Space Goddess – modelagem

Essa é a segunda parte da escultura da minha deusa astronauta alienígena. A parte 1 onde eu explico de onde veio a ideia está aqui. 

%name Space Goddess   modelagem

Eu começo com uma bolinha de massa, onde eu traço algumas linhas guia para começar a fazer a escultura.

%name Space Goddess   modelagem

Em seguida eu coloco as esferas de rolamento para fazer os olhos e uma tromba, digo, um nariz. Sei que tá feio.

Após algumas horas de diversão, a bolinha de massa já se parece com uma cabeça:

%name Space Goddess   modelagem

 

Eu resolvi então refazer os olhos, sem as esferas, porque com elas eu não consigo fazer o truque da gotinha de resina que deixa o olho mais realista. Em seguida comecei a colocar massa e fiz um suporte de arame de alumínio para eu poder segurar a peça sem estragá-la.

%name Space Goddess   modelagem

 

%name Space Goddess   modelagem

 

Após colocar a estrutura base no arame, comecei a projetar o chapéu dela.

%name Space Goddess   modelagem

 

O passo seguinte é fazer a roupa dela. Fui fazendo o que dava na telha. É muito divertido isso, mas é uma cachaça, quando começo a colocar detalhes eu fico com pena de parar, e se bobeio, o boneco não fica pronto nunca.

%name Space Goddess   modelagem

%name Space Goddess   modelagem

%name Space Goddess   modelagem

%name Space Goddess   modelagem

Não repare essa minha unha gigante cheia de massa. Com a sculpey tão dura, eu acabo fazendo tanta força que se eu cortar ela curta a pele separa da unha e dá uma dor desgraçada. Eu tava só esperando a fase da modelagem passar para cortar e agora estou menos mendigo, hehe. Aproveitei e também cortei meu cabelo. A Nivea disse que eu tô parecendo até uma pessoa normal.

 

Então eu vou modelando e colocando coisas e itens na roupa e  tal.

%name Space Goddess   modelagem

%name Space Goddess   modelagem

Com a peça quase pronta eu comecei a achar que dava para mudar um pouco o olho de posição e assim fiz uma plástica a la Cerveró nela.

%name Space Goddess   modelagem

Depois fiz um olho novo.

%name Space Goddess   modelagem %name Space Goddess   modelagem

Depois, percebi que poderia ter o mesmo problema com um dos chifres do ultimo boneco que “bruxou” no calor do forno. A massa endurece no forno, mas enquanto ela esta em alta temperatura ela fica mole e se a peça não for bem estruturada, ela pode realmente ser deformada pela gravidade. Achei que isso ia acontecer no chapéu (achei não, eu SEI que ia dar zica) Assim, a solução é tomar uma cerveja…

%name Space Goddess   modelagem

E depois meter a tesoura na latinha. Esse aluminio da latinha é ótimo para estruturar algumas peças de polyclay. Removi o chapéu dela e podemos ver como a cabeça dela lembra um pouco a do robocop antigo…

%name Space Goddess   modelagem

 

 

Com base no chapeu aberto, eu cortei a latinha. Depois cortei novamente para que a latinha não fique tão perto das bordas da massa e me deixe trabalhar melhor. %name Space Goddess   modelagem %name Space Goddess   modelagem

O passo seguinte é prender o chapéu na cabeça do personagem novamente. Coloquei essa pilha aí para mostrar o tamanho.

%name Space Goddess   modelagem

%name Space Goddess   modelagem

Aqui estão mais algumas fotos da peça prestes a ir para o forno.

%name Space Goddess   modelagem %name Space Goddess   modelagem %name Space Goddess   modelagem

%name Space Goddess   modelagem

 

Espero que estejam curtindo. Na continuação, veremos a parte da pintura.

CONTINUA

Artigos relacionados

Comments

comments

24 comentários em “Space Goddess – modelagem”

  1. Ae, Philipe, excelente esse conceito que vc usou. Ficou muito boa tb a escultura. Achei ótima a ideia de usar um objeto do traje como prolongamento da cabeça e os povos interpretarem como interpretaram. E sobre a adição de detalhes é difícil mesmo de parar, quanto mais se coloca mais legal vai ficando. Meus parabéns.

  2. Bom dia Phillipe,
    Parabéns mais uma vez! Esta está espetacular! Uma coisa que me ocorreu (para dar mais motivos para o prolongamento da cabeça no traje) foi colocar uma espécie de leme (como o do Rocketeer), que funcionaria para voos baixos (porque no vácuo obviamente não teria função nenhuma…)
    Grande abraço e continue sendo o grande artista, absolutamente versátil, que vem mostrando ser nestes vários anos de Mundo Gump!

  3. Impressionante, qualquer dia eu me arrisco a tentar algo também, quem sabe começando pelo Psyduck kkkkkkkk Mas então, a peça está realmente incrível, gostei particularmente dos lábios carnudos e dessa feição africana saudável rsrs Ficaremos na imaginação de como ela será de corpo completo. Minha sugestão para uma próxima escultura é um digimon, quem sabe Angemon, HolyAngemon ou até mesmo um Devimon.

    • Pior que sobra. Ontem saí da internet mais cedo e fiquei com eles, sem fazer nada, apenas ali, com o Davi pulando em cima da gente na sala. Nem televisão a gente ligou. Por isso que tem dias que não tem post aqui. Tem dias que eu nem ligo o computador, é todo com eles.

  4. NOSSA! Muito bom, muito bom mesmo.
    A linha de raciocínio do conceito até a criação do personagem, tudo muito perfeito!
    A Roupa esta insana misturada com essa inspiração egípcia, muito bom,como sempre.

  5. Puts, a expressão dela ficou dez! Bem “de carne e osso” msm. E modelar coisa mecânica assim na mão é só pra quem manja mesmo! Ficou show. Heavy Metal total. Me lembra os personagens do Moebius , com um pouco de Frezzato…

    • CAra não detalhado como nos outros bonecos, pq nesse eu não tinha tempo de fazer, então quando dava um respiro, tipo esperando cliente me mandar material, aí eu fazia um pedacinho, parava, e aí depois eu fazia outro… Assim, é por isso que está demorando e tb porque eu FODI o boneco usando uma resina que passou da validade e parou de catalisar, assim, ela ficou mais viscosa que cuspe de atriz porno! Até consertar a cagada, fiquei tão puto que quase joguei o boneco da janela.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.