Descoberta a perereca mutante que muda de forma

Cientistas acabam de descobrir uma nova espécie de anfíbio nativo do Equador que consegue transformar a textura de sua pele – de uma forma espinhosa a lisa – em questão de minutos. Ela foi apropriadamente chamada de “perereca mutante da chuva”, o minúsculo bichinho tem o tamanho de uma unha e até o momento é  o primeiro anfíbio que muda de forma a ser encontrado na natureza.

De acordo com um relatório da LiveScience, as pererecas mutantes  foram encontrados na Reserva Las Gralarias, uma reserva florestal bastante úmida, que é protegida na encosta ocidental da Cordilheira dos Andes do Equador. A incrível descoberta foi creditada ao biólogo e naturalista Katherine Kryna Tim Krynak, que passou a última década vasculhando a reserva em busca de espécies de rãs raras.

A dupla encontrou este anfíbio pela primeira vez em 2006, quando eles tinham o capturado na câmera. Em uma inspeção mais próxima da fotografia, eles perceberam que ela poderia ser uma nova espécie. A pele com textura espinhosa da rã se destacou, então eles começaram a chamar ela de ‘punk’.
shape-shifting-frog-550x368

Em 2009, o Krynaks finalmente avistou a punk uma segunda vez, e conseguiu capturá-la para uma sessão de fotos detalhadas. Eles colocaram o animal em um pequeno copo de plástico e deixou lá durante a noite. Na manhã seguinte, quando Kathrine abriu o copo, ela descobriu que estranhamente, a perereca antes espinhosa estava lisa. Pensando que tinham encontrado  o anfíbio  errado, eles decidiram devolvê-lo para a floresta naquela noite. “Estávamos tão decepcionado porque tinha levado anos para encontrar um outro”, explicou Kathrine.

Mas os Krynaks ficaram realmente estupefatos quando deram uma outra olhada no bichinho. Os espinhos estavam de volta!

“Era uma espécie de notável”, lembrou Katherine. “Nós dois entramos em um tipo de em choque naquele momento.”

shape-shifting-frog2-550x373

Tim, em seguida, tirou uma série de fotografias que documentam a transição em um quadro branco suave, mostrando claramente o animal  se transformando de espinhosa para lisa  em cerca de cinco minutos.

De acordo com o Krynaks, rãs chuva mutantes ??- que medem geralmente menos de uma polegada de comprimento – usam os espinhos para se camuflar nas florestas cobertas de musgo. Mas eles ainda precisam testar a hipótese  para verificar se é verdade. Ainda não está claro o processo pelo qual o animal consegue transformar sua pele.

Katherine enfatizou sobre a importância de documentar o comportamento de novas espécies, e também preservar habitats de anfíbios, porque as populações estão em declínio em todo o mundo. “Os anfíbios estão diminuindo tão rapidamente que os cientistas estão muitas vezes descrevendo novas espécies de coleções de museus, porque os animais vivos  já foram extintos na natureza”, disse ela.

Fonte

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertismentspot_img

Últimos artigos