Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp

No código penal brasileiro, o artigo 171 define o crime de estelionato. Assim, quem é estelionatário é na gíria popular, chamado de 171.

Dá gosto de ver como que os vagabundos 171 se empenham em dar golpes na praça. De todos os crimes, o que eu acho mais interessante  é o estelionato, porque todo estelionatário é super inteligente e inventa esquemas mega-elaborados para pegar dinheiro dos outros.

Pensa num larápio que invade uma casa e furta objetos de valor. Ok, tem a dificuldade, o perigo envolvido, ele se expõe, entra na casa, escolhe o objeto do furto e foge. Há o assaltante, que tem que caçar sua vítima tal qual um predador dos tempos modernos, tem que avaliar mil situações para saber se vale a pena ou não ir adiante com o assalto, tem que calcular a fuga, planejar o tom da agressividade e se planejar para lidar com situações adversas.

Nos dois casos, o bandido se expõe tremendamente. Já o estelionatário, na maioria das vezes não aparenta ser bandido, não é violento e sua arma é a inteligência. raramente ele se expõe e talvez por isso seja tão difícil de pegá-los.

Tem gente que acha que ser bandido é fácil. Mas a verdade é que ser bandido, ou como dizem na gíria popular, vagabundo, é tudo menos vagabundagem. O bandido tem muito trabalho para conseguir se manter no “negócio”. Desses, talvez o que mais investe em suas artimanhas é o estelionatário. Isso porque boa parte do trabalho do estelionatário é mental. O estelionatário não puxa revólver, não dá facada, machadada, não enforca, não corre atrás da vítima. O estelionatário usa técnicas diversas para confundir, enrolar e engrupir as vítimas, e sua área de atuação, compreende um mix de diversos campos do conhecimento, que aliados à criatividade, vão da Engenharia, a Psicologia, informática, eletrônica, espionagem, a interpretação teatral, e até o design.

Duvida? Olha o grau de sofisticação deste golpe aqui em baixo:

Os caras chegam ao requinte de clonar a FRENTE completa do caixa eletrônico, com tela que funciona de verdade, botoes que funcionam, chip de comunicação, baterias de longa duração…
É impossível de negar o grau de sofisticação envolvido neste golpe, onde seu ponto mais fraco foi usar chip da Tim, já que a Tim é uma merda hahaha.

Outro dia eu vi na Tv um golpista que inventou (o programa não mostrou como era para não estimular) um jeito de “pescar” dinheiro do caixa eletrônico. O cara passava a madrugada TODA “pescando” notas dentro da maquina com um cabo de aço fino (suspeito de corda de violão) ligado numa parada com a forma da nota onde havia uma fita adesiva. De um jeito que não sei como era, ele enfiava aquilo dentro da maquina e depois fazia um saque real num valor baixo. Quando o dispenser de notas reabria para sair a nota, ele puxava a traquitana e vinha um bolo de outras notas, a maioria de 50 junto. O cara quando foi pego já tinha esvaziado alguns caixas eletrônicos.

Outro golpe parente desse da pescaria é o “pescador de depósito”. Nesse golpe, uma traquitana enfiada na maquina do banco pega o envelope de deposito. Olha a engenhosidade:

Muitas vezes, o cara que dá esse tipo de trambique chega num nivel assustador de habilidade. Veja o caso deste 171 que usando um pendrive e um teclado portátil, entrou no sistema da maquina via acesso da câmera de segurança, reiniciou o terminal e passou a controlá-lo. Ele apenas digitava as notas que queria e o caixa eletrônico zumbi cuspia. No melhor estilo do molequinho do filme Terminator 2.

É impressionante a audácia e o grau de sofisticação que vem sendo aperfeiçoado pelos bandidos. Conhece algum truque de 171? Conta aí pra nós! Só o conhecimento pode ajudar a não nos estreparmos nas mãos desses caras.

Olha no nível do 171

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

22 ideias sobre “Olha no nível do 171

  • 19 de dezembro de 2013 em 11:39
    Permalink

    Um golpe que inicialmente estava dando muito certo quando ainda não era conhecido, era aquele do sequestro em que o bandido ligava pra um número (geralmente de idosos) e informava que estava de posse de algum familiar ameaçando matá-lo caso não pagassem o resgate.
    Uma vizinha minha, caiu em um golpe desse e perdeu 3.000 reais tendo que pagar pelo falso resgate.

    Resposta
    • 19 de dezembro de 2013 em 11:41
      Permalink

      Um desses safadinhos já tentou me passar esse. Eu fingi que estava desesperado com “a minha filha em poder deles” e fiquei um tempão do caralho trollando o bandido. No fim, até ele riu.

      Resposta
      • 19 de dezembro de 2013 em 20:56
        Permalink

        Pô Philipe, isso aí dá uma aventura nova. Desenrola essa história aí num post! 😀

        Resposta
  • 19 de dezembro de 2013 em 14:36
    Permalink

    Tem muito golpe, mas importante tambem e’ alertar os pais e avos, pessoas de mais idade sao alvos mais faceis. Minha mae quase caiu num conto na porta do banco.

    Ja’ recebi ligacao de alguem dizendo que era da microsoft e que tinha um problema no meu computador, pensei em trollar o cara, mas deixa pra la’.

    Resposta
  • 19 de dezembro de 2013 em 17:58
    Permalink

    É esse povo que inspira os filmes do Onze homens e um segredo

    Resposta
  • 19 de dezembro de 2013 em 23:03
    Permalink

    Só tenho minhas dúvidas se roubar de banco é mesmo roubar ou retomar parte do que te foi roubado.

    Resposta
    • 20 de dezembro de 2013 em 9:13
      Permalink

      Roubar de banco não é retomar o que te foi roubado, na medida em que nenhum banco obriga o correntista a sê-lo. Se eles extorquem nos juros e taxas abusivas, isso tudo está no contrato de adesão. Se o cara assina, está aceitando aquilo, logo não é roubo.

      Resposta
      • 20 de dezembro de 2013 em 15:38
        Permalink

        Cumpadre, como profissional da área do direito, aqui cabe uma explicação: não se pode “roubar” coisas, somente pessoas podem ser o sujeito passivo do crime de roubo, que implica em violância ou grave ameaça contra a vítima. Como ameaçar um prédio ou um caixa eletrônico? Logo, “pessoas” são roubadas: “coisas” são furtadas, e das pessoas, já que praticamente tudo tem um dono. E “assalto” não existe… só no pugilismo, mesmo!

        Resposta
      • 20 de dezembro de 2013 em 22:19
        Permalink

        Muitas empresas obrigam os funcionários a criarem contas-salários em bancos e até agências específicas.

        Resposta
        • 21 de dezembro de 2013 em 18:13
          Permalink

          A empresa te obriga a criar a conta SALÁRIO pra receber somente seu SALÁRIO, que você pode ter sem cartão de crédito, cheque, empréstimo nada disso. Basta saber se impor e se informar, já que o negócio do banco é vender dinheiro a preço caro, então é óbvio que ele vai querer te vender algo.

          Resposta
          • 22 de dezembro de 2013 em 11:13
            Permalink

            Tem que estar sempre de olho nos bancos, pq são empresas COM fins lucrativos, assim, se eles acham meios de te tirar dinheiro, o farão.

  • 20 de dezembro de 2013 em 11:35
    Permalink

    Tem um áudio rolando ai de um Presidiário que tentou passar um “melado de açúcar na boca” de um advogado (como diria minha mãe). Dai o Advogado percebe de cara o golpe, mas troca a maior ideia com o golpista. O áudio tem uns 15 minutos de papo furado do golpista que tá preso ligando de dentro de um presidio. Acho que tem no YouTube, o golpista primeiro insulta o advogado que percebeu o golpe, mas depois viram melhores amigos e o cara conta a historia toda do golpe pro advogado.. É interessante de ouvir o pensamento do cara.

    O fato é que esse pessoal poderia estar usando essa inteligência toda para outra cosia que fosse licita e ganhando dinheiro com isso.

    Resposta
  • 20 de dezembro de 2013 em 15:09
    Permalink

    No último caso, o 171 poderia seguir a carreira de segurança de TI ou algo, mas não…

    Resposta
  • 20 de dezembro de 2013 em 17:02
    Permalink

    Esses 171 tem muito tempo pra bolar um troço desse, apresentado no primeiro video… o mais fera, é como ele colocou aquilo lá! não tinha camera de vigilancia e nem segunraça atentos o suficiente pra ver o pilantra colocando a traquitana lá?? Pior é que a policia faz a investigação, prende os caras, deixa tudo pronto pra justiça ai os juízes mandam soltar os caras!! huahauhauha O Brasil é o único pais do mundo que pune quem é honesto!!

    Resposta
    • 22 de dezembro de 2013 em 11:30
      Permalink

      Pura verdade! Esse ano mesmo um juiz de uma cidade de Goiás mandou soltar um estuprador confesso, que tentou inclusive matar a vítima (criança) porque ele (o juiz) concluiu que as cadeias lotadas não tinham condição de abrigar mais ninguém. Agora o bandido está ameaçando a familia da vitima. Olha o grau que nós chegamos na bananalândia!

      Resposta
  • 20 de dezembro de 2013 em 18:38
    Permalink

    Fora os que roubam centavos de várias contas, on-line. No Sul tem muitas quadrilhas especializadíssimas em roubar caixas que a polícia nunca dá conta de pegar (apesar de eu já achar que deve é ter policial envolvido nos esquemas).
    Esses caras são gênios, e, o pior de tudo, pensar que são potenciais desperdiçados. Imagina os meninos que se envolvem nos esquemas trabalhando em empresas científicas? Muitos vão para o crime porque compensa mais do que um trabalho comum, ou por não terem oportunidades, infelizmente. É igual ao tráfico, tem alto grau de organização, os caras são gênios na administração (apesar de usar métodos mais fáceis de eliminar a concorrência).

    Resposta
  • 21 de dezembro de 2013 em 11:46
    Permalink

    Se lembrarem dos furtos em que com caminhão com guindaste pequeno (munk) em que levavam o Caixa Eletrônico inteiro, clonarem a frente dele ou usar pendrive com auto-execução com programa para acesso irrestrito de controle da gaveta de notas não me espanta …

    só que agora além de coisas já triviais que faço como sacudir a entrada de cartão pra ver se descola, olhar o caixa em volta para verificar detalhes e depositar na boca do caixa ou transferir direto pra conta pelo cx eletrônico, ainda terei que METER A PORRADA na frente do caixa pra ver se a carapuça cai … XD

    tá ficando tenso agora…

    Resposta
  • 21 de dezembro de 2013 em 18:45
    Permalink

    Eu conheço o golpe da igreja pentecostal , neopentecostal , você abre uma , realiza uns exorcismos , fala umas coisas estranhas , neste momento o povo já estará vendido a você achando que você é um profeta exterminador do futuro e pronto, depois é só passar a sacolinha.

    Resposta
  • 23 de dezembro de 2013 em 15:02
    Permalink

    Não se trata de 171 por essência, mas na criatividade sim..

    Aqui em Porto Alegre, RS, a moda agora é um aparelho que capta o sinal do alarme dos carros quando estes são acionados.. Assim, o bandido fica na espreita atrás de uma árvore, capta o sinal e, depois que a vítima já está longe de seu carro, ele abre normalmente reproduzindo o sinal..

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Alerta: Conteúdo protegido !!