Conheça o Wizard profissional que vive em Nova York

Eu nunca imaginei que o lugar onde poderíamos por ventura encontrar um Wizard de verdade fosse em plena cidade de Nova York. Aqui está o personagem mais gump de hoje:

Para a maioria de nós, ignorar as pessoas estranhas no metrô é uma segunda natureza, mas se você se encontrar nos túneis abaixo da cidade de Nova York e notar um homem barbudo em um chapéu pontudo verde brilhante e robe combinando, você provavelmente deveria ir conversar para ele. Veja, ele é um mago da vida real que usa magia para conceder desejos.

Não sendo o Paulo Coelho já ta bom.

Devin Person abraçou totalmente o arquétipo clássico do mago. Através do uso de técnicas como hipnose e magia ritual, Person tornou seu objetivo de vida reencantar a vida dos residentes de Nova York, encontrando magia no mundano.

Na estreia da temporada da série de podcast aclamada pela crítica Euphomet , o apresentador Jim Perry segue Person enquanto ele percorre a cidade, e o resultado é um olhar fascinante sobre como uma simples palavra – “mago” – é um feitiço que nos força repensar nossa versão da realidade.

“É uma palavra e um arquétipo muito divertido de ocupar, porque se eu disser ‘mago’, as pessoas têm uma imagem em sua mente, como um cara com uma barba e um chapéu pontudo e magia e há essa coisa toda, e ainda há um monte de perguntas – ‘o que é um mago no mundo moderno? O que você faz? Como isso funciona?’ – a curiosidade deles surge ”, diz Person.

“Isso é, em certo sentido, um feitiço mágico. Eu posso dizer uma palavra e causar uma experiência interna em você e uma experiência emocional que está amplamente associada à curiosidade e admiração, e será uma experiência muito diferente do que se eu dissesse ‘advogado’. ”

Para Person, que se tornou uma figura tão querida no Brooklyn que ganhou destaque no New York Times , a verdadeira magia existe além do escopo de classificação.

“Acho que parte da alegria de ser um mago é estar fora da caixa”, disse Person ao Euphomet . “Eu conheço certos tipos de pessoas que estão muito interessadas em encontrar uma caixa para conter um ‘mago’. Eles querem contestar que sou um mago, que isso não é possível, ou mais comumente, querem levar uma caixa que eles já estão familiarizados e usam isso para me conter. ”

Realmente, isso diz muito sobre a natureza das pessoas. Mal sabe eles sobre os magos…

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertisment

Últimos artigos