A cidade dos mortos

[tagline_box¬†link=”http://www.mundogump.com.br/dez-dos-bichinhos-mais-fofinhos-do-mundo/” button=”Sair!” title=”AVISO:” description=”Este post cont√©m imagens chocantes e inc√īmodas para pessoas sens√≠veis.”]
[/tagline_box]
O dia amanhece preguiçosamente. Distante da confusão permanente nas margens do Ganges, surge o farfalhar das penas de uma garça, que com beleza e graça, sobrevoa a superfície ondulada do rio. Ao fundo, ocultas pela fumaça, que emana de forma permanente das margens,  estranhas torres sobem em direção ao céu.
Ao longe, j√° se pode ouvir o ruido da cidade despertando. Por√©m, ainda √© um som fraco, que n√£o distrai a gar√ßa de sua busca incessante por comida. A ave pousa suavemente sobre um mont√≠culo de junco e detritos perto da margem esquerda. Ali ela n√£o espera por peixes ou pequenos crust√°ceos. A ave trepa com delicadeza entre peda√ßos de galhos, detritos e sujeira. Sem que possa perceber, a pequena ilha em que ela est√° pousada desce o rio lentamente, girando ao sabor das √°guas quentes. A Gar√ßa arranca com dificuldade algo comest√≠vel, que engole r√°pido, com indisfar√ß√°vel prazer. √Č um olho humano…
A pequena ilha é só um dos muitos corpos humanos que boiam à mercê das correntezas do rio Ganges.

Leia maisA cidade dos mortos

Eles vivem na beira do abismo

Existem pessoas que tem medo de altura. Certos lugares do mundo n√£o s√£o, digamos, apropriados para estas pessoas. Isso porque corajosos moradores habitam faixas paralelas a verdadeiros penhascos. Tem que ter uma boa dose de coragem para morar nesses rochedos. Confira:

Monges na beira da montanha

Constru√≠do h√° mais de 1400 anos nas montanhas Jinlong, na prov√≠ncia de Shanxi, o monast√©rio √© √ļnico! N√£o somente por sua complexidade arquitet√īnica, erguido na beira de um precip√≠cio , mas tamb√©m por sua riqueza de elementos, misturando detalhes tao√≠stas, confucionistas e budistas.
O monast√©rio √© composto de diversos pavilh√Ķes que se fundem nas forma√ß√Ķes rochosas naturais e que s√£o interligados por passarelas, corredores e escadas.


Favorecido pela altura que lhe protege das inunda√ß√Ķes, da chuva e da neve pelas escava√ß√Ķes nas rochas, e do calor pelas montanhas ao redor, o monast√©rio continua erguido por todo esse tempo. fonte

Parece até matte painting!

√Č inacredit√°vel, mas isso √© uma foto. Este monast√©rio fica na beira de um precip√≠cio, numa altura de 1000 metros das pontiagudas rochas l√° em baixo. O Monast√©rio da foto fica no But√£o. Segundo a lenda o segundo Buda, Guru Rinpoche foi quem o construiu em 1692. O monast√©rio budista, admite um limitado n√ļmero de turistas para per√≠odos de medita√ß√£o. Pra quem tem sangue frio. Haja medita√ß√£o!

N√£o deixe de conferir o resto do post! Tem muita coisa louca aqui!

Leia maisEles vivem na beira do abismo