Ilustres desconhecidos

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Categorias
Night mode

Impressionante como descobrir o que era o significado do sabão em pó OMO me fez bem. Eu vejo as propagandas agora e não sinto mais aquela angústia absurda que eu sentia de não saber o que essas três letras significavam. Mas andando pela rua percebi que mal tirei o OMO da cabeça, outras marcas e seus ícones ocuparam o lugar sem cerimônia.  E aqui estou eu, novamente em busca da identidade de ninguém menos que a velha da casa do pão de queijo.

Quem será esta velhinha? Inicialmente eu pensei que era a Dona Benta, mas após algumas pesquisas, descobri que ela é na verdade…

Dona Arthêmia!

Dona Arthêmia é a mãe do cara que criou a fábrica de pães de queijo, e detentora da famosa “receita secreta” do pãozinho.

Outra que me intrigou em mais da metade da vida foi a Gina. Bom, Gina é o nome pelo qual todo mundo sempre chamou a mulher dos palitos Gina.  Eu me lembro que quando era pequeno, quando me falavam da loura do banheiro, eu imaginava a Gina com seu olhar asssutador.

Você não sente um certo calafrio com este olhar da Gina? Até hoje eu tenho medo da Gina. O que eu descobri pode impressionar você: A Gina não se chama Gina!

Meu mundo caiu! Eu passei a vida toda pensado que a Gina era Gina. Mas a verdade é que “Gina” é o apelido de Rosa Del Nero. Rosa é mulher do dono da empresa Rela & Cia, que fabrica os palitos. A mulher que eu e toda a torcida do Flamengo pensávamos ser Gina, chama-se Zofia Burk e era uma modelo polonesa muito requisitada no Brasil em 1976. Ela teve que ser maquiada para parecer mais velha do que era.

Quem é Melitta?

Você vai fazer um café e na hora de pegar o filtro, tá aquele nome intrigante lá. Melitta.

O que seria Melitta? Talvez uma palavra em outra língua… Talvez indiano ou algo assim. Ou seria um nome?  Melitta era realmente uma mulher, e foi realmente dela que partiu a idéia do filtro de papel. A história da marca Melitta é que em 1901 uma dona alemã chamada Melitta Benz falou com seu marido (o inventor do café expresso) que o café às vezes tinha sabor estranho, que lembrava mofo. Ela mesma foi investigar o caso e acabou descobrindo que o sabor era decorrente de mofo mesmo, que aparecia no filtro de pano usado para coar a bebida. Quando um novo café era feito, pequenas partículas do grão usado se misturavam ao café novo, alterando seu sabor. Melitta era uma mulher McGuyver e pegou uma caneca de latão, onde fez vários furos. De um mata-borrão ela pegou o papel e adaptou como pôde um tipo de funil. Estava feito o primeiro filtro de papel descartável do mundo.

Quem é o menino que fuma na embalagem dos cigarrinhos de chocolate Pan?

Lançado nos anos 30, os cigarrinhos de chocolate da Pan incentivaram muitas crianças a adquirir o vício pernicioso do cigarro. Mas quem será aquele molequinho magrinho, pretinho com um sorriso aberto e o cigarrinho na mão? O menino dos cigarrinhos (foi brabo de descobrir essa)  está com mais ou menos 55 anos, se chama Paulinho, e é um músico violonista profissional e quase sempre acompanha Alayde Costa, veterana cantora brasileira.

Outro que gera medo e dúvida é o velho da aveia Quaker. Quem seria aquela figura meio bonachona, olhando pra gente com um certo ar de superioridade?

Eu achava que aquele era o “Sr. Quaker” o cara que inventou o cereal de aveia, mas errei feio. Descobri neste site que o velho da aveia é apenas um sorridente “QUAKER”.  QUAKER é o nome de uma comunidade religiosa inglesa, fundada no século XVII pelo sapateiro George Fox e depois regulamentada por William Penn e Robert Barclay. Perseguidos em seu país pela intolerância religiosa, grandes grupos de “Quakers”, seguidores dessa seita, emigraram para os Estados Unidos na época da colonização, tendo como ideal criar comunidades regidas por princípios de justiça, moralidade e fraternidade nas relações humanas. Por essa razão, eram especialmente reconhecidos pelos costumes austeros e saudáveis que adotavam em seu modo de viver. O primeiro logotipo da marca, criado em 1877, era um QUAKER vermelho de corpo inteiro. A primeira de muitas modificações ocorreu em 1946, quando surgiu o famoso personagem (somente a cara com um sorriso) nas cores vermelha, branca e azul, desenhado pelo artista Jim Nash.

Outra mudança ocorreu em 1957, quando o artista e ilustrador Haddon Sundblom fez uma re-estilização do logotipo. E finalmente, em 1972, John Mills criou o famoso logotipo do QUAKER em azul. Atualmente a QUAKER OATS, dona da marca, utiliza tanto o logotipo azul como o tradicional colorido feito por Haddon Sundblom.

Comments

comments

33 respostas

  1. E minha mãe me perguntou esses tempos o motivo de eu ir no quarto dos meus pais às vezes de noite por não conseguir dormir, quando tinha lá meus 4 anos de idade…
    Tive que falar né: tinha uma latona de Quacker em cima do meu armário… Imagina, o cara vai dormir e aquela cara olhando daquele jeito pra gente… hehehe
    Não tinha jeito daí!

  2. Caramba mano! essa do cigarrinho de chocolate foi foda! Tirou do baú. Sempre tive curiosidade de saber quem era o figurinha.

    Engraçado como os valores eram outros, lembro que quando ia na padaria com meu pai comprar cigarro, eu pedia um desses pra fingir que fumava tbm, não se influenciou ou não, mas hoje sou fumante 🙁

    Grande post mano!

  3. Philipe resolvendo os grandes mistério da vida.

    Agora sei que é a misteriosa Gina, ops, quer dizer, Zofia. 😛

    A Vovó anônima e Melitta.

    Melitta é com dois “T”. Tu escreveste o nome da marca várias vezes com um “T” só. ;]

  4. Eu sei onde mora a mulher dos palitos Gina, mora num prédio no bairro do Sumaré aqui em São Paulo , só não sei em qual apartamento , até passou no Penico na TV . :B

  5. Post Interessante…

    Só que agora vejo as marcas de outra maneira, ficando cada vez mais curioso para saber o motivo… acaba de me vir a cabeça, qual será o motivo duma certa marca de colchões, Quixadá, que é muito zuado, como “Queixa dá”…. mas vou pesquisar, pra sanar minha curiosidade…. espero que eu num fique viciado em fazer isso… 😎

  6. [quote comment=”33982″]Philipe resolvendo os grandes mistério da vida.

    Agora sei que é a misteriosa Gina, ops, quer dizer, Zofia. 😛

    A Vovó anônima e Melitta.

    Melitta é com dois “T”. Tu escreveste o nome da marca várias vezes com um “T” só. ;][/quote]

    Valeu Ed. Arrumei lá. Algumas eu botei com dois l em vez de dois t. Sou sequelado mesmo. O_o

  7. Maneiro!!!!!!!!!!!!!!achei muito legal a materia sobre outras marcas de produtos famosos…tipo….e aquela mulher do Leite Moça??nao q ela seja verdadeira..mas fica uma perguntinha…erá q ela existiu mesmo??qual o nome dela??onde ela vivia???entendem???
    PARABENS AO MUNDO GUMP ADORO ESSE BLOG!

  8. Revele os dois Frades do Chocolate Nestlée e vire o meu heróa! XD

    Meu, mas as histórias das marcas são muito legais. Sabia que aquele famoso vidro que O Boticário usa pertencia originalmente a ninguém mais, ninguém mesmos que o Silvio Santos? Na época da fundação do Boticário, ele estava montando uma empresa de perfumaria (futura Jequiti?) mas no meio do caminho resolveu parar tudo.

    Aí o dono do Boticário precisava de frascos e descobriu que o tio silvio tava vendendo baratinho, mas ou ele comprava nada ou todos os milhares de frascos que tinha no galpão. É por isso que tem um monte de perfume do Boticário com o mesmo frasco: na época da fundação só tinha uma embalagem, que virou padrão para os primeiros produtos.

    Adorei o post e cliquei nos adsenses (meu bater palmas virtual),

    .faso

  9. Parabéns pela matéria, gostei tanto que colei em meu blog, coloquei seus créditos lógico, achei mais certo que mudar um pouquinho e dizer que é meu, mas sempre tive essa curiosidade parabéns …

  10. [quote comment=”34171″]Parabéns pela matéria, gostei tanto que colei em meu blog, coloquei seus créditos lógico, achei mais certo que mudar um pouquinho e dizer que é meu, mas sempre tive essa curiosidade parabéns …[/quote]

    Valeu Vitor

  11. Olha, é bastante interessante isso tudo! Mas eu achei que vc ia colocar sobre aquela mulher do azeite!! Eu sempre quis saber quem é aquela maldita mulher no balanço! Tá lembrado? Eu tinha medo dela, assim como vc tinha medo da Gina do palito. heuhei. Estranho isso, né?! Mas a mulher no balanço no azeite é assustadora. Eu não lembro qual é a marca do azeite mas ele vinha numa lata, parecida com lata de tinta. O olhar daquela mulher sim, era muito penetrante e medonho. heuie Beijos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Eu dei duro aqui

Com 15 anos de sangue suor e lágrimas, eu me esforcei para fazer um dos blogs mais antigos e legais do Brasil. Mis de 5000 artigos, mais de 100.000 comentários, mais de 20 livros, canal, programa de rádio, esculturas... Manter isso, você pode imaginar, não é barato. Talvez você considere me apoiar no Patreon e ajudar o Mundo Gump a não sair do ar.
Ajuda aí?

Conheça meus livros

© MUNDO GUMP – Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização.