Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp

Como já era esperado, o cara voltou atrás na história e assumiu que mentiu naquela presepada de ter matado o pé grande. De fato, se ele queria atenção, conseguiu, mas não exatamente como ele esperava.

 

[box type=”shadow”]

O americano Rick Dyer, que declarou ter matado o “pé-grande” no início deste ano, confessou que “corpo” da criatura mítica era uma peça produzida, e que toda a história não passava de uma farsa.
Em sua página no Facebook, que foi retirada do ar, Dyer escreveu que fez tudo para ganhar atenção, e que teria pago um especialista para montar a falsa carcaça.
“Vou ser franco sobre tudo porque um recomeço é necessário. A partir deste momento só falarei a verdade, sem mais mentiras”, afirmou o americano, que se declarava um “caçador” de pé-grande.
Rick Dyer divulgou imagem afirmando que matou o ‘pé-grande’, e que planeja exibir o corpo e uma turnê pela América Latina

pegrande1

 

(Foto: Reprodução/Twitter/ksatnews)
Rick Dyer divulgou imagem no início de 2014 afirmando que havia matado o ‘pé-grande’, e anunciou uma turnê para exibir a carcaça. O americano teria lucrado mais de US$ 20 mil com a empreitada, antes de revelar a farsapegrande2

(Foto: Reprodução/Twitter/ksatnews)
A imagem divulgada no início do ano mostrava uma criatura com cabelos e barba grandes, além de uma pele com aparência albina. De acordo com o jornal “NewsMax,”, Dyer teria matado o pé-grande em setembro de 2012 em San Antonio, no Texasx, mas só liberado a imagem só no início de 2014.
À época, o “caçador” chegou a alegar que o corpo do pé-grande havia passado por uma autópsia e testes de DNA, e que especialistas teriam confirmado que a espécie do animal era desconhecida. No entanto, Rick Dyer jamais teria apresentado documentos provando essa hipótese.
“Qualquer teste que você pode imaginar pode ser feito no corpo, desde testes de DNA até escaneamento ótico ou corporal. Ele é real, está aqui, e agora vou provar ao mundo”, afirmou Rick à emissora “KSAT” no início do ano.

Fraude
Essa é a segunda vez que Dyer afirma ter matado o pé-grande. Em 2008, o americano mostrou outra suposta carcaça que, ao final, não passava de uma fantasia de um gorila feita de borracha.
Algumas pessoas chegaram até a fazer uma petição online pedindo que a justiça dos EUA processe Rick por fraude. A documento possui centenas de assinaturas.

[/box]

fonte

No fim das contas, o cara ganhou uma grana e colocou no bolso. Isso faz dele um safado aproveitador, mas não invalida os milhares de registros e testemunhos dessa suposta criatura. Em toda grande fronteira do desconhecido, seja ela aliens, monstros marinhos, pé grande, espíritos e etc, sempre vai ter um espertinho tentando botar o chapéu de otário nos outros. A unica forma de se combater isso é pesquisando mais e clarificando os mistérios à luz da ciência, porque estelionatários como este cara, querem sempre os terrenos mais férteis.

Este pé grande vagabundo me lembrou também a Monalisa EBE, aquela boneca de cera mal esculpida que um cara que dizia se chamar Rotledge disse que era um alien com milhões de anos, e que estava VIVA. Ele dizia que era um ex astronauta de missão secreta da NASA e que a  resgatou numa nave caída na Lua. (um caso bem legal, apesar de ser 171 puro. Confira aqui) 

apoloxx-monalisa.02

 

 

Caçador que teria “matado” o pé grande volta atrás e assume que mentiu

Comments

comments

Como já era esperado, o cara voltou atrás na história e assumiu que mentiu naquela presepada de ter matado o pé grande. De fato, se ele queria atenção, conseguiu, mas não exatamente como ele esperava.

 

[box type=”shadow”]

O americano Rick Dyer, que declarou ter matado o “pé-grande” no início deste ano, confessou que “corpo” da criatura mítica era uma peça produzida, e que toda a história não passava de uma farsa.
Em sua página no Facebook, que foi retirada do ar, Dyer escreveu que fez tudo para ganhar atenção, e que teria pago um especialista para montar a falsa carcaça.
“Vou ser franco sobre tudo porque um recomeço é necessário. A partir deste momento só falarei a verdade, sem mais mentiras”, afirmou o americano, que se declarava um “caçador” de pé-grande.
Rick Dyer divulgou imagem afirmando que matou o ‘pé-grande’, e que planeja exibir o corpo e uma turnê pela América Latina

pegrande1

 

(Foto: Reprodução/Twitter/ksatnews)
Rick Dyer divulgou imagem no início de 2014 afirmando que havia matado o ‘pé-grande’, e anunciou uma turnê para exibir a carcaça. O americano teria lucrado mais de US$ 20 mil com a empreitada, antes de revelar a farsapegrande2

(Foto: Reprodução/Twitter/ksatnews)
A imagem divulgada no início do ano mostrava uma criatura com cabelos e barba grandes, além de uma pele com aparência albina. De acordo com o jornal “NewsMax,”, Dyer teria matado o pé-grande em setembro de 2012 em San Antonio, no Texasx, mas só liberado a imagem só no início de 2014.
À época, o “caçador” chegou a alegar que o corpo do pé-grande havia passado por uma autópsia e testes de DNA, e que especialistas teriam confirmado que a espécie do animal era desconhecida. No entanto, Rick Dyer jamais teria apresentado documentos provando essa hipótese.
“Qualquer teste que você pode imaginar pode ser feito no corpo, desde testes de DNA até escaneamento ótico ou corporal. Ele é real, está aqui, e agora vou provar ao mundo”, afirmou Rick à emissora “KSAT” no início do ano.

Fraude
Essa é a segunda vez que Dyer afirma ter matado o pé-grande. Em 2008, o americano mostrou outra suposta carcaça que, ao final, não passava de uma fantasia de um gorila feita de borracha.
Algumas pessoas chegaram até a fazer uma petição online pedindo que a justiça dos EUA processe Rick por fraude. A documento possui centenas de assinaturas.

[/box]

fonte

No fim das contas, o cara ganhou uma grana e colocou no bolso. Isso faz dele um safado aproveitador, mas não invalida os milhares de registros e testemunhos dessa suposta criatura. Em toda grande fronteira do desconhecido, seja ela aliens, monstros marinhos, pé grande, espíritos e etc, sempre vai ter um espertinho tentando botar o chapéu de otário nos outros. A unica forma de se combater isso é pesquisando mais e clarificando os mistérios à luz da ciência, porque estelionatários como este cara, querem sempre os terrenos mais férteis.

Este pé grande vagabundo me lembrou também a Monalisa EBE, aquela boneca de cera mal esculpida que um cara que dizia se chamar Rotledge disse que era um alien com milhões de anos, e que estava VIVA. Ele dizia que era um ex astronauta de missão secreta da NASA e que a  resgatou numa nave caída na Lua. (um caso bem legal, apesar de ser 171 puro. Confira aqui) 

apoloxx-monalisa.02

 

 

Caçador que teria “matado” o pé grande volta atrás e assume que mentiu

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

8 ideias sobre “Caçador que teria “matado” o pé grande volta atrás e assume que mentiu

  • 9 de maio de 2014 em 0:09
    Permalink

    Depois ele mata um Pé grande real, aí ninguém vai acreditar, ahahah.

    Resposta
  • 9 de maio de 2014 em 10:59
    Permalink

    Fodástico, esse aí. Mas aquele caso da EBE confesso que me deixou “bolado”.

    Resposta
  • 12 de maio de 2014 em 9:51
    Permalink

    Mas tava na cara que era uma máscara da casa turuna, né não?

    Resposta
    • 12 de maio de 2014 em 14:01
      Permalink

      Fico imaginando se nego chama um sujeito tipo Ron Muek para fazer um pe grande… Usar as habilidades para o lado negro da força…

      Resposta
  • 9 de junho de 2015 em 11:23
    Permalink

    O Pé- Grande é um MITO que gera muito turismo nos EUA, por mais que fosse verdade essa história, seria de uma tremenda ignorância abater um animal pré-histórico desses.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Eu dei duro aqui

Com 15 anos de sangue suor e lágrimas, eu me esforcei para fazer um dos blogs mais antigos e legais do Brasil. Mis de 5000 artigos, mais de 100.000 comentários, mais de 20 livros, canal, programa de rádio, esculturas... Manter isso, você pode imaginar, não é barato. Talvez você considere me apoiar no Patreon e ajudar o Mundo Gump a não sair do ar.
Ajuda aí?

Conheça meus livros

error: Alerta: Conteúdo protegido !!