Pin It

Cidade perdida do Triângulo das Bermudas: Seria Atlântida?

Antiga cidade submersa é encontrada no Triângulo das Bermudas

Do Voz da Rússia

No fundo do oceano, na área do Triângulo das Bermudas, um grupo de cientistas canadenses descobriu uma cidade perdida.

Ao largo da costa de Cuba, um robô submarino tirou as fotografias das ruínas de edifícios, quatro pirâmides gigantes e um objeto parecido com estátua de uma esfinge.

Especialistas sugerem que os edifícios pertencem ao período pré-clássico do Caribe e da história da América Central. A antiga cidade podia ser habitada por uma civilização semelhante aos habitantes de Teotihuacán (cidade fantasma de cerca de 2000 anos, localizada a 50 km da cidade do México).

9285 543727668987524 1501749532 n Cidade perdida do Triângulo das Bermudas: Seria Atlântida?   Curiosidades

DESCOBERTAS RUÍNAS DE CIDADE SUBMERSA NA MISTERIOSA REGIÃO DO TRIÂNGULO DAS BERMUDAS

Do The History Channel

Uma busca conduzida pelos canadenses Paul Weinzweig e Pauline Zalitzki encontrou vestígios do que pode ser uma cidade submersa ao norte da costa leste de Cuba, no Triângulo das Bermudas, área também apelidada de Triângulo do Diabo por causa de desaparecimentos não esclarecidos de aviões e barcos na região.

Com a ajuda de um robô, os investigadores encontraram ruínas a 700 metros de profundidade e não demorou muito para que os achados fossem vinculados ao mito de Atlântida ou Atlantis, um continente mencionado pelo filósofo grego Platão, que teria existido há aproximadamente 10 mil anos e que teria sucumbido diante de um terremoto, uma erupção vulcânica ou uma inundação.

As imagens obtidas pelos especialistas permitem visualizar com nitidez construções arquitetônicas que só poderiam ter sido feitas pelas homens, como monólitos com inscrições e pirâmides, uma delas de vidro. De acordo com os cientistas, estas ruínas poderiam ser de um período pré-clássico da história do Caribe e da América Central.

 

Desde pequeno, sou fascinado pelo tema “Triângulo das Bermudas”. Lembro que meu pai certa vez comprou este livro aqui, que li aos nove anos, e virou minha protocabeça de psiconerd de cabeça para baixo:

O TRIANGULO DAS BERMUDAS 1230925261P Cidade perdida do Triângulo das Bermudas: Seria Atlântida?   Curiosidades

Hoje, já véio, eu tenho uma outra visão, um pouco menos viajante e crédula sobre o que rola no Triângulo das Bermudas, embora ainda existam coisas inexplicáveis que acontecem lá. Eu mesmo tenho um conhecido que quase caiu com o avião ali. (O cara é piloto)

Ele me disse que certa vez estava viajando com destino a Fort Lauderdale, na Flórida. Era um avião de porte médio e o co-piloto dormia ao lado dele. Ao passar no triângulo das Bermudas, o cara viu os instrumentos simplesmente “pirarem na batatinha”.  Todas as bússolas (inclusive a eletrônica) surtaram. E depois estabilizou, mas apontando uma direção completamente errada. Como ele estava ligado que o lugar era “estranho” (o cara é fascinado com ufologia e assuntos correlatos) manteve o vôo, ignorando deliberadamente os instrumentos. Ele me disse que quando o co-piloto acordou, começou a gritar desesperado ao ver a direção que a aeronave indicava: – Porra! Você vai matar a gente!!!

Ele disse que penou para convencer o co-piloto que os dados estavam  errados (em particular ele me disse que até ameaçou dar porrada no cara) e que o certo seria ignorar os instrumentos de bordo. Foi uma decisão que segundo ele, provocou-lhe um dos maiores cagaços na vida. Mas assim que eles saíram do triângulo, uma nova “pane” aconteceu e tudo voltou ao normal. Se tivessem seguido os instrumentos pirados, possivelmente teriam caído no mar. O cagaço foi tanto que eles pousaram o avião em Miami.

Ouvir essa história de um cara que estava lá, que viveu o perrengue, é muito massa. Agora, vamos voltar para o tópico do post. Uma cidade perdida ali? Sabe, como diz a minha vó:

Esmola demais, o santo desconfia.

Por que estou dizendo isso? Porque eu suponho, que o lugar da descoberta não seja no triângulo das Bermudas, mas sim perto dele. A mídia, tentando dar um Migué pro assunto bombar, deu uma “puxadinha” na parada. Primeiro que o bagulho já havia sido “encontrado” em 2001. Mas deram pouca bola. Dá um confere aqui na matéria da BBC.

1697038 cuba guana pnsula 300map Cidade perdida do Triângulo das Bermudas: Seria Atlântida?   Curiosidades

A estrutura reportada na notícia antiga estava a 650 metros de profundidade. Fundo Bragarai!

Na época, eles disseram que ainda não entendiam a natureza exata de sua descoberta, mas que já tinham um plano para iniciar uma análise aprofundada do sítio arqueológico submarino – perto da  ponta da península de Guanahacabibes.

A Advanced Digital Communications é uma das quatro empresas que trabalham na joint venture com o governo de Cuba para explorar águas cubanas, que possuem centenas de tesouros em naufrágios de navios da época colonial espanhola.

Os primeiros exploradores avistaram a cidade debaixo d’água quando a sonda de análise submarina gerou  imagens de estruturas de pedra simetricamente organizados que lembram de um desenvolvimento urbano.

É uma estrutura realmente maravilhosa o que realmente parece que ele poderia ter sido um grande centro urbano

Disse a exploradora Paulina Zelitsky
Em julho, os investigadores retornaram ao local com um dispositivo robô exploratório capazes de trabalho  avançado de filmagens subaquáticas.

As imagens do robô trazidas confirmou a presença de enormes blocos lisos com a aparência de granito cortado. Alguns dos blocos foram construídos em formas de pirâmide, outros eram circulares, disseram pesquisadores. Eles acreditam que essas formações poderiam ter sido construídas mais de 6.000 anos atrás, uma data que antecede as grandes pirâmides do Egito por 1.500 anos.

 

Assim, tudo me leva a crer que essa “Altântida” que neguinho corre para arrotar na mídia é esse lugar aí já descoberto antes.

Agora vamos analisar o segundo elemento que causou muita discussão em foruns da internet. A qualidade da foto que acompanha a notícia sensacionalista. Se você já esqueceu qual, é esta aqui:

9285 543727668987524 1501749532 n Cidade perdida do Triângulo das Bermudas: Seria Atlântida?   Curiosidades

 

Metade das pessoas que não acreditavam nela estavam dizendo coisas como “parece uma maquete”. Ou coisas um pouco mais sensatas como ” Não tem jeito de tirar uma foto tão profunda de maneira tão nítida”.

De fato as duas conclusões são bastante pertinentes no que concerne o desmascaramento da “foto”. No entanto, a minha suspeita é que a “foto” nunca foi uma “foto” e sim uma imagem gerada por computador, baseada nas leituras de dados dos sonares de rastreio. É por isso que parece tão fajuto.

Outra coisa, de onde que neguinho tira que isso aí é Atlântida? Eu penso que Altântida é uma concepção fictícia. Uma utopia grega.  Na descrição de Platão Atlântida era assim:

 

atlantida08 Cidade perdida do Triângulo das Bermudas: Seria Atlântida?   Curiosidades

Também havia florestas abundantes de onde se extraía a madeira e campos que alimentavam pessoas e animais domésticos e selvagens. Havia um grande número de elefantes na ilha Atlântica e outros variados tipos de animais, de lagos e montanhas, rios e planícies. [Os atlânticos possuíam também deliciosas] … fragrâncias, perfumes, extraídos de raízes, ervas, flores e frutas. [Havia pomares ... e templos, palácios, portos, docas. Os palácios no interior da cidadela eram construídos com um templo, dedicado a Cleito e Poseidon no centro, extremamente inacessível e rodeado de ouro; foi o lugar onde nasceram os dez príncipes e onde eram realizados rituais anuais... Todo o exterior do templo era coberto de prata, e os pináculos [torres] de ouro. O interior do templo era de mármore decorado com ouro, prata e orichalcum… estátuas de ouro, como a do próprio deus [Poseidon] em sua carruagem de seis cavalos alados, cercado de Nereidas e golfinhos… Do lado de fora, rodeando o templo, havia vinte estátuas de ouro, representando os príncipes e suas mulheres… Havia fontes de água quente e fria… Havia muitos templos dedicados a muitos deuses… jardins e lugares para o laser. Alguns somente para os homens… [e havia haras, pistas para cavalos]… As docas estavam sempre repletas de naus trirremes e armazéns por onde circulavam mercadores de todo o mundo… ? 

O TEXTO DE PLATÃO TERMINA ABRUPTAMENTE

fonte: http://livro-esoterico.blogspot.com/2009/12/fragmento-de-timeu-e-critias…

Ora bolas, não tem nada ali que indique que tenha relação com a Atlântida da descrição de Platão.

Eu cavuquei a internet atrás de mais imagens e consegui algumas:

010 Cidade perdida do Triângulo das Bermudas: Seria Atlântida?   Curiosidades 011 Cidade perdida do Triângulo das Bermudas: Seria Atlântida?   Curiosidades 03 2 Cidade perdida do Triângulo das Bermudas: Seria Atlântida?   Curiosidades 04 2 Cidade perdida do Triângulo das Bermudas: Seria Atlântida?   Curiosidades 05 2 Cidade perdida do Triângulo das Bermudas: Seria Atlântida?   Curiosidades 07 2 Cidade perdida do Triângulo das Bermudas: Seria Atlântida?   Curiosidades 08 2 Cidade perdida do Triângulo das Bermudas: Seria Atlântida?   Curiosidades 09 2 Cidade perdida do Triângulo das Bermudas: Seria Atlântida?   Curiosidades atlantis Cidade perdida do Triângulo das Bermudas: Seria Atlântida?   Curiosidades

Me parece bastante óbvio que não tem como aquelas paredes ali serem naturais. Certamente é uma cidade perdida, ou ruínas de uma. Mas daí dizer que é Atlântida é um Puuuta exagero. Até porque, pelo que parece, dada a profundidade em que o achado se encontra, a cidade poderia ser muito anterior ao que se pensava que Atlântida poderia ser.

Sabemos que com a acomodação das placas tectônicas, grandes áreas do oceano se elevaram e outras baixaram. Minha hipótese é que esses carinhas aí se deram mal. Mas você pderia estar se perguntando de onde surgiu aquela ideia estapafúrdia de uma Pirâmide de vidro.

Prepare-se, aperte seu cinto de segurança contra viagem na maionese que as coisas vão ficar meio bizarras daqui em diante:

 

0338 Cidade perdida do Triângulo das Bermudas: Seria Atlântida?   Curiosidades

 

Nos documentos do Serviço Hidrográfico da Marinha dos Estados Unidos em agosto de 1948, está a  primeira menção da montanha apelidada de “Espião americano”.

Esta enorme montanha levantou-se supostamente de uma profundidade de 4400 m e atingindo 37 m da superfície do mar. No entanto, cada tentativa de medição feita em setembro de 1964, levada à cabo  pelo americano Risledovatelski no navio “Atlântida-11″, mostrou que não exista uma montanha tão alta. Geólogos chegaram à conclusão de que os relatórios de montanhas submarinas foram resultantes do chamado. “Fundo falso”.

Em meados da década de 80, o famoso “caçador de Atlântida” o americano Charles Belitz (o cara que fez o livro que citei no início do post) organizou uma expedição especial para estudar os fenômenos que ocorrem periodicamente ali no chamado. “Triângulo das Bermudas”.

Em seu navio de investigação, ele usou um sonar, que foi capaz de registrar a uma profundidade de 400m “alguma coisa”, que se assemelhava a uma pirâmide incrível. Após uma pesquisa complementar, os membros da expedição se surpreenderam ao constatar que a formação era uma réplica exata da pirâmide de Quéops no Egito. Altura chegava a imponentes 150 metros e estranhamente, estavam mantidos exatamente iguais os comprimentos dos quatro lados.

No verão de 1991, oceanógrafos americanos em suas pesquisas no fundo do oceano, descobriram uma nova pirâmide, que estaria localizada aproximadamente no meio do triângulo, e cujas dimensões eram três vezes maiores que as dimensões da pirâmide de Quéops.

Depois de processar os dados compilados pelo equipamento de sonar, os caras concluíram que a superfície dessa pirâmide escalafobética era perfeitamente lisa e parecia com algo similar ao vidro ou gelo. Logico que esta história se tornou uma sensação, o que foi discutida em uma conferência de imprensa especial realizada na Flórida.

Na ocasião, os participantes, alguns membros do jornalismo americano e também jornais latino-americanos receberam inúmeras fotografias e relatórios com os resultados da pesquisa. O que eles fizeram? Nada. Estranhamente, ninguém publicou aquela estupenda novidade. De acordo com os dados do sonar ultra-sensível e analises de computador, os cientistas reunidos no navio de investigação por varredura estavam convictos de que ela era mesmo grande e perfeitamente lisa, não apresentando nenhum tipo de rugosidade característica de corais, esponjas, e erosão marinha como é comum no fundo do oceano. Ela mesma não tinha quaisquer emendas, furos ou rachaduras visíveis. A conclusão que eles chegaram era tão inusitada quanto a descoberta poderia ser: A chave do Enigma provavelmente residia no fato de que esta região é fortemente marcada pela observação direta do fenômeno UFO. Naves entrando e saindo do mar naquela região são coisas relativamente comuns. Simultaneamente, a opinião dos cientistas e vários associados dos serviços especiais dos Estados Unidos têm acesso a informações específicas sobre o assunto das anomalias na região do triângulo das Bermudas. Ligando tudo isso, eles concluíram que a estranha “pirâmide de vidro” é parte de um complexo de energia desconhecida construído não se sabe quando e nem por quem, mas que provavelmente está ligado direta ou indiretamente ao fenômeno UFO local.

Posteriormente, um grupo semelhante de construções na forma de pirâmides luminosas foram descobertos recentemente em torno de trincheira sul da costa do Chile Belinshauzen a uma profundidade de 6000 metros. No início de 2003, o mundo soube da descoberta de duas pirâmides a mais na área do triângulo das Bermudas.

Desta vez a oceanógrafa Verlag Mayer usou equipamentos especiais para tentar entender as pirâmides. Ela voltou à paradoxal conclusão de que as pirâmides são construídas de vidro, sendo que sua a tecnologia de implementação permanece um segredo para os cientistas ainda hoje.

Comparando dados de estudos anteriores e atuais, os pesquisadores concluíram que a “Pirâmide de vidro” teria sido construída a cerca de 500 anos atrás.

fonte

Gente, vamos pensar racionalmente por um instante. Eu não sei se é muita viagem na maionese para uma pessoa só conceber pirâmides de vidro gigantes no fundo do mar. Eu não sei se isso é verdade ou não, pode até ser, mas eu acho muito improvável. Porque como que um sonar pode dizer que uma pirâmide é de vidro? Não pode, meu. Se ela for de pedra, lisa, aí tudo bem. Mas de onde que nego tira que é de vidro? Me parece aquele tipo de viagem new age, onde se pega um pouquinho de cada teoria, bate no liquidificador e adiciona ácido lisérgico à gosto, sabe?
Agora, quanto as anomalias na área do triângulo, isso eu acredito, porque como já falei, tenho um conhecido que quase caiu de avião ali por causa disso, então eu não acho que ele seja de inventar histórias. Isso estaria relacionado com a pirâmide de vidro supostamente alienígena? Talvez, não posso provar nem que sim, nem que não.
O que nós sabemos é que o Mundo é Gump. E só nos resta esperar o desenrolar desses estranhos fatos.

25 Comments

  1. Caraí, Platão tinha visões do Carnaval Carioca! É a descrição exata dos desfiles na Sapucaí!

    Reply
    • Hahahaha pode crer!

      Reply
  2. Excelente post. Ótima conclusão. Na hora em que estava me perguntando sobre a qualidade da foto, vc arrematou minha dúvida com Classe. Acho q o fundo do oceano tem muito mais mistérios que nosso sistema solar. Parabéns pelo post.

    Reply
  3. Cara, independentemente do nome da cidade ( e se o nome “Atlântida” é um nome dado a posteriori por outros povos) a existência de uma cidade ali, naquela região, destoa completamente do que arqueologia trabalhou empiricamente como ciência histórica. E o mais interessante é que para a submersão àquela profundidade do oceano, aquela cidade deve datar de mais de dez mil anos atrás (como dizia Platão sobre Atlântida), anterior ao fim da última era glacial e muito anterior às civilizações egípcia e mesopotâmica. E isso coloca as ciências históricas em polvorosa. O mais fácil será negar a evidência ou data-la de forma conveniente.

    Reply
    • Eu acho que a datação desse sítio submerso provavelmente terá que levar em conta algumas questões geológicas do local. Poderia ser uma plataforma que afundou devido a alterações tectônicas, terremotos e tal? Acho possível, embora isso me pareça muito estranho, já que está fundo pra caralho. Essa profundidade tb contradiz o mito da Atlântida, uma vez que se Platão sabia da Ilha, pela profundidade, dá pra imaginar que quando Platão andava pela Grécia essa cidade já estava debaixo d´água há muitos e muitos séculos.
      É uma descoberta sensacional mas eu não entendo porque só agora eles voltam com isso como sendo uma novidade, já que não é. Minha hipótese é que o History fez isso porque já deve estar com um documentário sobre o caso em fase de finalização. É o famoso “requentar o assunto”.
      Sobre as pirâmides de vidro gigantes, até agora eu não achei nada além de falácias. Como dizem os céticos, “alegações extraordinárias exigem provas extraordinárias” e essas eu ainda não achei. O que significa que não existam, podem apenas não estar disponíveis a todos. Porém, acho estranho isso dada a espetaculosidade e o impacto sobre as ciências como História, Antropologia, Arqueologia, Geologia e etc.

      Reply
      • Acho que o caso da “Atlântida de Platão” remete ao mesmo caso da “Tróia de Homero”, uma cidade real que passou, com os séculos, a ter um caráter mais mítico, entretanto, não menos real, como as escavações na Anatólia (hoje Turquia) referendam ter existido. Se não me engano, no Timeu, Platão diz ter recebido a informação sobre Atlântida de um sacerdote egípcio que já dizia ser essa história muito e muito antiga. A mitologia partiria da verdade, no caso.
        Essa cidade, independentemente do nome mítico a ser associada, é uma descoberta que muda e muito o status histórico. Ainda que tenham ocorrido terremotos (como se atribui ao fim da Atlantida), a datação da cidade (pela profundidade localizada) é o que mais me intriga, menos de 10.000 anos é inviável a não ser que creiamos em eventos apocaliptianos. Agora o porque de só “agora” re-divulgarem, não duvido nada que seja por ausência de orçamento para obtenção de mais e melhores dados.

        Reply
  4. Valeu por destrinchar essa e história Philipe. Vc sempre acha coisas que eu não encontro, por mais que eu procure, como é o caso dessas fotos que eu ainda não tinha visto.

    Um grande abraço!

    Reply
  5. O post é bom Philipe, mas no final do texto o que você está fazendo é questionar a tecnologia dos pesquisadores. Acho difícil eles levarem em conta esse papo de “Atlântida”, e talvez a tecnologia do sonar utilizado possa revelar tipo de material, ou foi utilizado algum outro equipamento capaz de mostrar isso.

    Reply
  6. Fala Camarada!
    Estou tentando acessar o post do UFO na Argentina, mas tá dando o seguinte erro:
    403: Forbidden
    Prefetching not allowed.

    Eu hein!

    Reply
    • Pelo erro é bug no servidor do site dos caras lá.

      Reply
  7. O Triangulo das Bermudas eu li e ficava intrigado com as coisas que o livro dizia terem acontecido.

    Outro “clássico” é Eram os Deuses Astronautas?, do Erich Von Daniken.

    Reply
    • Verdade. Foi uma dupla dinâmica que afetou minha infância. Depois deles mergulhei na revista Planeta.

      Reply
  8. As conclusões não científicas terão sempre uma pitada de ácido lisérgico. As anomalias do Triangulo das Bermudas faz parte de uma enorme gama de efeitos porduzidos pelo fenômenos descoberto recentemente chamado “Inversão Magnética”. A maior inversão magnética do planeta está aberta na chamada “Falha do Atlantico”. Isto é 100 % científico e poderá pesquisá-lo em sites credenciados sobre Geomagnetismo e na propria NASA.

    Reply
    • Isso é verdade, mas o problema é que a anomalia do Atlântico Sul está em cima do Brasil, e não do triângulo.

      Reply
  9. Adorei este post! Também não acredito que seja Atlântida, mas ainda assim achei fascinante o fato de terem descoberto essa cidade submersa.. E as pirâmides tornam tudo ainda mais interessante! Adoro seu blog, sempre tem coisa muito interessante por aqui. Abraço!

    Reply
  10. Escalofobetico!!!! kkkkkkkkkkkkkk

    Reply
  11. nossa no relato de Platão ele deixa bem claro que a historia da Atlântida foi passada de um egípcio para um grego e esse sacerdote ao houvir a historia desse grego sobre como se deu um enorme dilúvio, ele respondeu ao grego, que quando não se conhece a história de seu passado uma civilização inteira se torna novamente uma criança e deixou bem claro que os gregos eram descendente dos egípcios, se vocês pararem para pensar Atlântida é fato que se não fosse contado a nós teríamos que inventa-la, primeiro que há animas que nunca poderiam ter chegado a outros continentes se não existisse uma faixa de terra no atlântico, segundo que não são só os animais mais também as arvores e plantas que chegaram aqui e ninguém sabe explicar como, terceiro que todos as grandes civilizações que é um mistério hoje tinham os mesmos costumes apesar da longa distancia entre elas, quarto que todos nós no mundo inteiro compartilhamos as mesmas historias sobre um diluvio com um sobrevivente e um barco ou arca, se isso tudo não é indício dessa civilização, então acho que as piramides não existem, afinal Platão falou em uma que foi feita a 12000 anos, em seguida copiada pelo resto das civilizações. acho que você deveria melhorar a sua pesquisa voltada para as contruçoes encontrada nas ilhas ao redor do triangulo e verá que são picos de enormes montanha que afundaram mas deixarão sinais de civilizações que viverão a aproximadamente 12000 anos.

    Reply
  12. depois q quando o mundo deixou de ser pangeia algumas partes da terra se elevaram e umas desceram assim aquelas piramides de vidro pode ate ser do antigo egito ou nao tambem ate hoje nao conseguiram prova a localizacao exata de atlantida e nao seria mais facil se pegassem todos os livros q ja foram publicado e analizarem os seus mapas vai q tem uma combinacao ne?

    Reply
  13. acho q isso ai nao e a atlantida nao se for platao estava com poblema de olho quando a dicreveu em seu livro!

    Reply
  14. atlantida existe e essa cidade tmb mais as duas não são nada ligadas piramide e dos egipicios e a atralndida se for verdade e uma cidade grega ou seja diferença total

    Reply
  15. Você não acha estranho que esta cidade tem o mesmo formato daquela cidade antiga que tem no Peru.E que Podem ter sido construídas pelo mesmo povo.

    Reply
  16. ouvir essa história de um cara que estava lá, que viveu o perrengue, é muito massa. Agora, vamos voltar para o tópico do post. Uma cidade perdida ali? Sabe, como diz a minha vó:

    Esmola demais, o santo desconfia.KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Reply
  17. as fotos são estranhas não dá para acreditar muito,mas que tem muitas coisas para se descobrir no fundo do oceano não tenho duvidas disto

    Reply
  18. Des de pequeno q sou fasinado por atlantida”

    Reply
  19. Então, cada um na sua "fantasia"ou no seu mundo. Eu acredito que realmente exista essa Pirâmide,mas de cristal,cristal branco de quartzo,
    .Você não acha que se fosse um "vidrinho' ja não teria se esmigalhado? E seu amigo piloto quase caiu por causa do efeito magnético do quinto elemento existente no interior dessa pirâmide ,isto tem muito a ver com a tal inversão magnética. .E como disse Einstein"a mente que se abre a uma nova ideia,jamais voltará ao seu tamanho original". Viajar na maionese nem pensar, prefiro viajar no universo crístico.

    Reply

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

x
Clique em CURTIR para receber as melhores histórias da web!