagens. O mundo não é um lugar tão “interessante” assim. A Deep Web é um amontoado de lendas urbanas. Claro que acontecem crueldades e bizarrices por aí, mas certamente não nessa escala absurda, e pela simples razão de que seria muito difícil hordas de pedófilos, canibais e estrupadores manterem-se ativos dessa forma e ainda assim indetectáveis. Teorias da conspiração não são factíveis.

    Reply
    • incredulo detected… Se vc visse os snuff filmes que me mandam, mudaria de ideia.

      Reply
      • Phillipe na área: vem post novo aí!

        Reply
      • Snuff filmes que te mandam?????

        Credo! Mandam por que? É alguma espécie de spam da mundo bizarro ou quem tem manda tem uma intenção definida?

        Reply
        • Tem gente que me manda toda sorte de merdas, sugerindo que eu poste aqui, bebês sem cabeça, pessoas decepadas ao meio com serra elétrica, gordas fazendo sexo, filmes bem piores que 2girls 1 cup… Decaptações, coisas assim… Claro 90% do que me mandam é formada de coisas legais e publicáveis, mas sempre tenho amigos e leitores aqui que me mandam muito material.

          Reply
          • Desculpe Philipe, mas não surpreende que num mundo povoado por 7 bilhões de pessoas, hajam aquelas que sejam assassinadas de diversas formas (voluntariamente ou não), que algumas gordas façam sexo, e existam pessoas que gostem de comer merda (e repare que as duas últimas categorias nem são imorais, supondo que as práticas sejam consensuais). O que afirmo é que a quantidade de gente ativamente envolvida na produção desse tipo de lixo é estatisticamente insignificante, embora o produto tenha grande exposição pela facilidade de divulgação na rede e o fenômeno dos “virais”.

      • é só estudar História pra se chegar à conclusão que se conspirações sórdidas existiram, muitas teorias da conspiração podem ser verdadeiras.

        Reply
  28. Me aventurei por lá duas vezes. Se quer uma taxa quase infalível de sucesso, vá a uma lan-house que não tenha sistema de monitoramento algum. Isso é relativamente fácil de se encontrar, por aqui. Instala uma Sandbox ou uma VM, ou uma VM dentro de uma Sandbox, e aí instala o Tor, tome as precauções usuais e comece suas aventuras no parque. Pedofilia, vendedores de droga desfarçados no MERCADO LIVRE e comedores de bosta a gente pode achar aqui na Surface mesmo(2girls 1cup rules), é só saber procurar. Nas minhas experiências, meu foco era vislumbrar o geral da rede e dar uma leve desenterrada em Ufologia por lá. Achei um materialzinho até interessante, que eu definitivamente não achei por aqui…

    Reply
  29. Talvez seja da Deep Web que alguns roteiristas tiram ideias nada comuns para fazer filmes de terror tipo O Albergue, Jogos Mortais e outros dessa linhagem…

    Reply
  30. Parabéns pela postagem… acesso regularmente o seu e outros blogs a procura de matérias deste nível. Extremamente bem feita e informativa.

    “a ignorância era uma bênção”

    Obrigado.

    Reply
  31. Para a manutenção da minha sanidade mental prefiro pensar que determinadas coisas não existem, tal como a deep web. Revoltante ler sobre as coisas que podemos encontrar por lá. Triste e assustador.

    Reply
  32. Acompanho sempre o blog, parabéns ótimo post sobre o assunto.. Pesquisei bastante e até entrei pelo Tor com certo receio, realmente, é difícil entender tudo oq se passa lá, fora todos o assuntos que já sabemos que rola, como venda de armas, drogas, e tal.. Acabei vendo sites com imagens que pelo menos pra mim são perturbadoras..fotos em p/b de coisas ou pessoas sem sentido, e sem descrição do que são.. Não da pra saber até onde são reais.. Tem muitas matérias em outros blogs falando em experimento com humanos.. Inacreditável..
    Vc já viu Philipe, algumas dessas fotos estranhas em p/b?

    Quanto aos filmes snuff, postaram no face esses dias um, que sem duvida saiu da deep web.. Uma mulher entrando num saco a vácuo, por vontade própria aparentemente..e um cara tirando o ar do saco com um aspirador,
    inacreditável onde o ser humano pode chegar…essa é a conclusão.. Infelizmente tem coisas que é melhor nao ver, ou não saber..

    Reply
    • Pera um instante…deixa eu ver se eu entendi, COLOCARAM ISSO NO FACEBOOK???

      Uau…

      Reply
  33. O post ficou sensacional!! Muito esclarecedor, e um tanto chocante (ok, não é sua culpa existir tanta podridão humana)
    Mas pra quem, assim como eu, meio que perdeu a fé na humanidade, me lembrei desse trecho do Diário de Anne Frank: “É realmente inexplicável que eu não tenha deixado de lado todos os meus ideais, porque eles parecem tão absurdos e impossíveis de se concretizarem. Mesmo assim eu os conservo, porque ainda acredito que as pessoas são boas de coração. Simplesmente não posso edificar minhas esperanças sobre alicerces de confusão, miséria e morte. Vejo o mundo gradativamente se tornando uma selvageria. Escuto o trovão se aproximando, cada vez mais, o que nos destruirá também; posso sentir o sofrimento de milhões e ainda assim, penso que tudo irá se corrigir, que esta crueldade também terminará. Enquanto isso, preciso adiar meus ideais para quando chegarem os tempos em que talvez eu seja capaz de alcançá-los.”

    Reply
    • legal!

      Reply
  34. Ha muito material sobre ufologia? Algo chocante e incontestavel? Esou interessado nos livros, pois seria de grande validade para com meua estudos….sera que tem muito material atual que de para visualizar por la, livros?

    Reply
    • Eu ia fazer a mesma pergunta: e Ufologia?

      Brigada, Philipe! Post muito, muito interessante!

      Reply
    • Eu ia mesmo perguntar sobre isso: e a Ufologia na Deep Web?

      Brigada pela postagem, Philipe! Muito, muito interessante!

      Reply
      • Sempre ouvi falar que há muita coisa interessante e ufologia na deep web. O ruim é ter que procurar isso sem ter um bom ponto de partida. Uma vez achei um site português aqui na surface web que era como um sites de escavadores de ufologia lá na deep web que trazem o material à superfície.

        Reply
        • Philipe, você se lembra qual site era esse? Estou pensando em instalar uma máquina virtual no meu PC e entrar na DeepWeb.

          Reply
  35. será que é facil encontrar coisas que é dificil encontrar no google? tipo filmes dublados, discografias de bandas em formato flac. pq no google eu até acho, mas a maioria com links off.

    sera que é só instalar o tor e digitar na busca?

    Reply
    • Nao deve ser facil não, pq busca no tor é mil vezes mais limitada que na surface web

      Reply
  36. “Engravidar crianças e esperar que elas morram”… Vou te mandar a conta do meu psiquiatra…

    Reply
  37. Desculpe, MARCOS, mas discordo de você. Eu já andei por perto ,,(bem perto), o suficiente para te afirmar; tem muita, nas muita gente mesmo, que está envolvida ou que pratica ou adora essas práticas. Pode ter certeza; o número de clientes é muito grande, nada, nada insignificante! E o que eles mais abominan e essa net ser proibida.

    Reply
  38. Parabéns pela matéria, Philipe.
    Eu realmente não tinha ideia que existisse a Deep Web. Seu post foi extremamente esclarecedor. Espero que em breve possamos ler uma “Parte 2″ sobre este assunto.

    Reply
  39. O que realmente assusta, é pensar que essas pessoas não estão na Web, elas convivem conosco, esbarram na gente no metrô…

    Se a gente sabe de coisas bizarras feitas em rituais de magia negra, pessoas com um certo nível cultural envolvidas, da bem pra imaginar que é bem possivel rolar coisa pior.

    Eh por isso que, apesar de não dar credito a tudo o que vejo de teorias conspiratorias, percebo que elas são possiveis, sim.

    Fiquei imaginando que experimentos tipo Dr. Mengheli sejam uma pratica muito comum no sub-mundo da ciência, e que talvez se encontre nesses sites.

    Reply
  40. Os piores psicopatas e criminosos que você pode imaginar estão “trabalhando” no alto escalão da CIA, FBI, etc. Eles não são apenas criadores desses sites grotescos que populam a web e deep web, mas, em sua totalidade, eles mesmos são os praticantes destes atos. Esses “agentes” estão envolvidos em todo tipo de ataques e crimes de falsa bandeira que você possa imaginar… O maior deles foi o onze de setembro de 2001:

    http://youtu.be/UR6A9MFs5so

    http://911-truth.net/11th_of_September-the_Third_Truth_NEXUS_magazine_Portuguese.pdf

    Além de assassinarem maquiavelicamente pessoas inocentes com o cinismo de que “o fim justificam os meios”, eles também inundam o mundo com falsa propaganda e todo tipo sujeira desde pornografia a fanatismo, mitomania e desinformação avançada. Se você investigar a fundo a identidade dessas pessoas você descobrirá de onde eles descendem. Recentemente um agente do MI6 deixou escapar em uma conversa que eles criaram os grupos neonazistas existentes na Europa com o intuito de espalhar pânico e esconder o foco dos crimes que eles mesmos cometem. Também tem sido relatado todo tipo de crime por diversas fontes:

    http://youtu.be/BBxg8rC-V6k

    http://youtu.be/kgTueMlmpj0

    http://youtu.be/w7vjLN4wYXU

    http://socioecohistory.wordpress.com/2012/03/13/rogue-us-soldier-slays-16-afghans/

    Esses bandidos não se limitam apenas a iste tipo de ações escusas. Eles também estão por trás da criação de vírus de espionagem que se instalam automaticamente em seu HD (Isso tudo sem o seu consentimento!). E se você for alguém que não tem o costume de checar seus programas e drives recentes isso passa despercebido e você passa a ser observado… Sempre que instalar um software qualquer lembre se de checar o que veio junto. Pode parecer controverso, mas o fato é que após o malware instalado eles passam há saber o que está acontecendo em seu computador restringindo assim a tua liberdade e diminuindo a sua privacidade e fluxo de informações. Isto também vale para gmail e google crome!:

    http://youtu.be/T72fvkMv66g

    Resumindo, esses estão por trás da maioria das atividades criminosas, pois, é disso que eles vivem. Para “combater” o crime eles criam o crime: Problema – reação – solução. A destruição e o assassinato de pessoas inocentes são apenas instrumentos para exercer domínio psicológico sobre a população e fazer pressão sobre sociedades. Tudo isso graças há cumplicidade de mídia vigente, Hollywood (com seus filmes: Jogos Mortais, etc.) e dos ditos intelectuais desonestos que envenenam os meios acadêmicos e manipulam as informações de acordo com seus interesses espúrios. Alimentando assim o medo e servindo descaradamente aos propósitos de seus amos e senhores que apenas lambem e pedem mais… Sensacionalismo conveniente ou manipulação sistemática? Tirem as suas conclusões.

    Devemos levar em consideração que os criminosos desde o batedor de carteira ao psicopata contam com excelentes aliados: estruturas gigantescas de desinformação funcionado a pleno vapor e uma multidão embotada que aceita passivamente na ignorância da matrix: BBB, Fotebol, carnaval, drogas, jogos, etc.
    Então, ao contrario desses “agentes se passando por usuários para obter informações e tentar antecipar ações ou desmascarar criminosos.” eles estão ali para gerar esse tipo de ações com o intuito de criar aversão nos interessados. Pois, como o Wikileaks já provou, a deep web é um ótima iniciativa para por na mesa com sinceridade os fatos como um todo. E isso esses ditos senhores com paralisia intelectual aguda e verborréia crônica não querem!

    http://youtu.be/VRHdRATymAY

    http://youtu.be/8aItcElIgh8

    “O primeiro segredo para dirigir os seres humanos e ser senhor da opinião pública é semear a discórdia, a dúvida e criar pontos de vista opostos, o tempo necessário para que os seres humanos, perdidos nessa confusão, não se entendam mais e se persuadam de que é preferível não ter opinião pessoal quando se tratar de assuntos de Estado. É preciso atiçar as paixões do povo e criar uma literatura insípida, obscena e repugnante. O dever da imprensa é de mostrar a incapacidade dos não-iluminados em todos os domínios da vida religiosa e governamental. O segundo segredo consiste em exacerbar as fraquezas humanas, todos os maus hábitos, as paixões e os defeitos até o ponto em que reine total incompreensão entre os seres humanos… Para dominar o mundo, é preciso empregar vias indiretas procurar desmantelar os pilares sobre os quais repousa toda a verdadeira liberdade – a da jurisprudência, das eleições, da imprensa, da liberdade da pessoa e, principalmente, da educação e da formação do povo – e manter o mais estrito segredo sobre todo o empreendimento… É preciso semear a discórdia, as perturbações e as inimizades por toda a parte da Terra, para que os povos aprendam a conhecer o medo e que não sejam capazes de opor a menor resistência.” – Protocolos dos Sábios de Sião

    Reply
  41. Faz mais de um ano que eu ouvi falar da Deep Web, mas nunca tive coragem de procurar mais sobre esse assunto.

    Foi muito esclarecedor seu post Philipe (nossa escrevi seu nome certo?), o suficiente pra eu não me sentir muito motivada a baixar o TOR e a usa-lo.

    No entanto, esse tipo de bizarrices me faz lembrar coisas como oque uma amiga me disse uma vez: “Existe pelo menos uma pessoa no mundo capaz de fazer algo que você considera absurdo!”

    Bom, acho que ela tem razão…

    Reply
  42. Menguele antes de ser descoberto e telhado ao mundo, andava tranquilamente entre as pessoas, sem causar a mínima desconfiança das atrocidades que ele cometia.
    MEL… NÃO tenha duvidas o ser humano é capaz de coisas “humanamente” impossiveis, quando esta determimado e ou motivado, pode crer!

    Reply
  43. PARABÉNS FOR YOU!
    Um dos post com mais comentados ultimamente, entre outros! Também pudera, esse assunto é “porreta”, como dizia a “MARA”!

    Reply
  44. Muito bom o post. Só não entendo por que não desativam o Tor. Não bastaria fechar o acesso à deep web para acabar com essa imundice? Estou certo também que não deve ser assim tão simples. Você acha que pode explicar? Sou noob no assunto.

    Reply
  45. sim você falou apenas as partes ruins da dw, tem muito conteúdo de qualidade lá, que você não encontra facilmente, por exemplo eu sou web master, mas as vezes entro lá para pegar alguns frameworks, sem falar que o serial do seu windows veio tudo de lá, na verdade 90% dos crackers de jogos e programas vem de lá.

    Reply
  46. O que são os vilões do cinema, perto do que o ser humano se tornou ?

    Reply
  47. ALÔÔÔ! Gentiii! Essa deepweb é tudo com o que sempre sonhei, quero aprender conectar e entrar lá para ver todo esse furdunço. Preciso apenas proteger adequadamento o meu computador para ver “a vida como ela é!”.

    Reply
  48. que imagens chocantes!

    Reply
  49. Fiquei sabendo que tem outros meios de adentrar na deep web, mas esse mais avançado, pois requer alteração no proxy, modem (roteador) e outras coisas. Com isso você consegue acessar o que seriam camadas mais profundas e consequentemente veria os piores conteúdos possíveis, como assassinatos ao vivo, ataques terroristas, guerra e outras coisas más. Eu acabei desistindo da deep web, até acessava pelo tor, mas agora vejo que não serve mais pra mim, serviu como experiência, vi coisas ruins como : pedofilia (acessei sem querer, pois colei o link sem descrição), gore, um site de genitais de animais (WTF?) e de compra e vendas de drogas. Coisas boas mesmo eram muito poucas. Agora nem pretendo verificar mais a fundo, estou mais tranquilo também.

    Reply
  50. Fanático é o homem que se entrega a sua própria vontade, isso o destitui de sua própria definição de ser humano, por isso Amo o Evangelho de Jesus Cristo que condena todas nossas vontades loucas e absurdas.Nada que o homem faça no oculto assim ficará, pois em certo “tempo” todo conhecimento produzido por todas mentes e além disto será sabido publicamente a todos com capacidades de raciocínio.
    Boa postagem sobre o assunto, embora eu pessoalmente preferiria não ver algumas fotos postadas ainda que declaradas falsas, rsrs.

    Reply
  51. Deixe-me ver…o Tor, me libera acesso às camadas mais baixas da net, ou seja, os não http://www., correto?
    Isso me leva à segunda camada, os .onion.
    Supondo a existencia de demais camadas, posso acessá-las via Tor ou tenho que me utilizar de outros browsers?
    Sei que a primeira camada da internet liberada, a que todos acessam, tem a liberação através do http://www., a segunda faz-se através de sites criptografados. A questão é: como acesso as demais camadas?
    Abraços.

    Reply
  52. Muita gente fala muita merda por nao conhecer, a deep web na verdade é só a casquinha do sorvete, muitas coisas ”sombrias” que vemos lá, vemos por aqui na surface também , se procuramos coisas ruim na deep vamos encontrar, como em qualquer parte da internet ou da vida real, a deep tem muita coisa boa, ou coisas que se formos conseguir as vistas da sociedade ou da lei são ilicitas, como compra de remédios por exemplo, pois drogas são escolhas pessoais, sinceramente nunca vi ninguém obrigado a utilizar ou vender , só entra nisso quem quer, quem quer mesmo!, tanto como baixar livros , programas e filmes que pela lei também são crimes… Façam mil favores, porque não prendem pedofilos, gente que pratica violência contra animais, gente que rouba e mata? o mal é cometido por humanos e nos cerca por todos os lados, tanto quanto o bem só depende de nós!

    Reply
  53. Sensacional o blog, você sabe bastante sobre o assunto. Estou seguindo

    Reply
  54. existe um forum em portugues no darkweb o darktuga mas nas ultimas semanas tem tido problemas acho que foi ataques nao sei
    http://gv65yxs76cpzrygp.onion/

    Reply
  55. Há uma diferença entre chocar e surpreender. Esses bizarros raramente me surpreendem hoje em dia, mas sempre me chocam. Porém, me recuso a fechar os olhos e me autocensurar. Sou um adulto ou não sou? Preciso saber, por mais horrível que seja, o mundo TEM coisas boas, mas também tem esse lado que não pode ser ignorado.

    Reply
  56. Falam tanto da DW. Parece que todo mundo quer assustar os q não conhecem ainda.
    Acessem a Deep Web, matem a curiosidade. Não tem essa de pegar um monte de virus ou de policia monitorando vc.

    Reply
  57. Muito se fala da deep web, mas seu conteúdo seguiu apenas as mais de 200 abobrinhas disseminadas por aí acerca da mítica profundeza de sites apenas não indexados. Para os curiosos de plantão, eu gostaria que lessem uma matéria (e recomendo até para você, Kling, para sanar um pouco da pobreza do artigo postado, já que admiro muito seu site, mas infelizmente ele repetiu o sensacionalismo de outrem…) que simplesmente compõe a famosa deep web como ela realmente é:
    http://www.bitaites.org/internet/deep-web-submundo-horror-exagero-mito
    Espero ter iluminado um pouco suas sãs mentes cheias de indagações e vasta imaginação. A que ponto chegamos pela busca de audiência né? Eu entendo, é necessário sustentar um site, não é? E a si mesmo. Pode ser pelos ganhos que seu sensacionalismo anda influenciando essas dóceis cabecinhas ôcas.
    Boa noite!

    Reply
  58. ata

    Reply
  59. Cara, eu já ouvi falar sobre a verdadeira localização da Atlântida.. Talvez você pudesse dar uma checada, ver essas teorias da localização de Atlântida ou pegar mais fatos sobre a UVB-76.
    Abraços!

    Reply
  60. Olha Cleiton '

    Reply
  61. eu tenho avast pago(crackeado) vcs acham q e um com antiviros

    Reply

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

x
Clique em CURTIR para receber as melhores histórias da web!