fbpx

bizarro, videos

Could it be Magic? Mórbidas coincidências

Eu nem ia contar isso aqui, mas achei tão estranho que não vou deixar de fazer o registro. Ao fazer o post...

Escrito por Philipe Kling David · 40 segundos de leitura >

Eu nem ia contar isso aqui, mas achei tão estranho que não vou deixar de fazer o registro. Ao fazer o post anterior, do suicidio mais bonito do mundo, eu estava fazendo pesquisa e coloquei “funeral march” porque achei que uma trilha sonora cairia bem com o impacto da imagem, e foi assim que o Youtube trouxe o Preludio em C menor, opus 28 do Chopin. Curte aí que o cara é “bão”:

 

Eu fiz o post e acabei esquecendo de colocar o embed do video, que ficou rolando enquanto eu escrevia. Acabei o post, publiquei e fechei o youtube. Então abri o spotify e mandei tocar. Eis que… Inacreditável. Olha só o que tocou:

É praticamente a mesma coisa. Então diante de tal coincidência, (quantas musicas existem? Milhões? Bilhões?) eu fui atrás e realmente comprovei, “Could it be Magic” do Barry Manilow (eu adoro uma musica old school) que foi lançada nos anos 70, e foi o maior sucesso do cara, e começa justamente com um trecho do Preludio em C menor, opus 28 do Chopin. Um musicaço.

Escrito por Philipe Kling David
Designer, blogueiro, escritor e escultor. Seu passatempo preferido é procurar coisas interessantes e curiosas para colocar neste espaço aqui. Tem uma grande atração por assuntos que envolvam mistérios, desconhecido e tecnologia. Gosta de conversar sobre qualquer coisa e sempre tem um caso bizarro e engraçado para contar. Saiba mais... Profile

Novidade maluca do momento: Pessoas fazendo plástica na voz

em bizarro
  ·   2 Minutos de leitura

A estrada bizarra com 600 curvas fechadas

em bizarro, Lugares
  ·   1 Minutos de leitura

2 respostas para “Could it be Magic? Mórbidas coincidências”

  1. Cara, eu odeio quando esse tipo de coincidência acontece comigo, me sinto completamente invadida. Haha

  2. Teve um documentario italiano q causou uma polêmica uns anos atras, alegando q o Barry Manilow era na verdade o Jim Morrison… sim o vocalista do The Doors!!

    Claro q nao levei a serio.. mas cara, o programa foi convincente viu. Contou a historia do pai militar do Jim, q o avisava comstantemente p pegar leve na rebeldia q ele pregava nos shows, pois senão ele seria o próximo [dos astros q morriam aos 27, segundo a teoria da conspiração governamental de controle de influências aos jovens, q nao keriam mais ir p guerra e tal].

    O Jim estava paranoico dps q alguns se foram [Joplin e Hendrix] e aceitou a proposta de simular sua morte e sumir sendo acobertado pelo pai. Mas a condição era q ele keria continuar musico! Kkk.. tem mais! O programa vai além e compara o timbre de voz dos dois! Alem de “provar” q o Barry surgiu do nada, e suas primeiras fotos datam 2 anos dps da morte do Jim [tempo q daria p as plasticas cicatrizarem].

    Bizarro neh! Mas Gump q isso nao da. Keria ver vc narrando esse caso no youtube! 😉

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.