A estrada mais bizarra da Europa tem um limite de velocidade estranho e é proibido usar cinto de segurança

De vez em quando a gente acha uns lugares bem gumps pelo mundo. Aqui está uma das estradas mais curiosas por onde você poderia viajar. Dica: Não vá se não curtir um frio do tipo mais geladinho.

A Estônia abriga a estrada oficial de gelo mais longa da Europa, um trecho de gelo congelado de 25 km ao longo da costa do país, onde é ilegal usar cinto de segurança e dirigir devagar.

Nada de dirigir devagar

A maior estrada de gelo da Europa, cobre um trecho congelado do Mar Báltico que liga a costa da Estônia à ilha de Hiiumaa. Dirigir nesta estrada de gelo em particular no inverno é considerado uma “experiência inesquecível”, mas se você planeja adicioná-la à sua lista de desejos, deve saber que ela tem algumas regras de direção não convencionais. Você não pode dirigir aqui depois do pôr do sol, e usar cinto de segurança é ilegal, assim como dirigir em velocidades entre 25 e 40 km/h.

Viajar no gelo faz parte da cultura estoniana. Cavaleiros teutônicos faziam isso a cavalo a caminho das ilhas no século 13, os aldeões usavam o gelo espesso para trazer suprimentos do continente, e até animais selvagens como ursos, alces e lobos o usavam para viajar de e para as ilhas em busca de comida. Até hoje, continua sendo uma maneira mais barata e conveniente de se locomover, pelo menos em comparação com pagar por uma viagem de balsa.

No inverno, quando o gelo fica espesso e duro o suficiente, não é incomum ver centenas de veículos circulando na estrada de gelo mais longa da Europa todos os dias. No entanto, todos devem obedecer às regras exclusivas da estrada. Primeiro de tudo, você deve evitar dirigir em velocidades numa faixa que fique entre 25 km/h e 40 km/h. Por que? Porque nessa velocidade seu carro gera uma frequência de ressonância que possui afinidade com a frequência de ressonância do gelo, e ao dirigir em velocidades dentro dessa faixa por muito tempo pode quebrar o gelo. Os pneus e o movimento do carro aparentemente criam vibrações semelhantes à onda de proa de um navio, e continuar por muito tempo torna a onda forte o suficiente para quebrar o gelo e enviar os motoristas para um túmulo aquático.

Alguns dizem que o aviso de vibrações não passa de um mito, mas ninguém tem coragem de desafiá-lo. Afinal, se for real, o risco de se afogar ou morrer de hipotermia é muito real, então qual é o ponto?

É proibido usar o cinto!

Os cintos de segurança são obrigatórios na maior parte da rede rodoviária da Europa, mas não na mais longa das seis estradas de gelo oficiais da Estônia. Na verdade, é ilegal usar um, pois no caso do gelo rachar, você pode precisar sair do carro o mais rápido possível para morrer de hipotermia na sequencia.

Também é proibido parar um veículo na estrada de gelo, assim como dirigir após o pôr do sol. Os carros devem manter uma distância mínima de pelo menos 250 metros entre eles e entrar na estrada de gelo em intervalos de pelo menos três minutos.

Enfim, é uma experiência diferenciada, mas realmente é para quem tem esse estilo de vida de aventura. A ideia de uma estrada de gelo ruir sob meu carro e ele afundar na escuridão fria do mar do norte não me parece uma coisa muito agradável.

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertismentspot_img

Últimos artigos