Grandes filmes onde a música é parte fundamental

Tirando meu filho, que é um verdadeiro inferno conseguir fazer sentar comigo para ver um filme, (essa semana consegui com Robocop, aleluia!) a maioria das pessoas aprecia um bom filme.

Há filmes que nos marcam não apenas pela história ou pelos personagens, mas também pela música que ecoa através de cada cena, imortalizando momentos e emoções. Os grandes filmes musicais são verdadeiras obras-primas do cinema, onde a trilha sonora desempenha um papel preponderante na estrutura da narrativa. A combinação da sétima arte com composições musicais envolventes resulta em uma experiência cinematográfica única, capaz de nos fazer cantar, dançar e até mesmo derramar lágrimas de emoção. Neste artigo, exploraremos alguns desses filmes que transcenderam as telas e se tornaram clássicos, graças à magia da música que ecoa em seus corações.

Acompanhe-me nessa jornada pelos grandes filmes musicais e prepare-se para ser cativado pelo poder da melodia.

Ray

Frequentemente, esses filmes são baseados na biografia de grandes músicos, compositores ou showman. O filme “Ray” não é exceção. É baseado na vida do famoso músico americano Ray Charles. Você verá todo o caminho criativo: de um menino pobre exposto ao racismo a um artista popular e verdadeiramente americano do pós-guerra. Prepare os lenços, pois a história dele não o deixará indiferente.

Elvis

Outra cinebiografia sobre o famoso rei do rock and roll, Elvis Presley. O filme contará sobre a ascensão da estrela e seu relacionamento com o empresário Tom Parker, que é uma personalidade verdadeiramente chocante e capaz de manipulação. Estrelado por Austin Butler e Tom Hanks. A propósito, “Elvis” recebeu recentemente quatro indicações no prestigiado prêmio de cinema britânico BAFTA.

Bohemian Rhapsody

Os espectadores avaliaram “Bohemian Rhapsody” altamente: 8 pontos na classificação Kinopoisk. Filme biográfico sobre a banda Queen, que revolucionou o mundo do rock. Você poderá traçar a trajetória do grupo musical, ver sua criação, conflitos e os motivos pelos quais o lendário grupo praticamente se desfez. O slogan do filme: “A única coisa mais legal que a música deles é a história deles”.

Eu fico imaginando como seria louco se alguém rodasse um deep fake do Freddie original na obra. Hoje tem tecnologia pra isso.

Rocket Man

Poucas pessoas conhecem Reginald Kenneth Dwight, mas quase todo mundo conhece Elton John. O filme “Rocketman” conta a história da evolução de um menino pequeno e tímido, Reginald, em um cantor pop aberto e corajoso, Elton, que não tem medo de viver ao máximo, não tem vergonha de seus sentimentos e brinca com seus próprias regras. Muitas cenas foram escandalosamente cortadas, mas mesmo sem elas ficará claro para você: este homem é verdadeiramente icônico.

Tique-taque… BOOM

Esta história é sobre o compositor Jonathan Larson. Ele viveu na pobreza, trabalhou como garçom em um café e ao mesmo tempo escreveu um musical. A namorada está cansada de esperar que ele chegue ao topo, pois aos 30 anos ele ainda não se tornou um grande compositor. No entanto, ele continuou acreditando na realização de seu sonho e na escrita. Estrelando Andrew Garfield.

West side story

Também chamado “Amor, sublime amor”. A clássica história de Romeu e Julieta de uma nova maneira: uma garota e um cara de duas gangues de rua em guerra se apaixonam. Vale ressaltar que esse musical já foi transformado em filme em 1961, que recebeu 10 Oscars e o título de um dos melhores filmes de Hollywood. O filme levanta questões de xenofobia e racismo, relevantes no nosso mundo, razão pela qual, mesmo meio século depois, acontece esta adaptação do musical.

La La Land

Uma comovente história sobre o amor e os sonhos de duas pessoas que se conheceram por acaso. Mia e Sebastian por acaso se cruzam em um engarrafamento, onde surge um conflito entre eles. Meses depois, os heróis se encontram em uma festa onde Sebastian está tocando em uma banda pop dos anos 80.

Mia o provoca pedindo-lhe que cante “I Ran (So Far Away)”, uma música que Sebastian vê como um insulto ao “músico sério”. Depois da festa, os dois vão até os carros, reclamando da companhia um do outro, apesar de que rolou um clima entre eles. Ambos estão tentando realizar seus próprios sonhos na “cidade das estrelas”, Los Angeles. Mia trabalha em uma cafeteria no estúdio de cinema Warner Bros e em seu tempo livre tenta sem sucesso uma chance em castings. Já Sebastian toca piano em pequenos restaurantes, mas sonha em economizar dinheiro para seu próprio clube de jazz clássico. O filme é legal, e a trilha sonora do filme com certeza será repetida em seus fones de ouvido. Bom para ver com a namorada.

Whitney Houston. Dance Comigo

Desde os 11 anos, Whitney Houston é solista do coral gospel de uma igreja batista em Nova York e, aos 19, sua atuação em uma boate deixa uma impressão indelével no representante de uma gravadora. Assim começa a carreira da maior performer de sua geração. A trilha sonora é composta por 35 faixas, a maioria delas de Houston e que contam a história de sua carreira. Também inclui remixes reinventados de alguns clássicos. O papel principal foi desempenhado por Naomi Ekki.

Nasce uma estrela

Este é o terceiro remake do filme dramático, lançado pela primeira vez em 1937.

No clássico, o músico de rock Jackson Maine se apaixona pela talentosa cantora de bar Ally (Lady Gaga) e a ajuda a se tornar famosa. Ellie se transforma em uma estrela mundial, e o próprio Jack vai para as sombras, perdendo tudo por causa do álcool e do desespero.

Gaga mandou MUITO bem nesse filme. Tirei meu chapéu.

A estreia na direção do ator Bradley Cooper se tornou um dos principais eventos cinematográficos de 2018, conquistando o reconhecimento da crítica e de um amplo público. O novo filme tornou-se para Bradley não apenas uma estreia na direção, mas também uma estreia musical. Durante um ano e meio, o ator estudou canto com Eddie Vedder (vocalista da banda Pearl Jam) e no final conseguiu resultados – Bradley executou todas as músicas de seu herói sozinho, no gogó mesmo.

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertisment

Últimos artigos