Homem atingido por 5 meteoritos acredita que seja alvo de aliens

Sharing is caring!

Um homem da Bósnia foi inacreditavelmente atingido 5 vezes por rochas vindas do espaço. Ele acredita que seja alvo de atividade Alien.

Se já parece bizarro que alguém seja um mero alvo para a diversão extraterrestre, saiba que isso é muito, mas muito mais provável que um único sujeito da Terra ser atingido cinco vezes por pedras do cosmos, dados o tamanho do planeta, o tamanho das pedras e a singularidade dos eventos. Isso é absolutamente inacreditável, uma vez que a probabilidade de um meteorito cair na cabeça de alguém é de um em um quatrilhão.

Meteoritos são fragmentos de corpos sólidos naturais (asteróides, lua, marte, cometas …), que vindos do espaço penetram a atmosfera terrestre, se incandescem pelo atrito com o ar e atingem a superfície terrestre. A chegada de um meteorito é anunciada pela passagem de um grande meteoro (bólido), chiado e estrondos cacofônicos.

Apesar de ser bastante remota a possibilidade de ser um felizardo espectador e praticamente impossível a de ser atingido por um meteorito alguns acidentes já ocorreram.

Os casos mais célebres são da morte de um cachorro em Nakhla no Egito em 1911, da mulher atingida na perna em Sylacauga, USA e do carro em Peekskill, NY, USA.

Especialistas na Universidade de Belgrado confirmaram que todas as pedras que Radivoje Lajic apresentou são mesmo meteoritos. Eles agora investigam os campos magnéticos locais para tentar estabelecer uma hipótese que justifique o que faz de Radivoje Lajic um alvo para esses pequenos corpos celestes.

Mas Lajic que agora já tem um telhado reforçado com chapas de aço em sua casa em Gornja Lamovite, tem uma explicação “alternativa”.
Segundo Lajic:

“Obviamente eu sou alvo da ação extraterrestre. Eu não sei o que foi que eu fiz para aborrecê-los, mas não há nenhuma outra explicação que faça sentido. A chance de ser atingido por um único meteorito é tão pequena que ser atingido cinco vezes é uma aberração.”

O primeiro meteorito atingiu a casa de Lajic em Novembro do ano passado e desde então, outros quatro atingiram sua casa. As rochas sempre atingem a residência de Lajic quando há uma tempestade e está chovendo muito, mas nunca quando o dia está bom.

“Inicialmente eu não sabia o que eram aquelas pedras esquisitas, mas os experts da Universidade de Belgrado confirmaram que eram meteoritos”.

“Estou sendo alvo de aliens. Eles estão fazendo brincadeiras comigo. Eu não entendo o porquê disso. Quando chove, eu não consigo mais dormir com medo de ser atingido novamente.”

Fonte: Ananova

Bizarro. Se você mora no brasil, dê uma olhada neste link para ver onde mais caem meteoritos e os mais famosos no país.

O falecido geofísico e professor Lincoln La Paz, num magnífico artigo de 130 páginas, publicado em 1957, apresenta os efeitos sérios da queda de meteoritos sobre a Terra, incluindo as suas acções em habitantes, casas e satélites artificiais. É um admirável e raro trabalho, onde ficamos a saber que foi maior o número de seres humanos atingidos por meteoritos.

Em 14 de Janeiro de 616, uma “pedra vinda do céu” caiu numa carroça, na China, matando 10 homens. Um monge franciscano foi brutalmente assassinado por uma chuva de meteoritos que caiu em Cremona, Itália, em 14 de Setembro de 1511. Em Milão, no ano de 1950, outro monge foi morto por um meteorito. Esta incidência causal de meteoritos sobre homens da igreja talvez tenha inspirado o artista italiano Maurizio Cattelan que participou na inauguração da Tate Modern, em Londres, com uma sala “La Nono Ora” em que o Papa João Paulo II tinha sido morto na sua residência no Vaticano atingido por um meteorito, uma obra de arte que causou elevada polêmica junto da Igreja e que foi vendida na Christies de Nova Iorque pela módica quantia de 620 mil libras inglesas.

O caso é tão estranho que até eu que vejo doideira todo santo dia e estou geralmente no epicentro de inúmeras merdas, tenho sinceras dificuldades de acreditar. Mas apesar de crer em aliens, eu acho que há uma outra potencial (ainda que insólita) explicação, que poderia estar na sincronicidade.

A sincronicidade tem sido, desde a primeira metade do século passado, objeto de questionamentos científicos que levam tanto ao âmbito da psicanálise como da física quântica, este ramo das ciências exatas tão citado e tão pouco compreendido. E, nele, à percepção, cada dia mais consensual, de que essas coincidências ocorrem, não num cenário de seres e objetos materiais, mas de um complexo campo de consciência, no qual a matéria não passa de uma ilusão.

Para C. G. Jung, sincronicidade é o nome que dá à ocorrência simultânea de acontecimentos que não têm, entre si, uma relação de causa e efeito. Quem já não vivenciou uma dessas coincidências “incríveis”, sem aparente explicação lógica? E, no entanto, quem admite que possa haver nelas algo mais do que um simples acaso?

Vejamos:

No livro Além das coincidências: uma explicação científica para os acontecimentos atribuídos ao acaso, os jornalistas Martin Plimmer e Brian King catalogam várias dessas histórias inacreditáveis, como a seguinte:

“Em 1899, o ator shakespeariano Charles Francis Coghlan, natural da ilha Prince Edward, no Canadá, morreu subitamente quando se apresentava na cidade portuária de Galveston, no Texas, sudoeste dos Estados Unidos. Como a distância era grande demais para trasladar o corpo para casa, ele foi colocado em um caixão de chumbo e enterrado num túmulo de granito num cemitério local.

No dia 8 de setembro de 1900, um grande furacão atingiu Galveston – lançando ondas contra o cemitério e arrancando túmulos. O caixão de Coghland foi arrastado para o mar. Ele flutuou até o Golfo do México e seguiu pela costa da Flórida até o Atlântico, onde a corrente do golfo o apanhou e o levou para o norte. Em outubro de 1908, pescadores da ilha Prince Edward viram uma grande caixa corroída pelo tempo flutuando na costa. Após nove anos e 5.500 quilômetros, o corpo de Charles Coghlan tinha voltado para casa. Seus concidadãos o enterraram no cemitério da igreja onde ele tinha sido batizado”.

Os matemáticos dizem que se uma coisa pode acontecer, acontecerá – um dia.

Apenas coisas impossíveis não acontecem – como descobrir icebergs no Saara ou táxis sob a chuva”, dizem Plimmer e King. Em outras palavras: se alguém disser que a chance de uma coisa acontecer é de uma em cada 73 milhões, não está dizendo que é impossível. “Se uma em cada 73 milhões de pessoas ficar verde, haverá 84 pessoas verdes no mundo”.

Veja-se o caso do guarda florestal Roy Cleveland Sullivan, atingido por um raio nada menos que sete vezes. “O que Sullivan tinha feito para merecer tanto azar? Seis anos depois do sétimo raio, ele cometeu suicídio.

Comigo já aconteceram grandes bizarras coincidências, sendo (na minha opinião de pessoa Gump) a maior de todas, o dia em que eu digitei números aleatórios para uma serial de programa com mais de dez dígitos alfanuméricos e acertei de primeira.

Eu gastei toda minha sorte desta encarnação naquele dia. Dali em diante só me estrepei, hehehe.

Para ler mais sobre coincidências bizarras, veja aqui.

Além das coincidências: Uma explicação científica
para os acontecimentos atribuídos ao acaso
Martin Plimmer e Brian King
Relume Dumará (21 3882-8200/ www.relumedumara. com.br)
As raízes da coincidência, de Arthur Koestler (Nova Fronteira, 1972)

Sincronicidade, de C. G. Jung (Vozes, 1991)
Sincronicidade – Ou porque nada é por acaso, de Robert H. Hopcke (Ed. Nova Era, 2001)
Anais de um simpósio imaginário – Entretenimento para cientistas, de Beto Hoisel (Ed. Palas Athena, 1998. Tel: 11 3279-6288. www.palasathena. org).

Fonte

Fonte

Comments

comments

Luminária Ufo

15 comentários em “Homem atingido por 5 meteoritos acredita que seja alvo de aliens”

  1. “Coisas impossíveis: icebergs no Saara e TAXIS NA CHUVA”… kkkkkkkkkkk… q sacanagem.

    Muito maneira a matéria. Mas se o cara se mudasse para outro lugar? será q ele seria novamente atingido por meteoritos?
    Acho q se trata de algum tipo de força magnética… nakela região, mais específicamente o quintal da casa dele, deve haver alguma força super-condutora que “orienta” os meteoritos a se dirigirem para esse local…
    Senão, acho muita covardia dos ets de ficar tacando pedra no probre homem… hahahahahahahahaha

    Responder
  2. Aew!

    Por isso que adoro esse blog. Notícias bizarras, comentários, informações científicas com as fontes, vida pessoal do autor… Tudo!!

    Meu pai contou uma vez uma história assim:
    Alguns anos atrás, ele marcou uma reunião com 2 amigos dele. Um às 8:00 no escritório do meu pai e outro às 10:00 em um lugar diferente.

    Ao chegar no primeiro lugar, esperou até as 9:00 mas o amigo acabou não comparecendo.

    Então ele foi no segundo lugar para a reunião das 10:00. Chegando lá o outro amigo também não tinha comparecido. Depois de muito esperar, quando já estava quase desistindo, chegou o cara falando:
    – Nem te conto! Hoje de manhã quando eu tava saindo para vir para cá, que entrei no carro, notei algo muito estranho. Tinha um rádio azul no meu carro… MAS MEU CARRO NÃO TEM RÁDIO! Voltei para o lugar que eu tinha saido ontem a noite e achei meu carro de verdade lá! Estacionei o carro que eu peguei errado, entrei no meu e vim pra cá.

    Meu pai falou: “mas que coincidência a mesma chave abrir carros iguais…” e eles prosseguiram a reunião.

    Quando acabou essa reunião, que meu pai voltou pro escritório dele, tava o cara da primeira reunião esperando ele. Meu pai explicou que esperou ele, mas ele disse: “Nem te conto, me atrasei porque roubaram meu carro ontem de noite!!”.

    Coincidências:
    – 1 chave abrir 2 carros iguais
    – esses 2 carros estarem na mesma cidade
    – os donos do carro saírem pro mesmo lugar na mesma noite
    – meu pai conhecer os dois
    – meu pai ter marcado uma reunião com os dois no mesmo dia

    Isso que é conspiração!

    Alguém sabe se aquelas semelhanças com os presidentes Kennedy e Lincoln são verdades?
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Abraham_Lincoln

    Abraços

    Responder
  3. [quote post="1801"]Alguém sabe se aquelas semelhanças com os presidentes Kennedy e Lincoln são verdades?[/quote]

    São sim. Grandes coincidências entre ambos. Adorei sua história cara.

    Responder
  4. Também já aconteceram coincidências incríveis comigo. A mais recente: Tenho um chaveiro com várias chaves,entre elas a de casa e de um cadeado da minha bike. Chegando em casa outro dia, meio lombrado, enfiei a chave na fechadura e abri, para notar, depois, que tinha usado a chave errada: a chave do cadeado! Que possui o mesmo segredo da de casa e são de marcas diferentes!
    Alguém se arrisca a calcula a possibilidade de duas chaves, feitas para coisas diferentes,de marcas diferentes, em épocas diferentes, serem iguais e pararem juntas no mesmo lugar? E de se descobrir isso por acaso?
    Acho que gastei minha chance de ganhar na Mega-sena nisso, droga…

    Responder
  5. Concordo com o que “eduardo” disse alí em cima.

    Como todos os casos foram na casa, pode ser que algo realmente atraia (campo magnético?) os fragmentos de rocha até lá. Vai saber!

    Responder
  6. [quote comment=""]Concordo com o que “eduardo” disse alí em cima.

    Como todos os casos foram na casa, pode ser que algo realmente atraia (campo magnético?) os fragmentos de rocha até lá. Vai saber![/quote]

    Cara muito muito gump essa notícia.

    Responder
  7. Isso me lembra um dos personagens o guia do mochileiro das galáxias que viaja pelo universo sacaneando todos os seres existentes. Pode ser que chegou a vez do nosso amigo, tema do post, hehehe.
    O nome do personagem eu não lembro, mas ele aparece em momentos muito engraçados dos livros!

    Responder
  8. Meu nome é viviane tenho 26 anos,a cerca de qatro anos,vi um objeto voador não indentificado sobrevoando sobre a lage de minha casa,estava eu e minha irmã de 17 anos.
    Um ano depois meu marido estava de carro na praça da bandeira no rio de janeiro,quando derrepente ele viu uma luz muito forte que paralizou suas pernas e ele relatou ter sentido muita dor no momento, quase perdeu a direção do carro mas graças a Deus ele conseguiu retornar o seu destino,chegando em casa então comentou comigo oque tinha acontecido alguns meses depois,meu marido ficou paraplégico,não sentia mais da sentura para baixo.
    Procurei recursos em muitos hospitais, e nunca ficou explicado a causa da paralisía dele.
    Nenhum médico soube me explicar o que houve,foram feitos varios exames inclusive ressonância magnética e não foi encontrado nenhuma atrofia ou qualquer tipo de dano na medula dele,outros exames também foram realizados e nada foi encontrado.Meu marido faleceu a nove mezes e a causa da doença não apareceu,gostaria de um dia poder obter uma explicação sobre isso que aconteceu com ele, se poderem me respoderem e me ajudarem a entender melhor oque houve com ele eu agradeço.

    Responder
  9. Olha o cara que foi atingido 5 vezes é realmente surpreendente, mais tem que fazer uma geral em torno da casa ne possível que esses extraterrestre sejam tão bons de mira que não tenha errado ao menos umas 4 pedradas para acerta o alvo.

    Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apoie este projeto

Criar este website não é uma tarefa fácil. Mais de 5000 artigos, mais de 100.000 comentários e conteúdo próprio, demandam muito trabalho. Saiba como você pode ajudar a manter o Mundo Gump cada vez melhor e evitar que ESTE SITE ACABE
Ajuda aí?
MUNDO GUMP – © 2006 – 2020 – Todos os direitos reservados.