Plasma Radio

Eu vi e no início eu não entendi. Mas então caiu a ficha.É um rádio!

Os caras pegam um cabo elétrico, com 90m de comprimento que capta ondas de 150KW da saída do transmissor da radio BBC local. O cabo é aproximado de um outro cabo ligado em terra. Como resultado, temos um arco voltaico. Mas para minha surpresa, o arco voltaico gera uma espécie de rádio, captando ondas AM! Gente isso é possível? Eu não tenho conhecimentos de eletrônica para confirmar nem refutar isso, mas achei curioso que a experiência precise ser feita perto das gigantescas antenas de radio com 90 metros de altura da antiga União Soviética.

O experimento bizarro (e maluco, já que dá pra morrer fácil assim) foi feito na cidade de Bovary, na Russia. Segundo li no site, no exato local do arco voltaico uma grande diferença de potencial ocorre, fazendo com que o arco voltaico resultante seja modulado pela freqüência da voz humana, e assim o arco começa a “falar”.

Espero que isso não seja fake, porque é muito legal. E antes que o post termine, quero deixar claro um aviso que fazer isso pode ser FATAL e será considerado suicídio. Não seja burro! Não tente.

Fonte

OBS: Se eu descobrir que o radio feito com cabos de energia é fake eu publico aqui.

Artigos relacionados

Comments

comments

14 comentários em “Plasma Radio”

  1. Poxa fazia um tempo que não comentava aqui, como ta Philp, e as esculturas homi, quando ce vai fazer mais? ha quanto ha essa materia ae, sei que se vc colocar um alto falante perto de uma antena ela capta o som de alguma radio, um abraço cara

  2. Sim, isso é perfeitamente possível, embora perigoso. Procure pelas experiencias de Tesla ou sobre outras “coisas” (Liquidificador, motores, etc) que conseguem pegar rádios AM.

  3. [modo brincadeira=on]Credo!!! que coisa de doido. O cara tem um radio de milhares de volts e usa um pau de 5 metros para sintonizar a rádio. Será que dá pra tocar CD também? Ao invez do lazer, pdoemos usar o plasma. Agora tá muito grande essa torre. tem de levar para o japão que eles minutuarizam e colocal em uma caixinha pra voce levar 150Kw no ouvido hauhuahuahu. [Modo brincadeira=off] Cara muito legal esse post. Dá medo assistir isso

  4. Philipe, acho bem possível pq uma modulação de radio AM é um tipo de modulação de onda em amplitude e não em frequencia como é o caso do FM. E tambem por conta de que um dos cabos tem a transmissão da rádio e por isso está polarizado e sem interferência. Tem um tipo de rádio (coisa da época do garaná com rolha) que chama rádio de Galena que é um tipo de radio que usa a própria antena como fonte de energia e o circuito é bem simples com um sintonizador para filtrar a frequencia da portadora do sinal e um fone de ouvido. O sinal fica bem baixo mas dá pra ouvir várias estações AM. Ai vai um link com instruções para montar esse rádio ( http://www.bn.com.br/radios-antigos/montagem.htm).

  5. Philipe, isso costuma acontecer “ao natural” em construções civis. Em São Paulo mesmo, ocorreu nos anos 80 com um guindaste que criou um arco voltaico até o chão e do arco saiam vozes fantasmagóricas. Na verdade era música sertaneja de AM…

  6. Ia exatamente falar sobre esse acontecimento dos anos 80 mas o Flavio passou na frente…
    so pra ilustrar, era perto da paulista, na verdade proximo a antena da bandeirantes, a grua do guindaste captou o sinal o os funcionarios correram porque o som era alto e assustador e acharam que era assombraçao devido ao arco voltaico.
    afinal uma luz azul que pronuncia vozes so podia ser coisa do Demo.

  7. É verdade esse negócio de rádio de Galena os caras usavam umas pedras que pegavam perto dos trilhos de trem e montavam um rádio com a pedra e uns pedaços de cobre, antigamente.
    Tem esquemas para montar isso na Internet – só é difícil agora achar a tal pedra.
    O mais interessante são os outros vídeos no YouTube, quando eles descobrem estar captando transmissões de 1933 a 1948, e que podem falar com os caras na outra época usando uma canetinha laser e uma lanterna apontadas para o raio – mas acho que já censuraram esses vídeos…sabe como é, né…

  8. Senhores:
    Pois o nosso gênio, real inventor do rádio, Padre Landell de Moura, fazia o contrário:
    Gerava um arco e usando uma corneta para concentrar as ondas sonoras sobre este arco, alterando assim o mesmo, e fazendo com que a corrente no sistema variasse de acordo com as variações que o som executava sobre o arco. Era captado tanto por um sensor de variação de luz, que já existia de forma rudimentar na época, quanto por detetores de AM, se já houvessem. Mas naquela época somente existiam os “coesores” e “descoesores”, que demodulavam apenas sinais telegráficos. Mas que a experiência funciona, funciona. Como um alto falante de plasma.

  9. Isso é possivel pela modulacao da radio ser em amplitude. Vamos dizer de forma extremamente grosseira que a radiofrequencia é captada no cabo e transformada em “energia eletrica” (ta bom, to simplificando, keep walking). E que essa “voltagem” da energia eletrica aumenta e diminui de acordo com a voz do locutor. Ai como a “voltagem” muda, o “bzzzzzz” do arco voltaico fica mais forte ou mais fraco, mais grave ou mais agudo. Com isso dá pra voce perceber claramente a transmissao. Isso ai que eu escrevi é a explicacao mais estupida – porem compreensivel no geral – que pode ser escrita. Se alguem me corrigir eu vou botar 20 paginas de termos tecnicos aqui, heim! :oD
    Abraços do Alexandre, PU1BZZ <—Isso é um indicativo de radioamador 🙂

  10. O legal dos seus comentários é que voce fica sempre em cima do muro.”SE EU DESCOBRIR… SE APARECER UMA OUTRA VERSÃO…SE NÃO FOR FAKE…eu publico aqui! hahaha!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.