fbpx

A cadeira obscura – Parte 4

Renato começou a rir. -Porra! – Exclamou Dodó, quando viu que não havia ninguém atrás dele. -Calma, foi só pra descontrair, garoto. -Eu tava falando

leia mais »

A cadeira obscura

Ouvi essa história de um amigo meu de infância, que sempre foi um cara estranho. De modos contidos, óculos fundos de garrafa e um dente quebrado bem no meio do sorriso, Renato nunca foi um cara comum. Na escola algumas pessoas implicavam com ele e com seu jeito desengonçado de jogar futebol, mas ele nunca pareceu dar importância a esses detalhes da vida.

leia mais »

Máquina 83

Aquela era uma noite amena de maio e as corujas que sobrevoavam o deserto em busca de seus pequenos roedores não imaginavam que bem perto dali, ocultos pela enorme montanha, homens corriam de um lado para o outro.
Lá dentro do complexo de pesquisas, as pessoas estavam nervosas…

leia mais »

Uma história estranha

Meu amigo Cosme é um engenheiro de som de Londrina. Cosme trabalhava num estudio de gravação em Nova York, mas diz que se cansou “da

leia mais »

Ganzu – O oitavo dia – Parte 2

Valdmir Obrushev correu de volta para os fundos. Ele temia que o Ganzu percebesse sua presença. Acuado perto do quartinho, seria uma presa fácil para o monstro. Vladmir precisava sair de lá. Escondeu-se atrás da parede e ficou esperando o Ganzu conseguir chegar ao meio da escada.

leia mais »

Ganzu – O oitavo dia

-Ung… Ai minhas… Costas. – Marcelo gemeu.

O Nerd, que lia um livro ao lado dele, sentado numa cadeira pareceu levar um choque. Ele deu um pulo e saiu correndo do quarto, aos gritos:

-Ele acordou! Ele acordou! – Gritou Vladmir.

leia mais »