Uma casa de dois andares no Canadá

Uma casa de dois pavimentos com estilo minimalista e enormes janelões de vidro se ergue com vista para a Baía

A Splyce Design projetou essa casa contemporânea cheia de luz com cantos de vidro e uma escadaria escultural com vista para Burrard Inlet em Vancouver.

A residência de 530 metros quadrados, e foi concluída em 2021. Ela é conhecida como Yield House, está orientada de leste a oeste e responde ao entorno variado em ambas as direções.

Predominância de concreto e madeiras

A frente da casa, funcionando como decks de observação empilhados com janelas gigantes, de parede a parede e do chão ao teto, tem vista para a cidade, as montanhas e o oceano, enquanto a parte traseira discreta emoldura as vistas dos abetos e dos cedros vermelhos ocidentais.

A casa, localizada em um terreno de um quarto de acre, fica cinco metros acima da calçada, elevando-a acima da linha de visão da rua, o que produz uma vista panorâmica da baía.

Um muro de contenção de concreto com escada em balanço define o caminho de pedestres até a entrada. A fachada envidraçada é caracterizada por uma pele triangular profunda com uma fina envolvente estrutural, enquanto uma faixa escura contínua de painéis de cimento define a silhueta da fachada oriental.

No interior, a casa organiza-se em torno de uma graciosa escadaria central que separa as áreas públicas e privadas, servindo tanto como meio de circulação como ponto focal escultórico. No nível principal, agrupam-se a cozinha, as salas de jantar e de estar, fluindo para o exterior através de uma parede inclinada de janelas com caixilharias ocultas que realçam as vistas panorâmicas. Pisos de concreto polido e paredes brancas criam uma paleta de cores sutil, enquanto o teto de madeira ripadas aquece a sala e permite que o espaço flua para o exterior.

Os espaços de apoio estão discretamente conectados. A carpintaria dá lugar a uma cozinha planejada de linhas minimalistas, o mudroom desaparece atrás da sala principal e o home office fica ao lado da sala de estar.

Os nichos das salas secundárias continuam no nível superior com uma biblioteca e uma área de estar que serve de patamar. Na suíte master, um canto inteiro do ambiente é envidraçado e as cores brancas imaculadas contrastam com o ousado banheiro preto. A parte posterior do nível principal abre-se para o terraço através de portas de vidro deslizantes, proporcionando transparência à estrutura.

Pessoalmente acho ela pelada demais. Essa casa de dois andares no Canadá pode ter uma bela vista e tal, mas parece estar faltando um pouco de vida nela. Eu não gosto da ideia do escritório aberto assim, porque você precisa fazer uma reunião, está gente passando, barulho, movimento da casa no fundo.

Também achei que tem concreto demais, que dá uma sensação meio “fria” para algo que já está no Canadá, né? E claro: Cadê a churrasqueira?

Faltou um tapete mais escuro ali na sala. Uns abajures…

Uma casa contemporânea não precisa ser tão pelada. Acho que o ponto de equilíbrio perfeito foi obtido naquela casa de Portugal. 

Ganhou pontos pelo vira-lata caramelo.
Confira as fotos e veja se você concorda comigo.

Nome: Yield House
Localização: Vancouver, Canadá
Arquitetura: Splyce Design
Construção: 2021
Área total: 530 m2
Fotos: Ema Peter
Fonte 

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertisment

Últimos artigos