27 Comentários

  1. Jackie

    Caraí, Platão tinha visões do Carnaval Carioca! É a descrição exata dos desfiles na Sapucaí!

    Responder
  2. Diego Correa Da Rocha Aguiar

    Excelente post. Ótima conclusão. Na hora em que estava me perguntando sobre a qualidade da foto, vc arrematou minha dúvida com Classe. Acho q o fundo do oceano tem muito mais mistérios que nosso sistema solar. Parabéns pelo post.

    Responder

  3. Cara, independentemente do nome da cidade ( e se o nome “Atlântida” é um nome dado a posteriori por outros povos) a existência de uma cidade ali, naquela região, destoa completamente do que arqueologia trabalhou empiricamente como ciência histórica. E o mais interessante é que para a submersão àquela profundidade do oceano, aquela cidade deve datar de mais de dez mil anos atrás (como dizia Platão sobre Atlântida), anterior ao fim da última era glacial e muito anterior às civilizações egípcia e mesopotâmica. E isso coloca as ciências históricas em polvorosa. O mais fácil será negar a evidência ou data-la de forma conveniente.

    Responder

    1. Eu acho que a datação desse sítio submerso provavelmente terá que levar em conta algumas questões geológicas do local. Poderia ser uma plataforma que afundou devido a alterações tectônicas, terremotos e tal? Acho possível, embora isso me pareça muito estranho, já que está fundo pra caralho. Essa profundidade tb contradiz o mito da Atlântida, uma vez que se Platão sabia da Ilha, pela profundidade, dá pra imaginar que quando Platão andava pela Grécia essa cidade já estava debaixo d´água há muitos e muitos séculos.
      É uma descoberta sensacional mas eu não entendo porque só agora eles voltam com isso como sendo uma novidade, já que não é. Minha hipótese é que o History fez isso porque já deve estar com um documentário sobre o caso em fase de finalização. É o famoso “requentar o assunto”.
      Sobre as pirâmides de vidro gigantes, até agora eu não achei nada além de falácias. Como dizem os céticos, “alegações extraordinárias exigem provas extraordinárias” e essas eu ainda não achei. O que significa que não existam, podem apenas não estar disponíveis a todos. Porém, acho estranho isso dada a espetaculosidade e o impacto sobre as ciências como História, Antropologia, Arqueologia, Geologia e etc.

      Responder

      1. Acho que o caso da “Atlântida de Platão” remete ao mesmo caso da “Tróia de Homero”, uma cidade real que passou, com os séculos, a ter um caráter mais mítico, entretanto, não menos real, como as escavações na Anatólia (hoje Turquia) referendam ter existido. Se não me engano, no Timeu, Platão diz ter recebido a informação sobre Atlântida de um sacerdote egípcio que já dizia ser essa história muito e muito antiga. A mitologia partiria da verdade, no caso.
        Essa cidade, independentemente do nome mítico a ser associada, é uma descoberta que muda e muito o status histórico. Ainda que tenham ocorrido terremotos (como se atribui ao fim da Atlantida), a datação da cidade (pela profundidade localizada) é o que mais me intriga, menos de 10.000 anos é inviável a não ser que creiamos em eventos apocaliptianos. Agora o porque de só “agora” re-divulgarem, não duvido nada que seja por ausência de orçamento para obtenção de mais e melhores dados.

        Responder
  4. Daniel R. Aguiar

    Valeu por destrinchar essa e história Philipe. Vc sempre acha coisas que eu não encontro, por mais que eu procure, como é o caso dessas fotos que eu ainda não tinha visto.

    Um grande abraço!

    Responder
  5. Jonas

    O post é bom Philipe, mas no final do texto o que você está fazendo é questionar a tecnologia dos pesquisadores. Acho difícil eles levarem em conta esse papo de “Atlântida”, e talvez a tecnologia do sonar utilizado possa revelar tipo de material, ou foi utilizado algum outro equipamento capaz de mostrar isso.

    Responder
  6. Catu

    Fala Camarada!
    Estou tentando acessar o post do UFO na Argentina, mas tá dando o seguinte erro:
    403: Forbidden
    Prefetching not allowed.

    Eu hein!

    Responder
  7. Casoares

    O Triangulo das Bermudas eu li e ficava intrigado com as coisas que o livro dizia terem acontecido.

    Outro “clássico” é Eram os Deuses Astronautas?, do Erich Von Daniken.

    Responder
  8. MAURICIO

    As conclusões não científicas terão sempre uma pitada de ácido lisérgico. As anomalias do Triangulo das Bermudas faz parte de uma enorme gama de efeitos porduzidos pelo fenômenos descoberto recentemente chamado “Inversão Magnética”. A maior inversão magnética do planeta está aberta na chamada “Falha do Atlantico”. Isto é 100 % científico e poderá pesquisá-lo em sites credenciados sobre Geomagnetismo e na propria NASA.

    Responder

    1. Isso é verdade, mas o problema é que a anomalia do Atlântico Sul está em cima do Brasil, e não do triângulo.

      Responder
  9. Fabiana

    Adorei este post! Também não acredito que seja Atlântida, mas ainda assim achei fascinante o fato de terem descoberto essa cidade submersa.. E as pirâmides tornam tudo ainda mais interessante! Adoro seu blog, sempre tem coisa muito interessante por aqui. Abraço!

    Responder
  10. Tamiris

    nossa no relato de Platão ele deixa bem claro que a historia da Atlântida foi passada de um egípcio para um grego e esse sacerdote ao houvir a historia desse grego sobre como se deu um enorme dilúvio, ele respondeu ao grego, que quando não se conhece a história de seu passado uma civilização inteira se torna novamente uma criança e deixou bem claro que os gregos eram descendente dos egípcios, se vocês pararem para pensar Atlântida é fato que se não fosse contado a nós teríamos que inventa-la, primeiro que há animas que nunca poderiam ter chegado a outros continentes se não existisse uma faixa de terra no atlântico, segundo que não são só os animais mais também as arvores e plantas que chegaram aqui e ninguém sabe explicar como, terceiro que todos as grandes civilizações que é um mistério hoje tinham os mesmos costumes apesar da longa distancia entre elas, quarto que todos nós no mundo inteiro compartilhamos as mesmas historias sobre um diluvio com um sobrevivente e um barco ou arca, se isso tudo não é indício dessa civilização, então acho que as piramides não existem, afinal Platão falou em uma que foi feita a 12000 anos, em seguida copiada pelo resto das civilizações. acho que você deveria melhorar a sua pesquisa voltada para as contruçoes encontrada nas ilhas ao redor do triangulo e verá que são picos de enormes montanha que afundaram mas deixarão sinais de civilizações que viverão a aproximadamente 12000 anos.

    Responder

  11. depois q quando o mundo deixou de ser pangeia algumas partes da terra se elevaram e umas desceram assim aquelas piramides de vidro pode ate ser do antigo egito ou nao tambem ate hoje nao conseguiram prova a localizacao exata de atlantida e nao seria mais facil se pegassem todos os livros q ja foram publicado e analizarem os seus mapas vai q tem uma combinacao ne?

    Responder

  12. acho q isso ai nao e a atlantida nao se for platao estava com poblema de olho quando a dicreveu em seu livro!

    Responder

  13. atlantida existe e essa cidade tmb mais as duas não são nada ligadas piramide e dos egipicios e a atralndida se for verdade e uma cidade grega ou seja diferença total

    Responder
  14. Edu

    Você não acha estranho que esta cidade tem o mesmo formato daquela cidade antiga que tem no Peru.E que Podem ter sido construídas pelo mesmo povo.

    Responder
  15. Olddinossaur

    ouvir essa história de um cara que estava lá, que viveu o perrengue, é muito massa. Agora, vamos voltar para o tópico do post. Uma cidade perdida ali? Sabe, como diz a minha vó:

    Esmola demais, o santo desconfia.KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Responder

  16. as fotos são estranhas não dá para acreditar muito,mas que tem muitas coisas para se descobrir no fundo do oceano não tenho duvidas disto

    Responder

  17. Então, cada um na sua "fantasia"ou no seu mundo. Eu acredito que realmente exista essa Pirâmide,mas de cristal,cristal branco de quartzo,
    .Você não acha que se fosse um "vidrinho' ja não teria se esmigalhado? E seu amigo piloto quase caiu por causa do efeito magnético do quinto elemento existente no interior dessa pirâmide ,isto tem muito a ver com a tal inversão magnética. .E como disse Einstein"a mente que se abre a uma nova ideia,jamais voltará ao seu tamanho original". Viajar na maionese nem pensar, prefiro viajar no universo crístico.

    Responder
  18. jeremias

    essa cidae e verdadeira,e se ta no triangulo das bermudas,o robo nao deveria pifa como todos?por-favor respondam

    Responder
    1. Philipe3d

      Nem tudo pifa no triângulo das Bermudas. Diariamente centenas de navios e aviões passam ali.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *