Foto Gump do dia: O esplendor da Árvore de Ouro, na China

A árvore de ouro é um ser vivo de grande respeitabilidade com nada menos que 1400 anos! Essa majestosa árvore ginkgo cresce num espaço reservado para ela, no templo budista Zhongnan, que fica encravado nas Montanhas da China.

0_19db95_2e036211_orig

Recentemente, ela atraiu a atenção de milhares de pessoas de todo o país e também do mundo. Desde meados de novembro, esta árvore está derramado suas folhas douradas.

Esta planta é às vezes chamada de “fóssil vivo”. Apesar de as alterações climáticas, manteve-se inalterada durante mais de 200 milhões de anos. É uma conexão direta com os dias em que os dinossauros dominavam a Terra.

 

0_19db96_1fa62063_orig

0_19db97_676cabb7_orig

0_19db98_39561fc1_orig

0_19db94_ffa9c587_orig

fonte

Related Post

5 comentários em “Foto Gump do dia: O esplendor da Árvore de Ouro, na China”

  1. A Ginkgo biloba não permanece “inalterada” há 200 milhões de anos. Ela é sim a única representante da família original de Ginkgoaleanas que ficou preservada nas montanhas da China. A Ginkgo biloba tal como é hoje existe há pouco tempo, já dentro do Cenozoico, que começou há 65 milhões de anos.

    As Ginkgoaleanas se desenvolveram a partir da Trichopitys, lá trás no Permiano, há 250 milhões de anos, se diversificaram no Triássico e no Cretáceo, sendo que foram bastante abundantes no Jurássico. Com a extinção no final do Cretáceo, apenas uma linhagem de Ginkgoaleanas sobreviveu, que deu origem à Ginkgo biloba. É uma árvore com características muito primitivas quando comparadas com outras espécies de gimnospermas (sem flores e sem frutos), mas não, ela não permanece inalterada.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares