Diástole do ponto final

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Categorias
Night mode

Já Turvando o olhar
O calor e o cansaço
Dor no peito a espetar
Espalhando pelo braço

São as últimas batidas
numa franca contração
Você pensa que é fadiga
e se agarra no portão

Quando olha para cima
não acha explicação
Sua perna já fraqueja
Tentando se apoiar no chão

O povo vem correndo, pra assistir e ajudar

Junta gente curiosos,
alguém diz que é possessão,
Chamam polícia ou bombeiros,
emergência ou rabecão
Chama o padre para dar
a extrema-unção

Alguém grita “abre espaço”
no meio da multidão
soca seu peito e até machuca
A morte bafeja na sua nuca
Enquanto o cara te batuca
tentando a reanimação

Mas nada vai dar jeito
Na sua situação
Com os olhos revirados
branco como assombração
Uma moça se benzeu,
Uma velha passou mal
o povo em aflição,
Te cobriu com um jornal

Acenderam uma vela, ali perto do seu pé,

E você percebeu até
como é bom ser atração
em breve vai passear
Deitado no caixão

Seu nome vai surgir
bem na pagina central
Perto de um político
da coluna social

O jornal vai te estampar
de uma forma mais banal
num tom mais funerário
diria até sepulcral
seu nome no obituário;

e então, ponto final

Comments

comments

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Eu dei duro aqui

Com 15 anos de sangue suor e lágrimas, eu me esforcei para fazer um dos blogs mais antigos e legais do Brasil. Mis de 5000 artigos, mais de 100.000 comentários, mais de 20 livros, canal, programa de rádio, esculturas... Manter isso, você pode imaginar, não é barato. Talvez você considere me apoiar no Patreon e ajudar o Mundo Gump a não sair do ar.
Ajuda aí?

Conheça meus livros

© MUNDO GUMP – Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização.