Foto Gump do dia: Grávida do alienígena

Eu estava navegando quando esbarei nessa curiosa criatura, que a princípio imaginei ser algum tipo de planta submarina, mas então, me dei conta que isso é (ou deveria ser) um bebê.

Isso é o que acontece quando por acidente, dois espermatozóides entram no mesmo óvulo.  Esse fenômeno raro se chama “gravidez molar”.

A mulher passará a estar grávida de uma “mola hidatiforme” e não de uma criança. Na prática, isso é um tumor.

A mola hidatiforme, se assemelha a um punhado de pequenos bagos de uva, é causada por uma degeneração das vilosidades coriônicas (projecções minúsculas e irregulares penetrando no útero no período de fixação). Em 2-3% dos casos, penetra excessivamente e sem controle, tornando-se um tumor maligno, que passa a classificar-se como coriocarcinoma.

Basicamente, devido a dois espermatozoides fertilizando o mesmo óvulo, o feto tem 69 cromossomos e, portanto, não é verdadeiramente humano, mas sim algo que vai lembrar muito mais o alienígena simbionte do filme do John Carpenter: “The thing” .

O que as mulheres dão à luz (bem, elas não dão à luz, mas isso sai do útero) é algo que se parece com um cacho de uvas orgânico coberto com um tipo de pele, e é formado por algumas bolsas cheias de líquido e membranas estranhas.

Em algum lugar do universo talvez haja algum tipo de forma de vida parecida com isso, quase como um mixomiceto, se arrastando pelas sombras.

fonte

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

  1. Uma vez, nas minhas pesquisas aleatórias de hiperfoco, estava estudando embriologia, e caí nesse assunto, que me levou a outro parecido chamado seminoma, um trem que chega a dar um medo

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertismentspot_img

Últimos artigos