Véus de mármore

Tem que ter as skills em nivel jedi para esculpir isso aqui no mármore.

Essa escultura abaixo, “A virgem velada” é uma das mais impressionantes que eu já vi na vida, é do artista italiano do século XIX Giovanni Strazza.

 

Pensa no grau épico de dificuldade de modelar um véu sobre um rosto num material que está entre os mais duros do planeta, o mármore ( mineral de dureza 3 – escala de Friedrich Mohs). Outro problema é que o mármore não tem adição. É uma escultura 100% feita por subtração. Por isso que dizem que para esculpir uma figura, você pega o bloco e “simplesmente tira tudo que não é a figura dele”.

 

Já tá humilhado? Espere até descobrir que não é só essa. Existem grandes esculturas que criaram belíssimos véus de mármore:

 

 

Véu de mármore10

Pensa no nível de dificuldade de esculpir isso aqui sem quebrar:

Este é um monumento ao pai do príncipe Raimondo, Antonio de Sangro (1.685-1757)
O nome italiano do monumento Disinganno é muitas vezes traduzida como “decepção”, mas não no sentido convencional disso, e em eslavo eclesiástico – “A liberdade do feitiço”.
 “A liberdade do feitiço” (depois de 1757) de Franschesko Kvirolo e é a mais famosa de suas obras, pela habilidade em fazer esta rede.
Toda feita em uma única peça de mármore e pedra-pomes, Kvirolo foi o único mestre napolitano que aceitou o desafio. Outros grandes escultores amarelaram, acreditando que a rede iria quebrar em pedaços.
Escultores fantásticos dominam há séculos a arte do recorte preciso da pedra. 

E que tal essa textura de pele, de Lorenzo Berdini, que retrata o sequestro de Perséfone?

O cara tinha só 23 anos de idade quando a fez, em 1621. Olha no detalhe:

 

40 Comentários

  1. Giancarlo Tormena 3 de janeiro de 2014
  2. Fabio 3 de janeiro de 2014
  3. Eduardo 3 de janeiro de 2014
  4. cris 3 de janeiro de 2014
  5. Rangel de Carvalho 3 de janeiro de 2014
  6. Paola Gatti 3 de janeiro de 2014
  7. Leonardo Bussadori 3 de janeiro de 2014
  8. Rafael Martini 3 de janeiro de 2014
    • Philipe 3 de janeiro de 2014
  9. Pedro Henrique Nunes 3 de janeiro de 2014
  10. Marcosvinicius A. Fernandes 3 de janeiro de 2014
  11. Casoares 3 de janeiro de 2014
  12. Ju Wagner 3 de janeiro de 2014
    • Philipe 3 de janeiro de 2014
      • Leandro263 4 de janeiro de 2014
        • lelek 4 de janeiro de 2014
  13. Lex Keher 4 de janeiro de 2014
  14. Natanael 4 de janeiro de 2014
  15. Leandro263 4 de janeiro de 2014
  16. R. CesarF. S. 4 de janeiro de 2014
  17. Zafar 4 de janeiro de 2014
  18. BEZALEL 8 de janeiro de 2014
  19. Hounston Santos 10 de janeiro de 2014
  20. Rilmo Wagner de Assis 22 de janeiro de 2014
  21. William_8 23 de janeiro de 2014
  22. Oswaldo Francisco Martins 24 de janeiro de 2014
  23. Annamaria Mazzillo Delboni 29 de janeiro de 2014
  24. Douglas Garcia 16 de fevereiro de 2014
  25. Fatima Albarella 20 de fevereiro de 2014
  26. Manuela 22 de fevereiro de 2014
  27. Manuela 22 de fevereiro de 2014
  28. Arnaldo Sestelo Costa 25 de fevereiro de 2014
  29. Carlos Rodolfo Arguello 26 de fevereiro de 2014
  30. Angelo C. Gomes 15 de abril de 2014
  31. Ana Maria Lins Onofre 21 de abril de 2014
  32. Joamir Junior 22 de abril de 2014
  33. Albertino Xavier 31 de maio de 2014
  34. Rute Batista 28 de junho de 2014

Deixe seu comnetário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *