Uma história de amor

Sharing is caring!

Muita areia para o meu caminhãozinho
Esta é a história de Petra, uma cisne negra, e… um pedalinho em forma de cisne.

O ‘casal’ se conheceu na primavera, no lago Aasee, em Münster, na Alemanha. Apaixonada, há meses Petra vem demonstrando seu amor ao pedalinho seguindo-o por toda a parte (quando tem gente nele, claro), nadando ao seu redor, acariciando-o com o bico e dormindo com ele (há uma parte oca em sua estrutura). E nem com a chegada do rigoroso inverno do hemisfério norte, a ave se desgrudou do ‘namorado’.

Ao contrário de todos os cisnes, que costumam migrar para o sul, Petra continuou ao seu lado. Preocupada com o estranho caso de amor, a companhia dona do pedalinho decidiu retirá-lo do lago para guardá-lo em terra firme. Mas a insistência de Petra em permanecer junto ao bicho de plástico forçou a adoção de outra medida: transferir os dois para o zoológico de Münster. O casal chegou lá em novembro, onde passaram juntos o inverno, em meio a outros cisnes africanos.
Hoje, a ave e o pedalinho retornaram ao lago no qual começaram essa linda história de amor impossível, que cativou a Alemanha. Petra foi levada até o local ao mesmo tempo em que um barco a motor rebocava o pedalinho. Logo após entrar na água, a cisne nadou em direção a seu amado, chegando a persegui-lo por mais de um quilômetro, quando alguns turistas subiram nele para um passeio no lago.
E parece que será difícil para que Petra se interesse por algum cisne de carne e osso. Isso, porque há um detalhe muito especial no comportamento dessas aves: são monogâmicas, ou seja, fiéis a um único parceiro. Tudo o que Petra quer agora é ficar ao lado de seu pedalinho para sempre.

Fonte O Dia on line

Comments

comments

Luminária Ufo

4 comentários em “Uma história de amor”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apoie este projeto

Criar este website não é uma tarefa fácil. Mais de 5000 artigos, mais de 100.000 comentários e conteúdo próprio, demandam muito trabalho. Saiba como você pode ajudar a manter o Mundo Gump cada vez melhor e evitar que ESTE SITE ACABE
Ajuda aí?
MUNDO GUMP – © 2006 – 2020 – Todos os direitos reservados.