Esse interessante resort na Arabia Saudita te faz se sentir em outro planeta

Bem vindo ao planeta desértico, mas com todas a mordomias que você tem direito!

A paisagem ao redor desse resort lembra um outro planeta.

O projeto do resort Banyan Tree AlUla no oásis Al Ula, Vale Ashar, Arábia Saudita, foi projetado pelo estúdio francês de arquitetura e design AW² e concluído em 2022. O resort está localizado num local desértico aberto entre rochas, a 15 km de Hegra, um sítio arqueológico Património Mundial da UNESCO.

O projeto é baseado no planejamento estratégico da AlUla e no Plano de Desenvolvimento da Arábia Saudita 2030. Dele As prioridades incluem a preservação do ambiente desértico único e do rico património do local, bem como o apoio aos objetivos turísticos, culturais e económicos do país na região.

O hotel cinco estrelas com área total de 10 mil metros quadrados é um conjunto de estruturas de tendas, incluindo 47 suítes exclusivas de um a três quartos, 2 pavilhões de recepção, dois restaurantes gourmet e um spa. O resort possui uma piscina única em forma de wadi, localizada em uma fenda natural na rocha e que só enche após fortes chuvas. O design do projeto foi inspirado nas tendas nômades beduínas que podem ser vistas nos desertos. Cada estrutura de tenda enquadra-se harmoniosamente na paisagem natural, não concentrando a atenção em si mesma, mas, pelo contrário, dissolvendo-se nas formas e cores do deserto.

AW² adotou uma abordagem de design ecologicamente correta e leve que visa combinar perfeitamente o resort com o cenário natural do Vale Ashar. O projeto utilizou recursos locais, artesanato e minerais para minimizar a sua pegada de carbono. As estruturas das tendas consistem em uma plataforma simples na qual uma estrutura é instalada, cujo formato e cor lembram rochas próximas. Sua moldura principal é feita de tijolos de barro, e nas fachadas é utilizada areia compactada, cujas linhas coloridas horizontais correspondem às formações rochosas ao fundo. Uma lona cor de areia, combinando com o tom das pedras, serve de cobertura, protegendo do sol e criando ventilação natural.

O interior foi concebido de forma a criar uma atmosfera de unidade entre os espaços externos e internos e ajudar os hóspedes a se sentirem conectados com a natureza circundante. As suítes foram projetadas individualmente para combinar o luxo moderno com a inspiração da antiga civilização Nabateia, os nômades beduínos que viviam nas cavernas das rochas locais. Móveis personalizados de madeira escura e padrões tribais árabes tradicionais evocam a rica herança cultural de Ashar. A paleta de cores do design transmite as cores naturais do deserto.

Para minimizar o impacto na paisagem envolvente e ao mesmo tempo permitir o fácil desenvolvimento do extenso terreno, os caminhos pedonais foram concebidos como caminhos naturais que se fundem com a areia. Com isso, a paisagem natural foi preservada e a área do resort foi reduzida ao mínimo. O projeto utilizou com sucesso plantas nativas para formar a base da paisagem do resort, concentrando-se em espécies endêmicas que vivem no clima desértico.

resort na Arábia Saudita resort na Arábia Saudita resort na Arábia Saudita resort na Arábia Saudita resort na Arábia Saudita resort na Arábia Saudita resort na Arábia Saudita resort na Arábia Saudita resort na Arábia Saudita resort na Arábia Saudita resort na Arábia Saudita resort na Arábia Saudita resort na Arábia Saudita resort na Arábia Saudita

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimos artigos

Gripado

O dia da minha quase-morte

Palavras têm poder?