Videogame mata? 10 mortes ligadas aos videogames

Você acha que videogame mata?

%name Videogame mata? 10 mortes ligadas aos videogames

Eu como fã de videogames, não gosto da idéia de alguém pensando que o mesmo pode matar alguém. Mas de fato, tenho que reconhecer que existem mortes diretamente associadas aos videogames.

Vejamos:

1- Morreu por jogar Starcraft

Em 2005 um homem sul coreano chamado apenas como “lee” jogou tanto o game Stacraft ( um jogo de estratégia espacial onde você comanda naves e esquadrões pelo espaço) que morreu. O laudo da necrópsia mostrou que Lee morreu vítima de falência cardíaca devido à exaustão. O cara jogou praticamente 50 horas sem parar. Ele foi encontrado caído em frente ao aparelho, com o jogo ainda rolando. Lee era um jogador profissional. Jogadores profissionais pululam pelos ambientes virtuais, com grande preferência pelos jogos massivos. Eles podem faturar até 100.000 dólares no ano só jogando e passam cerca de 15 horas ao dia na frente da maquina.  Se foi isso mesmo, a morte de Lee foi “acidente de trabalho”. fonte

2- Morreu aos 18 jogando arcade

Peter Burkowsky tinha 18 anos e era considerado um ótimo aluno. Num sábado, Peter parou em frente a um arcade às 20:30. Ele jogou durante um longo tempo o game berzerk e conseguiu bater o próprio recorde. Peter jogou cada vez mais e foi ficando cada vez mais ansioso por seu recorde histórico. Quando finalmente perdeu, ele se dirigiu a outra máquina. Quando ia colocar uma nova ficha, Peter caiu duro. Morreu do coração. Os médicos examinaram o corpo e descobriram que o jovem tinha um problema no coração. A ansiedade e a forte descarga de adrenalina causada pelo videogame foram fatais para seu coração. fonte

3- Matou (no mundo real) porque queria obter de volta um item mágico (no jogo)

Qiu Chegwei emprestou sua “Espada do Dragão” ao amigo Zhu Caoyuan. O sujeito gostou tanto da arma mágica de Chegwei que resolveu vendê-la a um outro cara por U$ 675 pratas. Porém, quando descobriu, Qiu ficou bastante bravo e atacou Zhu com um canivete de verdade, matando o “amigo malandrão” a facadas. Qiu foi preso e condenado a prisão perpétua. Um tempo depois, sua pena foi comutada em 15 anos de detenção por bom comportamento. fonte

4- O suicídio no Everquest

Shawn Woolley tinha 21 anos quando sua mãe ouviu um barulho vindo de seu quarto. Ao chegar no cômodo, ela viu horrorizada o corpo do filho caído sobre o computador com um tiro na cabeça. Ele estava jogando Everquest, game no qual era aficcionado. Não foi encontrada nenhuma mensagem ou justificativa para o estranho suicídio. A mãe do jovem culpou o Everquest por deixar o jovem tão viciado a ponto de se matar. A polícia não encontrou uma evidência plausível para sua motivação.  fonte

5- O suicídio no Word of Warcraft aos 13 anos de idade

Xiao Yi tinha só 13 anos quando pulou do alto de um prédio de 24 andares. A carta deixada pelo suicida tinha um estranho teor, como se fosse escrita do ponto de vista de um personagem de videogames. O jovem prometia se encontrar com três amigos do jogo no paraíso. Na ocasião da fatalidade, os pais de Xiao lembraram às autoridades que antes de morrer, durante uma discussão familiar, o jovem disse aos pais que “os videogames já haviam o envenenado e ele não tinha mais nenhum controle sobre a sua vida.” fonte

6- Matou porque queria grana para jogar

O vietnamita Dinh The Dan, de 13 anos matou uma senhora de 81 anos para pegar o dinheiro dela. Seu objetivo? Comprar games. A polícia local informou que o jovem enforcou a idosa com uma corda e depois queimou seu corpo sobre uma pilha de areia na frente da casa dele. Por ser menor ele não foi preso. Foi mandado para um acampamento-reformatório de onde saiu por bom comportamento algum tempo depois. fonte

7- Pai mata bebê por ter quebrado seu Xbox

Tyrone Spellman, 27 gostava muito de jogar seu Xbox. Porém, um dia, quando sua filha de apenas 13 meses agarrou-se nos fios e puxou o console da estante, fazendo-o cair no chão aos pedaços, Tyrone ficou fora de si. Ele atacou violentamente a criança, espatifando seu crânio diversas vezes no chão. A autópsia revelou que o bebê já tinha um braço quebrado há duas semanas antes do incidente fatal com o videogame do pai.  fonte

8- Matou a própria mãe poorque gostava de jogar Halo 3

Daniel Petric, de 17 anos estava morrendo de raiva por ter ficado de castigo. Sua mãe havia tirando o videogame halo dele e guardado num armário com chave. Enquanto os pais dormiam, o jovem transtornado com o desejo de jogar conseguiu destrancar o móvel e encontrou além do jogo uma pistola 9mm do pai. Ele pegou a arma e foi direto ao quarto dos pais.

Com a arma oculta atrás do corpo, Daniel acordou os dois dizendo que era para fecharem os olhos, que ele tinha uma surpresa para os dois. Ao fazer isso, os pais do garoto foram atingidos por tiros na testa. O pai de Daniel foi apenas ferido de raspão, mas a mãe foi atingida em cheio bem na testa, morrendo na hora. fonte

9- Morreu de tanto levar controlada nas fuças

Darisabel Baez, filha de dois anos de Eneida E. Baez foi assaissinada com um controle de videogame pelo namorado de sua mãe, o senhor Harve L. Johnson. A criança morreu instantaneamente com as pancadas, então Harve correu com a menina até a banheira para tentar ressuscitá-la. Sem sucesso, entregou o frágil e ensopado corpo da menina para a mãe. Harve não quis contar para a polícia o motivo do assassinato, mas a suspeita maior é que ele descarregou a fúria de perder no jogo na pobre criancinha. fonte

10- Matou o meganha inspirado pelo GTA

Devin Moore conseguiu pegar a pistola de um policial. Ele atingiu três oficiais e roubou o carro da polícia, com o qual dirigiu veloz e perigosamente pela cidade de Fayette, no Alabama. Moore era obcecado com o game GTA. Quando finalmente foi capturado ele disse:

“A vida é como um videogame. Você morre mais cedo ou mais tarde”

fonte

%name Videogame mata? 10 mortes ligadas aos videogames

Realmente existem pessoas que acabaram morrendo graças ao seu contato com os videogames. Volta e meia vemos estes casos sendo lembrados por padres, pastores, políticos e pessoas preocupadas com a influência dos jogos nos comportamentos infantis. De fato, eu penso que preocupar-se com isso é algo importante. Mas uma coisa é preocupar-se e discutir o melhor uso de um aparelho eletrônico dentro de casa, num ambiente onde os pais devem mandar. Outro muito diferente é alguém despreparado acreditar que o videogame é algo essencialmente ruim e acabar condenando o objeto por atrocidades frutos da estupidez humana. Minha conclusão é que videogames só são efetivamente perigosos quando as pessoas que os utilizam possuem problemas mentais.

Pra esses, o videogame pode matar sim. Mas espera aí. Até beber água pode matar.

E neste caso, tudo será perigoso. Desde a revistinha dos X men, ao filme na televisão. Me parece que os videogames estão levando a culpa de algo que está na cabeça do usuário. É mais fácil culpar o objeto inanimado que não tem como se defender do que encarrar os fatos de que muitas vezes os pais abrem mão do seu papel de educar e orientar as crianças. É mais fácil atribuir a culpa ao videogame do que reconhecer que crianças e jovens sofrem de transtornos mentais graves.  Fora os casos eminentemente naturais (ataque cardíaco pode ocorrer durante um jogo de videogame, durante uma aula de educação física ou durante o sexo) Eu penso que a ampla maioria dos casos de mortes envolvendo video games se trata de “problema de BIOS” (biruta idiota operando o sistema).

OBS: Antes que alguém comente, os jogos de computador por se desenrolarem num video (monitor) são também considerados videogames, do mesmo jeito que os arcades.

fonte

Comments

comments

15 comentários em “Videogame mata? 10 mortes ligadas aos videogames”

  1. Muito legal seu Post!Você escreve muito bem,eu adoro ler seus textos!E concordo:O problema são as pessoas que não sabem separar o real do imaginário e ficam obcecadas com um jogo ou qualquer outra coisa,à ponto de desgraçarem suas vidas. x_x

  2. “problema de BIOS” (biruta idiota operando o sistema). Essa foi a melhor. auhauhua

    Cara, voce tinha que falar de outros três casos. Um aconteceu, mês passado (ou retrasado), quando um menino americano de uns 13 anos pulou da janela do prédio por achar que podia voar como no jogo. Não lembro agora qual jogo.

    Mas um outro de fundamental importância e brasileiro. Um menino Catarinense de 13 anos emprestou dinheiro para um amigo de 12 jogar Tibia. O amigo não devolveu a grana. Para se vingar, o moleque o chamou até sua casa, o somodizou, matou e em seguida esquartejou com uma faca de pão.

    Ele foi pego de surpresa pela sua mãe quand tentava esconder as fatias do amigo no sótão. Isso foi falado no mundo inteiro na época, inclusive com fotos da carnificina divulgadas pela internet. Vou ver se acho as fotos. Medonho…

    Tem também daquele paulista que entrou com uma submetralhadora num cinema e metralhou uma dúzia. Depois alegou que a culpa era do Duke Nukem.

    Concordo que a culpa não é dos jogos, mas da mente perturbada de crianças e adolescentes mal encaminhados pelos responsáveis. Se hoje imitam videogames, antigamente iriam culpar as estórias de Tarzan, Superman e afins. O problema é que na época as famílias não deixavam os filhos tão largados na vida, sem um acompanhamento adequado.

  3. Concordo plenamente.Os games nao sao perigosos, mas sim as pessoas que nao conseguem separar o real do virtual.Sou um gamer (muito) ativo, e jogo games com e sem violencia, e eles nunca me influenciaram em nada, a nao ser no meu ingles, que hoje é perfeito.

  4. Houve um caso aqui no Brasil também, de um jovem que matou o outro por causa de um item que um deles perdeu no jogo Tibia.
    Se permite, aqui vão as fontes: http://oglobo.globo.com/pais/mat/2007/07/24/296941714.asp
    (Original)
    http://forums.tibiabr.com/showthread.php?t=178477
    (Secundário)

  5. eu acho errado culpar o video game por essas mortes. como você bem disse, poderia ter sido um gibi ou qualquer outra coisa. são pessoas que já têm um traço violento, sociopata, uma “mente fraca”. é uma pena que algo que deveria servir para o lazer, acabe sendo motivo dessas fatalidades.

    • Não é o que diz a BBC:
      “The 28-year-old man collapsed after playing the game Starcraft at an internet cafe in the city of Taegu, according to South Korean authorities. “

  6. Eu admito… SOU VICIADO. Mas sem muto bem separar realidade da Ficção, eu concordo com o seu post sobre videogames, e notei, que o culpado muitas vezes são as pessoas.
    que não sabem separa realidade com ficção 

  7. E o caso do homem furioso que matou sua própria filha ainda bebezinha sem só nem piedade e ainda disse que perdeu totalmente a cabeça! Só que isso nunca vai levar o ponto de trazer o anjinho de volta! Sem piedade, nem perdão!

  8. fala serio eu que adoro gta e qualquer louco faz toda hora para mãe se seu filho jogar jogos como gta,assassin creed,hitman e outros vai virar um ladrão,assassino,suicida,etc,etc se não fosse por esses #@!ܨ%#(*&$ disso ai elas nos deixaria jogar

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.