Poesia Visual

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Categorias
Night mode

Eu achei um link muito curioso. No inicio custei para entender como a coisa funcionava. Mas depois compreendi.

A proposta deste site é permitir que através de um texto você construa uma imagem.

E então eu resolvi escrever a priemira merda, digo, coisa que me veio à cabeça e saiu isso aqui:

Quando nada mais restar senão olhar-se no espelho e contemplar o vazio que te separa do que você gostaria de ser

Não pense, sinta. O que você não é, é justamente aquilo que te faz ser o que é. Então de alguma forma triste e patética, você obtém uma certa criatividade apenas por lutar contra a correnteza de medos, desejos e virtudes que te constroem justamente quando você evita que isso aconteça.


Não há maneira de escapar ao universo triste do real senão dar-se conta de que sua existência é o que conduziu a esta reflexão.
Tudo esta na base do ser e do não ser. O não ser te faz ser tanto quando o seu ato de ser obriga milhões de outros atos de ser a não estar.

E aí

Quando mais tarde você buscar

Nos seus olhos refletidos num espelho

Algum fragmento de quem você é. Alguma pista..

Alguma dica


Algum caminho para buscar compreender o que de fato perdeu,

Tudo que verá será só uma repetição fraca e triste de um boneco que deveria ser um você idealizado, construído com sonhos e desejos comerciais.

Sua roupa não te faz ser o que é. Nem suas jóias. Muito menos seu carro esporte

Tudo que você quer que seja é aquilo que te afasta do seu verdadeiro caminho

O caminho do outro

Do encontro

Do estar real no mundo

E nos mundos
Porque o que você faz aqui repercute cósmicamente

E quando você deixa de usar aquela calça cara de marca desconhecida ou aquele sapato de pedras brilhantes que alimentaria uma família pobre nos confins áridos das planícies africanas…

… Você permite que num outro lugar num outro tempo, naquele momento que parece um pequeno estalo para nós que vivemos muito e para os animais que vivem pouco é como uma gigantesca vazão secular

Uma minúscula  molécula se prenda a outra, gerando um aminoácido.

Que vai se unir a outros fazendo uma bactéria

A bactéria
A semente da nova vida, no universo distante das possibilidades

Dará a luz a um sem fim de coisas concretas, vivas, que se multiplicarão mais e mais até que muitos milênios depois, uma outra figura possa se olhar no espelho e contemplar o vazio de sua existência fraca.

E então,

Só então

O ciclo se repetirá.

E o programa gerou isto aqui.

Esta é a construção matematicamente gerada da minha poesia de fundo de quintal. Uma coisa bem interessante.

Quando são muitas palavras fica bem mais maneiro, olha só:

Este é mais um daqueles interessantes sites experimentais. O sistema foi feito usando o “Processing” que é um ambiente de programação open source que permite a interação de imagens e animação. Ele é usado por estudantes, artistas, designers, pesquisadores e hobbyistas, para estudo, protótipos e produção de conteúdo multimidia.

Comments

comments

4 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Eu dei duro aqui

Com 15 anos de sangue suor e lágrimas, eu me esforcei para fazer um dos blogs mais antigos e legais do Brasil. Mis de 5000 artigos, mais de 100.000 comentários, mais de 20 livros, canal, programa de rádio, esculturas... Manter isso, você pode imaginar, não é barato. Talvez você considere me apoiar no Patreon e ajudar o Mundo Gump a não sair do ar.
Ajuda aí?

Conheça meus livros

© MUNDO GUMP – Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização.