19 de maio de 86, a noite oficial dos Ufos no Brasil

Compartilhe

Na noite de 19 de maio de 1986 uma coisa insólita aconteceu. 21 objetos voadores não identificados foram vistos sobrevoado o Brasil.  Quem melhor resumiu a balbúrdia causada pelos Ufos nos céus do brasil foi o falecido pesquisador, meu amigo, Claudeir Covo:

 

{…}As autoridades da Aeronáutica virem a público afirmar que o espaço aéreo brasileiro foi invadido por vinte e um objetos de origem desconhecida,os quais foram detectados pelos radares, foram acompanhados por aviões a jato, se movimentavam em altas velocidades, passando de 250 a 1.500 km/h em fração de segundo, sem causar o boom característico, mudavam de cor, mudavam de trajetória, subiam, desciam, sumiam instantaneamente do radar e apareciam, aos olhos do observador, em outro lugar, acompanhavam os aviões, ficavam parados, faziam ziguezague, causaram a interrupção do tráfego aéreo em várias áreas, saturaram os radares, causaram interferências nos equipamentos dos aviões a jato, faziam curvas em ângulos retos (90°) em altíssimas velocidades, sem deixar rastros como as aeronaves convencionais. Isso tudo foi informado oficialmente, e deve ser menos de 20% do que realmente aconteceu.

Parece muito escalafobético para ser verdade, certo?

Bom, o fato é que isso realmente aconteceu. E não só isso. O que impressionou muitos militares brasileiros que defendiam nosso espaço aéreo (que é uma simples abstração humana) é que  quando o jato F-5E era seguido por treze OVNIs, o piloto fez um looping para ficar de frente com tais objetos, o que não foi possível pois os objetos também fizeram o looping com o avião. Comentou-se que um objeto veio em alta velocidade e, de repente, parou bem à frente do avião, em rota eminente de colisão, saindo em seguida, a toda velocidade, deixando o piloto totalmente apavorado.

Essa manobra de voar e vir de frente com o avião é um dos problemas clássicos dos Ufos. Quem me falou isso de forma clara e objetiva foi um controlador civil de tráfego aéreo que eu entrevistei por duas horas há um bom tempo. Segundo ele me disse, eles fazem isso com certa frequência. E ninguém entende o porque, mas o fato é que isso causa PÂNICO aos pilotos (com razão). O controlador chegou a me dizer que já presenciou caso de piloto chorar no radio como criança, com medo do objeto. Mas geralmente, o ufo sai da frente do avião no último segundo antes do desastre. Há relatos e registros dessa “manobra” também em casos internacionais e em documentos liberados pelas forças armadas do Brasil.

Voltando à noite de 19 de maio, até hoje não surgiu uma explicação convincente para justificar aquilo que aconteceu que não seja a hipótese extraterrestre. Eu sei que muita gente gosta de puxar a clássica cartada da “aeronave secreta norte-americana”. Mas por mais que ela possa realmente existir, duvido que em 1984 eles já tivessem 21 delas, capazes de fazer o que essas coisas aí fizeram.

Minha melhor hipótese, envolve três letras: E-T-S

Não há na Terra (pelo menos até o momento, aeronave capaz dessas manobras) temos aeronaves invisíveis ao radar, mas e a manobrabilidade? Se os americanos tivessem isso à mão em 1986, hoje isso já estaria equipando todo e qualquer avião de caça dos EUA e eles gastariam muito menos dinheiro em suas guerras. E isso não aconteceu, o que me faz descartar a possibilidade.

Defeito no radar? Tudo bem. É possível que um radar dê defeito. O Brasil teve, por décadas uma malha de radar capenga, com regiões de verdadeiros “buracos negros”, onde o radar não captava aeronaves. O controle aéreo comercial também não era lá dos melhores, mas quando levamos em conta mais de 50 registros de radares diversos, incluindo o dos caças, a coisa muda de figura. Que tipo de pane multiradar é esta que só ocorre uma vez?

Quando a coisa começou a se tornar muito cabeluda, surgiram aqueles pitaqueiros de sempre com uma ideia sensacional: Os “pilotos estavam seguindo o planeta Vênus!”  Além de ser uma semi-piada, na medida em que vênus não aparece no radar, isso soa como uma frase pejorativa de péssimo gosto para com um piloto de caça, que passa a vida inteira treinando e se aprofundando em vôo de guerra e seus aspectos técnicos. O pior que isso nem é a primeira vez que acontece. Num outro famoso caso ocorrido nos EUA, o caso de George F. Gorman, herói de guerra que foi esculachado pela sua Força Aérea quando ela alegou que ele perseguiu e tentou abater a tiros o planeta Júpiter (que, veja que incrível, também apareceu no radar, e tudo foi visto com duas testemunhas oculares na Terra). E nem vou mencionar o ridículo Caso Mantell, ou o desparecimento do piloto Valentich na austrália, que BATEU no Ufo com o radio aberto, que gravou tudo antes dele desaparecer para sempre, sem destroços nem vestígios!

Bom, chega de lero, lero. Vamos a dois videos antológicos do Fantástico. O dos anos 80:

Uma entrevista da Tv Manchete com um dos pilotos de caça (o que foi perseguido pelos 13 ufos)

Brincadeira, né? Pegar esses caras que arriscaram suas vidas, deixar eles darem entrevistas na Tv e depois dizer que eles todos se enganaram é sacanagem.

O fato é que um tempo depois, neguinho começou a “mudar a história”. Olha só:

Aí o Rafael Cury escreveu para os caras querendo saber mais detalhes, e eles mentiram para ele. O mais ridículo foi que depois de um tempo, o relatório interno da FAB apareceu. Aquele que era secreto, agora está à disposição de quem quiser, e veio à tona junto com um montão gigantesco de outros documentos até então classificados como Top secret. Hoje todos foram para o Arquivo Nacional.

Na minha opinião, a melhor parte desse documento é esta:

docfabdetalhe 19 de maio de 86, a noite oficial dos Ufos no Brasil

Bom, quem quiser ver o Pdf completo, aqui está.

Bom, o caso ficou por isso mesmo. A força aérea nunca mais se pronunciou oficialmente, e a coisa esfriou. Sem melhores opções para justificar o que foi aquilo, ainda fico com os ETs.
 
Tô postando isso aqui porque varias pessoas que viram aquela entrevista (ridícula) da Record comigo pediram mais detalhes.

52 comentários em “19 de maio de 86, a noite oficial dos Ufos no Brasil”

  1. Qual seria o interesse do governo esconder ou tentar se desviar do assunto? Eu me pergunto: porque em tantos anos de avistamentos ainda não conseguimos achar provas disso? detalhe: eu acredito que existam! kkkk

  2. Eu acho que a resposta a esta pergunta depende da época. Penso que no início, na primeira grande onda ufologica, eles realmente não podiam acreditar. Pensavam que era coisa dos inimigos. Foi assim desde a segunda guerra até o meio da Guerra Fria, quando ficou claro que não era de um lado nem do outro. Aí a briga passou a ser por deter o maior conhecimento possível, pois a tecnologia parecia ser um trunfo. Quando perceberam que o buraco era mais em baixo, começaram a temer o pânico mundial. Aquilo poderia ameaçar o ststus quo, poderia foder as religiões, foder o sistema financeiro, criar um pandemônio social. Então manter o segredo se tornou vital, porque colocava em risco a existência deles (militares). Veja, hoje, se você perguntar: qual a razão dos militares? Eles te dão uma resposta pronta: “Defender o país de ameaças externas”.
    E é fato, esta é a função deles. Mas… E as abduções? E as invasões de espaço aéreo? E as aeronaves que somem sem deixar vestígio? Imagine-se como o chefe de uma força militar tendo que assumir que você simplesmente é INCOMPETENTE para lidar com uma ameaça externa, tão externa que é externa ao planeta! Qual o sentido do seu salário? Do seu emprego? Então, é uma verdade inconveniente, uma verdade que incomoda, e muito. Pra piorar, tentar conter o fenômeno parece como enxugar gelo. A única solução factível é usar a Psicologia para manter as pessoas sob controle. É ir dando a notícia como em uma Homeopatia, é ir liberando de pouco em pouco, soltando filmes, dando explicações mesmo que idiotas, para os mais assustados se agarrarem, e em paralelo ir dosando o que sai com um alto grau de desinformação, de ridicularização, porque ai você cria um sistema de dicotomia, onde o cara que não suporta a realidade pode se agarrar a um mundo de fantasia, e o cara que está no lado oposto, desesperado para saber o que ta rolando mesmo, tem que perder muito tempo separando o joio do trigo. Nesse meio tempo, voc~e destina fábulas financeiras incalculáveis em pesquisa e desenvolvimento para tentar não acabar, mas conter um pouco a ameaça, ou jogar a sujeira para debaixo do tapete.

  3. Também sou favorável à hipótese de parte dos OVNIs serem seres extra-terrestres ou seres extra-dimensionais, mas como sou cético de carteirinha, questiono:

    O que os documentos provam? O que os vídeos de baixa qualidade provam? E se o interesse no final das contas fosse dar audiência? Ou mesmo realizar um teste da capacidade da força aérea brasileira, ou como se dá o vazamento de informações à imprensa, ou mesmo da reação da população a um caso dessa magnitude? Tentem refutar a seguinte hipótese:

    “A força aérea brasileira decidiu realizar um teste de âmbito nacional para testar as suas comunicações e reação de seus membros. Vários radares forjaram/simularam a presença de objetos luminosos sobre São José dos Campos, Rio e São Paulo. Vários pilotos foram instruídos a dar depoimentos de avistamento desses objetos. Alguns relatórios foram forjados para confirmar a história.”

    A hipótese mais simples por enquanto ainda é humanos enganando humanos, como sempre aconteceu em nossa história. Não quer dizer que seja a verdadeira, mas as provas que temos (nós, o público) não são suficientes para provar que somos visitados por seres de outros planetas ou dimensões.

    • Eu acho difícil conseguirem realizar esta proeza toda sem vazar. O caso foi escrutinado por ufologos civis e militares (eles existem) por mais de uma década. Isso teria vindo à tona. Sem contar que o incidente da noite oficial começa com a observação de um piloto civil. Os ufos foram vistos por tráfego comercial, e apareceram em muitos radares diferentes, A força aérea não conseguiria realizar esta fraide em radares de solo e de bordo.

      Mas suas perguntas são boas. O que videos borrados provam? O que fotografias, documentos e depoimentos provam? Nada!
      Nunca provaram nada. São evidências e evidências são circuinstanciais, logo não são provas. Prova seria pegar um alien, levar para analisar seu DNA em diversos laboratórios. Isso é prova, que pode ser repetida à exaustão, apontando um mesmo resultado.
      Todo o resto se resume a evidências que corroboram suposições e conjecturas. Sem as tais provas, a ufologia continua a ser o que sempre foi: Uma paraciência.
      Agora, a questão que fica é: O que não pode ser provado é falso? Na minha opinião, não necessariamente.
      Algo que você não pode dizer que é verdade não quer dizer necessariamente que é falso. EM todo caso, há até cientistas renomados que tem uma visão dicotômica do universo. Pra eles o que não foi provado real é mentira. EU discordo totalmente desta ideia. Já ouviu falar da “lei de Clarke”? Ela diz o seguinte:

      “Quando um cientista ilustre, mas idoso, declara que alguma coisa é possível, quase certamente tem razão. Quando declara que alguma coisa é impossível, muito provavelmente está errado”

  4. Já comentei isso em outro post sobre o mesmo assunto.
    Minha mãe afirma ter visto um OVNI com luzes coloridas sobrevoando nossa cidade (Januária-MG). Ela não se lembra da data exata, mas disse que no dia seguinte todos os jornais e canais de tv falavam sobre o assunto de naves pelos céus do país. Acredito que se trata da Noite Oficial.
    Achei curioso que nessa época faltava pouco + de 1 mês pra eu nascer..Talvez venha daí meu fascínio pelo assunto UFO. 😛

    • EU me lembro bem vagamente deste acontecimento, pq naquela época eu ja lia tudo que podia sobre discos voadores. Eu colecionava a revista Planeta e tudo mais… Teve bastante gente que disse que viu as coisas cruzando os céus. Eram como estrelas. Engraçado que essa fenomenologia de naves parecendo estrelas se movendo rapido é SUPER COMUM no Brasil.

      • Sou cético quanto ao assunto. Creio que mesmo se seres vivos de outros planetas existissem, eles seriam tão diferentes (e digo até em proporção de tamanho mesmo, talvez microscópicos, talvez gigantescos), e seriam de outra forma de matéria, outras substâncias, outro mode ser, enfim, impossível de ser captado pela nossa forma de conhecimento. Enfim, sou cético.
        Contudo, achei interessante esta sua colocação sobre os discos voadores terem aparência de estrelas… Eu mesmo, sério, eu mesmo já vi um assim, quando era mais novo e passava férias na Bahia (em Barra Grande, península de Maraú, Bahia). Vi no céu uma estrela que andava devagar e de repente acelerava, dava rodopios, etc… depois ele partiu em disparada e deu uma rápida guinada pra cima e sumiu no céu.
        Sinceramente eu não sei o que era aquilo, mas que eu vi, eu vi. E não estava sozinho no momento, diversos parentes meus viram também.

        • Bom, eu não vi nada, somente conversei com muita gente que viu, alguns inclusive, eram pilotos.
          Eu compreendo sua percepção, de fato, ela está coerente. Com tamanha biodiversidade somente na Terra, podemos supor que a vida alienígena seja muito diferente da nossa. Eu não duvido que possa existir algas gigantes ou coisas parecidas com águas vivas monstruosas em planetas distantes que deram a sorte de estar localizados no cinturão de vida (nem tão perto da estrela que viram churrasco e nem tão longe que viram picolé).
          Eu vou além, inclusive ao dizer que acho curioso que este cinturão seja tão estreito, ao ponto de que seria extremamente difícil que a vida se estabilizasse no cosmos. Veja, são muitos fatores inóspitos e nocivos à vida como conhecemos: Bombardeio de partículas, alterações de campo magnético, falta de estabilidade (nós demos uma sorte FERRADA de ter a Lua) orbital, instabilidade da estrela, elementos externos como meteoros, meteoritos, cometas. Aliás, se colocarmos a váriavel “ser atingido por um meteoro” na Equação de Drake, o resultado de planetas potenciais cai de milhões para poucas unidades!

          Eu sei disso tudo, e levo em consideração. São ideias coerentes de fato. Mas… E como explicar o que acontece nos céus? A hipótese psicossocial do fenômeno é boa mas não dá conta de marcas no solo nem gravações de radar. Muito menos de situações incomuns como os implantes (alguns localizados nos cérebros das vítimas de abdução sistemática) que quando examinados em diversos laboratórios revelam cristalizações e metais incomuns, só encontrados em meteoritos…
          É uma coisa complexa. Nossa compreensão do universo ainda é bastante limitada, mas já sabemos que o numero de galáxias, a maioria delas contendo bilhões de sóis se conta aos trilhões. Quando extrapolamos a pensar em planetas… É um numero incomensurável. Mas isso ainda não explica uma questão fundamental que é o porque do fenômeno ser tão presente na Terra? O que temos de tão interessante?
          Eu acho que esta sim é a pergunta mais difícil da Ufologia.
          Há quem suspeite que nós somos uma construção dessas criaturas, e isso seria como mudar a percepção de que eles não são como nós, e sim nós que somos como eles. Ou talvez a única morfologia que seja realmente eficiente para uma evolução tecnológica, seja a humanóide. Isso não impede que o cosmos esteja repleto de outras morfologias, mas elas simplesmente não evoluíram ao ponto de poder usar instrumentos, desenvolver uma tecnologia e milhões de anos depois estarem aptos para sair de seu planeta.
          Mas voltando a motivação alienígena, o que mais me intriga nessa questão toda é justamente isso. O que há neste planeta de tão valioso? Seriamos nós? Não sei dizer. Avaliando a casuística mundial, dá pra perceber que há uma multiplicidade de tecnologias nos ufos e relatos de uma variabilidade enorme de seres. Então isso deixa as coisas ainda mais intrigantes, na medida em que chamarmos a atenção de uma espécie tecnologicamente superior é uma coisa, mas várias? Tem que ter uma razão muito importante para eles virem aqui.

  5. Eu tenho uma humilde teoria, o que acelera em segundos acima da velocidade do som sem boom , faz angulos de 90 graus em velocidade, some aqui e aparece ali? Luz, a luz faz isso, eu acho que seja lá o que for arranjou um jeito de se deslocar usando os princípios da luz, ou uma energia não tão condensada como a nossa matéria, enfim um misto de luz e matéria.

    • Eu não sei que tipo de tecnologia é aquela, há livros e mais livros que fazem sugestões das mais diversas do que poderia ser. O fato é que a coisa desafia a Física clássica. Uma coisa que merece uma observação cuidadosa é que em alguns casos os objetos estão presentes no radar, o que sugere que são sólidos. Mas eles também somem do radar, enquanto continuam visíveis. Isso é deveras estranho, e me sugere que ou a nave consegue realizar uma proeza tipo stealth, ou simplesmente ela consegue não estar ali fisicamente, mas ainda assim ser vista, neste caso, é um comportamento parecido com o de um holograma. Ela vira luz? Isso explicaria esta particularidade, mas é impossível garantir qualquer coisa sem muitos dados, este tópico da tecnologia alien é um mar de especulações sem fim.

      • Pior é que é a segunda vez que vejo a teoria de que a “nave vira luz”. Seria algo como eu já disse anteriormente e digo de novo, coisa que ví num jogo e que se encaixa: A nave é capaz de reduzir sua massa e daí navegar a navelocidade da luz. Isso a deixa interceptável por radares. O problema é: Como reduzir a massa de um objeto sem deformar ele (reduzir tamanho e etc) e sem matar seus tripulantes?

        • Isso eu não sei, mas uma coisa é certa e acho que poderia dizer até garantida (com base em um numero enorme de casos que partilham certas características) Os Ufos tem um campo elétrico FODIDO ao redor deles. Isso já era de se esperar para qualquer aeronave que voe no espaço, pois esse campo precisa atuar como um escudo contra um dos maiores problemas das voagens espaciais, a chuva de partículas.
          Muitos ufos são relatados exalando um cheiro forte de ozônio – o que indica alta tensão. E também de um ruído de transformador tipo “hummmmmmmmmmmmmm”. Isso indica que há um forte campo elétrico ao redor da nave. Outra coisa que já discuti com o Claudeir há muitos anos é que muitos relatos dizem que a nave muda de cor quando decola, tendendo ao azul. E então muda de cor novamente para acelerar em altíssima velocidade. A tonalidade azul a gente atribuiu ao campo elétrico, mas os tons vermelhos, laranjas e amarelos não sabemos o que é, mas certamente pode estar relacionado de forma direta ou indireta com a tecnologia de aceleração. Mas há tb os casos de naves mudando de cor estacionárias, e pra isso ninguém conseguiu criar uma especulação ainda.

  6. o pior e que eu acho q os militares tao fazendo a coisa certa em esconder esse negocio .do jeito que o cinema mostra os ets ate eu tenho medo.quem ia dormir tranquilo sabendo que uma criatura magricela e cabeçuda pode entrar no seu quarto a hora que quiser e te f… e ninguem pode fazer nada.

    eu nao sabia que o covo tinha morrido.

    • Talvez durante muito tempo, esta tenha sido a única esperança de manter as coisas sob controle. Mas com a internet, que permite que as pessoas consigam se comunicar com baixa interferência, “a casa começou a cair”. isso forçou a mudança na estratégia. (minha opinião)

    • Eu vi. è um filme de ficção, que tenta usar um artifício de fazer parecer real, tipo bruxa de blair. No inicio a Mila Jovivich aparece dizendo que é baseado em dados reais e tal, que o filme usa filmagens reais dos acontecimentos… Tudo conversa fiada. Aquilo ali já é parte do filme, e foi criticado por ser uma abordagem antiética contra o espectador. O filme foi desmascarado ants mesmo de estrear no Brasil. Mas é um filme maneiro.

  7. Você poderia fazer um post sobre os inumeros avistamentos de OVNI’s na década de 80 aqui no pará, esse evento foi chamado de xupa-xupa. Parece que esses objetos atacavam as pessoas sei lá… Ouvi falar disso aqui na minha cidade mas gostaria de ter mais detalhes.

    • Minha entrevista (devia) ser sobre isso, mas a record resolveu esculachar a porra toda, e cortou deliberadamente todas as partes legais. Eu tenho aqui na minha casa a copia do relatorio da FAB sobre o fenômeno dos Chupa-chupa. Um relatório de 400 paginas com muitos desenhos das naves, mapas, entrevistas, o caramba a 4. Era confidencial, mas o coronel que estava à frente da operação entregou a copia dele aos ufologos, e logo depois foi encontrado morto enforcado com o roupão. EU ja escrevi sobre isso aqui. http://www.mundogump.com.br/fenomeno-chupa-chupa/

  8. Philipe, semana passada estava mechendo na internet e achei isso:
    o estranho caso dos 9 montanhistas mortos misteriosamente nos Montes Urais ou incidente de Dyatlov Pass, achei muito intrigante pesquisei e achei e vários sites diferentes, gostaria que você fizesse um post sobre isso, olha os sites que eu achei falando sobre:
    http://ovnihoje.com/2012/10/alienigenas-do-passado-lugares-malditos-precedido-de-editorial/ (Obs: nesse site olhe o video no final da pagina em aproximadamente 10 minutos de video mostra o caso)

    http://www.sobrenatural.org/materia/detalhar/21960/dyatlov_pass___o_estranho_caso_dos_9_montanhistas_mortos/

    http://minilua.com/misterio-dyatlov-pass/#.UHRqtq6X-28

    Faz um post juntando os principais fatos entre esses sites ai e mais alguns, em outros sites, acho que você também vai gostar, não vi se você já fez algum post com esse assunto mas vale a pena dar uma olhada,

    Abraços e tudo de melhor sempre!

      • nossa, eu vim aqui pra te pedir pra escrever sobre esse assunto, que baita coincidência! Eu vi sobre esses alpinistas naquele programa “Alienígenas do Passado’ e também sobre o Castelo de Coral de Edward Leedskalnin. Você já escreveu sobre isso?
        Você estava ótimo na entrevista.

        abraços!

  9. VISHI. como eu gostaria que “eles” se revelassem para o mundo! Mesmo tendo medo do que poderia acontecer.
    Acho que está mais do que provado que existam, mesmo que 90% dos relatos, videos, fotos etc. sejam falsos.
    Realmente, seria um Pandemônio social mundial.

  10. Especificamente os ovnis como estes da Noite Oficial – luzes com vôos erráticos e incompreensíveis – sempre me fazem pensar em insetos. Vôo em círculos, para cima e para baixo subitamente, aumento e redução de velocidade, trajetórias “impossíveis”, vem em sua direção e desviam no último minuto…parecem moscas. Ou em alguns aspectos, peixes. Temos a tendência de pensar sempre em naves tripuladas, em alguma forma de veículo, mas gostaria de saber de outras teorias. O relatório oficial diz que os ovnis sugerem alguma inteligência…penso se as luzes, nesse caso, não seriam a própria inteligência/ criatura. Será que ando lendo muito Lovecraft? Rs
    Abraços

    • Eu me lembro de ter lido num antigo livro de ufologia da década de 60 a teoria de que as naves eram “vivas”. Com o tempo, e o aumento dos casos envolvendo relatos de pessoas que viram a nave descer, a porta se abrir e seres sair dela, essas teorias das aves “vivas” foi ficando mais fraca.
      Mas elas fazem coisas assustadoras que nem insetos conseguem, como acelerar bruscamente, fazer curbas de cotovelo sem reduzir velocidade, mudar 180 graus de direção bruscamente em velocidades supersônicas, coia que explodiria qualquer artefato conhecido pelo homem atualmente.

      • Acredito, com base em estudo pouco aprofundado, que eles utilizam uma tecnologia que gera um campo gravitacional próprio da nave a partir de um aparato eletromagnético redondo. Todo vez que se gera um campo eletromagnético gera-se também um campo gravitacional bem mais fraco (acho que foi o Nikola Tesla que começou esse tipo de estudo). Se pesquisar anti-gravidade no youtube poderá ver experimentos deste tipo, e pelo que vi, os objetos flutuantes são em geral discos, ou bolas, (o que bate com os formatos relatados em avistamentos, que até onde vi são: em maioria discos, mas também bolas e cilindros) parece algo simples de ser feito em pequena escala.
        O grande desafio da física atual é correlacionar campos teóricos como o da gravitação e o do eletromagnetismo. É compreensível que uma sociedade com maior conhecimento tecnológico e consciência dos fenômenos naturais se aproveite disso para produzir naves muito mais eficientes que as nossas.

    • A mais incrível é se eu visse acontecer na minha frente. Há muitos casos maneiros, alguns muito sensacionais, como o da noite oficial dos ufos, a operação prato, e até alguns corriqueiros mas interessantes,como o de três senhoras dos EUA que estavam voltando de um jantar, foram abduzidas e acordaram em uma outra estrada, muito longe de onde deviam estar. Elas três fizeram exame no polígrafo e passaram. São muuuitos casos, o do vôo da vasp, por exemplo é emblemático, pq toda a tripulação viu, não só os pilotos. Só quem nã viu foi o arcebispo católico que preferiu não ver para “não confrontar suas crenças”. Mais emblemático que isso não consigo pensar agora.
      Outro legal é o caso Baependi, e o caso varginha, que esta sendo investigado ainda. Aliás, no caso varginha eu conheci um general que me disse abertamente que estava la no dia, requisitou uma viatura e eles não tinham a viatura dele. Ele achou aquilo MEGA-estranho. Exigiu saber o porque, mas se recusaram a dizer a ele. Veja, quem me disse isso não é soldadinho raso. É GENERAL do Exército!

  11. Phelipe sou facinado pelo assunto, o que mais interesso e pela tecnologia, esse objetos parecem não interagir com vento nem sofrer com nenhum tipo de atrito. O que você pode nos dizer sobre isso, existe alguma teoria ou pista de como funcionam esses objetos.

  12. Philipe, o que você acha do Bob Lazar? Mentiroso querendo aparecer ou cientista que trabalhou na Área 51? Eu acho que ele é um mentiroso porque disse que as naves se moviam com o elemento 115 da tabela periódica, mas quando ele foi descoberto a meia vida dele é da ordem de milisegundos.
    Qual caso você acha mais emblemático, Roswell ou Varginha?

    • cara acho que o bob teve acesso a algumas informações quentes e tentou tirar proveito delas. Pra mim uma boa evidencia das mentiras dele é o fato dele ainda estar vivo. Sobre roswell versus varginha, não vejo como comparar os dois. pra mim ambos sao interessantes, mas varginha é promissor, porque aqui teve muita gente mais incompetente em armar a farça, e é recente, entao esta quase td mundo vivo, muita gente envolvida com coisa cabeluda pra contar so esperando sair da ativa… é um caso ainda em andamento.

  13. A França tornou público os seus estudos sobre extraterrestres e objetos voadores não-identificados realizados ao longo dos últimos 30 anos.

    Alguns casos podem ser visto no site abaixo.

    http://noticias.terra.com.br/ciencia/interna/0,,OI1534451-EI301,00.html

    Abraços

  14. Me lembro perfeitamente disso Phill, fez parte da minha infancia. Até porque eu morava no Vale do Paraíba, e me lembro do alvoroço dos aviões e helicópteros a noite inteira. Até porque o antão Ministro e presidente da Petrobrás na época, o Coronel Ozires Silva também deu depoimento ” mídia. E olha que o país ainda respingava os códicos de conduta da ditadura militar, e foi um pandemônio ver o Ozires espantado, confirmando todo o enredo. Eu escrevi uma matério uma vez par um site cujo link é este: http://www.alemdaimaginacao.com/Alien/a_noite_dos_ovnis.html

    • Aqui na capital de SP, também houve o avistamento nesse dia. Eu mesmo presenciei isso, e estava no bairro do Jabaquara, que fica próximo ao aeroporto de congonhas. No local onde eu me encontrava, vê-se amplamente a região, e naquela noite, eu e outras pessoas da família vimos 02 esferas de luzes (uma vermelha, e outra verde), fazendo manobras e evoluções. Ficamos muito assustados ao vermos àquilo. Para mim é a maior prova de que há vida inteligente fora de nosso planeta.

  15. Philipe, gostaria de sugerir um post sobre o satélite cavaleiro negro, você já ouviu falar dessa possível máquina alienígena que está em órbita da terra?
    Abraços

    • Achei uns vídeos sobre o tal satélite
      http://www.youtube.com/watch?v=rGKtlB9cYV0

      http://www.youtube.com/watch?v=KvGsQSowz2M&feature=related

      Poderia ser apenas um compartimento de carga descartado pela estação espacial? É estranho como o objeto parece mudar de forma… Sei que pode ser a luz incidindo no objeto.

      E o tal caso Dyatlov? Farsa? Teve até um especial no History (conhecido por fazer documentário sobre um monte de farsas…):
      http://www.youtube.com/watch?v=m5KmbuSrqEk&feature=related

  16. Philipe,
    esse conteúdo é um clássico! Um ‘falha’ imensa do governo na questão do acobertamento.

    Saudades do blog, e de toda aquele barulho feito durante a saga MIB. hehehe

    O bacana desse momento é a atual avalanche de avistamentos a olho nú! Já tive esse privilégio, estrelas que ‘cortavam o céu’ paravam e etc … No mínimo aguça a curiosidade, e abre nossas cabeças a novas possibilidades.

    Obrigado por compartilhar suas idéias/posts.

  17. Claro, tudo aqui são conjecturas baseadas em evidências. Mas eu me pergunto se no tempo que vivemos, com tecnologia de câmeras de 5 Mega Pixels em celularzinhos de R$100,00, não acontece nenhum grande evento, como o de Varginha, que umas 10 pessoas pudessem fotografar e filmar o fato e divulgar imediatamente na internet, antes de qualquer militar conseguir chegar ao local, e isso em qualquer lugar do mundo! Há relatos de 2 ou 3 grandes ocorrências por ano nas décadas passadas e agora que temos tecnologia barata na mão de qualquer um não acontece nada! Isso também é muito estranho.

  18. Olá, Philipe, o comentário do seu amigo é muito interessante sobre as naves não fazerem barulho quando quebram a barreira do som porque isso vai de encontro a um pensamento que tive esses dias, bom nem sei se vai ver meu comentário mas vamos lá, tem um artigo no gizmodo brasil, recente com um cientista da Nasa falando sobre usar motor de dobra para poder viajar pelo espaço, um motor que nos permitira andar mais rápido que a luz sem ser mais rápido que a luz, sem ir contra a teoria de Einstein, como o motor apenas desloca o espaço em volta ele não estaria na verdade se movendo, assim a nave não ficaria sobre os efeitos que teria se estivesse em alta velocidade, eu fiquei então imaginando que nesse relato ai do texto ou em vários outros, é comum os ufos avançarem rapidamente e desaparecerem sem fazer barulho, ai liguei as coisas, e se eles forem movidos por motores de dobra, eu digo isso porque imagino que por exemplo um avião movido a motor de dobra aqui na Terra teria uma área em volta da nave onde o campo do motor de dobra agiria, como não é em si a nave que se desloca mas o espaço em sua volta, isso, eu acho, faria com que a nave em si não se chocasse contra as particulas do ar, não tendo em si um corpo em movimento, como um projetil, assim ela não quebraria a barreira do som, por isso ela não faria barulho, outro coisa que pensei é que um motor de dobra explicaria o porque ufos terem comumente o formato de discos e por no futuro, se conseguirmos criar um motor assim, nossas naves também teriam o mesmo formato, o formato discoide permitira ter em si um áre regular e igual em vários angulos para o campo de ação do motor de dobra, bom eu acho que você me entendeu, gostaria de saber o que pensa, gostaria de ver um artigo seu também sobre o tema, você sabe explorar isso como ninguém e ainda mais sem preconceitos.

    • Lordtux, eu leio todos os comentários que fazem aqui.
      No caso, eu também compartilho dessa teoria de que essas naves conseguem produzir a dobra. O conceito de dobra espaçotemporal é até antigo na Física, mas acreditava-se que seria necessário uma massa absurdamente gigantesca para produzir a dobra, com uma energia equivalente à massa de Júpiter. Então todos os modelos teóricos que usavam esta base eram considerados para a viagem no espaço um tiro n´água porque seria impossível fazer uma nave com tal massa. Porém, recentemente, a teoria da dobra foi revista e novos cálculos com simulações feitas por Harold White da NASA mostraram que seria possível produzir uma nave capaz de viajar em dobra com uma massa milhares de vezes menor. Ela teria que ser esférica (curiosamente uma forma muito relatada na casuística dos ufos) com dez metros de diâmetro. Para essa nave viajar em dobra seria necessário apenas uma fonte energética de 750 kg!
      Esses caculos tornam de uma tacada só o volume energético para produzir a dobra uma fração da energia necessária que se acreditava antes.
      Eu posso dizer que aqui está um bom exemplo que mostra como nosso conhecimento estava (e ainda está) ultrapassado. Quando uma pessoa alega que aliens simplesmente não podem existir voando aqui porque as distâncias no universo são incomensuráveis, eles sempre cometem o erro de moldar sua percepção do universo pela nossa janela tecnológica. É como um índio que sempre viveu na amazônia, isolado do mundo pensar que não podem haver mais pessoas no mundo, porque a distância é grande demais para andar a pé e de piroga. De fato, para um cara que não viu nem mesmo a evolução do transporte humano no lombo de cavalo, um jato como o concorde, que quebra a barreira do som é algo completamente incogitável. E olha que a distância tecnológica de um índio de tribo isolada na Amazônia para uma pessoa da civilização tecnológica atual é de o que? Alguns milhares de anos? Dois mil, três mil talvez… Se com esta ridícula diferença de degrau tecnológico já fica evidente essa discrepância na velocidade, energia e distância percorrida, imagina para uma civilização com milhões ou até mais anos de diferença da nossa?

      A viagem em dobra ainda é uma teoria, que ainda precisa ser comprovada na pratica e dominada. Ela demandará uma série de outros avanços em diferentes áreas como a metalurgia e os campos magnéticos repulsores, já que no atual estágio em que estamos, mesmo que se conseguíssemos fazer esta maquina capaz de viajar em dobra, a viagem seria absolutamente mortal, pois um grão de areia atingindo a nave em velocidade de dobra seria como uma explosão. Mas se um dia chegarmos ao ponto da viagem em dobra, certamente teremos rompido mais uma barreira tecnológica que marca nosso estágio evolutivo no universo. (existem algumas teorias de que certos marcos tecnológicos humanos teriam “chamado atenção” de diversas civilizações. São eles: As explosões nucleares, o primeiro humanóide saindo do planeta, e provavelmente o próximo passo seria a saída de um ser humano do seu sistema solar. Imaginando a diversidade acachapante de espécies que pode haver lá fora, deve ter uma maneira de estimar os degraus devolutivos de uma determinada espécie. Isso parece totalmente lógico para nós porque é assim que fazemos classificações científicas com populações indígenas)
      Com a tecnologia de viagem em dobra, seria possível construir uma nave capaz de chegar em Proxima Centauri que está a 4,22 anos-luz numa viagem de apenas 5 meses, e isso representa uma guinada, uma verdadeira revolução na forma como o ser humano seria percebido por essas outras espécies do cosmos.

      • Me empolguei com o assunto e fiz até um artigo curto no meu blog, rsrs http://lordpinguim.blogspot.com.br/2012/10/porque-discos-voadores-sao-em-formato.html

        Agora sobre esse detalhe do grão de areia por exemplo, penso eu que com uma avanço bem maior nessa tecnologia você poderia criar de certa forma um escudo em sua volta capaz de proteger a nave de coisas do tipo, um escudo gravitacional que de certa maneira poderia até distorcer a luz fazendo a nave ficar invisível.

  19. Putz, eu estive cara a cara com a tal “bola” – e vi de perto. Ela é bastante grande, uma luz branca intensa, parece vitrea e dentro há uma névoa. aparentemente a luz vem de dentro, dessa espécie de névoa ou coisa flutuando no que (chuto) possa ser algum meio líquido denso. O que nos remete a computadores biológicos ou mecanismos equivalentes. Isso foi em 1983. Antes de eu percebe-la acima de mim, estava acompanhando uma vaca para sair do matagal, mas a vaca, ó desapareceu na bagaça, véio! Confesso que não senti medo – mas uma espécie de frio misturado com esquecimento e parecia que o tempo tinha parado. Fiquei lá olhando aquilo por um momento e quando dei por mim estava proximo a estrada, em frente a uma cerca de arame, tinham já se passado mais de 3 horas ( de 3 da tarde já estava anoitecendo). Vá saber, não?

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.