Mulher dá de cara com Doppelgänger do próprio marido

Uma mulher chamada Pixie Rose estava malhando na academia e ficou chocada quando viu seu próprio marido, Caleb passando por ela , que naquele momento. Mas era impossível, porque ela sabia que naquele momento ele estava em casa com seu filho pequeno!

 

Segundo a Wikipedia, Doppelgänger (alemão: [ˈdɔpl̩ˌɡɛŋɐ] )é um sósia ou duplo não-biologicamente relacionado de uma pessoa viva, por vezes retratado como um fenômeno fantasmagórico ou paranormal e geralmente visto como um prenúncio de má sorte, ou ainda para se referir ao “irmão gêmeo maligno” ou ao fenômeno da bilocação. A forma mais antiga da palavra, cunhada pelo romancista Jean Paul em 1796, é Doppeltgänger, “aquele que caminha ao lado”.

Os Doppelgänger aparecem em várias obras literárias de ficção científica e literatura fantástica, nas quais são um tipo de metamorfismo que imita uma pessoa ou espécie específica.

Eu tive, ou tenho, não sei… Um.

Durante muito tempo amigos comentavam que tinha um cara muito parecido comigo vagando por Niterói! Inclusive uma vez, enquanto eu esperava um ônibus, um cara ficou me olhando fixamente.
Eu falei, “opa”, com o cu na mão de ser um assalto e ele:

– Aí, tu não é o primo de Dedé?

Eu disse que não e ele ficou estupefato. E falou assim:

-Mas… É… I-GUAL-ZI-NHO….

O cara mal encarado do ponto de ônibus custou a acreditar que eu não era o primo do Dedé. E me disse que “eu” estava jurado de morte lá no Coelho, em São Gonçalo, o que explicou em boa parte minhas motivações para nunca visitar localidade tão aprazível, hehehe.

Mas eu a essa altura já sabia do tal cara, porque as histórias dele logo chegavam pra mim. Inclusive o cara igual a mim é a inspiração para um caso lisérgico onde um sujeito dá de cara com ele mesmo no ponto de ônibus. A Psicopatologia dá um nome para a experiência esquizofrênica de dar de cara consigo na rua: “Alucinação autoscópica externa”.
Mas no meu caso, o tal primo do Dedé não era alucinação. Era real. (talvez ainda sejam, se ele não foi no Coelho, hahahah)

O cara era tão igual que até a minha própria mãe já se confundiu achando que era eu e fazendo papel de maluca no shopping. Uma história hilária.

Encontrar o Doppelgänger é uma experiência muito, muito bizarra. No caso da mulher do post, quando ela percebeu que aquele homem não era Caleb, sua surpresa foi ainda maior, pois ele se parecia exatamente com ele. Absolutamente idêntico. Mesma altura, mesmo rosto, mesma constituição, inclusive mesmo corte de cabelo e barba.

Ela entrou em uma conversa com este homem e soube que o nome dele era Andy . Mais tarde, ela contou a Caleb sobre ele e eles decidiram ir juntos para a academia para se conhecerem.

Eles também decidiram levar o filho com eles para ver se Caleb e Andy seriam mesmo tão parecidos que até o filho poderia confundir seu pai com Andy.

Pixie Rose compartilhou essa história incrível em sua conta do TikTok e postou um vídeo de Caleb entrando na sala com o bebê nos braços, onde Andy o cumprimentou.

 O garoto nos braços do pai parece confuso ao ver o mesmo “pai” à sua frente, só que sem óculos. E quando Andy pegou os óculos de Caleb e os colocou, o garoto ficou completamente surpreso, abrindo a boca.

“Este é um duplo completo do meu marido! É uma verdadeira loucura vê-los de pé um ao lado do outro. Não, eles não são parentes!”, diz Pixie Rose.

O vídeo despertou grande interesse nas redes sociais e centenas de pessoas deixaram comentários, maravilhadas com a incrível semelhança entre Caleb e Andy.

Alguns sugeriram testar seu DNA para ver se eles poderiam ser gêmeos separados secretamente, outros sugeriram que eles podem ter tido o mesmo pai que doou seu esperma para um banco de esperma. Mas Pixie Rose até o momento não publicou nada sobre isso.

Volta e meia surge um caso sobre uma pessoa descobrindo, chocada, uma réplica dela andando por aí. 

Muitas vezes, a simples semelhança física é apenas a porta de entrada para coincidências ainda mais chocantes, como esta abaixo:

Um dos casos que eu acho mais incríveis de doppelgangers é o caso de Will West. Além de idênticos, os dois Will West, tinham o mesmo nome o mesmo sobrenome, as mesmas exatas medidas de Bertillon (um tipo de categorização por dados antropométricos), ambos estavam vestindo uma roupa igual, e eles foram presos na mesma penitenciária, o que gerou uma puta confusão.

Will West

 

 

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertisment

Últimos artigos