5 Comentários

      1. Moll

        kkkkk Mas eu acho que entra muito da sensibilidade mesmo da pessoa, algo mais do terreno da intuição…

        Mal comparando, é como algumas cartomantes/quiromantes, etc, conseguem “captar” algumas coisas.

        O prooprio Conan Doyle tinha habilidades de Sherlock Holmes (e que as vezes a Scotland Yar dutilisava) e o que da pra perceber pelos livros é que era uma capacidade que conjugava conhecimento mas também pura intuição/sensibilidade.

        Responder
      2. Gustav

        Eheheh puxa Philipe- mosquei feio aqui… É a leitura dinâmica. Se nós ficamos impressionados com a capacidade da artista, imagina então as vítimas.

        Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.