Compilação de coisinhas decolando do planeta Terra

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Night mode

Me amarro nessas compilações de videos da NASA que mostram “coisas” decolando da Terra. Algumas monstruosamente enormes e outras em velocidades mais rápidas que você com piriri procurando o banheiro.

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

22 respostas

  1. Philipe! Mais uma vez lhe agradeço por manter esse belo site e espero que o mundogrump dure mais mto mto tempo!
    Gosto muito de entrar aqui e ler as matérias interessantes e tb por que aqui é uma zona livre de baixarias ao contrário de 99% dos blogs e afins da internet!
    Obrigado

  2. Philipe, você normalmente dá sua opinião, senti falta.
    Eu acredito que poderiam ser objetos vindos de fora e quer ricocheteiam na atmosfera… será?

  3. Dizem que nossas atmosfera é habitada por seres desconhecidos que ainda não catalogamos. Outros dizem que os óvnis são viajantes do futuro, que nos observam para não cometermos nenhuma cagada que possa levar a extinção da raça. Outros dizem que são seres extraterrestres, com duas vertentes, os hostis e os benignos. Os Benignos tem como objetivo protegermos de nós mesmo, pois somos uma raça de fronteiras, não somos seres humanos unificados, cada pais na sua fronteira e cada um com sua linga, e quando os recursos acabarem, como água e energia, com certeza haverá conflito armado e os etesão do bem estão ai para impedir que isso ocorra. Agora tem os extraterrestres hostis, as mas bocas, dizem por ai, que nosso planeta não passa de um celeiro cósmico,igual no filme guerra dos mundos, onde usam seres humanos como fertilizante para suas plantas. Lógico, a NASA sabe que existe algo, mais nós seres humanos, não estamos culturalmente preparados para lhe dar com essa revelação, e se revelarem que os extraterrestres existem Bolsas de valores quebraram igual a crise de 1929, religiões entraram em colapso, suicídio em massa ocorrerá, ficarem temerosos e sentiremos medo e incerteza de nosso futuro, pois saberemos que lá fora, existe seres com tecnologia superior que nos esmagaria com se focemos formigas. Mais eu creio que são benignos pois se não fossem não estaríamos aqui na terra ate hoje. Talvez somos criaturas feitas por eles, igual no filme prometheus onde geneticamente nós fomos aperfeiçoados.

  4. Melhoras, meu velho…chá de gengibre, limão e mel… duas ou tres vezes por dia, é “porreta”, pode crer! Vai ajudar na gripe, na tosse e de rebote, na garganta!

        1. Fica mais interessante com esse trecho:

          “The Hypersonic Cruise Vehicle (HCV) would be able to fly 9,000 nautical miles (17,000 km) in 2 hours with a payload of 12,000 lb (5,500 kg).[13] It is to fly at a high altitude and achieve speeds of up to Mach 20.”

          Sei não, mas Mach 20 deve ser rápido bagarai!

  5. Philipe, e o teu pai, que é e conhece cientistas de renome: o que ele pensa, o que o eles pensam em geral da hipótese extraterrestre? Eles tem acesso a algo extra-oficial? (se não quiser dar detalhes, tudo bem).

    1. Oi Moll, meu pai acredita totalmente. Mais até que eu. Ele já viu um ufo saindo de uma nuvem e entrando em outra. (ele e mais dezenas de outras pessoas, que estavam numa praça) já eu nunca vi nada que sequer pareça um ufo.
      O meu pai também tem amigos que já viram. Um deles, era um professor da Coppe, que nos anos 50 ou 60 -não me lembro bem a data – estava indo do Rio para Cabo Frio de madrugada, pois estava fazendo uma casa lá. No meio da estrada, na escuridão, o farol do carro dele ilumina uma peça metálica enorme. Ele pensou que fosse um acidente com um caminhão que levava um tanque de combustível, pois a peça era totalmente prateada. O cara parou o carro mas não desceu. Ele ficou olhando em volta, mas não tinha carreta. Aquilo era bem estranho, e como ele não acreditava em nada, nem sequer passou pela sua cabeça que aquilo pudesse “não ser deste mundo”. Então, do nada, sem som, sem luzes, sem pirotecnia alguma aquela coisa decolou verticalmente, num salto em grande velocidade e sumiu no céu ainda escuro. O cara disse que ali ele começou a se tremer todo, quando caiu a ficha que aquilo que até então ele ridicularizava, era de verdade. Outro caso bastante curioso envolveu um outro pesquisador da Coppe, que eu tb conheço. Esse cara era da Força Aérea, e hoje é consultor da FAB e de empresas privadas da área de aviação. Ele hesita em contar isso para os outros, pq a história é bem doida… Resumindo bastante, ele quase morreu num vôo ao triângulo das Bermudas. O cara estava em pleno vôo, quando ao sobrevoar aquela região, os instrumentos piraram. Pirou TUDO na aeronave, incluindo o radio que só dava estática. As leituras estavam erradas, as duas bússolas de bordo surtaram e rodopiavam loucamente. Ele disse que sabendo onde estava, manteve firme o curso, e nisso, o co-piloto acordou. Ele falou que quase saiu na porrada com o co-piloto, porque quando este acordou, queria porque queria corrigir a rota baseado no que aparecia nos instrumentos. Ele disse que precisou ameaçar dar porrada no cara, para evitar que ele corrigisse a rota com leituras erradas. Após um tempo, deu a loucura novamente nos sistemas de bordo e a coisa voltou ao normal. O vôo era para Fort Lauderdale, mas ele disse que o cagaço foi tamanho que ele desceu em Miami. Hoje este cara está trabalhando com o Prof. Fran de Aquino, tentando construir um dispositivo antigravitacional. (eu acho que não vai funcionar, mas ele cisma que vai)

  6. Obrigada pela resposta, Philipe!

    Esse caso do cara sobre o Triangulo das Bermudas me fez pensar mais uma vez no vôo Rio-Paris, da AirFrance… Abç!

  7. Olá, Philipe. Parabéns pelo blog, sempre que acesso acabo “perdendo” um bom tempo por aqui.

    Tens conhecimento do caso Amicizia que ocorreu na Itália na década de 50? Acho que daria um excelente post.

  8. A velocidade necessária para um foguete vencer a força gravitacional da Terra, utilizando combustíveis e propulsores convencionais é de cerca de 11 km/s (quase 40.000 km/h). É quase Mach 33.
    O Projeto Falcon da DARPA atingirá Mach 20. Ou seja, não terá velocidade suficiente pra um vôo orbital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

LUMINÁRIA UFO 

compre a sua em www.obscura.art.br

© MUNDO GUMP – Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização.