Como fazer para comprar pela internet

Ontem eu estava conversando com amigos quando mencionei sobre o jogo que eu comprei no Mercado Livre. Imediatamente uma das pessoas que conversava comigo arregalou os olhos: “Mas você comprou na internet??”

Ela falou como se fosse a maior maluquice do universo comprar um produto pela internet. Continuamos a conversa e eu pude perceber que na verdade, esta pessoa não apenas ignorava como funciona a compra pela internet como também estava com a cabeça recheada de medos e terrores sobre “rááááquerrrrs”.

Enquanto a pessoa desfiava um longo rosário obre como é perigoso comprar na internet, coisa que ela mesma nunca fez, eu fiquei pensando neste post. De fato, embora os hábitos de comprar pela internet venham aumentando significativamente nos últimos anos, muitas pessoas ainda tem medo, ou simplesmente não sabem o básico do básico para iniciarem neste universo infinito de possibilidades. Este post visa criar um link para onde eu possa mais tarde enviar amigos e parentes, que não fazem nem ideia por onde começar. Para os que estão habituados a comprar na internet, este post pode parecer chover no molhado. Peço desculpas, mas é parte dos objetivos do meu blog dar dicas e ajudar a quem não sabe.

COMECE DO COMEÇO

Ninguém sai da noite para o dia comprando pela internet. Antes de fazer isso, é preciso entender basicamente O QUE É a internet.

Simplificando muito para efeito didático…


A internet é um lugar virtual onde qualquer um, em qualquer lugar que tenha um provedor de acesso poderá acessar qualquer site na rede. E qualquer um que tenha acesso a um provedor pode construir um site que possa ser acessado por qualquer outra pessoa.

É necessário um equipamento básico para poder acessar as páginas. Este equipamento pode ser seu computador, seu palmtop, seu celular e até mesmo seu videogame. No futuro, até geladeira irá acessar a internet.

As páginas da internet não ficam num lugar só. Elas estão espalhadas pelo mundo todo, em milhões de computadores diferentes, que ficam, ligados (pelo menos deveriam) o tempo todo. Esses computadores nós chamamos de servidores. Assim, todo site de toda pessoa ou empresa que estiver na internet, é basicamente um monte de arquivos de instrução, que são escritos em diferentes linguagens e tecnologias. Esses arquivos ficam dentro dos servidores e o seu navegador (o programa que você usa no seu computador, telefone, palm ou videogame) carrega os arquivos para “montar o site” bem aí na sua frente.

Isso é a internet. Pelo menos o básico. É isso que chamamos de WWW  (grande teia mundial). E é por isso que a maioria dos sites começa com o www.

Assim, para comprar na internet é preciso que você primeiro encontre o seu produto. A internet é diferente de um shopping center, onde 99,9% das coisas que você vê estão à venda. Na internet existem coisas de graça, e existem coisas pagas. Como este post fala sobre comprar, vamos focalizar apenas as coisas pagas.

Há muitos lugares onde você vai encontrar produtos. Hoje quase todo site te mostra dicas de produtos e coisas para comprar.

Então aqui vai a minha primeira dica importante: Não se arrisque em sites desconhecidos.

Lembra que eu falei que qualquer um pode criar um site? Isso vale para as pessoas/empresas honestas e também para as pessoas/empresas desonestas.

Saber diferenciar uma empresa honesta de uma desonesta é um grande problema. Muitas vezes, o usuário com pouca experiência pode ser seduzido por fotos lindas de um produto, exibido por um preço absurdamente abaixo do valor de mercado. Compelido a comprar, o usuário corre os riscos de cair em armadilhas.

No shopping, você pega o dinheiro e entrega na mão do vendedor, que por sua vez te entrega o produto. Mas na internet, como você não está num lugar físico, isso é impossível. Então…

COMO FUNCIONA A COMPRA NA INTERNET?

Simples. Você vai na pagina do produto. Geralmente haverá um botão de “comprar”. Você clica nele e o site vai abrir uma outra pagina, que irá pedir seus dados bancários. Geralmente o número de um cartão de crédito.

Não haverá maiores problemas se:

1- Seu computador estiver livre de vírus

2-Você estiver fazendo isso num computador próprio (evite comprar em computadores usados por varias pessoas ou em redes notoriamente inseguras. Na dúvida, não compre.)

Depois que você colocou os dados e efetuou a compra, é só esperar que o correio (ou transportadoras privadas) se encarregarão de entregar o produto na sua casa. Geralmente, o prazo de entrega é definido pelo fornecedor, no ato da compra.

Eu nunca tive problemas comprando da internet e faço isso há muito tempo. Ocorre que eu sigo o primeiro mandamento: Eu nunca compro em lojas que não conheço bem. Saber separar os riscos envolve alguma prática de internet. O que eu posso dizer é que você correrá menor risco se comprar em lojas que existem também no mundo real.

Este é o caso das Casas Bahia, Saraiva, Ricardo Eletro, Fnac, Americanas.com entre outras.

Não estou dizendo aqui que lojas totalmente virtuais sejam inseguras. Não é isso. Estamos falando de reduzir os riscos. Existem muitas lojas virtuais seguras. Por exemplo, uma das mais conhecidas é o Submarino. O meu blog tem até uma loja que mostra os produtos lá do submarino (e a venda é feita lá). Saca só.

As pessoas compram de tudo lá no Submarino. É tipo um shopping, onde você compra de geladeira a CD.

É importante notar que não é o visual da loja ser “moderno” ou “bonito” que vai fazer ela ser séria. Ocorre que devido ao processo de criar um site ter se simplificado nos últimos anos, muitas pessoas aproveitam-se dos conhecimentos de informática para criar “lojas” que vendem produtos fantasmas. Muitas vezes até copiando lojas que já existem. Nelas a sua grana some, mas o produto nunca chega. Então, é natural que uma pessoa sem conhecimento que caia de cara numa loja “pesca trouxa” dessas, acabe encarando as compras pela internet um grande e perigoso risco e generalizando isso para toda compra, em qualquer site.

E é por isso que vamos ao segundo mandamento: NUNCA CONFIE EM PRODUTOS OFERECIDOS POR EMAIL

Hoje basta vinte merréis para comprar um cd com milhões de endereços de email e um programinha para enviar SPAM. Spam é um email indesejado que mandam pra você. (90% dos Spams tem como objetivo vender coisas)

Vamos dizer que você receba no seu email uma oferta com uma linda foto de um aparelho de ar condicionado que está à venda em promoção relâmpago por 10% do valor real do mesmo aparelho na loja. Muitas pessoas ingênuas clicam na propaganda, indo parar numa loja “pesca trouxa”. Pode até não ser. Pode realmente se tratar de um aparelho barato, mas a pergunta que eu faço é: Sabendo que muitas dessas mensagens são ferramentas de bandidos, criadas para obter os dados do seu cartão de crédito, isso vale o risco? Não! Então, afaste-se sempre que puder de emails indesejados com produtos baratos demais. Lembre-se do ditado:  “laranja madura na beira da estrada, ou está bichada ou tem marimbondo no pé”.

Eu vou te contar que basicamente compro tudo que quero em no máximo cinco sites diferentes, que abrangem um leque enorme de possibilidades. Muitas vezes eu navego entre eles, buscando os melhores preços ali dentro. Lá fora, em lojas desconhecidas, sempre haverá alguém com preços irrisórios para o mesmo produto, mas eu não me arrisco.

Uma coisa que tenho feito nos últimos anos, é comprar no Mercado Livre. Nunca tive problemas comprando lá. Clique aqui para se cadastrar no mercado livre

Ao se cadastrar lá, (é grátis) você passa a poder comprar e a poder vender o que desejar, levando seus produtos a milhões de compradores em potencial e achando milhões de produtos, alguns com preços sensacionais.

O mercado livre é um tipo de site diferente da Americanas.com e do Submarino. Lá no mercado livre, eles não são uma loja virtual, mas um tipo de site onde qualquer um que se cadastrar, pode vender seus produtos. O lucro deles se baseia na comissão, que o  mercado livre cobra pela venda ao vendedor. Tem de casa a computador, carro, anel, chaveiro, camisinha, enfim, tudo que você puder imaginar vende lá.

Então, o Mercado livre é um lugar onde existe muitas lojas reais anunciando seus produtos, muitas pessoas físicas vendendo coisas novas e usadas, e como em todo lugar do mundo, pode haver pessoas desonestas tentando ludibriar os incautos, embora isso nunca tenha me acontecido.

Para evitar isso, eles inventaram um sistema de reputação, onde a cada compra feita, o vendedor e o comprador são obrigados a qualificar um ao outro. Isso faz com que pessoas que se ferraram, baixem o sarrafo no cara que lhes sacaneou, e as pessoas que foram bem atendidas, qualifiquem positivamente o vendedor.

O segredo está em escolher para comprar apenas vendedores que tem boas qualificações. Parece simples? E é.

Eu nunca tenho problemas comprando no Mercado Livre, porque lá eu pago com “mercado pago” e só escolho vendedores que sejam bem qualificados. Neutro pra baixo eu não arrisco. Prefiro pagar mais caro a arriscar.

O tal do “Mercado Pago” é um tipo de sistema de pagamento próprio do mercado livre. É tipo um Banco que eles tem. Você pode gerar um boleto e ir na sua agência bancaria e pagar um determinado valor (no caso o valor do produto) para o mercado livre. Este dinheiro vai aparecer lá na sua conta do mercado pago. A grana vai ficar lá guardadinha, até você decidir gastá-la.

No sistema de mercado pago, você faz a compra de forma normal. Você escolhe o produto do mercado livre, e se vendedor aceitar esta forma de pagamento (desconfie de quem não aceita) você manda pagar. Em seguida vai chegar um email do sistema, dizendo o nome o tel e o email do vendedor. Você entra em contato com o cara para combinar o envio.  O computador do site também manda lá pro vendedor o seu nome, email e tel, dizendo que ele já pode enviar a mercadoria.

Nesta fase, a grana saiu da minha conta do mercado pago, mas ainda não foi para a conta do vendedor. É aí que está a sacação da coisa. A grana fica “reservada” pelo sistema até que eu avise ao mercado pago que recebi o produto. Só então eu libero o dinheiro para cair na conta do vendedor.

Mas e se eu fosse um sacana, e não liberasse a grana, mesmo depois do produto chegar na minha casa? Simples. O mercado pago te dá um prazo de dez dias para liberar. Se em dez dias você não liberar o pagamento ao vendedor, ele paga o cara automaticamente. Isso evita que o vendedor tome prejuízo com compradores sacanas.

E como ele só recebe depois de liberado o pagamento pelo comprador, o sistema evita que vendedores safados ganhem a grana sem entregar o produto.

Se por algum motivo alheio a vontade dos dois, o produto sumiu, extraviou ou não chegou devido a greve dos correios e etc, o comprador avisa o sistema, que avisa ao vendedor e segura o pagamento até que ambos estejam de acordo.

Assim, pelo sistema chamado mercado pago, você não paga o vendedor. Você paga pro mercado livre e é o mercado livre que vai pagar pro vendedor. Isso aumenta muito a segurança na relação de compra e venda.

O mercado pago funciona também com cartões de credito e boleto bancário (uma boa solução para quem não usa cartão de crédito).

Uma das vantagens da internet, é poder comprar no exterior. A internet aproxima pessoas interessadas em vender e comprar de todos os lugares do mundo. É fácil se deparar com  bons produtos e bons preços  em sites internacionais. Em todo caso, as dicas de só comprar e sites confiáveis continuam valendo. Mas agora com um adendo: EVITE AO MÁXIMO COLOCAR OS DADOS DO CARTÃO DE CREDITO EM SITES DA INTERNET

Mas sem colocar os dados do cartão, como você faz para pagar? Simples. Eu uso o Paypal. O Paypal foi um sistema de pagamentos digitais criado justamente para evitar o risco de ter seus dados de cartão roubados ou usados de forma perigosa.

No sistema Paypal, você cria uma conta e nela cadastra seus dados de cartão de crédito. Aí passa a usar os dados da conta paypal. Quando você compra com paypal, é o Paypal que se encarrega de transferir a compra pro seu cartão de crédito, mantendo seus dados em segredo. A maioria dos grandes sites de comercio eletrônico internacionais aceita o Paypal como forma de pagamento.  É grátis e a conta do paypal ainda permite que qualquer um que tenha paypal (milhões de pessoas no mundo todo) possa doar dinheiro pra você através do paypal, o que é muito legal.

Outra dica importante é ficar ligado na questão tributária. Livros não pagam imposto, mas os demais produtos pagam. Isso faz com que muitas vezes a vantagem de comprar no exterior torne-se um mau negócio.

Por exemplo, ao comprar uma placa de video lá fora, pode sair bem mais em conta do que comprar a mesma placa aqui. Mas ao passar pela alfândega, incidirá o imposto sobre produtos de informática, o que vai aumentar o valor da sua placa. Sacou? Tem coisa que é mais jogo comprar aqui. E devido à ganância ensandecida de comerciantes brasileiros, tem coisa que vale a pena comprar la fora, pagar o imposto altíssimo ao governo e ainda sai por MENOS DA METADE DO PREÇO que comprar em certas lojas e fornecedores exclusivos. Um exemplo disso é uma tablet LcD. Lá fora custa mil pratas. Aqui, na mão dos atravessadores, não sai por menos de 25 mil reais!

A dica do Mercado Livre é boa, porque lá a maioria dos produtos já estão aqui no Brasil, e por isso não vai incidir imposto surpresa em cima. Sem falar que pela proximidade, eles são entregues mais rapidamente.

EM RESUMO

Comprar na internet não é nenhum bicho de sete cabeças. Basta não ser bobo. Não se arriscar em sites e lojas virtuais desconhecidas. Pesquise bem antes de comprar, para saber onde está comprando e tenha cuidado com sites que pedem seus dados bancários. Jamais acredite em sites que dizem se conectar diretamente ao seu banco, bastando preencher a senha e o numero da conta e agência. Estes sites são criados para roubar dados bancários.

O que eu sugiro é que se você nunca comprou na internet, compre alguma coisa barata, para aprender o básico do funcionamento da transação on line ( tipo este headfone de R$ 10,00 ). Assim você vai entender como funciona antes de se aventurar em compras mais caras.

Sugiro ainda que os leitores experientes em comprar pela internet deixem suas dicas e experiências aqui nos comentários, para ajudar quem nunca comprou pela internet.

15 Comentários

  1. luiz 12 de abril de 2010
  2. Zefie 12 de abril de 2010
  3. Paula 13 de abril de 2010
    • Philipe 13 de abril de 2010
  4. Gustav 13 de abril de 2010
  5. Fernando Martini 13 de abril de 2010
  6. Leandro263 13 de abril de 2010
  7. Mr. Óbvio 13 de abril de 2010
  8. Mr. Óbvio 13 de abril de 2010
  9. Mr. Óbvio 13 de abril de 2010
  10. Paolo 14 de abril de 2010
  11. Jeny Jeny 14 de abril de 2010
  12. Renata 18 de abril de 2010
  13. Bianca 23 de abril de 2010
  14. Andrea 16 de maio de 2010


Deixe seu comnetário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *