fbpx

Curiosidades, Lugares

O estranho parque temático russo abandonado no Japão

Em algum momento da história um empresario pensou: "Ei, vamos fazer um parque temático russo no Japão que vai ser um sucesso!"

Escrito por Philipe Kling David · 53 segundos de leitura >

Em algum momento da história um empresario pensou: “Ei, vamos fazer um parque temático russo no Japão que vai ser um sucesso!”

O escritor e aventureiro britânico-americano Michael John Grist visitou o parque temático Russian Village em Niigata, Japão, e fez uma série de fotos. Essas fotos de tirar o fôlego mostram o pitoresco parque temático de estilo russo que costumava ficar localizado em uma floresta a cerca de seis horas de Tóquio. O parque foi inaugurado em 1993 para “estimular as relações entre o Japão e a Rússia e mostrar o modo de vida russo no exterior”. Mas devido à falta de visitantes, o parque foi fechado em 2004 e, em 2016, quase foi destruído.

O plano inicial era ousado, saca só:

Há fracasso, fracasso retumbante e o Russian Village. Logo após inaugurar o parque já foi  fechado e reaberto após reformas em 2002. Ficou então aberto apenas seis meses antes de a falta de visitantes o obrigar a fechar mais uma vez. Após mais de 8 anos abandonado, o parque é uma visão incrível. O parque incluia uma grande catedral, um hotel (que sofreu muitos danos causados ​​por incêndios), vários teatros, restaurantes e até mesmo um campo de golfe.

Sem dúvida, a parte mais surpreendente e curiosa da estrutura abandonada é a taxidermia e o esqueleto de mamute (falso) que foram deixados para trás na Vila Russa, agora vazia.


 

fonte

Escrito por Philipe Kling David
Designer, blogueiro, escritor e escultor. Seu passatempo preferido é procurar coisas interessantes e curiosas para colocar neste espaço aqui. Tem uma grande atração por assuntos que envolvam mistérios, desconhecido e tecnologia. Gosta de conversar sobre qualquer coisa e sempre tem um caso bizarro e engraçado para contar. Saiba mais... Profile

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.