fbpx

Curiosidades

Dilíça: Conheça o Gin fabricado com fezes de elefante

Depois do café de cocô de ceveta, que tal o gin de cocô de elefante? Cocô ta na moda, gente!

Escrito por Philipe Kling David · 39 segundos de leitura >

Indlovu é um gin sul-africano feito de “esterco de elefante”. No início, as fezes secas são secas e submetidas a um processo de esterilização para que possam ser enxaguadas e secas novamente para serem infundidas no gim. Além do ingrediente incomum, o gin também é infundido com ingredientes tradicionais, incluindo coentro, aloe, acácia e sabores de zimbro que combinam com extratos da dieta dos elefantes, como grama, raízes e casca.

“Tem um sabor de terra, tipo gramíneo”, disse Ansley. “Dependendo de onde coletamos os vegetais ou de quais elefantes coletamos os vegetais, o sabor do gim vai mudar um pouco.”

Os fundadores da Indlovu, os Ansleys, foram inspirados a fazer o Gin único depois de visitar uma reserva animal na África do Sul. Eles aprenderam que os elefantes são extremamente exigentes com relação aos alimentos que procuram, no entanto, apenas metade das plantas são absorvidas – deixando a outra metade intacta em suas fezes.

E aí? Tem coragem de encarar esse goró?

Crédito da imagem: Indlovu

fonte

Escrito por Philipe Kling David
Designer, blogueiro, escritor e escultor. Seu passatempo preferido é procurar coisas interessantes e curiosas para colocar neste espaço aqui. Tem uma grande atração por assuntos que envolvam mistérios, desconhecido e tecnologia. Gosta de conversar sobre qualquer coisa e sempre tem um caso bizarro e engraçado para contar. Saiba mais... Profile

Balanço de 1 ano em Portugal

em Curiosidades, Textos
  ·   9 Minutos de leitura

DeLorean, o homem e sua criação

em Curiosidades
  ·   4 Minutos de leitura

Repolho ornamental: Feito para decorar e não para comer

em Curiosidades
  ·   2 Minutos de leitura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.