Cirurgia que muda a cor do olho: Saiba tudo

Você já desejou que seus olhos fossem azuis ou verdes? Bem, agora você não precisa mais recorrer a lentes de contato ou implantes de íris artificiais arriscados para tornar seu sonho realidade. Você pode simplesmente tatuar permanentemente seus próprios olhos.

Originalmente desenvolvida como uma forma de lidar com pacientes que sofrem de opacidades desfigurantes da córnea, a ceratopigmentação, também conhecida como “tatuagem da córnea”, teve um aumento de popularidade entre as pessoas que buscam uma mera mudança estética. Mudar a cor dos olhos com segurança sempre foi um sonho impossível, mas hoje existem vários tipos de procedimentos que permitem fazer exatamente isso. Há dez anos, surgiu a polêmica técnica do implante de íris artificial que forneceu excelentes resultados, mas trouxe sua cota de riscos à saúde.

Seu olho azul em 20 segundos

Então, em 2017, houve a revolucionária cirurgia a laser que poderia mudar a cor dos olhos de castanho para azul em estonteantes 20 segundos. Hoje em dia, porém, tudo se resume à caeratopigmentação, um procedimento aparentemente seguro que utiliza máquinas avançadas e pigmentos biologicamente compatíveis para mudar permanentemente a cor dos olhos.

 

A cor dos olhos de uma pessoa é uma característica genética determinada pela quantidade e distribuição de melanina na íris. Por exemplo, alguém com olhos mais escuros, como preto e marrom, tem mais melanina, enquanto pessoas com olhos claros, como verde e azul, têm menos melanina na camada superior da íris. Há apenas alguns anos, mudar a cor dos olhos de preto para azul claro não passava de uma fantasia, mas hoje, graças ao avanço médico e tecnológico, não só é possível, como também é cada vez mais popular.

 

O procedimento de ceratomigmentação consiste em confeccionar um fino túnel intracorneano nos olhos do paciente com o auxílio de um laser e, em seguida, inserir um pigmento especial para alterar a cor da íris de acordo com sua vontade. Ao contrário de outras técnicas mais complicadas, a ceratopigmentação afeta apenas a superfície do olho e, portanto, não envolve complicações como hemorragias, infecções, descolamento de retina ou glaucoma.

 

Como é a ceratopigmentação?

O procedimento de ceratopigmentação geralmente leva de 30 a 45 minutos para ambos os olhos e é totalmente indolor, graças ao uso de anestésico tópico. Também é completamente reversível, portanto, se alguém tiver dúvidas sobre a mudança na cor dos olhos, pode simplesmente voltar ao original.

A aplicação puramente estética da ceratopigmentação tem sido tema de debates e estudos médicos nos últimos anos, mas até agora, o consenso geral entre oftalmologistas e especialistas em saúde ocular é que parece ser relativamente seguro. É claro que, dado o tempo relativamente curto em que tem sido utilizado como procedimento cosmético, é impossível prever os efeitos a longo prazo, mas a maior parte das evidências científicas até agora sugerem que, quando feito corretamente, não representa riscos graves para a saúde. a saúde do paciente.

Atualmente, existem apenas algumas cores aprovadas disponíveis e, embora alguns especialistas suponham que o uso de pigmentos dermatológicos também deva funcionar, há possíveis efeitos colaterais negativos a serem considerados. Muitos desses pigmentos reagem à luz, portanto a oxidação pode ocorrer a longo prazo. Por isso é importante optar por clínicas que trabalham apenas com pigmentos oftalmológicos apropriados.

“Este tópico provavelmente progredirá imensamente nos próximos anos, juntamente com o aumento da experiência clínica e o desenvolvimento de pigmentos corneanos mais apropriados, específicos e diversos”, disse o professor Jorge Alio ao Ophthalmology Times .

Embora a tecnologia esteja avançando rapidamente o que permitira pessoas que sempre sonharam em ter olhos azuis ou verdes a conseguir realizar esse sonho, acho interessante que alguém deseje mudar algo tão próprio como a cor dos olhos.

Ceratopigmentação para Olhos Azuis: Uma Reflexão Sobre os Padrões de Beleza e Poder

A busca pela beleza sempre foi uma constante na história da humanidade. O desejo de se adequar aos padrões estéticos vigentes é uma tendência que atravessa séculos e culturas, muitas vezes levando as pessoas a se submeterem a procedimentos cirúrgicos para alcançar um ideal de beleza. Recentemente, uma tendência intrigante tem ganhado destaque: a cirurgia para transformar olhos castanhos em olhos azuis. Mas quais são os motivos que levam alguém a querer essa mudança tão radical? E como essa busca pela beleza se relaciona com um padrão de poder historicamente estabelecido?

Fascinação dos Olhos Azuis

Se até a representação do Jesus Cristo ganhou olhos azuis, né? Fica difícil negar a relação de poder dessa característica estética.

A cor dos olhos sempre foi um elemento de destaque na aparência de uma pessoa. Olhos azuis são frequentemente considerados hipnotizantes e atraentes, levando muitos a desejarem essa característica. Entretanto, a cirurgia para transformar olhos castanhos em olhos azuis é um procedimento complexo e arriscado, o que nos leva a questionar os motivos por trás dessa escolha.

O Padrão de Beleza Imposto

A sociedade muitas vezes impõe padrões de beleza que podem parecer inatingíveis para muitos. O ideal de beleza atual valoriza características como olhos azuis, pele clara e cabelos loiros. Isso cria uma pressão social significativa para se adequar a esses padrões, levando algumas pessoas a recorrerem à cirurgia.

O Paralelo com o Poder

A relação entre beleza e poder é uma constante na história da humanidade. Na Idade Média, camponeses pobres aplicavam carvão nos dentes para simular dentes podres, imitando os monarcas da época, que comiam muito e não tinham acesso a cuidados dentários. Essa tentativa de imitar o nobre é um exemplo claro de como a busca pela beleza está interligada com a busca pelo poder. A busca por olhos azuis é basicamente um mecanismo similar.

 

Beleza e Diferenciação Social

Em diferentes culturas ao redor do mundo, os padrões de beleza são moldados de maneira única. Tribos africanas, por exemplo, consideram cicatrizes quelóides um elemento de beleza e diferenciação social. Tatuagens faciais em tribos das ilhas da Polinésia, dentes limados em culturas da Indonésia e alongamento de pescoço nas mulheres da Tailândia são outros exemplos de como a beleza é definida de forma distinta.

 

A Busca pela Transformação

A cirurgia para olhos azuis é apenas um capítulo recente na longa história da busca pela beleza. Ela se encaixa no contexto mais amplo de pessoas que buscam se modificar para se adequar aos padrões estabelecidos por sua sociedade. Hoje, com a tecnologia disponível, essa busca pela transformação se manifesta de formas cada vez mais complexas.

A cirurgia para olhos azuis é apenas um exemplo da persistente busca humana por uma aparência que se encaixe nos padrões de beleza contemporâneos, refletindo também o desejo de poder e status. À medida que exploramos essas motivações profundas, é importante lembrar que a beleza está verdadeiramente nos olhos de quem vê e que a diversidade é o que torna o mundo tão fascinante e colorido.

A busca pela beleza é uma jornada que nos leva a explorar o que nos torna únicos, e essa diversidade é, em última instância, o que nos torna verdadeiramente belos.

Olhos azuis por doença genética? Sim, existe.

Os olhos energéticos de Abushe. Esse menino mora em Jinka, no sul da Etiópia. Ele tem 8 anos. Ninguém prestaria atenção a Abushe, mas graças aos seus olhos, sua incrível cor magnética o tornou uma atração bizarra.

Não, não é Photoshop! Abushe na verdade sofre da síndrome de Waardenburg. Uma das características desta síndrome é um espaçamento anormal entre os olhos – o que é moderadamente o caso de Abushe – mas principalmente uma pigmentação especial das íris. Este fenómeno é raro e pensa-se que ocorre a cada 300.000 nascimentos em todos os continentes. Os seus efeitos são obviamente marcantes numa criança de pele negra como a pequena criança etíope.

10 curiosidades rápidas sobre os olhos azuis

  1. Raridade Global: Olhos azuis são relativamente raros em nível global (agora isso deve acabar, hahaha). Apenas cerca de 8% da população mundial possui olhos azuis, tornando essa cor de olhos uma característica menos comum.
  2. Variedade de Tonalidades: A tonalidade dos olhos azuis pode variar significativamente. Alguns são tão claros que parecem quase transparentes, enquanto outros têm uma tonalidade mais profunda e intensa de azul.
  3. Herança Genética: A cor dos olhos, incluindo o azul, é determinada pela herança genética. É necessário que ambos os pais carreguem o gene da cor azul para que uma criança tenha olhos azuis.
  4. Mutantes: Acredita-se que a primeira ocorrência de olhos azuis tenha surgido entre os habitantes do norte da Europa, há milhares de anos. Essa característica se espalhou ao longo das migrações humanas.
  5. Mudança de Cor: Alguns bebês nascem com olhos azuis, mas sua cor pode mudar durante os primeiros meses de vida. Isso ocorre porque a íris ainda não desenvolveu totalmente a pigmentação.
  6. Sensibilidade à Luz: Pessoas com olhos azuis tendem a ser mais sensíveis à luz do que aquelas com olhos mais escuros. Isso ocorre porque a íris azul possui menos pigmentação para proteger os olhos da luz intensa.
  7. Magnetismo: Olhos azuis são frequentemente associados a uma aparência magnética e cativante. A cor azul pode criar a ilusão de que os olhos estão brilhando, o que supostamente aumenta sua atração. Há um aspecto psicológico indireto nisso, que envolve a pessoa dos olhos azuis acreditar que seus olhos são atraentes e esse fator implicar num aumento de segurança e autoconfiança que pode ser lido como maior sensualidade pelas pessoas ao redor.
  8. Celebridades com Olhos Azuis: Muitas celebridades famosas têm olhos azuis notáveis, incluindo atores, músicos e modelos. Isso contribui para a percepção de que a cor azul dos olhos está associada à beleza e ao sucesso.
  9. Mitos e Lendas: Ao longo da história, olhos azuis foram frequentemente associados a conceitos míticos, como a ideia de que eles são um sinal de sorte ou poder especial.
  10. Variação Cultural: Em algumas culturas, a cor dos olhos azuis é mais valorizada do que em outras. Isso reflete a diversidade de padrões de beleza em todo o mundo. Por exemplo, quando minha mãe e meu pai foram na Rússia soviética ainda durante a cortina de Ferro, as pessoas de lá adoravam os olhos castanhos da minha mãe e do meu pai, porque lá olho azul “era mato”.

De volta ao assunto, o que é a Ceratopigmentação?

A ceratopigmentação, também conhecida como pigmentação da córnea, é um procedimento médico inovador que permite a mudança da cor dos olhos. Nesse processo, pigmentos seguros e biocompatíveis são implantados na córnea para alterar a aparência da íris.

A Ciência por Trás da Ceratopigmentação

O procedimento é baseado nos princípios da biomecânica ocular. Pigmentos são inseridos com segurança na camada estromal da córnea, misturando-se com a cor natural dos olhos. Essa integração harmoniosa resulta em uma cor dos olhos transformada que parece incrivelmente autêntica.

Um Procedimento Seguro e Preciso

A ceratopigmentação é realizada por oftalmologistas experientes que utilizam equipamentos e técnicas de ponta. O procedimento é conhecido por sua segurança e precisão, tornando-o uma escolha confiável para aqueles que desejam mudar a cor dos olhos.

Indicações da ceratopigmentação – COSMÉTICA

  • Opacidade de córnea
  • Opacidade de córnea, sem exposição de íris
  • Atrofia do globo ocular
  • Para obstruir a opacidade da catarata sem indicação cirúrgica
  • Ocidentalização

Indicações da ceratopigmentação  – ÓTICA

  • Coloboma
  • Iridodiálise/iridectomia, para evitar diplopia monocular
  • Nébula difusa (< glare)
  • Albinismo
  • Aniridia

Perguntas Frequentes sobre a Ceratopigmentação

Vamos responder a algumas das perguntas mais comuns sobre a ceratopigmentação:

Quanto Tempo Dura o Procedimento?

A ceratopigmentação geralmente leva cerca de 30 a 60 minutos por olho. A duração pode variar dependendo da mudança desejada na cor dos olhos e de fatores individuais.

A Ceratopigmentação é Permanente?

Normalmente sim, mas como falamos, é possível reverter  a ceratopigmentação. Uma vez que os pigmentos são implantados na córnea, eles permanecem no lugar indefinidamente.

Quais as contra-indicações?

  • Opacidade aderente com exposição de íris
  • Iridociclite com desorganização do globo ocular
  • Estafiloma
  • Degeneração calcárea
  • Conjuntivite crônica
  • Ceratite ativa
  • Hipersensibilidade ao pigmento

A Ceratopigmentação é Segura?

A ceratopigmentação é considerada segura quando realizada por um oftalmologista qualificado e experiente. É essencial escolher uma clínica e um cirurgião de boa reputação para o procedimento.

A Ceratopigmentação Causa Desconforto?

Os pacientes podem sentir um leve desconforto ou ressecamento nos olhos por alguns dias após a cirurgia. No entanto, esse desconforto geralmente é gerenciável com colírios prescritos.

Existem Riscos Associados à Ceratopigmentação?

Como qualquer procedimento cirúrgico, a ceratopigmentação apresenta alguns riscos, como infecção ou inflamação. No entanto, esses riscos são mínimos quando realizados por um profissional qualificado.

Posso Escolher Qualquer Cor de Olhos que Desejar?

A ceratopigmentação oferece uma ampla variedade de opções de cores, mas o resultado final pode variar de acordo com a cor natural dos olhos e o pigmento escolhido. Consulte o oftalmologista para explorar as possibilidades.

Quais as cores liberadas no Brasil?

Sais e metais inorgânicos:

    • Mercúrio (vermelho)
    • Cromo (verde)
    • Manganês (lilás)
    • Cobalto (azul)
    • Cádmio (amarelo)
    • Hidrato de ferro (ocre)
    • Ouro
    • Ferro
    • Platina
    • Preparações orgânicas
    • Sândalo (vermelho)
    • Tinta da Índia

Conclusão

A ceratopigmentação, a cirurgia que permite mudar a cor dos olhos, é uma notável fusão de ciência e arte, oferecendo às pessoas a oportunidade de transformar a cor de seus olhos enquanto realçam sua beleza natural. Com sua segurança, precisão e resultados duradouros, este procedimento inovador tem conquistado a imaginação de muitos. Se você está considerando uma mudança na cor dos olhos, a ceratopigmentação pode ser a solução mágica que você estava procurando. E não se esqueça, a consulta com um médico oftalmologista é fundamental para um diagnóstico preciso e para definir o melhor tratamento. Não vá colocar seus olhos na mão de qualquer zé ruela açougueiro por aí! Pesquise bem antes!

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertismentspot_img

Últimos artigos